WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘protestos’

JABES É AGUARDADO COM MUITA EXPECTATIVA NO RIO DO ENGENHO

Os ânimos prometem ferver nesse domingo, caso o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, resolva ir mesmo prestigiar os festejos de Nossa Senhora de Santana no Rio do Engenho.
Manifestantes do Reúne Ilhéus e servidores municipais pretendem realizar uma recepção bem calorosa ao gestor municipal, a partir das 10h, exigindo o seu afastamento.
Basta saber se Jabes vai mesmo dar as caras.

PROTESTOS EM ITABUNA

Posto será reinaugurado, sob protestos.

Posto será reinaugurado, sob protestos.

O aniversário de Itabuna será amanhã, mas a cidade vive comemorações pelos 103 anos desde ontem (sexta, 26). São Inaugurações, shows e protestos.
Hoje, o prefeito vai ao bairro São Roque reinaugurar o posto de saúde, que passou por ampliação e terá novo corpo médico. Para chegar à unidade, gestor e a comitiva vão passar por ruas esburacadas e protesto de moradores. 
Mais cedo, a comunidade fechou a principal rua do bairro e ateou fogo em pneus. Apitaço deve acontecer durante a inauguração, marcada para às 11h.

PROTESTOS DURANTE CERIMÔNIA DE ENCERRAMENTO DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES

Em meio à cerimônia de encerramento da Copa das Confederações, figurantes encontraram uma forma de exibirem faixas, criticando a privatização do Maracanã e chamando a atenção contra a homofobia.

Em meio à cerimônia de encerramento da Copa das Confederações, figurantes encontraram uma forma de exibir faixas, criticando a privatização do Maracanã e chamando a atenção contra a homofobia.

CARTOLINA EM ALTA COM PROTESTOS

O GLOBO
Cartolinas usadas em protestos. Foto: Ilhéus 24h.

Cartolinas usadas em protestos. Foto: Ilhéus 24h.

Irreverentes, coloridos e politizados, eles estão por toda parte e mostram a diversidade das reivindicações dos manifestantes que invadiram as ruas nos últimos dias. E, mesmo em tempos de softwares de diagramação e impressoras de alta qualidade, são as cartolinas, com mensagens escritas a guache e hidrocor, que expressam os anseios da multidão. Se antes os partidos políticos produziam grandes faixas e bandeiras, hoje os manifestantes preferem adotar seu próprio discurso.
Para a designer e pós-doutoranda da Escola Superior de Desenho Industrial (Esdi) Barbara Szaniecki, autora do livro “A estética da multidão” (Civilização Brasileira), a pulverização de lideranças nas manifestações atuais se traduz nos cartazes.
— Os cartazes podem ser interpretados como um revival das ondas do it yourself (faça você mesmo) de hippies ou punks. Essa customização tem uma relação direta com as novas possibilidades políticas, da busca de uma política menos representativa e mais direta — afirma Barbara, que chama a atenção para o humor das mensagens e para a apropriação de slogans publicitários.

:: LEIA MAIS »

“REÚNE ILHÉUS” CONVOCA VIGÍLIA E PROTESTO NO ANIVERSÁRIO DA CIDADE

reune ilheusMovimento responsável pela manifestação que colocou 5 mil ilheenses nas ruas na última quinta-feira (20), veja fotos clicando aqui, o Reúne Ilhéus prepara novo ato no aniversário da cidade, em 28 deste mês.
No Facebook, o grupo convoca uma vigília para a madrugada do dia 28, em frente ao Teatro Municipal. O protesto será completado com a entrega de um manifesto às autoridades do município e a ocupação da Praça Cairú durante todo o dia, mas sem causar transtornos ao trânsito. O espaço será usado para exibições culturais.
Já para amanhã (quarta, 26), o movimento marcou ato contra a corrupção, que acontecerá em todo o país. A concentração será também na porta do teatro, a partir das 14h.

APÓS MANIFESTAÇÕES, DILMA PROMETE DISCUTIR PACTO PARA MELHORAR SERVIÇOS PÚBLICOS

dilmaA presidenta Dilma Rousseff prometeu chamar os governadores e prefeitos das principais cidades do país e os líderes das manifestações populares para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos. Em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV, Dilma anunciou que as ações do governo terão três focos.
O primeiro será a elaboração do Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que privilegie o transporte coletivo. O segundo é a destinação de 100% dos royalties do petróleo para a educação, proposta que está em discussão no Congresso. Para melhorar a saúde, Dilma prometeu trazer mais médicos do exterior para ampliar o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS).
De acordo com a presidenta, o vigor das manifestações pode ser aproveitado para que sejam tomadas medidas que beneficiem a população e já começaram a produzir resultados, como a redução das tarifas de ônibus em diversas cidades brasileiras.
“As manifestações desta semana trouxeram importantes lições. As tarifas baixaram e as pautas dos manifestantes ganharam prioridade nacional. Temos que aproveitar o vigor das manifestações para produzir mais mudanças que beneficiem o conjunto da população brasileira”, declarou.
A presidenta citou a trajetória de defesa da democracia durante a ditadura como motivo para levar as reivindicações em consideração. “A minha geração lutou muito para que a voz das ruas fosse ouvida. Muitos foram perseguidos, torturados e morreram por isso. A voz das ruas precisa ser ouvida e respeitada e não pode ser confundida com o barulho e a truculência de alguns arruaceiros”.
Dilma disse ainda que não deixará de combater a corrupção. “Sou a presidenta de todos os brasileiros. Dos que se manifestam e dos que não se manifestam. A mensagem direta das ruas é pacífica e democrática. Ela reivindica um combate sistemático à corrupção e ao desvio de dinheiro público. Todos me conhecem. Disso eu não abro mão”
A presidenta prometeu ainda conversar, nos próximos dias, com os chefes dos outros poderes, governadores e os prefeitos das principais cidades do país para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos. Ela anunciou ainda que pretende receber os líderes das manifestações pacíficas, representantes de organizações de jovens, das entidades sindicais, dos movimentos de trabalhadores e das associações populares.
A mensagem foi ao ar em cadeia nacional de rádio e TV. Dilma passou o dia discutindo os protestos e manifestações que ocorrem no país e que ontem (20) reuniram  quase 2 milhões de pessoas em 438 cidades. De manhã, a presidenta se reuniu com ministros, entre eles o da Justiça, José Eduardo Cardozo. Também recebeu o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno.
A onda de manifestações pelo país começou em São Paulo, reivindicando a revogação do reajuste da tarifa de ônibus de R$3 para R$3,20. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital, Fernando Haddad, voltaram atrás no reajuste, mas os protestos continuaram e se ampliaram pelo país.
Entre as causas defendidas pelos manifestantes estão o fim da impunidade, da corrupção e a crítica aos gastos públicos com a Copa das Confederações e a Copa do Mundo. Também são contrários à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37, que limita o poder de investigação do Ministério Público.
 

COPA DAS CONFEDERAÇÕES: ITALIANOS SÃO PROIBIDOS DE DEIXAR HOTEL EM SALVADOR

italia
O técnico da seleção italiana, Cesare Prandelli, admitiu na tarde desta sexta-feira que está “preocupado” com as manifestações populares no país. Ele contou que os italianos foram proibidos de deixar o hotel em Salvador.
Antes de comandar o último treino antes do confronto com a seleção, o treinador disse que está “atento” com os protestos nas cidades brasileiras. Amanhã, os italianos enfrentarão a seleção, na Fonte Nova.
“As manifestações quando aparecem com violência preocupa. Vimos que já passou de um milhão de pessoas nas ruas. Estamos focados na partida, mas atentos ao que acontece no país”, afirmou o treinador.
Em Salvador, dois micro-ônibus usados pela Fifa foram apedrejados em frente ao hotel em que seus funcionários estão hospedados.”Não estamos pensando em voltar para a casa, mas obviamente a situação mudou. Até quando estivemos no Rio, havia máxima tranquilidade. Podemos até visitar a cidade. Fomos vetados agora de deixar o hotel”, acrescentou Prandelli, sem dizer o responsável pela proibição.
Manifestantes também atiraram pedras contra o hotel Sheraton, no Campo Grande.
O meia Ricardo Montolivo condenou a violência nos protestos pelo país, mas disse que os manifestantes devem ser respeitados.
“Temos que condenar a violência, mas acho que deve haver solidariedade entre os manifestantes. Eles devem estar sofrendo e merecem ser respeitados”, disse o jogador.
“Esperamos uma ótima partida dentro do campo e que nada aconteça do lado de fora”, completou o treinador.

ITÁLIA COGITA DEIXAR A COPA DAS CONFEDERAÇÕES

CORREIO
Seleção da Itália chegou ontem a Salvador.

Seleção da Itália chegou ontem a Salvador.

De acordo com informações da rádio CBN, existe o risco real de suspensão da Copa das Confederações 2013 no Brasil. A causa está nas manifestações que têm tomado conta do país, principalmente nos arredores dos estádios antes e durante os jogos do torneio. Algumas seleções estão apavarodas com o ocorrido e a Itália, que está em Salvador com familiares da delegação, deseja abandonar o torneio.

Segundo a Folha de S. Paulo, outra delegação teria manifestado o mesmo desejo dos italianos. A Fifa se assustou ainda mais na quinta-feira (20), quando dois micro-ônibus da entidade foram apedrejados na frente do Sheraton Hotel da Bahia, que também foi depredado na frente, onde estão hospedados membros da entidade máxima do futebol mundial.

A Fifa ainda não se expressou publicamente sobre a possibilidade de suspensão do torneio, mas as informações da CBN dão conta de que a entidade estaria em contato com o seu setor jurídico para saber quais as consequências de um cancelamento como esse. De acordo com a Lei Geral da Copa, a Fifa pode acionar o governo brasileiro por falta de garantias de segurança. A Itália encara o Brasil sábado (22), na Arena Fonte Nova, às 16h.

ILHÉUS: PONTE INTERDITADA

Foto: Cid Póvoas

Foto: Cid Póvoas

Descumprindo o planejamento inicial divulgado pelos líderes do movimento, o ato de protesto em Ilhéus seguiu para a ponte Lomanto Júnior, a interditando e, consequentemente, causando um enorme engarrafamento.
Policiais Militares nesse momento tentam convencer os manifestantes a liberarem a única via de ligação entre a zona sul da cidade e o centro.
Desde as primeiras horas da tarde dessa quinta-feira, milhares de ilheenses tomaram as principais ruas do centro.
Por enquanto não houve informações de depredações e tumultos.
Clique no “Leia Mais” e veja mais imagens dos protestos em Ilhéus. :: LEIA MAIS »

JOVENS VÃO ÀS RUAS EM ILHÉUS E ITABUNA

O grupo se reúne em Ilhéus desde o início da semana. A foto é de Hernani Reis.

O grupo se reúne em Ilhéus desde o início da semana. A foto é de Hernani Reis.

Principal motivo da redução de tarifas de transporte pelo Brasil, as manifestações de rua chegam a Ilhéus e se repetem em Itabuna na tarde desta quinta-feira (20).
Por aqui, o grupo Réune Ilhéus se mobiliza desde a terça (17), discutindo melhorias para o transporte municipal e estratégias para o ato de hoje, que começará às 17h, em frente ao Teatro Municipal, no Centro.
O movimento reivindica mais mobilidade urbana em Ilhéus, por meio do aprimoramento do sistema de transporte já existente, transparência na relação do município com as empresas e maior investimento privado no setor.
Saindo da praça, o ato passará pela porta do Palácio Paranaguá, seguirá pela Rua da Linha e será encerrado na cabeceira da ponte do Pontal. 
Na última terça-feira (18), os líderes do ato participaram do programa O Tabuleiro, comandado por Vila Nova, na Conquista FM. O áudio você confere abaixo.
ITABUNA
Estudantes de Itabuna realizam hoje o terceiro protesto contra o possível aumento da tarifa na cidade, aprovado pelo Conselho de Transporte, que elevaria a passagem de R$ 2,10 a R$ 2,50.
O grupo se reúne a partir das 14h30min na praça do bairro São Caetano.

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia