WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
shopping jequitiba prefeitura ilheus secom bahia solidaria Neste site
maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: ‘Marlúcia Paixão’

DEPUTADO FABRÍCIO DEFENDE MARLÚCIA PAIXÃO PRA PRESIDÊNCIA DA CTB NA BAHIA

Fabrício e Marlúcia.

Fabrício e Marlúcia.

O deputado estadual Fabrício Falcão (PCdoB) declarou apoio à candidatura da sindicalista Marlúcia Paixão para presidenta da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) na Bahia.
Para Fabrício, Marlúcia reúne todas as condições para ocupar a função. “Tem experiência sindical e política. Foi presidente do Sindicato dos Bancários de Ilhéus e vereadora. Além disso, é diretora do Sindicato dos Servidores da Fazenda do Estado da Bahia”, argumentou o parlamentar.
O deputado ainda acentuou a necessidade de interiorizar a CTB-BA.  “É preciso que a CTB seja uma central cada vez mais interiorizada, que chegue aos médios e pequenos municípios da Bahia, onde ainda prevalecem um patronato conservador e os trabalhadores precisam ser defendidos”.
Na Bahia, a CTB aglutina as maiores federações sindicais do Estado como a FETAG-BA e os bancários e sindicatos como a APLB, dos Bancários, Comerciários e médicos.
O III Congresso da CTB/BA acontecerá nos dias 14 e 15 de junho de 2013, no Centro de Convenções da Bahia.

ILHÉUS: SECRETÁRIA CREDITA FALTA DE MERENDA À GESTÃO ANTERIOR

maluO ILHÉUS 24H conversou nesta quarta-feira (24) com a secretária de educação de Ilhéus, Marlúcia Paixão.
No bate papo, Marlúcia esclareceu o problema envolvendo a falta de merenda escolar na rede municipal de ensino.
Como noticiamos neste espaço há dois dias (veja aqui), o município já recebeu este ano R$ 160 mil do governo federal para comprar merenda, mas os alunos continuam sem a alimentação.
Segundo a secretária, o problema é grave e foi gerado na gestão anterior. De acordo com ela, no ano passado, a última parcela dos recursos da merenda não foi paga e a verba do Fundo Nacional da Educação Básica (FNDE) foi sequestrada para pagar salários.
A irregularidade deixada pela gestão Newton Lima travou o sistema de repasses. Apesar de o dinheiro estar na conta, não é possível usá-lo.
“Eu só posso usar os recursos da alimentação que chegaram depois que conseguir prestar contas do ano passado”, disse Marlúcia.
À nossa reportagem, a secretária garantiu que o quadro será revertido com a devolução do dinheiro ao governo federal e a quitação dos fornecedores.
O prazo limite para isso acontecer é o dia 30 deste mês, sob pena do município ficar durante todo o ano sem a verba para merenda. Confira abaixo a conversa.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia