WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pm ilheus Neste site
agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Ramayana Vargens’

PROFESSOR RAMAYANA VARGENS É NOVO MEMBRO DA ACADEMIA DE LETRAS DE ILHÉUS

O professor e jornalista Ramayana Vargens agora é novo membro da Academia de Letras de Ilhéus (ALI), ocupa a cadeira nº11, na posição 3. A solenidade de posse aconteceu no dia 18 de abril, às 19h30min, na sede da entidade, localizada na Rua Antonio Lavigne de Lemos, no centro histórico da cidade. Na oportunidade, o presidente da Academia, André Rosa Ribeiro, destacou que antes ocuparam a cadeira o jurista Carlos Ribeiro, patrono, e o filósofo, advogado e professor Dorival de Freitas, que antes de falecer havia indicado Vargens para compor a entidade.

A cerimônia contou com a presença de membros da ALI, dos secretários municipais de Relações Institucionais, Sérgio Souza – que representou o prefeito Mário Alexandre, e de Cultura, Pawlo Cidade, do professor emérito e ex-reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Joaquim Bastos, a também ex-reitora Renée Albagli, a presidente do Conselho Municipal de Cultura, Janete Lainha, a viúva do acadêmico Dorival, Marita de Freitas, a diretora do Instituto Piedade, Irmã Georgina Carvalho, entre outras personalidades.

Fundada em 1959, a Academia de Letras de Ilhéus foi saudada pelo novo membro imortal. Ele disse: “É um privilégio ser parte de uma Casa devotada às Letras, especialmente numa terra de longevos escritos dos tempos dos primeiros desbravadores portugueses. Nas páginas dos cronistas do descobrimento, aparecem as primeiras palavras sobre Ilhéus. As cartas dos jesuítas, que aqui fundaram um colégio, mostram que Ilhéus, desde os primeiros anos de sua existência, é um polo pioneiro de educação.”

:: LEIA MAIS »

RAMAYANA VARGENS TOMA POSSE NA ACADEMIA DE LETRAS DE ILHÉUS

Professor Ramayana Vargens.

Na próxima quarta-feira, 18, às 19h, o professor Ramayana Vargens toma posse na cadeira nº 11 da Academia de Letras de Ilhéus, sucedendo o professor Dorival de Freitas. Filho de tradicional família da região cacaueira – seu avô, João Vargens, foi intendente de Canavieiras e, mais tarde, fundador de Camacã – o novo acadêmico, há 30 anos, trabalha como professor e produtor cultural em Ilhéus e outros municípios do sul da Bahia. Ramayana teve ativa participação na imprensa carioca, principalmente no Jornal do Brasil, durante as décadas de 60 e 70. Também no Rio de Janeiro, atuou como produtor e diretor teatral.    

Em Ilhéus, desde 1990, lecionou literatura e língua portuguesa no Instituto Nossa Senhora da Piedade, onde foi coordenador de projetos e responsável pela realização de grandes eventos na escola. Escreveu e dirigiu o espetáculo Cidadão Jesus, apresentado durante a Semana Santa, e organizou as comemorações dos 80 anos de Jorge Amado no INSP (considerada pelo escritor a maior e mais emocionante homenagem que ele recebeu do povo de Ilhéus).

O professor Ramayana dirigiu o grupo de teatro da UESC (onde foi um dos fundadores do NAU – Núcleo de Artes da Universidade) e assinou a remontagem do Auto do Descobrimento, peça de Jorge de Souza Araújo, que fez parte das comemorações oficiais dos 500 anos do descobrimento do Brasil, percorrendo diversos municípios baianos e com apresentação especial no Teatro Nacional de Brasília.

A cadeira número 11 tem Washington Landulfo como patrono e Carlos Ribeiro como seu fundador. O saudoso professor Dorival Freitas foi seu segundo ocupante, que, anteriormente, já havia indicado o nome de Ramayana para a Academia. 

:: LEIA MAIS »



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia