WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
shopping jequitiba prefeitura ilheus secom bahia solidaria Neste site
junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘segurança nacional’

GOVERNOS DA AMÉRICA LATINA PREPARAM NOTA DE REPÚDIO À ESPIONAGEM DOS EUA

O GLOBO
Os presidentes latino-americanos preparam para esta sexta-feira a formalização de um documento no qual repudiam o monitoramento, pelos Estados Unidos, de dados na internet e telefonemas de cidadãos da América Latina. A ideia é que a declaração apresente a preocupação com as denúncias de espionagem na região, feitas com base nos documentos vazados pelo ex-técnico da CIA Edward Snowden, a gravidade que elas representam e o fato de serem inaceitáveis. Além do Brasil, Colômbia, México, Chile, Equador e Argentina se manifestaram sobre o assunto, condenando o monitoramento externo de informações de cidadãos.
O tema será abordado na Cúpula do Mercosul, em Montevidéu, no Uruguai, nesta quinta-feira e na sexta. Mas antes, os chanceleres do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Venezuela) – o Paraguai está suspenso temporariamente – e da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) se reúnem para definir os termos do documento.
O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, ressaltou que o tom do documento será coerente com as premissas da política externa brasileira. Ao ser perguntado se o governo do Brasil pretende elevar as críticas e reações aos Estados Unidos, como fizeram alguns países da região, o chanceler disse que os brasileiros têm uma posição bem definida.
– O Brasil ouve (os demais países), mas não costuma seguir. O Brasil formula suas próprias posições de acordo com os interesses nacionais e com a política externa brasileira – destacou.
Durante uma visita ao norte do México, nesta quarta-feira, o presidente mexicano, Enrique Pena Nieto, disse que se forem comprovadas, as denúncias são totalmente inaceitáveis. Na quarta-feira, Colômbia e Chile também pediram explicações aos EUA por espionagem. Brasil, Argentina, Peru e Equador já haviam se pronunciado sobre a denúncia.
:: LEIA MAIS »

MINISTÉRIOS VÃO QUESTIONAR GOOGLE E FACEBOOK SOBRE ESPIONAGEM

O ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, mostrou preocupação com a revelação feita pelo jornal O Globo de que o Brasil estaria no mapa da espionagem americana. Em ação conjunta com o Ministério das Comunicações, o órgão vai interpelar as empresas de tecnologia que atuam no país, como Google e Facebook. Medidas para garantir mais segurança ao tráfego de dados também estão em estudo.
– Temos empresas internacionais que operam aqui, como o Google e o Facebook. Isso preocupa – afirmou Raupp, durante almoço nesta segunda-feira, na sede da Firjan.
Ao ser questionado se essas empresas seriam interpeladas sobre as relações com o sistema de espionagem dos EUA, o ministro informou que uma ação conjunta com o Ministério das Comunicações já está em andamento.
– É claro que sim. Eu ainda não conversei com o ministro Paulo Bernardo (das Comunicações), mas estamos acertados de fazer uma ação conjunta. E é para já – disse.
De acordo com o ministro, também estão em estudo medidas que possam incrementar a segurança do tráfego de dados no país. Raupp descartou a implantação de firewalls, que poderiam interferir na liberdade de expressão, mas citou o investimento na construção de centros de dados nacionais.
:: LEIA MAIS »



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia