geraldo simoes
setembro 2014
D S T Q Q S S
« ago    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘tororomba’

BALNEÁRIO DE TOROROMBA SE DESMANCHA EM ÁGUA

Nem o balneário tororomba, acostumado a muita água, se safou do dilúvio que massacra Ilhéus. Por lá, o muro que protege as piscinas rompeu e a água tomou toda a área. Prevendo prejuízos, os donos do restaurante que funciona no local retiraram o que puderam antes. Foto de Queliane Melgao.

Nem o balneário tororomba, acostumado a muita água, se safou do dilúvio que massacra Ilhéus. Por lá, o muro que protege as piscinas rompeu e a água tomou toda a área. Prevendo prejuízos, os donos do restaurante que funciona no local retiraram o que puderam antes. Foto de Queliane Melgao.

DENÚNCIA DE CONTAMINAÇÃO NO TOROROMBA É ANTIGA

Foto: Clodoaldo Ribeiro.

Foto: Clodoaldo Ribeiro.

Em entrevista ao radialista Gil Gomes (Santa Cruz AM) ontem (sexta, 17), o secretário de turismo de Ilhéus, Alcides Kruschewsky, admitiu que as águas do balneário de Olivença possuem organismos indesejáveis.
O nível de contaminação, segundo Alcides, não representa riscos para os banhistas (clique aqui e ouça a entrevista).
No programa, o secretário afirmou que as denúncias de contaminação do balneário são superficiais.
A declaração foi contestada pela ativista social Maria do Socorro Mendonça, presidente do Instituto Nossa Ilhéus. Segundo ela, a situação é antiga e foi registrada em 2010 pelo Conselho de Meio Ambiente do Município.
Depois da denúncia, um relatório da qualidade de água teria sido elaborado pela secretaria de saúde do município e apresentado ao conselho.
O relatório comprovaria a contaminação da água, mas foi arquivado. Segundo Socorro, o ideal seria refazer o estudo, já que se trata de um problema de saúde pública.

MAIS UMA IRONIA DE NOSSA ILHÉUS

ios
Depois de permitir que o Balneário de Olivença feche aos fins de semana (lembre aqui), coisas estranham continuam a acontecer em Ilhéus.
Em ato publicado no diário oficial na quarta (15), o prefeito Jabes Ribeiro nomeou a chefe da seção que cuidará das bibliotecas públicas do município.
Ironicamente, a cidade só tem um aparelho do tipo e está desativado há anos. É justamente a biblioteca que funcionava no General Osório.
Todo o acervo se perdeu no prédio, que não aguenta uma chuvinha, ou está guardado em locais impróprios.

curta costa do cacau


grapiuna web pop

twitter
facebook