WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bebeto galvao shopping jequitiba



dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Saúde’

PREFEITURA PROMOVE AÇÕES EDUCATIVAS PARA CONTROLE DA DENGUE EM ILHÉUS

Ações educativas visam reduzir números de casos registrados na cidade.

Com o objetivo de sensibilizar a comunidade escolar de Ilhéus para se engajar mais na luta para o controle do mosquito transmissor da dengue no município, as equipes de Educação e Saúde e de Coordenação de Combate às Endemias da Secretaria de Saúde vêm reforçando ações estratégicas. As orientações básicas visando conscientizar os alunos acontecem nesta quinta-feira (18), na escola municipal Josephina Lemos, do distrito de Aritaguá.

As palestras também serão realizadas nesta sexta-feira (19), na unidade de ensino Henrique Cardoso, de Sambaituba. O calendário prevê ainda ações dia 22, na escola municipal de Barão de Cotegipe, situada na vila de Urucutuca, e dia 25, na escola Vila Olímpio. As atividades serão encerradas no dia 29, na escola Humberto de Campos, localizada no povoado de Ribeira das Pedras.

:: LEIA MAIS »

ITABUNA EM ALERTA DE EPIDEMIA DE DENGUE E ILHÉUS POSSUI MAIS CASOS REGISTRADOS

Mosquito Aedes Aegypti. Ilhéus possui mais casos registrados de Dengue no ano.

Às vésperas do Verão, a Bahia está com 81 das 417 cidades com risco de epidemia de dengue. Os dados que colocam quase 20% dos municípios baianos em risco constam no mais recente Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti (LIRAa), de julho a setembro de 2018, divulgado nesta terça-feira (16) pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Para piorar, a maior parte enfrenta situação de emergência pela seca ou estiagem.

O risco de epidemia acontece porque os 81 municípios possuem índice de infestação predial acima de 4%. De acordo com a classificação do Ministério da Saúde, índices acima de 3,9% são sinal de alerta para problema. Entre 0% a 1%, o índice é considerado tolerável e de 1,1% a 3,8%, há alerta para surto.

:: LEIA MAIS »

ILHÉUS REALIZA ENCONTRO NO DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A TUBERCULOSE

Combate-a-tuberculose

Programa de Controle da Tuberculose, da Secretaria de Saúde de Ilhéus, realiza nesta sexta-feira, 24, das 8h30min às 11 horas, no auditório da Faculdade Madre Thais, um encontro com médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentre outros profissionais, que atuam na rede básica de saúde do município. O evento faz parte da programação do Dia Mundial de Mobilização e Luta contra a Tuberculose.

 O encontro visa sensibilizar os profissionais da rede de atenção básica e parceiros do programa – a exemplo do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), Hospital Geral Luiz Viana Filho, Presídio Ariston Cardoso, dentre outros – em torno da realidade sobre a doença. Serão apresentados e discutidos aspectos epidemiológicos da tuberculose em Ilhéus, com o objetivo de unir forças para facilitar o acesso ao diagnóstico, tratamento e cura da doença.

Jane Francisca Benjamin Moraes, coordenadora do Programa Municipal de Controle da Tuberculose, ressalta que “como estratégia para o enfrentamento deste agravo em Ilhéus, foi iniciado o processo de criação do Comitê de Combate à Tuberculose, em parceria com representantes da sociedade civil e alguns serviços, pois é notório que só conseguiremos detectar, tratar e curar a todos se trabalharmos juntos.”

:: LEIA MAIS »

ILHÉUS RECEBE PROGRAMA DESPERTAR

Treinamento dos coordenadores municipais do programa. Foto: Secom.

Treinamento dos coordenadores municipais do programa. Foto: Secom.

Em esforço conjunto entre o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre e a deputada estadual, Ângela Sousa com os sindicatos Rural e o dos Trabalhadores Rurais de Ilhéus, recebe o programa Despertar. Trata-se de um projeto especial de educação ambiental ligado ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que atende a crianças e jovens estudantes das escolas da zona rural, cujo objetivo é levar informações e noções de cidadania e meio ambiente.  

Atualmente, são 80 cidades atendidas pelo programa no estado. O município de Ilhéus foi selecionado em meio a uma lista de 30 cidades da Bahia. O trabalho não é feito apenas em sala de aula, já que existe a articulação com as comunidades locais, visando a realização de um levantamento da problemática ou potencialidade de cada região, chamado de Diagnóstico da Realidade Socioambiental (DRS). 

DESCASO E ABANDONO: ANTIGO SESP EM SITUAÇÃO PRECÁRIA

Imagem enviada por um leitor ilustra situação precária da 6ª Dires..

Imagem enviada por um leitor ilustra situação precária da 6ª Dires.

Atual 6ª Dires (antigo SESP) do município de Ilhéus, localizada na Avenida Canavieiras, foi alvo de uma denúncia nesta sexta-feira (3) por um leitor. Segundo o mesmo, em frente ao local de vacinação encontra-se uma grande poça d’água que se acumulou por conta de um desnível no solo. Tal poça pode servir como viveiro para o Aedes aegypti, fato que causou revolta entre os pacientes que lá estavam, maioria gestante e criança de colo.

Segundo ele, além da deficiência na infraestrutura, também foi notificada uma falta de profissionais para atender a demanda, pois no local só havia uma enfermeira encarregada de, simultaneamente, fazer as fichas e vacinar os pacientes.

PREFEITURA DE ILHÉUS CONVOCA APROVADOS NA SELEÇÃO DA SAÚDE

A prefeitura de Ilhéus convocou, por meio do diário oficial, mais um grupo de aprovados na seleção da secretaria de saúde. Os convocados têm até a próxima sexta-feira (22) para se apresentarem à Gerência de Recursos Humanos do município, no prédio anexo da prefeitura.

Os aprovados precisam, no ato da apresentação, portar todos os documentos de identificação, além de exames admissionais, se for exigido no edital.

A lista dos convocados você confere ao clicar no Leia mais.

:: LEIA MAIS »

JABES PASSA MAL

O prefeito Jabes Ribeiro deve retornar a Ilhéus na noite desta quarta-feira (30). JR passou mal com uma crise renal logo após o evento com o governador Jaques Wagner, na segunda-feira (28).
Levado a Salvador, o prefeito não chegou a ser internado, mas passou por procedimentos para melhorar a circulação sanguínea, devido à insuficiência dos rins. O estado de saúde do gestor é normal e está fora de risco.

AÇÚCAR EM EXCESSO PODE CAUSAR DEMÊNCIA, AFIRMA ESTUDO

CARTA CAPITAL
A pesquisa mostrou que um maior índice de glicose no sangue pode indicar maior chance de demência

A pesquisa mostrou que um maior índice de glicose no sangue pode indicar maior chance de demência

O envelhecimento da população transformou as demências em problema de saúde pública. As epidemias mundiais de obesidade e diabetes parecem aumentar a incidência de algumas formas de demência, embora os resultados dos estudos sejam muitas vezes controversos.
A relação entre as taxas de açúcar no sangue e o risco de desenvolver demência foi explorada num trabalho conjunto realizado nas Universidades de Washington e Harvard.
Pelo número de pessoas acompanhadas, a metodologia científica criteriosamente selecionada e a publicação em revista de grande impacto (The New England Journal of Medicine), essa pesquisa tem tido grande repercussão na literatura.
O estudo envolveu 1.228 mulheres e 839 homens com 65 anos de idade ou mais (média: 76 anos), sem sinais de demência, que faziam parte de uma coorte seguida pelo Adult Changes in Thought (ACT), no estado de Washington.
Os participantes retornavam a cada dois anos para testes de avaliação das habilidades cognitivas. Se o resultado mostrasse algum déficit, eram encaminhados para uma bateria de exames clínicos, laboratoriais e neuropsicológicos para afastar ou confirmar o diagnóstico de Alzheimer ou outro quadro demencial.
Os níveis de glicose no sangue foram recolhidos das sucessivas dosagens de glicemia e de hemoglobina glicada, realizadas pelos participantes a partir de 1988. As médias desses valores nos últimos cinco anos foram comparadas com as de períodos anteriores.
:: LEIA MAIS »

JABES ANULA A SELEÇÃO DA SAÚDE

Saiu no diário oficial da prefeitura de Ilhéus desta quarta (02) portaria assinada pelo secretário de administração, Ricardo Machado, que anula a seleção simplificada para a secretaria da saJabes-JBOúde.
Na portaria, o município afirma que segue determinação judicial para informar aos aprovados no certame que eles não serão convocados.
A seleção foi aberta no fim do ano passado para preencher 300 vagas na saúde e anulada pela justiça há uma semana, atendendo pedido do Ministério Público do Trabalho, que enxergou a possibilidade de fraude.
Antes da ação ser solicitada pelo MPT, indícios de favorecimento a pessoas que apoiam o prefeito surgiram quando uma ilheense pediu ajuda ao vereador Roque do Sesp para ser aprovada no certame. O “help” da senhora foi feito em pleno facebook, para todos verem, lembre aqui.
Em nota distribuída à imprensa nesta quarta, Jabes afirma que a decisão judicial prejudica o atendimento à população carente da cidade, que necessita da atenção básica da área de saúde.

PREFEITURA CRITICA DECISÃO JUDICIAL QUE ANULOU SELEÇÃO DA SAÚDE

Nota da Secretaria de Saúde de Ilhéus
A decisão da Terceira Vara da Justiça do Trabalho, de conceder liminar suspendendo a seleção pública simplificada realizada pela Secretaria Municipal de Saúde vai interromper o processo de recuperação do setor em Ilhéus e prejudicar gravemente as famílias mais carentes que dependem do atendimento público, alertou, nesta sexta-feira, dia 28, o titular da pasta, José Antonio Ocké. O secretário de Saúde explicou que o processo de seleção simplificada foi a maneira encontrada pela Prefeitura para substituir profissionais contratados sem concurso e preencher vagas existentes em quase todas as unidades de saúde de Ilhéus, impedindo que postos em fase de reforma e outros que estão sendo construídos fiquem sem funcionar, uma vez que a administração municipal não pode realizar concurso público por estar acima do limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal,  que é de 54% na relação entre despesas com pessoal e as receitas correntes líquidas do município.
A suspensão do processo seletivo, mesmo que de forma liminar, deverá impedir a abertura de unidades de saúde que estão em fase final de reforma e recuperação, nas áreas rural e urbana, irá prejudicar o atendimento de alta e média complexidade, vai paralisar a formação de equipes itinerantes destinadas a atender distritos e vilas onde não há unidades de saúde. E, como lembrou Barbara Christian Magalhães, coordenadora de Atenção Básica da Sesau, ainda vai criar problemas para áreas também muito sensíveis, como o combate à dengue e os programas de vacinação. E acrescenta: “Justamente quando estamos investindo forte na prevenção, para impedir a proliferação de doenças, esses profissionais selecionados irão fazer muita falta e poderemos ter um aumento de casos de dengue, por exemplo”.
SALTO DE QUALIDADE – O secretário Antonio Ocké observou que a suspensão do processo seletivo coloca em risco o projeto da Prefeitura Municipal, por meio da Sesau, de dar um grande salto de qualidade no processo de recuperação da área de saúde do município, neste primeiro semestre de 2014, “com a entrada em funcionamento de diversas unidades, a melhoria nos atendimentos de alta e média complexidade, na ampliação dos serviços para a população da zona rural e a implantação de tecnologias como o sistema de marcação de consultas informatizado”. Incluindo o cadastro de reservas, são cerca de 400 profissionais selecionados, que deveriam começar a ser alocados nos postos de trabalho já a partir do dia 1º de abril.
De imediato, a não substituição de médicos especialistas e clínicos, médicos auditores, médicos reguladores contratados e o preenchimento de vagas existentes pelos profissionais selecionados, acarretará prejuízos para o funcionamento de serviços como o SAMU, os programas Melhor em Casa (atendimento domiciliar) e NASF (Núcleos de Apoio à Saúde da Família). Além de adiar a abertura de unidades de saúde que estão sendo reformados ou construídos em locais como Couto, Santo Antonio, Rio de Engenho, Sambaituba, Aritaguá, Inema, Banco do Pedro, Pimenteira, Castelo Novo e Banco Central.
O secretário ainda lembrou que haverá prejuízos para o processo de criação de duas equipes itinerantes (compostas por médicos clínicos e pediatras, odontólogos, enfermeiros, nutricionistas e vacinadores) que atenderão a localidades onde ainda não há unidades de saúde, como é o caso de Urucutuca, Vila Olímpio, Cascalheira, Juerana, Ponta da Tulha, Ponta do Ramo, Vila do Serrado, São José, Carobeira, Búzios, Fazenda Renascer, Santa Maria, Maria Jape, Itariri, Lava-Pés, Riachuelo, Bom Gosto, Lagoa Pequena, Acuípe de Baixo, Ribeira das Pedras e Retiro. E deverá será adiada, por conta da falta de pessoal para o atendimento à população, a entrada em funcionamento de unidades que estão sendo reformadas ou em construção em diversas localidades, a exemplo do Iguape, Banco da Vitória, São Miguel, Olivença, Salobrinho, Avenida Esperança, Almiro Vinhais, Princesa Isabel, Conquista, Condomínio do programa Minha Casa Minha Vida (na BR-415).
Ainda por conta da falta de profissionais, o secretário prevê problemas para o atendimento em programas como o CAPS (Centro de Atendimento Psicossocial), CAPS Infantil e CAPS-AD (Álcool e Drogas), Cemai (Centro Especializado de Saúde da Mulher), CADHI (Cento de Atendimento Especializado a Diabéticos e Hipertensos) e também na Políclínica. “Caso não haja reversão desta decisão, o setor de saúde de Ilhéus sofrerá prejuízos talvez irreparáveis”, advertiu o secretário.

dom eduardo

projetos arquitetonicos











WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia