dengue prefeitura de ilheus
geraldo simoes
setembro 2014
D S T Q Q S S
« ago    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘reúne ilheus’

WAGNER RECEBE O MPL. JABES DÁ AS COSTAS AO REÚNE ILHÉUS

Governador com o MPL.

Governador com o MPL.

O governador Jaques Wagner recebeu, na noite de ontem (sexta, 09), representantes do Movimento Passe Livre, na capital baiana.
A reunião durou mais de 3 horas. Os membros do MPL pedem redução da tarifa e passe livre para policiais da região metropolitana. Outro item é a formação de uma comissão para debater a mobilidade urbana em todas as cidades do estado.
O movimento também pede mudança nos projetos estruturais que foram apresentados pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder). Segundo o MPL, os projetos atuais privilegiam o transporte privado, deixando o transporte público, ciclistas e pedestres em segundo plano.
O governador se comprometeu a aprofundar as conversas sobre a redução da tarifa do transporte metropolitano e a criar uma câmara setorial de transporte, pelo Conselho Estadual das Cidades, informou, em nota, a Secretaria da Comunicação da Bahia.
Em tempo: Em Ilhéus, movimento de juventude, com reivindicações semelhantes, tenta, há quase um mês se reunir com o prefeito Jabes Ribeiro. Sem conseguir a conversa, o grupo ocupa a praça em frente à prefeitura. 

AVISO DE ABANDONO DE EMPREGO

Corre “zumzum resenhístico” na praça da prefeitura, ocupada há 23 dias pelo Reúne Ilhéus, sobre um aviso de abandono de emprego por parte do prefeito Jabes Ribeiro.
Desde que o movimento em frente à prefeitura foi iniciado, o prefeito não despacha de lá, seu devido local de trabalho. Frisamos que os jovens acampados não impedem a entrada de ninguém no Palácio Paranaguá.

MARGINAIS PLANEJAM AÇÕES CONTRA O REÚNE ILHÉUS, AFIRMA SITE

Segundo informações do site Chico Andrade, o movimento Reúne Ilhéus corre sérios riscos de ser alvo da ação de algumas pessoas má intencionadas, que estão sorrateiramente se aproximando do acampamento, em frente à sede da prefeitura de Ilhéus.
Comenta-se que tais “infiltrados”, estejam seguindo ordens de pessoas que se sentem incomodadas com as reivindicações dos manifestantes, e que planejam até mesmo atear fogo nas barracas.
Policiais simpáticos ao movimento já investigam a situação.
Um dos apontados pelos membros do movimento, como uma das pessoas possivelmente má intencionadas, é um cidadão de Ilhéus, apadrinhado de alguns conhecidos políticos locais, famoso por fustigar intrigas e participar de brigas, e que no ano passado foi acusado de pedofilia.
Todo cuidado é pouco nessa hora!

GUY VALÉRIO ADERE AO REÚNE ILHÉUS

Sem deixar a defesa incondicional do jabismo de lado, o blogueiro Guy Valério, que mantém o blog O Sarrafo, se juntou ao movimento Reúne Ilhéus. Informa o repórter Fábio Roberto que Guy deixou de lado as críticas ao coletivo e agora, como parte apoiadora dos atos e reivindicações, abrirá as portas de seu site para divulgar as informações do grupo que pede a redução da passagem na cidade.

Sem deixar a defesa incondicional do jabismo de lado, o blogueiro Guy Valério, que mantém o blog O Sarrafo, se juntou ao movimento Reúne Ilhéus. Informa o repórter Fábio Roberto (autor da foto acima), que Guy deixou de lado as críticas ao coletivo e agora, como parte apoiadora dos atos e reivindicações, abrirá as portas de seu site para divulgar as informações do grupo. As boas vindas foram dadas pelo Reúne no facebook.

O REÚNE ILHÉUS PRECISA DE SUA AJUDA

Apesar do esgotamento causado pelas condições precárias do acampamento, o grupo se mantém de pé.

Apesar do esgotamento causado pelas condições precárias do acampamento, o grupo se mantém de pé.

Ao 21º dia acampado em frente à prefeitura, o movimento Reúne Ilhéus precisa, agora mais que nunca, de sua ajuda. Os apoios virtuais têm lá seu peso, mas as ajudas físicas se fazem necessárias nessa quarta semana de mobilização.
Pelas redes sociais, o movimento informa que precisa de água, pratos e talheres descartáveis.
O Reúne se mantém mobilizado à espera da análise técnica da planilha de custos das empresas de transporte. A promessa de auditoria nos papéis foi feita há três semanas pelo prefeito Jabes Ribeiro, que ainda não a cumpriu.
Em contrapartida, o movimento já divulgou suas primeiras conclusões sobre as planilhas, confira aqui.

HOJE TEM FEIJOADA NA PORTA DA PREFEITURA DE ILHÉUS

Se a chuva deixar, os sindicatos de servidores vão oferecer uma feijoada ao movimento Reúne Ilhéus neste domingo (04), em frente à sede da prefeitura.
Segundo Enilda Mendonça, presidente do sindicato dos professores da cidade, a feijoada é para reforçar a luta do movimento de juventude que acampa há 20 dias e sempre precisa de apoio aos fins de semana, quando o fluxo de pessoas diminui no centro da cidade.

OS DEZ MELHORES CARTAZES DO REÚNE ILHÉUS

O movimento Reúne Ilhéus abusa da criatividade na hora de fazer seus cartazes expostos pelo acampamento montado em frente à prefeitura. Nestes 18 dias de ocupação, foram inúmeros. Demos uma vasculhada pelos perfis virtuais dos participantes do ato para garimpar os melhores, que você confere abaixo.

cartazreune10 cartazreune9

Os outros, você confere ao clicar no Leia mais.
:: LEIA MAIS »

“ACAMPAMENTO WAGNER BASTOS”

wagner bastosNuma justa homenagem, o movimento Reúne Ilhéus batizou o acampamento que mantém em frente á prefeitura como “Acampamento Wagner Bastos”.
Segundo o Jornal Bahia Online, o movimento pediu à imprensa que, ao se referir à ocupação, utilize essa denominação. Wagner era sindicalista e líder estudantil. Morreu no dia 29 de março, aos 32 anos, vítima de doença nunca diagnosticada. Nesta quarta (31), completaria 33 anos.

A UNIÃO MANTÉM A LUTA

Café na escadaria da prefeitura. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus 24h.

Café na escadaria da prefeitura. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus 24h.

Os cinco sindicatos de servidores municipais que estão em greve há duas semanas se juntaram novamente ao movimento Reúne Ilhéus, que acampa em frente à prefeitura.
Desta vez, os servidores promoveram um café da manhã em apoio ao Reúne, que completou a segunda semana de protesto, cobrando agilidade na auditoria das contas das empresas de transporte e melhorias no sistema.

SINDICATOS FAZEM CAFÉ DA MANHÃ COM O REÚNE ILHÉUS

Professores em assembleia. Foto de Fábio Bomfim.

Professores em assembleia. Foto de Fábio Bomfim.

O sindicato dos professores de Ilhéus realizou assembleia agora pouco no plenário da câmara de vereadores. Em decisão unânime, a categoria seguiu os outros sindicatos e manteve a greve.
Para reforçar a luta, os professores e outros servidores decidiram fazer um café da manhã em apoio ao movimento Reúne Ilhéus, que ocupa a rua em frente à prefeitura há quase quinze dias. O ato será amanhã (quarta, 31).

A VACA SAGRADA QUE DÁ POUCO LEITE

Por Elisabeth Zorgetz, ilheense, membro do Coletivo Reúne Ilhéus e graduanda em História

elisabethHoje se completam quatorze dias que cerca de trinta homens, mulheres, jovens e crianças estão acampados em frente à Prefeitura de Ilhéus. Há muito frio, desconforto, fome, sede, resfriados, dores, estresse emocional, preocupação, medo. E acima de tudo isso, coragem. 

Enquanto nos digladiamos por recursos da vaidade política, nuvens pesadas de uma tempestade moral se amontoam à nossa volta. Simbolismos, nacionalismos, fascismos, partidarismos, são apenas gotículas eletrizadas desse temporal. Reforma política, por exemplo, que já parece um bom termo, realizável, quase palpável, fala sobre nada e para ninguém. Existe um drama conceitual na construção da nossa história contemporânea. História essa que se apropria do passado e faz com ele o que bem quer. Não nos enganemos, historiadores: como bem sabemos, as impressões da memória não são os documentos do ofício, mas da sociedade. E não há nada mais irresponsável na escrita da história do que as propriedades da democracia. Para começar com o seu apelo milenar, num aplauso duradouro a um exemplo racista, elitista, escravista, misógino e sabe lá o que mais como o grego estóico. A proposta, em verdade, é mesmo muito razoável.  Mas não pode ser um modelo de aplicação, que caia, de improviso, no colo cansado de um povo oprimido.
A democracia pressupõe o decoro com a liberdade. Particularmente, me zango com essa palavra: decoro. Mas, aos poucos entendi que assim parece porque a usamos para os desagrados. Um procedimento decoroso com a liberdade é respeitar a si mesmo, a sociedade, as micro e macro relações, e isso tudo apenas ponderando com genuína solidariedade. É promovendo um alheamento de si mesmo e se aproximando do outro que a verdadeira unidade é arregimentada. No fim, há tanta gente compartilhando as mesmas preocupações que não sobra espaço para a vaidade.
E é por isso mesmo que todos os discursos partidários e anti-partidários são absolutamente inúteis nesse momento. Da mesma maneira que a terra velha e maltratada sofre para brotar o bom fruto, a conjuntura partidária brasileira urge por reinventar-se. Mas que seja sem obscuridades sociais! Falta ainda muito para o universo se fazer entender que não há mais espaço para discriminações raciais, de gênero, e de tantas outras existências e disposições imutáveis. E o que a Reforma Política quer dizer mesmo? Que estarão (pois não estaremos) jogando o mesmo jogo, no mesmo tabuleiro, com os mesmos peões e bispos, com os mesmos dados, e algumas regras reformadas.  A santa democracia usa o sufrágio para calar, ao invés de dar voz. São jogadas na nossa cara uma ou duas opções anuais, pautadas no desespero e no desconhecimento. Eu não aceito essa democracia. Quero outra.

:: LEIA MAIS »

JABES USA CÓPIAS DE ENTREVISTA PARA JOGAR POPULAÇÃO CONTRA SERVIDORES

Visivelmente sem o apoio da população, o prefeito Jabes Ribeiro resolveu apelar para a imprensa na tentativa de jogar o ilheense contra os servidores grevistas e o movimento Reúne Ilhéus.
Na manhã de sábado (27), pessoas distribuíam cópias de uma entrevista dada ao jornal Diário de Ilhéus pelo gestor. Na entrevista, o prefeito se diz aberto ao diálogo e afirma que os dois movimentos se mostram intransigentes.
Leitor flagrou a distribuição do material em frente à feira do Malhado. A recepção do pessoal à entrevista não foi muito boa. Confira o vídeo.

REÚNE ILHÉUS RESISTE AO CANTO DE JABES

Barracas continuarão de pé.

Barracas continuarão de pé.

Convocados a desmontar o acampamento montado em frente à prefeitura em troca de um dedinho de prosa com Jabes, o Reúne Ilhéus parece ter resistido ao canto do prefeito, tão poderoso quanto o da lendária sereia.
Não custa lembrar que JR desmontou a Plenária Unificada no ano passado e colocou a maioria dos partidos em sua aliança.
O movimento parece pouco disposto a deixar o acampamento, temendo ver suas reivindicações irem abaixo junto com as barracas montadas em frente à sede do governo.
Em entrevista ao radialista Vila Nova, nesta sexta (26), representantes dos movimento garantiram a permanência até que saia o resultado da auditoria das contas das empresas de transporte.
Além disso, cobraram do prefeito número de integrantes igual de cada setor que participará da comissão criada para propor ações sobre o transporte.

HUMOR: JABES QUER CRIAR A SECRETARIA MUNICIPAL DE PROTESTOS

O prefeito e alguns integrantes do Reúne Ilhéus.

O prefeito e alguns integrantes do Reúne Ilhéus.

Segundo informações chegadas à nossa redação, o prefeito ilheense Jabes Ribeiro, já sem saber como domar as rédeas dos meninos do Reúne Ilhéus, fez uma proposta indecorosa a eles, quando encontrou com alguns dos seus integrantes em frente a uma rádio ilheense, onde apresenta um programa diário.
Na ocasião ele entrevistava o também radialista Vila Nova.
Em meio à saudações entusiasmadas e muitos aplausos, Jabes, informou ao “Reúne”, que, para atender os anseios do grupo, criará a secretaria municipal de Protestos e Reivindicações.
Segundo Jabes, com isso, o grupo poderia organizar atos de protesto diariamente, em vários bairros do município, com todo o apoio logístico da prefeitura.
“É pegar ou largar”, ressaltou o risonho gestor.

HUMOR: HITTLER DESCOBRE QUE O “REÚNE ILHÉUS” MANTÉM OCUPAÇÃO

Uma das cenas mais parodiadas do cinema é de Hitler articulando seus últimos movimentos na segunda guerra mundial. O trecho do filme “A Queda” já ganhou inúmeras versões. Agora, sobrou até para o prefeito Jabes Ribeiro. Confira.

 

JABES CRITICA O “REÚNE ILHÉUS”

Em audiência na tarde desta segunda (22), o prefeito Jabes Ribeiro partiu pra cima do movimento Reúne Ilhéus, que ocupa a rua em frente à prefeitura. Segundo o gestor, não dá para trabalhar com gritarias e manifestações o tempo todo na porta da sede do governo.
Jabes alegou ser perseguido e disse ver tolhido seu direito de ir e vir. No último sábado (20), JR foi cercado enquanto despachava e conversava com secretários no Ilhéus Praia Hotel.

O “REÚNE ILHÉUS” PRECISA DE UM TOLDO

Reúne Ilhéus mantém mobilização e precisa de sua ajuda. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus 24h.

Reúne Ilhéus mantém mobilização e precisa de sua ajuda. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus 24h.

Acampados em frente à prefeitura de Ilhéus desde a quarta-feira (17), quando foram expulsos do Palácio Paranaguá, os manifestantes do coletivo Reúne Ilhéus esperam a doação de um toldo para abrigá-los da chuva e do sol, que se revezam constantemente nesta época do ano na cidade.
Quem estiver disposto a ajudar, pode ir até o acampamento e acertar os detalhes. 
Não custa lembrar que o movimento reivindica maior transparência na relação entre as empresas de transporte e o município, além da redução da tarifa, de R$ 2,40 para R$ 2,00.

O DESESPERO DOS LAMBE-BOTAS (OS REAIS MARGINAIS)

lambe bptasPercebendo que a controversa e plenamente questionável ideologia política ao qual são partidários padece, prestes a ser decretada finada, os jabistas foram tomados pelo desespero.
Não tendo mais o que defender, já que o que defendem é indefensável, encontraram uma estratégia digna de gente que beira as raias da insanidade.
Ou seja, passaram a atacar pessoalmente alguns membros do movimento Reúne Ilhéus, que organizou a ocupação do palácio Paranaguá e cujos manifestantes, após serem obrigados judicialmente a sair da sede da prefeitura, estão acampados em frente ao prédio.
Para quem não sabe, o citado movimento é composto basicamente de estudantes universitários e a pauta primordial de suas reivindicações é que o transporte coletivo em Ilhéus seja mais barato e com a qualidade que a população espera. Exigiram o balancete contábil das empresas, visando analisar se de fato o preço cobrado, R$ 2,40, é mesmo justo.
Como não foram atendidos, resolveram fincar bandeira nas redondezas, como forma de pressionar o poder executivo a liberar a documentação pedida.
Não depredaram nada, não causaram nenhuma confusão. Apenas estão lá exigindo algo que é de interesse de toda a população.
Mas os jabistas lambe-botas ensandecidos perderam o foco. Para eles os errados são os que protestam. Os errados são os que exigem melhorias nos serviços públicos. Para eles, equivocados estão os que reclamam e exigem que seus direitos sejam cumpridos.
Para eles, os que estão acampados em frente ao Paranaguá são marginais.
Mas raciocinemos. Quem defende com unhas e dentes os desmandos administrativos, as falcatruas políticas do grupo que hoje administra a prefeitura e apoia atos arbitrários que prejudica e visa prejudicar milhares de ilheenses e ainda por cima quer justificar, é que são os verdadeiros criminosos de toda essa história.
Por favor, chamem a polícia.
 

O MOVIMENTO “REÚNE ILHÉUS” AGRADECE

Reúne Ilhéus mantém mobilização. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus 24h.

Reúne Ilhéus mantém mobilização. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus 24h.

Apoios virtuais, pelo facebook principalmente, tem lá seu peso, mas não devem substituir o empurrão físico, aquele que se dá na hora do aperto.
Há 24 horas ocupando a rua em frente à prefeitura, o movimento Reúne Ilhéus se mantém de pé, ou deitado na calçada, graças à disposição da juventude, aos objetivos que colocou no horizonte e à ajuda de muitos.
O Sindicacau, sindicato dos trabalhadores em indústrias de transformação do cacau, por exemplo, cedeu o banheiro de sua sede para o movimento. É lá que os manifestantes tomam banho.
Outros sindicatos, outrora expulsos de manifestações pelo Brasil, dão apoio logístico: carro de som, por exemplo.
Lojistas, a minoria, também oferece ajuda. Pedestres, os que, em suas correrias particulares, percebem o movimento, doam comida, água, palavras de apoio.
E assim o movimento continua de pé, em via pública, exigindo luz sobre a caixa preta do transporte e a redução da tarifa.

OCUPAÇÃO DA PREFEITURA DE ILHÉUS CHEGA AO NOTICIÁRIO NACIONAL

Sites noticiaram a ocupação.

Sites noticiaram a ocupação.

Ganhou o noticiário nacional a ocupação da prefeitura de Ilhéus, mantida pelo movimento Reúne Ilhéus por 30 horas e encerrada no fim da tarde de ontem (quarta, 17).
A Agência Estado, que pertence ao mesmo grupo do jornal O Estado de São Paulo, acompanhou toda a movimentação e noticiou o fim do ato.
Os sites Yahoo, MSN Notícia, Diário do ABC, Clica Brasília e o G1 também acompanharam o movimento. 
curta costa do cacau


grapiuna web pop

twitter
facebook