WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
shopping jequitiba prefeitura ilheus secom bahia solidaria Neste site
junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘Romualdo Lisboa’

EDITORA MONDRONGO LANÇA O LIVRO 1789

1789
Está à venda o livro 1789, obra de Romualdo Lisboa , que deu origem à montagem da peça homônima do Teatro Popular de Ilhéus.
Vale observar que o dramaturgo e escritor aproveitou um episódio quase desconhecido na história brasileira, para tecer um texto onde a verdade, segundo ele “não se põe com o sol, mas amanhece com o peito cheio de orvalho, pronta, novamente, para beijar a boca da solidariedade universal”.
Para adquirir um exemplar basta clicar AQUI

MUSICAL “AUTO DO BOI DA CARA PRETA” DE QUINTA À SÁBADO NA TENDA DO TPI

Foto: Karoline Vital

Foto: Karoline Vital

O musical infanto-juvenil “Auto do Boi da Cara Preta” será o segundo espetáculo apresentado em comemoração aos 18 anos do Teatro Popular de Ilhéus (TPI). A montagem da Cia. Boi da Cara Preta, Núcleo Infanto-juvenil do TPI, traz a alegria e o colorido dos festejos do bumba meu boi.
A peça estará em cartaz de quinta-feira à sábado (08 a 10), sempre às 20h, na tenda montada na avenida Soares Lopes, em Ilhéus. As entradas custam R$ 20 e R$ 10.
Estreada no final de 2007, o espetáculo ganhou nova roupagem em novembro do ano passado, com mais personagens e canções. A peça é inspiradaa no bumba meu boi de seu Oreco, do povoado ilheense de Urucutuca. O elenco de jovens atores e atrizes cantam, dançam e executam a trilha sonora ao vivo. Vários sons nordestinos, como as cantigas das lavadeiras, o aboio dos vaqueiros, o xaxado e o coco se misturam ao rock e ao blues, sob a direção musical de Elielton Cabeça.
A história, escrita por Romualdo Lisboa, apresenta uma versão de como surgiu a canção de ninar “Boi da Cara Preta”. Narrada pelo próprio boi, a peça mostra a busca do vaqueiro Mateus em atender aos desejos de sua esposa Catarina. Ela está grávida e anseia pela língua do boi que pertence ao austero e temido coronel Firmino. A partir desta premissa, começam as divertidas peripécias e desventuras dos protagonistas.
Para a diretora geral, Tânia Barbosa, o musical Auto do Boi da Cara Preta é uma celebração da cultura popular que agrada todas as idades. “A montagem uma homenagem às tradições, mostrando ao público jovem como os pais, avós e bisavós se divertiam. E os mais velhos podem matar a saudade dos folguedos que participavam”, afirmou.
OFICINA DE MÚSICA GRATUITA – Neste sábado (10), o professor Ricardo Maciel ministrará oficina de harmonia e improvisação, das 14 às 16 horas, na Tenda do TPI. A iniciativa será gratuita e será voltada a todos os instrumentos musicais. Entre os assuntos trabalhados estão: formação de escalas, acordes, campo harmônico, modos gregos e arranjos aplicados em música popular. Haverá sorteios de um violão, um cavaquinho e outros brindes surpresas. O projeto tem apoio das Lojas Wense.

CULTURA EM ILHÉUS: SESSÃO DE “1789” DARÁ MEIA-ENTRADA A TODOS HOJE

ESPETÁCULO (2)
O Teatro Popular de Ilhéus declara seu apoio aos milhares de brasileiros que pararam suas atividades e estão nas ruas em protesto ao tratamento dado pelo poder público. Para isso, a sessão desta quinta-feira (11) do espetáculo 1789 concederá o direito à meia-entrada a todo o público, que pagará apenas R$ 10. A apresentação começa às 20 horas, na Tenda do TPI, na Avenida Soares Lopes.
A montagem 1789 tem muito em comum com a série de manifestações desta quinta-feira. Assim como a comunidade, que grita em protesto aos descasos sofridos, os protagonistas da peça mostram sua força diante ao tratamento abusivo e buscam justiça. O espetáculo compara o histórico levante dos escravos do Engenho de Santana, ocorrido entre 1789 e 1791, ao dilema dos operários de uma fábrica de processamento de cacau, em 2089.
O texto e a direção geral de 1789 é de Romualdo Lisboa, trilha sonora e direção musical de Elielton Cabeça, coreografia de Zebrinha e maquiagem de Guto Pacheco. A produção é assinada por Pawlo Cidade, através da Associação Comunidade Tia Marita. O espetáculo segue em cartaz até o dia 27 deste mês, com sessões de quarta a sábado.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia