WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘paladar’

ROCK E CHORINHO DEIXAM ALIMENTOS ‘MENOS GOSTOSOS’, DIZ PESQUISA

tocando rockAo compor a música “Brasileiro”, Waldir Azevedo talvez não imaginasse que poderia influenciar no sabor dos alimentos. Tampouco Eddie Van Hallen presumia que os rifs de guitarra de “Jump” poderiam tornar os sabores “menos apetitosos”. Mas uma dissertação de mestrado da Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) afirma que ouvir chorinho ou rock enquanto come tornam os sabores “menos gostosos”. Já a música clássica e a música romântica acentuariam o paladar positivamente, segundo a pesquisa.
“Foi uma grande surpresa. Eu, particularmente, ia torcer pelo sucesso do chorinho”, afirma entre risos o dono do experimento, o músico David Wesley Silva. Ele começou o mestrado com o interesse em testar novas formulações mais saudáveis e que agradassem públicos como o vegetariano e o diabético.
Mas, após sugestão da professora orientadora do projeto, a ideia de misturar música e comida fez com que a pesquisa tomasse outro rumo. “Minha paixão são os dois mundos. Os dois são artes, são ciência, são apaixonantes”, afirma.
RECEITAS E EXPERIMENTAÇÕES – Seis receitas de bombocado, nas quais ingredientes como açúcar, leite, ovo, farinha e linhaça passaram por substituições diferentes, foram provadas por 120 pessoas enquanto escutavam canções de chorinho, rock, música clássica e música romântica. Os degustadores também foram submetidos a testes no silêncio. Ao final, elas deveriam conferir notas ao sabor dos alimentos. 
De todas as médias máximas das notas, 43% delas foram dadas sob influência de música clássica e romântica, respectivamente. Já do total de médias mínimas, 33% foram dadas por degustadores enquanto eles ouviam chorinho e 50% enquanto escutavam rock.
chorinho
Segundo os resultados, a influência da música na qualidade das notas das pessoas foi de 14,4%. “Quanto mais novidade o alimento, maior a influência da música sobre a experimentação. Em cima disso, as notas aumentaram com a música clássica e a música romântica. Já com o rock e chorinho, sempre diminuiu na média”, explica.
Para não influenciar emocionalmente os degustadores, as letras das músicas foram suprimidas e foram selecionadas canções conhecidas e desconhecidas do público. Além disso, elas sempre eram tocadas aleatoriamente, segundo o pesquisador. “Puxamos para nossa terra com o chorinho. A música clássica é um paradigma e já a música romântica e o rock são as mais consumidas atualmente”, afirma.
:: LEIA MAIS »

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia