WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘lgbt’

EM ENTREVISTA PARA O JORNAL NACIONAL BOLSONARO ATACA “FOLHA” E VOLTA A MENTIR SOBRE “KIT GAY”

Bolsonaro em entrevista ao Jornal Nacional.

Na noite desta segunda-feira o presidente eleito Jair Bolsonaro participou de entrevista para o Jornal Nacional da Rede Globo e respondeu a várias perguntas em tom conciliador dos âncoras da emissora. Dentre outros assuntos, o ex-militar atacou a Folha de São Paulo e voltou a falar sobre o “Kit Gay” que ele tanto usou nas suas propagandas eleitorais e chegou a ser proibido pelo TSE de usá-lo por ser fake news, algo ignorado sumariamente.

Bolsonaro se referiu a reportagem da Folha de São Paulo sobre  Walderice Santos que era empregada como assessora dele. Segundo o deputado federal, Walderice Santos da Conceição foi rotulada “de forma injusta” de servidora “fantasma”, por ter como principal atividade um comércio, chamado “Wal Açaí”. “É uma senhora, mulher, negra e pobre”, declarou. Ele disse ainda que a funcionária estava de férias quando foi encontrada.

:: LEIA MAIS »

ITACARÉ: JOVEM LGBT É AGREDIDO EM BAR “FAVELA”

Bar Favela foi local de agressão a jovem LGBT.

A cidade de Itacaré está recebendo grande público neste final de semana por conta da etapa do Mundial de Surf que acontece desde a última quinta-feira por lá. Entretanto nem tudo tem sido folia, na madrugada deste sábado (20) um jovem LGBT foi agredido nas dependências do Bar Favela na cidade Itacaré por dois homens.

Segundo relato, o jovem estava beijando outro rapaz quando foi intimado por um homem avulso no bar que desferiu socos em sua face, após o acontecido um outro indivíduo que estaria no mesmo grupo se dirigiu até ele e o agrediu novamente, tudo isso aos gritos de “Bolsonaro está chegando”. O jovem tentou registrar boletim de ocorrência na delegacia (72ª CIPM), mas afirmou que a mesma estava fechada e não havia um plantonista.

:: LEIA MAIS »

É HOJE! ATO PELO FIM DA HOMOFOBIA ACONTECE NESTA QUARTA-FEIRA (25) EM ILHÉUS

Nesta quarta-feira (25), a população ilheense se reúne, às 14 horas, para promover um ato pelo fim da homofobia na Praça JJ Seabra, em frente à Câmara de Vereadores. A iniciativa visa repelir o discurso do Vereador Aldemir Almeida (PP), proferido na sessão plenária da Casa Legislativa Municipal na última terça-feira (17), relembre AQUI.

Para o movimento, “as declarações do vereador propõem tratamento diferenciado e preconceituoso entre casais heterossexuais e homossexuais. Criminaliza através de uma moral conservadora expressões de carinho e amor entre pessoas do mesmo sexo. Este tipo de pensamento estimula violências como a que ocorreu em março deste ano, quando um casal foi agredido por um taxista após se beijarem numa esquina da Lapa, no Rio de Janeiro. O Brasil lidera o ranking em homicídio de LGBTIs nas Américas, segundo relatório da ILGA (Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgêneros e Intersexuais). Declarações como a do vereador Aldemir (PP) contribuem para o aumento dessa violência”.

Além do protesto, os manifestantes também estão solicitando a realização de audiência pública na Câmara Municipal da cidade para discutir políticas de combate à homofobia em âmbito local.

Confirme sua presença no ato pelo fim da homofobia clicando AQUI.

“É UMA VIADAGEM SEM PRECEDENTE”, DECLARA VEREADOR ALDEMIR SOBRE MEMBROS DA COMUNIDADE LGBT

Foto: Ilhéus24h

Na sessão ordinária da última terça-feira (17), o Vereador Aldemir surpreendeu os presentes com um discurso enfático sobre situações do cotidiano que envolve casais homoafetivos.

Ademir iniciou afirmando que se sente muito incomodado com “essa coisa LGBT” e narrou um episódio que vivenciou em uma praia na cidade Itacaré. Segundo o edil, teve o desprazer de presenciar “um casal gay se beijando acintosamente na barraca” enquanto desfrutava o seu dia de lazer em um ambiente com “todo mundo normal, casais heterossexuais”. Para o Vereador, o suposto episódio é “uma afronta, uma barbaridade”.

Acrescentou: “existem verdadeiros desorientados nesses grupos LGBT’s, então eu acho que tudo é uma questão de hora e lugar. Você quer passar uma novela onde um homem beija outro homem, passe 1 hora da manhã. Se você quer passar uma novela que tem duas mulheres se beijando, passe 1 hora da manhã […]”. Pois, “um tipo de programa desse só faz atentar contra a família”.

Confira parte do discurso do Vereador:

Apesar da dura reflexão, o edil tentou deixar claro que não tem qualquer tipo de problema contra a comunidade LGBT.

COORDENADOR LGBT DEIXA A CAMPANHA DE MARINA

REVISTA FÓRUM

marinaLuciano Freitas, coordenador do núcleo LGBT da campanha de Marina Silva (PSB), deixou o cargo. A decisão veio após a candidata recuar em seu programa de governo sobre direitos dos gays, quando sofreu pressão, via Twitter, do pastor Silas Malafaia.

Em entrevista ao jornal O Globo, Freitas não escondeu a decepção com as mudanças no trecho do programa de governo. “O que redigimos foi exatamente o que saiu. Esperávamos que tivesse cortes. Ficamos surpresos com o que foi publicado.”

Apesar da sequência de fatos, Freitas nega que tenha saído por conta do recuo de Marina. “Eu já estava decidido a sair porque estava sem tempo e depois desses contratempos”. O coordenador do núcleo LGBT atuará, agora, na campanha de Paulo Câmara ao governo do estado de Pernambuco.

Coordenador geral da campanha de Marina, Walter Feldman não contemporizou e demonstrou incômodo com a decisão. “Ninguém é obrigado a apoiar, ninguém é obrigado a ficar. Aquilo que foi reformado expressa exatamente a opinião da candidata e dos coordenadores do programa de governo.”

CARTILHA ORIENTA SERVIDORES BAIANOS SOBRE ATENDIMENTO À COMUNIDADE GAY

Cartilha seguirá a mesma linha do "Fala, menino".

Cartilha seguirá a mesma linha do “Fala, menino”.

A partir de setembro, os servidores públicos baianos terão acesso a uma cartilha contendo orientações de como lidar com questões da comunidade LGBT em repartições públicas.
Segundo o site Dois Terços, o objetivo do material é melhorar o atendimento desse público nas esferas do serviço público da Bahia.

A publicação terá formato de história em quadrinhos e vai tratar de oito eixos temáticos: saúde, educação, segurança, trabalho, cidadania, justiça, cultura e turismo. Os eixos serão abordados contextualizando com situações vividas pelo público LGBT. O documento terá um glossário LGBT, contendo também telefones úteis e dicas. 

A cartilha tem a assinatura de Luis Augusto, o criador do “Fala Menino”.

Seguindo a linha de trabalho dele, a publicação terá uma linguagem prática e colorida. O documento foi idealizado pela Secretaria de Justiça e Direitos humanos, através do Núcleo LGBT, que é coordenado pela transexual Paulette Furação.

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia