WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘raio a’

BRIGA ENTRE RAIOS A E B DERRUBA MAIS UM

Leco seria um dos líderes do tráfico na zona sul de Ilhéus. Foto do Plantão.

Leco seria um dos líderes do tráfico na zona sul de Ilhéus. Foto do Plantão.

A disputa entre os Raios A e B pelo comando do tráfico de drogas em Ilhéus fez mais uma vítima na noite de ontem (quinta, 04). Segundo o site Plantão Itabuna, um homem identificado como Leco foi morto a tiros. Ele seria integrante do Raio A e estaria envolvido com a venda de drogas na zona sul de Ilhéus.

Chamou a atenção o fato de Leco ter sido morto na Sapetinga, local conhecido por abrigar a classe média da cidade e onde não costuma acontecer fatos do tipo.

A briga entre as duas facções promoveu uma chacina na última quarta-feira (03), quando três homens foram mortos na praia dos Milionários, também na zona sul de Ilhéus. O trio fazia parte do Raio B (relembre aqui).

BANDIDOS COMEMORAM MORTE DE RIVAL EM ILHÉUS

rojao
Moradores do bairro do Malhado e redondezas, estranharam uma grande queima de fogos que perdurou durante meia hora da noite do último sábado (19) e também na manhã do domingo (20). 
Segundo informações, tratou-se de uma comemoração de criminosos da facção Raio B, devido à morte em confronto com a polícia do traficante conhecido por “Tchó”, por volta das 21h do sábado.
Ele atuava no alto da Legião e pertencia à facção rival, Raio A.
A queima de fogos assustou moradores locais e demostrou a dimensão da presença de tais segmentos do crime na citada área da cidade.

ITABUNA: LÍDERES DO RAIO-A SÃO DENUNCIADOS PELO MP

Alguns líderes do tráfico foram transferidos do presídio de Itabuna no início do ano.

Alguns líderes do tráfico foram transferidos do presídio de Itabuna no início do ano.

O Ministério Público da Bahia denunciou 27 pessoas acusadas por associação para tráfico de drogas em Itabuna. Segundo a ação penal pública, de autoria do promotor de Justiça Olivan Costa Leal, a quadrilha de traficantes era integrada por pessoas que faziam parte de uma facção criminosa existente no presídio da cidade, autointitulada “Raio A”, cujo chefe seria Adailton Soares Sampaio, vulgo “Dai”.
A ação se baseia nos resultados da Operação Carilo, realizada pelo Departamento de Narcóticos (Denarc), pela 7ª Coordenação de Polícia do Interior (Coordin) e pelo Comando de Policiamento Especializado da Polícia Militar (Cipa).
O trabalho de investigação contou com interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça. Segundo o promotor Olivan Leal, elas comprovam que a quadrilha comandava o tráfico em uma comunidade conhecida como Baixa do Carilos, em Itabuna, contava com depósito de armas, praticava roubos e arquitetava homicídios. A operação resultou na prisão de vários integrantes da organização criminosa.
Os planos de homicídios são revelados pelo menos em dois diálogos, segundo a ação. Em um, dois dos denunciados falam sobre “uma recomendação para entrega de arma de fogo a ser utilizada num homicídio”, e no outro sobre o planejamento “do assassinato” do líder de uma facção rival. O promotor ainda registra que a quadrilha é responsável pela tentativa de homicídios que vitimou Valtercleve dos Santos Silva, no momento em que ele deixava a prisão, no último dia 28 de fevereiro.
No dia 03 deste mês, uma ação integrante da Operação Carilos prendeu 13 pessoas por envolvimento com o tráfico em Ilhéus. Participaram do trabalho policiais civis e militares de Ilhéus e Salvador. Além das prisões, foi apreendida grande quantidade de drogas e armas, lembre aqui.

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia