WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
ilheus brindes
agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Operação Citrus’

JAMIL OCKÉ, KÁCIO BRANDÃO E ENOCH ANDRADE SÃO CONDENADOS POR SUPERFATURAR LICITAÇÕES

Jamil Ocké (à esquerda) junto com Kácio Clay (à direita). Foto: Imagem/TV Globo).

A Justiça condenou os ex-secretários de Desenvolvimento Social do Município de Ilhéus (Sedes), Jamil Chagouri Ocké e Kácio Clay Silva Brandão, a nove anos de reclusão por crimes de fraudes em licitações. O pedido foi feito pelo Ministério Público estadual.

Também foram condenados o empresário Enoch Andrade Silva a 11 anos e 11 meses de pena de reclusão, e mais cinco pessoas envolvidas na associação criminosa denunciada à Justiça pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus. Clique AQUI para ver a sentença.

Operação Citrus – Todos eles foram alvos da operação deflagrada no mês de março deste ano pelo Ministério Público para desmontar um grupo criminoso que praticava fraudes e superfaturamento em licitações e contratos realizados pela Prefeitura de Ilhéus.

:: LEIA MAIS »

OPERAÇÃO CITRUS: JAMIL OCKÉ TEM MAIS UM HABEAS CORPUS NEGADO E CONTINUARÁ PRESO

Pouco mais de dois meses preso no Ariston Cardoso, o vereador e ex-secretário de desenvolvimento social de Ilhéus, Jamil Ocké, teve mais um pedido de soltura negado pela justiça, na tarde dessa terça-feira (30). Este é o terceiro Habeas Corpus negado pela justiça a Jamil.

O vereador é acusado de participar de um esquema de corrupção envolvendo a pasta que chefiou e empresas comandadas pelo empresário Enoch Andrade, que também está preso na mesma penitenciária, além do outro ex-secretário  de desenvolvimento social de Ilhéus, Kácio Brandão.Todos os citados foram detidos durante a Operação Citrus. Informações O Tabuleiro.

OPERAÇÃO CITRUS SERÁ DESTAQUE NA EDIÇÃO DO FANTÁSTICO NESSE DOMINGO

DO AGRAVO

O Fantástico fez a chamada para este domingo (14) do quadro”Aonde está o dinheiro ?” com foco na operação policial Citrus, no município de Ilhéus. Segundo a reportagem, o Repórter Secreto mostra o desenrolar da operação Citrus que desvendou fraude de R$ 25 milhões na prefeitura de Ilhéus. O grupo criminoso forneceu carne com prazo de validade vencido para crianças nas escolas municipais.

Denominada “Operação Citrus”,  foi realizada no dia 21 de março pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).  Foram presas seis pessoas, apenas três continuam no presídio Ariston Cardoso, o ex- secretário Kácio Brandão, o vereador Jamil Ocké, e o empresário Enoch Andrade Silva.

Segundo apurado em investigação realizada pelo MP, o grupo opera desde 2009 celebrando contratos com o Município de Ilhéus para o fornecimento de bens diversos utilizando as rubricas genéricas de “gêneros alimentícios” e “materiais de expedientes/escritório”.

Clique aqui para ver o convite do Fantástico.

OPERAÇÃO CITRUS SERÁ DESTAQUE NA EDIÇÃO DO FANTÁSTICO

jamil-e-kacio

De acordo com site Pimenta, a Operação Citrus será tema de uma reportagem do programa Fantástico da Rede Globo. Equipe comandada pelo jornalista Eduardo Faustinni está no município, onde já entrevistou investigadores e outros personagens da Operação Citrus, deflagrada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) e pela Polícia Civil.

O esquema de corrupção desviou cerca de R$ 20 milhões dos cofres públicos e levou à prisão preventiva de figuras políticas de Ilhéus como os ex-secretários de Desenvolvimento Social, Jamil Ocké e Kácio Brandão.

VOCÊ VIU? CONFIRA AS VINTE MAIS LIDAS DO ILHÉUS24H

As_mais_lidas_Ilheus24h

O ILHÉUS 24H traz nesta seção os vinte posts mais lidos da semana 26/03 a 01/04. Clique no título pra ler toda a matéria. Confira abaixo:

OPERAÇÃO ESPECIARIAS PRENDE TRINTA PESSOAS NA ZONA NORTE DE ILHÉUS

BARULHO E TREMOR ASSUSTAM MORADORES DE DIFERENTES LUGARES DA BAHIA

HOMEM SE JOGA DO 4º ANDAR DE PRÉDIO NO RESIDENCIAL SOL E MAR

OPERAÇÃO RUAS LIMPAS E TRÂNSITO SEGURO É REALIZADA EM ILHÉUS

VEREADOR CÉSAR PORTO VISITA A COMUNIDADE DA RUA DA HORTA E INTERCEDE POR MELHORIAS NA LIMPEZA

VOLUNTÁRIOS FAZEM MUTIRÃO PARA RETIRAR LIXO DA PRAIA DA AVENIDA SOARES LOPES

OPERAÇÃO CITRUS: VEREADOR JAMIL OCKÉ CONTINUA PRESO, JUSTIÇA NEGA HABEAS CORPUS

PREFEITO MÁRIO SOLICITA MELHORIAS NO TRANSPORTE COLETIVO

IVETE SANGALO PEDE CARONA PARA FÃ E POSTA EM REDE SOCIAL: ‘TÁ ACHANDO QUE É PEGADINHA’

VEREADOR LUKAS PAIVA COBRA RESTABELECIMENTO DE SINAL DE TV EM ILHÉUS

ILHÉUS: FALTA DE SINALIZAÇÃO EM TORRE PREOCUPA MORADORES DO ALTO DA TAPERA

JUSTIÇA DECRETA PRISÃO PREVENTIVA DE JAMIL OCKÉ, ENOCH E KÁCIO

PM APREENDE DROGAS NO ALTO DA TAPERA

ACORDO ENTRE TRT-BA E ILHÉUS BENEFICIA 2 MIL TRABALHADORES

VEÍCULOS ABANDONADOS NAS RUAS SERÃO RECOLHIDOS

ITACARÉ: SEIS VEREADORES PODEM PERDER O MANDATO POR FRAUDE ELEITORAL

ATLETA ILHEENSE PARTICIPA DE CAMPEONATO EM FEIRA DE SANTANA

EMBASA REALIZA CONCURSO PÚBLICO PARA PREENCHIMENTO DE 600 VAGAS PARA NÍVEL MÉDIO, TÉCNICO E NÍVEL SUPERIOR

FEIRANTES DISCUTEM MELHORIAS NA CENTRAL DE ABASTECIMENTO DO HERNANI SÁ

FAMÍLIA DO RADIALISTA ZÉ TIRO SECO CONFIRMA LOCAL E HORÁRIO DO SEPULTAMENTO

JUSTIÇA DECRETA PRISÃO PREVENTIVA DE JAMIL OCKÉ, ENOCH E KÁCIO

jamil-e-kacio

No final da tarde desta quinta-feira (30), a Justiça decretou a prisão preventiva de Jamil Ocké, o empresário Enoch Andrade, e o ex-secretário Kácio Brandão.

O vereador Jamil Ocké, o empresário Enoch Andrade e o ex-secretário Kácio Brandão foram preso na Operação Citrus na última terça-feira, (21), realizada pela  8ª promotoria de Justiça de Ilhéus, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).

prisao-preventivaa-Jamil

Mais informações a qualquer momento.

OPERAÇÃO CITRUS: VEREADOR JAMIL OCKÉ CONTINUA PRESO, JUSTIÇA NEGA HABEAS CORPUS

Secretaria era comandada pelo Sr. Jamil Ocké, no governo de Jabes Ribeiro.

Secretaria era comandada pelo Sr. Jamil Ocké, no governo de Jabes Ribeiro.

A Justiça negou nesta terça-feira (29) o pedido de Habeas Corpus para liberar o vereador Jamil Ocké, preso na Operação Citrus na última terça-feira, (21), realizada pela  8ª promotoria de Justiça de Ilhéus, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).

O relator, Des. Abelardo Paulo da Matta Neto disse que apesar das alegações trazidas com petição inicial, sem prejuízo de posterior alcance de posicionamento diverso acerca do mérito, em análise colegiada natural pela Segunda Turma da Primeira Câmara Criminal da Corte de Justiça, revela-se impositiva, até seu advento, a manutenção do decreto prisional, tal como determinado pela Autoridade impetrada. Nestes termos, disse o relator, indefiro a medida liminar.

Para o Ministério Público, Jamil é o braço político da organização que foi montada para fraudar licitações no município. Além dele também foram presos Enoch Andrade Silva, Thayane Santos Lopes, Wellington Andrade Novais, Lucival Bomfim Roque, Kácio Clay Silva Brandão. Sendo que até o momento apenas Lucival Bomfim foi liberado.

OPERAÇÃO CITRUS: JUSTIÇA NEGA HABEAS CORPUS PARA ENOCH, WELLINGTON E THAYANE

Citrus

O Tribunal de Justiça da Bahia negou habeas corpus para soltura de Enoch Andrade, Wellington Andrade e Thayane Lopes. O juiz substituto Moacyr Pitta Lima Filho indeferiu os pedidos alegando não vislumbrar elementos autorizadores para a concessão da medida liminar, nem a existência de constrangimento ilegal a ser sanado em caráter de urgência.

“A concessão de liminar, em sede de habeas corpus, é medida excepcional, somente admissível quando, de forma inequívoca, se encontra demonstrada a ilegalidade do ato guerreado e evidenciados o periculum in mora, entendido como a efetiva possibilidade da ocorrência de grave lesão de difícil ou impossível reparação, e o fumas bani iuris, ou seja, a plausibilidade do direito subjetivo postulado”, disse o Juiz.

VOCÊ VIU? CONFIRA AS VINTE MAIS LIDAS DO ILHÉUS24H

As_mais_lidas_Ilheus24h

O ILHÉUS 24H traz nesta seção os vinte posts mais lidos da semana 19 a 25/03. Clique no título pra ler toda a matéria. Confira abaixo:

MEIO AMBIENTE PROÍBE VENDA DO GUAIAMUM EM TODO BRASIL

UESC LANÇA EDITAL DE CONCURSO COM 240 VAGAS PARA GRADUAÇÃO EAD

GUERRA ENTRE FACÇÕES DO ALTO DO COQUEIRO E LEGIÃO DEIXA DOIS MORTOS EM ILHÉUS

PRESO E ALGEMADO, VEREADOR É CONDUZIDO PARA O PRESÍDIO ARISTON CARDOSO

FILMAGEM AÉREA DESTACA O ESTADO ATUAL DA CONSTRUÇÃO DA NOVA PONTE

PM APRENDE MOTOBOY SUSPEITO DE FAZER DELIVERY DE DROGAS

IFBA ILHÉUS ABRE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA O CURSO TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES

LINHAS DE TRANSPORTE COLETIVO PARA CONDOMÍNIO SOL E MAR SÃO AMPLIADAS

POLÍCIA FRUSTRA TENTATIVA DE ASSALTO NA AVENIDA CANAVIEIRAS, EM ILHÉUS

PRESOS NA OPERAÇÃO CITRUS SERÃO ENCAMINHADOS PARA OS PRESÍDIOS DE ILHÉUS E ITABUNA

ESTUDANTES DA FACULDADE DE ILHÉUS VISITAM O PRESÍDIO ARISTON CARDOSO

JUSTIÇA NEGA PEDIDO DE LIBERDADE DE JAMIL, KÁCIO, WELLINGTON, ENOCH E THAYANE

PREFEITURA E TV SANTA CRUZ CONFIRMAM PROJETO SÃO JOÃO DOS BAIRROS EM ILHÉUS

POLÍCIA CIVIL FAZ BUSCAS NA CASA DE EX-SECRETÁRIO DO GOVERNO JABES RIBEIRO

OPERAÇÃO DO MP COMBATE FRAUDES E SUPERFATURAMENTO EM LICITAÇÕES E CONTRATOS EM ILHÉUS

ROTATÓRIA VAI MELHORAR TRÁFEGO DE VEÍCULOS NA ZONA SUL

OPERAÇÃO CITRUS TEM PRIMEIRO DETIDO LIBERADO

GOVERNADOR CORRESPONDE SOLICITAÇÃO DO VEREADOR CÉSAR PORTO

SHOW QUINTA DO BEM PROMOVE SOLIDARIEDADE

PARA ALÉM DOS COMPANHEIROS QUE ERRARAM, UM OLHAR SOBRE AS FINANÇAS DO PT

JUSTIÇA NEGA PEDIDO DE LIBERDADE DE JAMIL, KÁCIO, WELLINGTON, ENOCH E THAYANE

martelo_justica

O pedido de liberdade a Jamil Ocké, Kácio Brandrão, Wellington Andrade, Enoch Andrade e Thayane Lopes, foi negado pela juíza Emanuelle Vita, da primeira Vara Criminal de Ilhéus. Eles foram presos em uma operação deflagrada pelo Ministério Público estadual na madrugada da terça-feira, dia 21, no município de Ilhéus, para desmantelar um grupo criminoso que praticava fraudes e superfaturamento em procedimentos licitatórios e contratos realizados pela Prefeitura Municipal de Ilhéus. 

O pedido, feitos pelos advogados de defesa, aconteceu durante audiência de custódia realizada na manhã dessa quinta-feira, 23, no Fórum Epaminondas Berbert de Castro, em Ilhéus. Apenas a revogação de prisão do contador Lucival Bonfim foi concedida.

dom eduardo

arquiteto













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia