WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
shopping jequitiba

:: ‘PT’

PARA ALÉM DOS COMPANHEIROS QUE ERRARAM, UM OLHAR SOBRE AS FINANÇAS DO PT

Por Josué Cândido da Silva.

Josue-e-Makrisi

Josué Cândido da Silva é professor titular da UESC e secretário de organização do PT de Ilhéus. Foto: Divulgação.

O materialismo histórico do velho Marx nos ensina que não devemos ficar na superfície dos problemas que, muitas vezes, têm a aparência de um problema moral ou religioso, mas buscar as relações econômicas que a eles correspondem. No caso da crise do PT que basicamente tem haver com a promiscuidade com grandes capitalistas no financiamento das campanhas eleitorais, muitos companheiros e companheiras tendem a ver o problema como um caso de “fraqueza moral”. Na verdade, é preciso ir um pouco mais fundo no problema e reconhecer que ele está presente em cada diretório do Partido e não é possível corrigir os rumos do PT sem enfrentá-lo.

O PT surgiu como um partido que se diferenciava dos partidos tradicionais também em sua forma de se manter. Em seu primeiro período, nos anos 1980, o PT era um partido inspirado nos modelos de autogestão, tínhamos os companheiros que faziam botons e estrelinhas, outros produziam camisetas e boinas e tudo era comprado pela militância, nada era de graça. Além disso, havia a contribuição partidária dos militantes e dos que ocupavam cargos eletivos ou de confiança.

Com o crescimento do PT nos anos 1990 a arrecadação do partido aumentou sensivelmente e o mesmo se burocratizou na mesma velocidade, com o poder econômico se deslocando para os que ocupavam cargos no legislativo e executivo. Isso possibilitou a constituição de uma burocracia interna, fundamental para o funcionamento do partido com escritórios e funcionários profissionalizados. É inegável que o PT não se tornaria o maior partido de esquerda na América Latina sem essa estrutura. Mas é preciso reconhecer os efeitos danosos do poder da burocracia profissional em relação ao militante comum. Hoje, por exemplo, para você ser secretário de organização em qualquer diretório do PT precisa ter acesso a computador com conexão de internet e algumas horas semanais disponíveis para operar o sistema de filiados, além, é claro, dos conhecimentos para poder fazê-lo, o que traz uma clara vantagem para os quadros profissionalizados. Não é à toa que dos anos 90 para cá a maioria dos dirigentes do partido são ligados a assessorias parlamentares ou de cargos de confiança do poder executivo.

:: LEIA MAIS »

BARRO PRETO TERÁ CRECHE EM TEMPO INTEGRAL

Prefeita visita as obras.

Prefeita visita as obras.

Depois de mais de um ano trabalhando para destravar as pendências da creche pro-infância tipo C em Barro Preto, a prefeita Jaqueline Motta se mostra feliz com o andamento da obra. No inicio desta, semana a gestora, acompanhada do secretário de administração, José Santana, e de Educação Dulcimara Oliveira, estiveram no canteiro de obras para acompanhar de perto o andamento da construção.
Cerca de 350 crianças serão atendidas em tempo integral na unidade. O atendimento começará às 7:30h, quando  será servido café. Pela manhã, serão desenvolvidas  atividades lúdicas e pedagógicas. Ao meio dia, as crianças receberão almoço e, às 16h, antes de serem liberadas, vão lanchar.
A prefeita Jaqueline pretende inaugurar a creche no próximo dia 17, quando Barro Preto comemora 52 anos de emancipação política. A prefeita cobrou do engenheiro responsável o cumprimento do cronograma estabelecido anteriormente.
A obra da creche estava parada desde o governo anterior, que abandonou a construção sem dar absolutamente nenhuma satisfação à sociedade Barropretense.

PSL FECHA APOIO A RUI COSTA

O Partido Social Liberal (PSL) vai jogar no time do petista Rui Costa na próxima eleição. O apoio da legenda, que tem como puxador de votos o ex-prefeito de Salvador, João Henrique, será declarado nesta quarta-feira (19), em almoço no restaurante Pobre Juan, em Salvador.
Segundo o pré-candidato a deputado estadual Thiago Feitosa, filiado ao PSL, toda a legenda está comprometida com a eleição do candidato petista para dar continuidade ao projeto progressista na Bahia.

REUNIÃO MARCA INÍCIO DAS AÇÕES PARTICIPATIVAS NO PROGRAMA DO PRÉ-CANDIDATO À GOVERNADOR RUI COSTA

Reunião ocorreu em Itabuna, na última quinta-feira (27).

Reunião ocorreu em Itabuna, na última quinta-feira (27).

Foi realizada nessa quinta (27), no colégio Jorge Amado, em Itabuna, o primeiro encontro do Grupo de Trabalho (GT) da região, que organizará as reuniões do Programa Participativo da campanha do pré-candidato ao governo do estado, Rui Costa (PT).
As reuniões têm como objetivo inserir as principais demandas da região (identificada por litoral sul), no programa de governo do petista.
Estiveram presentes representantes de cidades da região, além de militantes de partidos da base aliada.
Outra reunião está marcada para acontecer no próximo dia 8 de março, no mesmo local.
De Ilhéus, estiveram presentes os militantes petistas Jerberson Josué, Gerson Marques e Durval Libânio, presidente do Instituto Cabruca.
Na ocasião, Jerberson afirmou que pretende inserir no programa, um projeto voltado para a questão da mobilidade urbana em Ilhéus e que não medirá esforços para que sugestões e contribuições dos militantes locais sejam englobadas no programa de Rui.

ENCONTRO POLÍTICO DO PT MARCA FIM SEMANA EM ITABUNA

PORTAL SUL BAHIA
Evento também contou com a presença de deputados, prefeitos, vereadores e militantes dos partidos que já firmaram apoio às pré-candidaturas: PSD, PCdoB, PDT, PP, PR, PRB, PSL, PTB e Solidariedade.

Evento também contou com a presença de deputados, prefeitos, vereadores e militantes dos partidos que já firmaram apoio às pré-candidaturas: PSD, PCdoB, PDT, PP, PR, PRB, PSL, PTB e Solidariedade.

A pré-campanha do candidato do Partido dos Trabalhadores ao Governo da Bahia, Rui Costa, chegou, na manhã do último sábado (22), ao território de identidade Litoral Sul. A população da região foi convidada a participar da elaboração do Programa de Governo Participativo (PGP). Durante cerca de 40 dias, donas de casa, empresários, estudantes, agricultores familiares estarão dialogando sobre novos passos para o avanço regional.
O evento organizado pelo PT, também contou com a presença de deputados, prefeitos, vereadores e militantes dos partidos que já firmaram apoio às pré-candidaturas: PSD, PCdoB, PDT, PP, PR, PRB, PSL, PTB e Solidariedade, legendas que percorrem com o PT as caravanas de diálogos. Mais de 1,5 mil pessoas participaram do ato, entre elas militantes, líderes partidários e representantes da sociedade.
O presidente do Diretório Municipal do PT de Itabuna Flávio Barreto agradeceu o empenho da militância, sempre importante na formulação e no desenvolvimento das campanhas. “Nossa turma veio em massa por acreditar no projeto que mudou o Brasil, e está com disposição para elaborar as propostas com as demandas do Sul da Bahia”, afirmou.
Rui Costa enfatizou a importância das pessoas na elaboração de políticas públicas. “Estamos aqui com a convicção de que o nosso projeto é coletivo. Participar e opinar são desejos da sociedade”. Ele ainda destacou projetos fundamentais para a macrorregião, como o novo aeroporto de Ilhéus, a Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e Porto Sul, ações que estão em andamento na gestão do governador Jaques Wagner.
O pré-candidato ao Senado, Otto Alencar, também citou iniciativas já traçadas pela atual gestão, a exemplo da duplicação da BR 415. Ao falar sobre Rui Costa, Otto foi enfático: “tenho fé e convicção nesse meu amigo da Liberdade. Rui veio do povo e construirá um governo para o povo”.
O deputado federal Geraldo Simões enalteceu a grande participação popular no evento, “É muito importante e participação de todos nesta nova etapa de luta. Momentos difíceis virão, mas sou otimista que nossas propostas são as melhores, nossos Governos estão tendo êxito la luta pelo desenvolvimento e melhoria de vida dos baianos e do povo brasileiro”.
O pré-candidato a deputado estadual Thiago Feitosa destacou o fato da população sulbaiana participar diretamente da elaboração do Programa de Governo Participativo , “Pela primeira vez na história, um pré-candidato a Governador entrega seu programa de Governo, para ser feito pelas mãos  dos Cidadãos e Cidadãs baianos”.

CENÁRIO POSITIVO PARA O PT NA BAHIA

RAIO LASER
Há uma avaliação geral no governo Jaques Wagner segundo a qual um dos motivos pelos quais Rui Costa pode se tornar favorito à sucessão estadual é o fato de a campanha baiana ser provavelmente muito morna, diferentemente de outras em que candidatos começavam a empolgar o eleitorado mesmo antes de se definirem pela disputa.
“Tradicionalmente, em campanha morna quem leva a melhor é o governo”, diz um petista bom de voto que vem se mantendo firme na política baiana há mais anos.
Aliás, o mesmo político acha que, quando o governador entrar na campanha de fato, o que deve ocorrer no próximo ano, o cenário vai mudar favoravelmente a Rui.

PREFEITA DE URUÇUCA COMEMORA ESCOLHA DE RUI COSTA COMO “VITÓRIA DA MILITÂNCIA DO PT”

Rui Costa, a prefeita Fernanda Silva e o governador Jaques Wagner.

Rui Costa, a prefeita Fernanda Silva e o governador Jaques Wagner.

A escolha do Partido dos Trabalhadores em nome do secretário da Casa Civil, Rui Costa, para concorrer à sucessão do governador Jaques Wagner, em 2014, foi comentada por prefeitos, representantes de movimentos sociais, pelos outros três candidatos petistas e até por políticos da base aliada. Fernanda Silva, prefeita de Uruçuca.
Ela declarou publicamente torcer pela indicação de Costa, durante dois eventos da sigla na capital, na sexta (29) e no sábado (30), ressaltando tratar-se de uma vitória da militância organizada do PT.
“Esse processo tem um significado muito importante para o partido aqui na Bahia. O evento deste sábado, por exemplo, destaca a demonstração de força e energia da militância, o que evidencia a unidade do partido”, declarou a prefeita.
De acordo com Fernanda, a escolha interna representa a continuidade de um projeto iniciado pelo ex-presidente Lula no Brasil, que foi abraçado pelo governador Wagner e que segue com a presidenta Dilma, e na Bahia com com Rui Costa.
“Foi importante também por ter envolvido desde os membros dos setoriais, passando pelos prefeitos, deputados, representantes de grupos, de movimentos sociais, estudantes, de partidos da base do governo e de todos os militantes envolvidos no processo de debate interno”, declarou a petista, que complementou dizendo que agora será iniciada uma nova etapa dos debates da sucessão, envolvendo diretamente a base política.

PT EM POLVOROSA NA BAHIA

RAIO LASER
Com a proximidade da data em que o PT vai anunciar seu candidato ao governo do estado, muitos petistas se dedicam a uma arte verdadeiramente perigosa: estimular as candidaturas de Walter Pinheiro e José Sérgio Gabrielli ao governo, apesar de saberem, de antemão, que o diretório está fechado com a candidatura de Rui Costa.
Ou seja, o chefe da Casa Civil do governo tem votos suficientes para ser escolhido na instância partidária que comanda oficialmente o partido na Bahia.
Apesar do buxixo existente em torno da disputa que haverá no diretório, ainda há, do outro lado, quem ache difícil ver tanto Pinheiro quanto Gabrielli defendendo seus nomes na frente do governador Jaques Wagner.

PRESIDENTE DO PT BAIANO DIZ QUE NOME DE CONSENSO SERÁ APRESENTADO DIA 30

Eleito presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Everaldo Anunciação terá a tarefa de apaziguar as executivas e militantes do partido e construir a unidade para as eleições de 2014.
Em entrevista, o dirigente reconhece que o PT precisa passar por “ajustes”. “Seria um absurdo se não tivéssemos esse olhar crítico”. Sobre a definição do nome para suceder o governador Jaques Wagner, ele não descarta nenhum dos quatro pré-candidatos citados.
Segundo Anunciação, haverá consenso na escolha. Sobre os demais partidos que desejam entrar na chapa governista, ele destaca que há espaços para serem distribuídos nas esferas de poder.
A candidatura da senadora Lídice da Mata é colocada por ele como um movimento isolado ao projeto do PT. “Será uma candidatura que irá competir com o projeto nacional e estadual automaticamente”.

SEM ADVERSÁRIO, CARMELITA VENCE ELEIÇÃO DO PT EM ILHÉUS

O vereador Dero, Everaldo, Carmelita e o deputado Josias Gomes.

O vereador Dero, Everaldo, Carmelita e o deputado Josias Gomes.

A professora Carmelita Oliveira foi eleita neste domingo a nova presidente do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) no Processo de Eleições Diretas (PED). Todos os filiados à legenda na cidade puderam votar durante o domingo (10) também para os diretórios estadual e nacional. Carmelita obteve 97 por cento dos votos válidos e vai comandar a sigla em Ilhéus nos próximos quatro anos.
Somente 40% dos aptos a vota exerceram o direito. Destaque para a tendência Democracia Socialista que conseguiu, em Ilhéus, votação expressiva.
O resultado oficial do Processo de Eleições Diretas (PED) do Partido dos Trabalhadores só será anunciado nesta terça-feira. Em Ilhéus o atual presidente nacional da sigla, Rui Falcão, obteve 83 por cento dos votos, contra apenas 11 por cento do segundo colocado, Paulo Teixeira. Na estadual, Everaldo Anunciação obteve 378 votos, o correspondente a 86 por cento dos votos, ficando o jornalista Ernesto Marques em segundo, com 56 votos, o equivalente a 13 por cento.
Para a Professora Carmelita, a eleição direta dos dirigentes do Partido dos Trabalhadores representa uma vitória da democracia, já que o PT é o único partido onde cada filiado, cada militante escolhe seu diretório.
Em Ilhéus a eleição aconteceu em chapa única porque que os militantes entenderam a necessidade no momento de união e de fortalecimento do partido, que ao longo dos anos tem demonstrado um significativo crescimento na cidade. Professora Carmelita vai suceder a arquiteta Marilene Lapa, atual presidente do PT em Ilhéus.

PT DE ILHÉUS TERÁ CARMELITA COMO PRESIDENTE

Carmelita.

Carmelita.

Cerca de mil filiados ao Partido dos Trabalhadores em Ilhéus vão às urnas para eleger, em chapa única, a ex-vereadora Carmelita Ângela presidente do diretório local. A eleição será no dia 10 de novembro, das 09h às 17h, na câmara de vereadores.
Carmelita encabeça a chapa de coalizão, refletindo o sentimento de união e de fortalecimento do partido, que ao longo dos anos tem demonstrado um significativo crescimento na cidade.
Carmelita destaca a necessidade da participação de todos nas eleições diretas do PT, numa demonstração de cidadania e democracia, já que os militantes também escolherão os dirigentes estadual e nacional.
Na Bahia cinco chapas estão na disputa presidência do diretório estadual do PT. A primeira “O partido é a militância” é encabeçada por Hipólito. A segunda “Partido de lutas e de mudanças”; tem como candidato o secretário estadual de organização do partido, Everaldo Anunciação. A terceira “Partido mais forte”, é a do vice-presidente da ABI- Associação Baiana de Imprensa, Ernesto Marques. Liderando a quarta chapa “Militância socialista”; está Wanderson e a quinta chapa “Constituinte, terra, trabalho e soberania”, tem como candidato a presidente Lourival Tranquilo.

SEGUNDO NEGROMONTE PT, PP E PSD MARCHARÃO JUNTOS NAS ELEIÇÕES PARA GOVERNADOR

mario-negromonte-Roberto-Struckert-Filho-PRLíder de um dos maiores partidos da base de sustentação ao governo estadual, o presidente do PP na Bahia, deputado federal Mário Negromonte, quis evidenciar ontem o peso da sigla na sucessão de 2014 e surpreendeu ao dizer que a chapa majoritária já foi definida pelo governador Jaques Wagner (PT), sendo composta pelo PT, PP e PSD. A declaração teve reação negativa dos aliados que ficaram de fora, a exemplo do presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), e positiva daqueles que são cotados a entrar no processo, como o vice-governador Otto Alencar (PSD)
As afirmações de Negromonte surgem após a reunião realizada entre a cúpula progressista e o governador, na última sexta-feira. O gestor tem intensificado as conversas com os líderes partidários. Além do PP, ele teve diálogos com o PDT e consta que também já teria si encontrado com lideranças do PCdoB. Segundo Negromonte, o governador teria confirmado a presença do PP, sendo ele próprio o nome que irá ocupar a vice e o PSD de Otto no Senado.
Ele justificou que o PP é “o fiel da balança” na briga pelo Palácio de Ondina. “Nós ajudamos muito quando o PMDB saiu da base e o governador garantiu na conversa de sexta-feira que nós estaremos na majoritária. Esse espaço já está garantido, o governador nos confirmou”, afirmou.
O ex-ministro das Cidades voltou a reiterar o “tamanho do partido” no Estado. “Vale quanto pesa. O projeto nacional é mais importante para o PT e os outros partidos vão ficar observando as movimentações. Cada partido vai pressionar o PT para ceder apoio nos estados e o PT vai ter que dizer: vamos perder os anéis mas não vamos perder os dedos”. Negromonte disse ainda que o candidato do PT que irá encabeçar a chapa vai ser definido até o dia 15 de novembro.
Pré-candidato ao governo, Nilo (PDT) reagiu em nota enviada à imprensa. Ele “crê” que o PDT terá lugar na chapa. “Pois a vaga para o Senado é do partido – ocupada pelo senador João Durval”.
De acordo com o pedetista, a conversa que a direção da legenda manteve com o governador não aponta, ainda, por qualquer definição. Mas avisou: “Caso o alijamento ocorra, fica mantida a minha pré-candidatura”. Otto disse que o governador ainda não conversou com ele sobre o assunto, mas agradeceu a “lembrança de Negromonte. “Ele e Leão são meus amigos. Mário é muito sincero e eu confio muito no que ele fala”, afirmou.

PT PODE ANTECIPAR O NOME DO CANDIDATO À SUCESSÃO DE WAGNER EM 2014

logo_ptSob intensa pressão dos aliados e dentro do próprio PT, o processo de escolha do candidato do partido à sucessão do governador Jaques Wagner caminha para a definição antes do Processo de Eleição Direta (PED) da sigla, programado para novembro. Os indícios foram dados por declarações dos pré-candidatos na semana passada e voltaram a tomar fôlego, após reunião da comissão de petistas responsável pela condução da escolha do nome da legenda para a eleição 2014.
Oficialmente, no entanto, o tom foi de que somente a unidade acabou definida durante o encontro da última segunda-feira, “tenso”, segundo informações. “Vamos dar ritmo ao processo decisório e no diálogo interno e externo, com a liderança de Wagner e protagonismo partidário, chegar ao consenso talvez mais rápido do que se espera”, sinalizou o presidente estadual do PT, Jonas Paulo. De acordo com o dirigente, “o processo ganha celeridade, pois necessitamos construir a candidatura, a chapa e a aliança eleitoral na base do governo e as movimentações políticas no país têm reflexos nos Estados e a Bahia é centro estratégico da disputa nacional”.
Em entrevista à rádio Nova Salvador, um dos pré-candidatos, o ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano, delimitou um prazo mais específico do que o divagado por Jonas Paulo. “A nossa interpretação é a de que precisamos chegar ao PED com isso definido. Portanto, esperamos que essa decisão, obviamente sob a liderança do governador Jaques Wagner, aconteça até o final de outubro”, analisou Caetano. Segundo ele, há o consenso para que nome seja definido até o fim do mês de outubro. “Existe uma unanimidade entre nós sobre a necessidade de acelerar esta escolha. Já na próxima semana, será feito um encontro com nossos deputados federais e estudais para afunilarmos esta decisão. Uma reunião com os prefeitos também está prevista”, sugeriu.
:: LEIA MAIS »

PT PROMOVE CURSO DE QUALIFICAÇÃO PARA PREFEITOS DO PARTIDO

O PT reunirá nos dias 20, 21 e 22 de setembro os prefeitos e vices da Bahia para um curso de qualificação para atuação política com base nas diretrizes e eixos conceituais comuns ao modo petista de governar e ao projeto do partido para o Brasil.
O encontro será realizado em São Francisco do Conde.
Segundo o presidente da legenda no estado, Jonas Paulo, o curso voltado para os gestores é para que haja uma formação uniforme, com informações importantes para uma boa gestão.
As aulas serão ministradas por membros da Fundação Perseu Abramo.

JOGOU A TOALHA?

pinheiro
Segundo informações da coluna Raio Laser, o senador Walter Pinheiro (PT) teria confessado nos bastidores que não vê mais chances de tentar disputar a indicação do PT para candidato a governador.
O parlamentar baiano, de acordo com a publicação, alegou não ver motivos para enfrentar o governador Jaques Wagner, cuja preferência pelo nome de Rui Costa, no partido, para sucedê-lo fica cada vez mais forte no PT e fora dele.


primark
julho 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  




twitter
facebook