WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
ilheus brindes
outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

:: ‘paralisação’

TERCEIRIZADOS DO SAC DE ILHÉUS EM GREVE

sac-ilheus

Trabalhadores terceirizados do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), de Ilhéus, entraram em greve por tempo indeterminado. A paralisação teve início na manhã desta sexta-feira, (24). Os funcionários são contratados da empresa Sandes Serviços, cuja sede fica em Lauro de Freitas.

Segundo informações, os grevistas, que atuam na área de serviços gerais, administrativo e recepção, estão há um mês sem receber vales-transportes e alimentação, além de salário atrasado, recolhimento irregular do INSS, bem como falta de depósito do FGTS.

PROFESSORES CRUZAM OS BRAÇOS EM ILHÉUS

Professores reunidos em assembleia.

Professores reunidos em assembleia.

Os trabalhadores em educação da rede municipal de Ilhéus realizam nova paralisação de advertência na próxima terça-feira, dia 09, em protesto à intransigência do prefeito Jabes Ribeiro em não discutir a campanha salaria da categoria e se recusar a repassar o piso. A decisão foi tomada em assembleia da categoria realizada na manhã desta terça-feira, na Câmara Municipal de Ilhéus.

Os trabalhadores decidiram ainda que participarão do Grito dos Excluídos, no próximo dia 07 de setembro, durante o desfile cívico na avenida Soares Lopes, promovido pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), onde farão o protesto sobre a forma como vem sendo tratada a educação pública no município de Ilhéus.

No dia 09 de setembro, os professores participarão de audiência pública na Câmara de Veadores, às 16 horas, para discutir a situação da educação no município, em especial a precariedade das unidades escolares, a falta de alimentação e transporte escolar, além da evasão, que atinge índices preocupantes.

A audiência vai contar com a participação dos secretários municipais de Educação, Marlúcia Rocha, e de Assistência Social, Jamil Ocké, da APPI/APLB-Sindicato e dos conselhos municipais do Fundeb, de Educação e de Alimentação Escolar.

POLÍCIA CIVIL PARA NA BAHIA

Policiais Civis de toda a Bahia iniciaram nesta segunda (18) paralisação de 72 horas. O movimento foi aprovado em assembleia realizada em julho. Segundo o sindicato da categoria, o SindiPoc, somente trabalhos de urgência e levantamento cadavérico estão sendo feitos em todo o Estado.

Ainda de acordo com o sindicato, a decisão é em protesto a morte de policiais, 17 ao todo somente neste ano, e para pressionar pela publicação do decreto que regulamenta as promoções dentro da carreira da polícia civil.

UESC PARA POR UMA SEMANA EM ABRIL

UESC.

Feriado prolongado será fichinha neste mês de abril da Universidade Estadual de Santa Cruz. A instituição para por nada menos que uma semana seguida. Entre os dias 17 e 23 de abril, o calendário oficial prevê o funcionamento do campus apenas durante o dia 19, justamente um sábado.
A série de datas especiais, que acarreta no fechamento da UESC, começa com a semana santa, entre 17 e 18. Passa pelo dia 21, feriado nacional de Tiradentes. Dia 22 é comemorado o aniversário do campus da instituição e, por fim, em 23 de abril, é celebrado o dia de São Jorge, quando é feriado municipal em Ilhéus.
Além da sequência de feriados, a Associação dos Docentes da UESC decidiu, em assembleia na última sexta (28), cruzar os braços no dia 29 deste mês, uma terça-feira. A categoria protesta contra a decisão do governo do Estado de não “ampliar o quadro de vagas docente e garantir orçamento para realização de novos concursos”, além dos cortes de gastos das instituições de ensino superior de toda a Bahia.

FUNCIONÁRIOS DA UESC MANTÊM PARALISAÇÃO

Iniciada na última sexta-feira (28), a paralisação dos funcionários administrativos da UESC foi prolongada até esta segunda (31). Os servidores realizam, desde às 08h de hoje apitaços e caminhadas pelos corredores da instituição.
A categoria protesta contra o índice de reajuste salarial aprovado pelo governo do Estado, de 5,91%, que estaria abaixo da reposição inflacionária do período e acaba, segundo a associação, diminuindo o poder de compra dos trabalhadores.
Os serviços na universidades são mantidos, nesta segunda, apenas por estagiários e por pessoal terceirizado. 

FUNCIONÁRIOS DA UESC CRUZAM OS BRAÇOS

uescEm assembleia da categoria, os servidores administrativos da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) decidiram cruzar os braços na próxima sexta-feira, dia 28.
Em circular enviada aos trabalhadores, a associação que os representa convoca também um ato em repúdio ao governador Jaques Wagner, para a próxima segunda (31), em frente à Universidade. 
A categoria protesta contra o índice de reajuste salarial aprovado pelo governo do Estado, de 5,91%, que estaria abaixo da reposição inflacionária do período e acaba, segundo a associação, diminuindo o poder de compra dos trabalhadores.
A paralisação pode comprometer serviços básicos da instituição, como o uso de laboratórios, equipamentos ou a verificação e expedição de documentos.

PF PARA POR TRÊS DIAS EM TODO PAÍS

pfAgentes de campo e administrativos da Polícia Federal realizam nesta semana mais uma série de paralisações. Entre terça e quinta-feira (11, 12 e 13), milhares de agentes, escrivães e papiloscopistas da PF cruzam os braços.
Segundo o sindicato da categoria, o tema central dessa semana é a campanha por uma Segurança Pública Padrão FIFA, que será divulgada através da Marcha dos Elefantes Brancos na Esplanada dos Ministérios, marcada para a quarta-feira (12), em Brasília/DF.
A paralisação dessa semana integra a campanha salarial da categoria, que afirma amargar cinco anos sem reajuste salarial e cerca de 30% de defasagem nos ganhos.
O movimento paredista atinge a delegacia da PF de Ilhéus, que terá os serviços reduzidos nos próximos três dias.

PROFESSORES E TÉCNICOS DA UESC PARAM NESTA QUARTA

uesc3Com o ano letivo praticamente encerrado, professores e técnicos da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), cruzam os braços nesta quarta-feira (11). Os docentes decidiram pela paralisação em assembleia no fim de novembro, sendo seguidos pelos outros funcionários da instituição.
Com o posicionamento, nenhum setor da universidade funcionará amanhã. As categorias protestam contra o corte de orçamento, que se tornou corriqueiro e sempre é decretado pelo governo do Estado. 
Como parte do dia de mobilização, os professores farão uma aula aberta em frente à Assembleia Legislativa, em Salvador, também na quarta. A paralisação atinge as quatro universidades estaduais baianas.

PROFESSORES DA UESC PARAM NOVAMENTE

uesc3
Os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) param as atividades na próxima quarta-feira (11). Apesar de o semestre ter encerrado na segunda (02), os docentes cruzam os braços contra o aperto financeiro que passa a instituição, vítima de contenção de gastos por parte do governo do Estado.
Neste semestre, os professores de todas as universidades estaduais baianas paralisaram as atividades três vezes, em outubro, novembro e agora. A paralisação foi determinada em assembleia no dia 28 de novembro.

UESC PARA NESTA QUINTA-FEIRA

uescOs professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) decidiram, em assembleia nesta segunda-feira (04), paralisar as atividades durante toda a próxima quinta-feira, (07).
A paralisação foi indicada pelo Fórum das Doze (representantes docentes, estudantis e de servidores-técnicos das quatro universidades estaduais da Bahia) e acatada também pela UESB, UEFS e UNEB.
Segundo o Fórum, o ato dará continuidade à luta conjunta contra os “efeitos perversos do decreto 14.710/13 [que corta gastos do Estado] e contra a proposta do Governo para a Lei Orçamentária Anual (LOA), que prevê um orçamento insuficiente para as Universidades Estaduais da Bahia (UEBA), em 2014”, diz nota.
Professores e funcionários das universidades podem parar também no dia 11 de dezembro, uma segunda-feira. A data ainda depende de novas assembleias em cada campus.
Além da paralisação, a Associação dos Docentes da UESC (Adusc), DCE e outras entidades de base farão panfletagem e trabalho de conscientização sobre os problemas financeiros da edução superior baiana.

dom eduardo

lm mudancas

arquiteto













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia