WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia







turkeynet

Neste site
casa melo

agua mineral gabriela

auto escola brandao

whatsapp ilheus 24hs
setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

:: ‘tráfico de pessoas’

ITABUNENSE “ROUBADO” POR ITALIANOS PROCURA A FAMÍLIA

RADAR NOTÍCIAS
Mattia quando criança e atualmente.

Mattia quando criança e atualmente.

O jovem Mattia Menghini foi criado por uma família italiana. Ele foi levado à Europa quando tinha seis anos de idade. Sem muitas lembranças, o rapaz acredita que tenha sido vítima do tráfico infantil. A história do rapaz foi mostrada pelo programa Hoje em Dia da Rede Record, na manhã desta quinta-feira (21/11).
Ele se lembra de ter uma mãe e três irmãos. Segundo Mathia, um dia a mãe saiu de casa e mandou que ele olhasse o irmão. Naquela época ele era chamado de Carlos.
Um homem lhe ofereceu geladinho e ele aceitou. Então, foi levado para uma casa onde tinha mais 2 crianças onde ele ficou por um período de 10 a 15 dias.
Depois, ele acredita ter sido levado para um orfanato. O lugar tinha cerca de 60 crianças. Casais europeus chegavam nesse local e escolhiam a criança que iriam levar.
Mattia/Carlos foi escolhido por um casal italiano. Ele diz que o pai e mãe adotiva não sabiam que se tratava de tráfico de crianças, se soubessem não tinham aceitado.
Carlos acredita que vivia em Itabuna. Quando deixou o Brasil, ele levou duas certidões de nascimento, uma brasileira onde constam  pais ignorados e uma italiana com o nome dos pais adotivos.
Na certidão italiana, consta que ele tem 32 anos de idade, mas os últimos exames feitos na estrutura óssea quando ele ainda estava na Itália indicam que ele tem 26 anos.
Ele é engenheiro agrônomo e professor de educação física, fala cinco idiomas, está no Brasil há poucos meses e não consegue emprego.
Segundo ele, durante algumas entrevistas ouviu que não seria contratado por ter muita experiência e conhecimento. Estavam procurando pessoas menos qualificadas.
Atualmente trabalha como manobrista em São Paulo. Mattia tem uma filha de seis anos que mora no Brasil com a mãe.
 

CPI DO TRÁFICO DE PESSOAS NA BAHIA

Na manhã desta terça-feira (05) um encontro entre parlamentares da Assembleia Legislativa da Bahia deu inicio aos trabalhos da CPI do Tráfico de Pessoas no estado. Durante 120 dias, a nova comissão irá debater e propor formas de combate ao crime.
O primeiro encontro reuniu além da presidenta Luiza Maia, o vice-presidente e membro titular da Comissão de Direitos Humanos, Yulo Oiticica (PT). Para o parlamentar, a criação da CPI é um avanço na luta de combate a triste realidade da Bahia, que ocupa hoje o terceiro lugar no ranking dos estados que mais traficam pessoas.
“Estamos aqui para defender , denunciar e acabar com o tráfico de pessoas, independentemente para qual destino, seja trabalho escravo, exploração sexual ou tráfico de órgãos. O que está em foco é uma realidade que precisa urgentemente ser mudada”, afirma o petista.
Proposto por Oiticica, os membros da Comissão devem avaliar ainda nos próximos dias a realização de uma parceria com órgãos de combate ao tráfico de pessoas como Defensória Publica, Poder Judiciário, Conselho Tutelar, Policia Federal e o Centro de Defesa a Criança e o Adolescente (Cedeca).
“Acredito que só assim poderemos dar um atendimento de qualidade às vitimas e evitar que o crime se propague”, ressalta Yulo.
Atualmente, o tráfico atinge cerca de 4 milhões de pessoas em todo planeta, principalmente voltada para o mercado de prostituição e pedofilia, onde o principal alvo são as mulheres.

casinos online no brasil





dom eduardo

lm mudancas

fale conosco













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia