WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bahiagas academia vip desenbahia tafila angelo

:: ‘vacinação antirrábica’

“AÇÃO DE VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA REGISTROU POUCO MAIS DA METADE”, DIZ CCZ

Com o fim da Campanha de Vacinação Antirrábica que começou no mês de setembro, a equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), do município de Ilhéus, enviou à Salvador, nesta quinta-feira (19), os resultados da campanha de 2017, atingindo pouco mais da metade da sua meta. No geral, foram vacinados 10.086 animais, sendo 8.017 cães e 2.069 gatos. Destes, 6.373 cães e 1.724 gatos foram vacinados na sede do município, e 1.644 cães e 345 gatos, vacinados na zona rural. Apesar da estrutura montada pela Secretaria de Saúde durante a campanha, os números foram considerados baixos, já que o setor tinha uma meta de vacinar 16.800 animais.

Na tentativa de impulsionar a campanha, a secretaria de Saúde (Sesau), lançou no início deste mês, o ‘Dia D’ da Vacinação Antirrábica, com instalação de dezesseis pontos de vacinação distribuídos nas quatro zonas da cidade. O coordenador do Centro de Zoonoses, Aloísio Coreia, explica que a baixa adesão nos postos de vacinação não caracteriza a falta de cuidado pelos bichos. “Creio que precisa haver além da amizade, interesse no bem-estar do animal e do próprio homem. A principal dificuldade no combate à doença é a adesão da população às campanhas”, explica.

Ainda de acordo com o coordenador, são estimados atualmente em Ilhéus cerca de 33 mil animais, e embora não se tem registro da doença há anos entre os caninos e felinos, é importante levar o animal para vacinar. “A vacina é a principal forma de prevenir a raiva, com cem por cento de letalidade zoonose. É importante que a população não deixe de levar seu animal doméstico aos pontos durante as campanhas”, alerta Aloísio.  

Já o responsável pelo Setor de Vigilância à Saúde, Gleidson Souza, informa que devem ser imunizados animais a partir dos três meses de idade, exceto os que estiverem doentes. Ele lembra que a vacinação antirrábica é disponibilizada também diariamente de segunda à sexta-feira, de 8h às 14h, no CAE III (Centro de Atenção Especializado), que funciona no antigo SESP, localizado na Avenida Canavieiras, centro da cidade.

A vacinação antirrábica animal é a principal atividade na prevenção aos casos de raiva humana, assim como no controle da doença no seu ciclo urbano em animais. A campanha consiste na mobilização e vacinação em massa de cães e gatos, abrangendo o maior número de animais em curto período de tempo.

SÁBADO É O DIA D DE VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA EM ILHÉUS

cãoNo próximo sábado (21), a secretaria municipal de Saúde de Ilhéus, através do Centro de Zoonoses (CCZ), vai intensificar as atividades de vacinação contra raiva em cães e gato.  Além do posto de saúde CAE III (antigo SESP), Associação de Moradores do Teotônio Vilela e a Associação de Moradores da Urbis, haverá vacinação no posto de saúde Sarah Kubitscheky, no Malhado, centro de saúde do Iguape, São Miguel, PSF (Programa de Saúde da Família) Ilhéus II e PSF Nossa Senhora da Vitória.
Unidades extras de vacinação funcionarão na praça da Mangueira (Nelson Costa), praça Santa Rita (Conquista),posto de gasolina Nego Novo (Banco da Vitória), praça do Salobrinho, Barro Vermelho (Teotônio Vilela) e no Corpo de Bombeiros (Barra). 
Nesta sexta-feira, dia 20, haverá equipes do CCZ no Mutirão da Cidadania, no Centro Comunitário Nelson de Oliveira, no Bairro de Nelson Costa, no período das 8 às 14 horas, segundo informações da veterinária, Louise Santos Fernandes de Jesus.
A campanha teve início no município na última segunda-feira, dia 16, em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia. Nesta quinta-feira, dia 19, houve aplicação da vacina nos postos de saúde CAE III (antigo SESP), na Associação de Moradores do Teotônio Vilela e na Associação de Moradores da Urbis. Nestas unidades, o CCZ prossegue com a ação, na próxima semana (de segunda a sexta-feira), no período as 8 às 12 horas.
ALERTA – A raiva é uma doença transmitida principalmente por cães, gatos e morcegos. Quando a raiva é transmitida ao homem, é quase sempre letal. A transmissão da doença acontece quando o vírus, presente na saliva do animal infectado, penetra no organismo, através da pele ou mucosas. Isso pode acontecer por meio de mordidas, arranhões, lambidas ou pelo contato com a mucosa dos animais contaminados.

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  




twitter
facebook