WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829

:: ‘maternidade Santa Isabel’

REFORMA DA MATERNIDADE SANTA ISABEL ERA UM GOLPE

Carlos na visita à prefeitura e, abaixo, na delegacia. Montagem do blog Agravo.

Carlos na visita à prefeitura e, abaixo, na delegacia. Montagem do blog Agravo.

A prisão de uma quadrilha de estelionatários, ontem (segunda, 10), trouxe à tona explicações sobre a paralisação das obras do fantasioso hospital de referência de Ilhéus, apresentado por um grupo no início do ano, lembre aqui.
Como revela o blog Agravo, dois supostos integrantes da quadrilha faziam parte do “grupo de empreendedores” que iniciou a reforma do prédio da antiga Maternidade Santa Isabel. As obras começaram no início do ano e foram paralisadas em julho.
Segundo o G1, a quadrilha abria empresas pequenas e começava a prestar serviços à administração pública. Com os contratos em mãos, conseguiam empréstimos bancários com a alegação de ampliar os serviços.
O delegado Felipe Curi, da polícia civil, explica como funcionava o golpe: “Quando este empresário percebia que não tinha condições de arcar com o custo, os lobistas transferiam a empresa para algum laranja, que também pertencia à quadrilha. E aí era feita uma pirâmide de empréstimo com outras várias empresas”.
A investigação concluiu que quase 600 empréstimos foram feitos dessa forma em estados como Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia.
Na manhã de ontem, foi preso em Salvador Carlos Alessandro Lins e Silva, conhecido como Carlinhos, 40 anos, um dos sócios da Oscip Hospital Popular da Bahia.
A empresa era a responsável pela construção do hospital de referência de Ilhéus. Em março, Carlos Alessandro e Rogério Manso Moreira, outro integrante da quadrilha, estiveram em Ilhéus para apresentar ao prefeito o projeto do hospital.
O modus operandi da quadrilha funcionou perfeitamente em Ilhéus. Depois de paralisadas as obras, lojas de materiais de construção, restaurantes, trabalhadores e um escritório de engenharia ficaram no prejuízo.

ILHÉUS: OBRA PARADA E DEMISSÕES EM MASSA NA ANTIGA MATERNIDADE SANTA ISABEL

Segundo informações do site Jornal Bahia Online, as obras de recuperação da antiga maternidade Santa Isabel, em Ilhéus, foram paralisadas há dois dias e não têm prazo para retornar.
Um moderno centro médico estaria sendo construído no local.
De acordo com a publicação, trabalhadores da obra estavam insatisfeitos com os constantes atrasos nos pagamentos. A situação se tornou insustentável quando demissões foram anunciadas na última quarta-feira.
Ao Bahia On Line, a empresa teria alegado que houve problemas com a liberação de um empréstimo bancário, prejudicando os acordos firmados para que o empreendimento seja tocado.
Com isso, até mesmo os vigilantes e boa parte dos 40 trabalhadores foram demitidos e não sabem quando poderão voltar a trabalhar.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia