WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘publicidade’

ILHEENSE FATURA PRÊMIO DE PUBLICIDADE DA GLOBO

Os vencedores durante a premiação.

Os vencedores durante a premiação.

Na noite do último dia 27 de agosto, a agência Gente Propaganda, de Vitória da Conquista, foi a grande vencedora na categoria Mercado, do Prêmio Profissionais do Ano região Norte – Nordeste 2014, com a campanha ‘Remédio’ do Hospital Samur.

Realizado pela Rede Globo, o evento que está em sua 36ª edição contou com a presença do mercado publicitário dos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará,Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Sergipe.

“O Profissionais do Ano é hoje o prêmio mais importante da publicidade brasileira, tanto que só de ser finalista do prêmio já é mais importante que diversos outros prêmios da publicidade que ocorrem no Brasil”, afirma Shunji Ikuta Filho, 24 anos, ilheense, diretor do comercial e dono da produtora No Ar Filmes.

Ikuta dividiu a direção com Ramon Campelo. A criação foi de Evandro Pacheco, Lucas Caires com edição de Leandro Jandiroba e Peu Pereira, todos de Vitória da Conquista/BA. O áudio ficou por conta da Play One Studio, de Rafael Paiva (RJ).

Confira abaixo o vídeo vencedor:

 

CÂMARA SURDA E MUDA

camaraPor email, um leitor levanta questionamentos sobre o cenário surdo-mudo da câmara de vereadores de Ilhéus. Para embasar a teoria, lembra que o legislativo local sequer possui um site para informar sobre o que acontece e a assessoria de comunicação pouco trabalha para tornar públicas as ações parlamentares.
Outro fato relevante que ressalta é o não funcionamento dos telefones e da ouvidoria da casa. Nos gabinetes e na recepção, os telefones sequer têm linha e a ouvidoria não funciona desde a gestão do ex-vereador Dinho Gás.
A publicidade dos trabalhos legislativos é exigida por lei, que prevê a existência de página online que divulgue as ações e a manutenção de canais permanentes de comunicação da câmara com a sociedade. 

CRIANÇAS EM PROPAGANDAS: MINISTÉRIO PÚBLICO FECHA O CERCO

publicidade_infantil
A Associação Brasileira de Produção de Obras Audiovisuais (Apro) realizou nessa quinta-feira 31, um encontro com produtoras e jornalistas para debater sobre as novas orientações jurídicas quando as produções audiovisuais (que engloba cinema, TV e digital) usarem casting infantil e juvenil. A determinação, que também inclui a fotografia, é do Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

De acordo com o TRT, a participação das crianças nas gravações é considerada como trabalho, e por isso, devem estar de acordo com as leis trabalhistas. Para isso, será necessário fazer um pedido de alvará, com no mínimo dez dias de antecedência da filmagem, para cada criança.

A decisão é apoiada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e determina que crianças até 16 anos precisam de alvará de autorização para poder gravar. Vale lembrar que a necessidade do documento não é para a veiculação do conteúdo, e sim para a gravação. E por isso, coloca outros obstáculos no caminho das produções.

COMPARAÇÃO DE CERVEJA A NEGRA CAUSA POLÊMICA E GERA PROCESSO

devassa (2)
O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça abriu um processo administrativo contra a Brasil Kirin Indústria de Bebidas devido ao slogan de uma propaganda da cerveja Devassa e pode multar a companhia em até R$ 6 milhões. 
“É pelo corpo que se conhece a verdadeira negra”, foi a mensagem da bebida publicada em anúncios da “Devassa – Tropical Dark” em revistas entre os
anos de 2010 e 2011, ao lado da ilustração de uma mulher negra seminua. 
De acordo com o diretor do DPDC, Amaury Oliva, a ação foi motivada por uma representação do Procon do Estado do Espírito Santo, que recebeu a denúncia ainda em 2011. “O Código de Defesa do Consumidor também protege os consumidores da publicidade abusiva”, disse o diretor. 
“A publicidade é um indicativo da ética das empresas. A liberdade de iniciativa não pode ferir os direitos do consumidor”, completou. 
Outros órgãos do governo, como a Secretaria de Políticas para as Mulheres e a Secretaria de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial, também foram consultadas pelo DPDC. “As secretarias consideraram que a publicidade reforça a discriminação de gênero e os estereótipos racistas. Além disso, o Conselho Federal de Psicologia considerou que a propaganda estimula este tipo de comportamento”, disse Oliva. 
A empresa tem dez dias para apresentar sua defesa final ao DPDC. Nas fases preliminares da investigação, a Brasil Kirin negou que a propaganda seja abusiva e alegou que nem mesmo o Conar – órgão de autorregulamentação da publicidade no País – recomendou que a propaganda deixasse de ser veiculada. 
“Mas temos sérios indícios de publicidade abusiva em razão do conteúdo discriminatório da mensagem e o departamento irá punir com rigor sempre que exista este tipo de abuso”, completou o diretor. Segundo ele, este é o primeiro processo dessa natureza aberto contra a cervejaria que fabrica a marca Devassa.

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia