WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bahiagas Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘rede globo’

FANTÁSTICO CONTA A HISTÓRIA DE MENINO OPERADO EM ITABUNA QUE DESAFIOU A MEDICINA APÓS ESPETO DE CHURRASCO CRAVADO NO OLHO

O menino de 8 anos que teve espeto cravado no olho enquanto brincava, foi destaque no programa Fantástico, da Rede Globo, no domingo (29).

A criança de Santa Luzia, Sul da Bahia, escapou ilesa depois que um espeto perfurou o cérebro. Confira a reportagem clicando AQUI.

EM ILHÉUS, COREÓGRAFO DA REDE GLOBO PARTICIPA DE SELEÇÃO DE BAILARINOS PARA NOVO ESPETÁCULO

A Organização Gongombira de Cultura e Cidadania realiza neste sábado e domingo (24 e 25), às 9 horas, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, situada na Avenida Soares Lopes, audição para selecionar novos bailarinos, que atuarão no espetáculo Mukalê Oyá Por Nós.

A seleção será dirigida por Zebrinha, coreógrafo da Cia dos Comuns (Rio de Janeiro), do Bando de Teatro Olodum e diretor artístico do Balé Folclórico da Bahia e, atualmente, é coreógrafo da série Mister Brau, produzida pela Rede Globo, com Lázaro Ramos e Taís Araújo como protagonistas.

Para se inscrever é necessário ter acima de 16 anos, experiência com dança e enviar currículo com foto para o e-mail gongombira@yahoo.com.br ou entregar pessoalmente na sede da instituição, localizada na Avenida Brasil, 485, Alto da Conquista.

:: LEIA MAIS »

GLOBO MANIPULA NOTICIÁRIOS SOBRE DENÚNCIAS ENVOLVENDO TUCANOS

REDE BRASIL ATUAL
O Jornal Nacional da TV Globo de terça-feira (26) teve uma, digamos assim, recaída na edição de um debate político que se deu em duas entrevistas coletivas diferentes.
De um lado, o senador Aécio Neves e a cúpula do PSDB convocaram repórteres para acusar o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, de fazer dossiês políticos contra adversários, por causa do aparecimento de nomes de altos tucanos paulistas como supostos beneficiários do esquema de propinas por licitações combinadas do Metrô e da CPTM. O esquema foi confessado por executivos de multinacionais como Siemens e Alstom, escândalo que ganhou o apelido de “trensalão”.
Do outro lado, o ministro Cardozo também convocou a imprensa, mas para rebater as acusações feitas por Aécio. Ao seu lado estavam o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, e o presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Vinicius Marques de Carvalho.
Pois o telejornal da Globo selecionou “os melhores momentos” de Aécio, e os “piores momentos” de Cardozo. Na edição que foi ar, as críticas mais contundentes de Aécio foram as escolhidas para serem levadas ao público. Já a declaração mais contundente de Cardozo, em que ele disse “… a época dos engavetadores gerais de denúncias já acabou no Brasil há alguns anos. E eu me recuso a ser um engavetor geral de denúncias” foi suprimida pelo Jornal Nacional, que mostrou apenas as partes mais insossas do que foi dito pelo ministro.
Citamos recaída, porque existe precedentes que vêm, por exemplo, do episódio já fartamente conhecido e admitido da edição do debate nas eleições presidenciais de 1989, entre Lula e Collor em que a emissora manipulou as imagens e contribuiu decisivamente para a eleição deste último.
Na mesma edição de terça-feira, outra estranheza: não foi noticiada a apreensão de 450 quilos de cocaína em um helicóptero da empresa do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD-MG), filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG). Afinal não é todo dia que se vê um helicóptero da família de um senador ser flagrado pela polícia com carga tão exótica.
:: LEIA MAIS »

O FANTÁSTICO RACISMO DA REDE GLOBO

DOUGLAS BELCHIOR/CARTA CAPITAL
MazzeoNas últimas semanas escrevi dois textos sobre a relação entre meios de comunicação, publicidade e humor e a prática de racismo, o primeiro provocado por uma peça publicitária de divulgação do vestibular da PUC-PR e o segundo por conta de um programa de humor que ridicularizava as religiões de matriz africana. Hoje, graças a Rede Globo de televisão, retorno ao tema.
Neste domingo 3 de novembro o programa Fantástico, em seu quadro humorístico “O Baú do Baú do Fantástico”,  exibiu um episódio cujo tema é muito caro para a história da população negra no Brasil. (ASSISTA AQUI)
Passado mais da metade do programa, eis que de repente surge a simpática Renata Vasconcellos. Sorriso estonteante ainda embriagado pela repentina promoção: “Vamos voltar no tempo agora, mas voltar muito: 13 de maio de 1888, no dia em que a Princesa Isabel aboliu a escravidão. Adivinha quem tava lá? Ele, o repórter da história, Bruno Mazzeo!”
O quadro, assinado por Bruno Mazzeo, Elisa Palatnik e Rosana Ferrão, faz uma sátira do momento histórico da abolição da escravidão no Brasil. Na “brincadeira” o repórter entrevista Joaquim Nabuco, importante abolicionista, apresentado como líder do movimento “NMS – Negros, mulatos e simpatizantes”!
Princesa Isabel também entrevistada, diz que os ex-escravos serão amparados pelo governo com programas como o “Bolsa Família Afrodescendente”, o “Bolsa Escola – o Senzalão da Educação” e com Palhoças Populares do programa “Minha Palhoça, minha vida”!
“Mas por enquanto a hora é de comemorar! Por isso eles (os ex-escravos) fazem festa e prometem dançar e cantar a noite inteira…” registra o repórter, quando o microfone é tomado por um homem negro que, festejando, passa a gritar: “É carnaval! É carnaval!”
:: LEIA MAIS »

REDE GLOBO SERÁ INVESTIGADA POR SUSPEITA DE SONEGAÇÃO DE IMPOSTOS

Rede-Globo-500x375
O Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPF-DF) abriu uma apuração criminal para investigar suspeitas de sonegação por parte da Rede Globo.
A apuração preliminar começou na segunda-feira (15). Na última sexta-feira (12), 17 entidades da sociedade civil organizada pediram a abertura da investigação contra o grupo. Eles sustentam que há indícios de lesão a bens federais.
Recentemente, foram divulgados documentos, que até então eram sigilosos, que apontam que a Globo tem multas de mais de R$ 600 milhões por tentar sonegar impostos relativos à exibição da Copa do Mundo de 2002. As entidades ainda afirmam que há suspeita de lavagem de dinheiro, de crimes contra órgãos da administração direta e indireta da União e de estelionato.
O órgão tem 90 dias para investigar o caso, e o prazo pode ser prorrogado por mais 90 dias. Caso os indícios sejam confirmados, o MPF abrirá um inquérito. O MPF no Rio de Janeiro divulgou na semana passada uma nota em que informa que acompanha o caso desde 2005, e que ainda não havia sido aberto um inquérito policial por impedimentos legais relativos à restituição de valores fiscais.
A Rede Globo afirma que não tem qualquer dívida em aberto com a Receita. Disse ainda, que depois de não obter sucesso nos recursos apresentados à Receita, aderiu ao Programa de Recuperação Fiscal da Receita Federal e fazer os pagamentos.
A Globo ainda destaca que desconhece os motivos que levaram a servidora Cristina Maris Meinick Ribeiro a desviar os documentos no processo fiscal.

“PATRÍCIA, CALADA, É UMA POETA”

Quando os manifestantes se aproximavam da sede da Rede Globo, na noite de ontem (segunda, 17), em São Paulo, o Jornal Nacional acabara de começar. No caminho até a emissora, gritavam palavras de ordem e denunciavam a suposta parcialidade do noticiário global. 
Enquanto caminhavam, na telinha, Patrícia Poeta lia nota em defesa da emissora. O trocadilho (pobre) do título foi encontrado numa rede social. Confira abaixo o vídeo.

 

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia