WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
shopping jequitiba prefeitura ilheus secom bahia solidaria Neste site
maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: ‘jose nazal’

O WHATSAPP DO VICE-PREFEITO DE ILHÉUS, JOSÉ NAZAL, FOI CLONADO

O WhatsApp do vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, foi clonado. Pessoas não identificadas estão maldosamente utilizando o serviço para solicitar, em seu nome, dinheiro ou tirar outros tipos de benefício. Ele pede que as pessoas que têm seu contato não aceitem qualquer pedido ou orientação que parta do referido número. Uma queixa está sendo registrada na polícia para que sejam tomadas as medidas judiciais cabíveis.

SOBRE O PRIMEIRO ANO DO GOVERNO DE MÁRIO / NAZAL

Gerson Marques é cacauicultor e chocolateiro.

Governar Ilhéus não é fácil, além dos problemas normais de governança, existe aqui uma cultura política depreciativa, atávica e especulativa.

Há quatro anos após seu primeiro ano de governo, o ex-prefeito Jabes Ribeiro já estava triturado. O vitorioso movimento dos jovens do Reúne Ilhéus, reduziu Jabes à cinzas em menos de um ano. Daí em diante seu governo foi pato manco, com um fim foi melancólico. Sem chances de se reeleger, tentou à ” contra gosto” um caminho com Cacá Colchões , obtendo uma votação de pouco mais de onze mil votos.

Diferente de Jabes que foi eleito com a minoria dos votos, Mário foi eleito por grande maioria e com muito carisma; tem muita força e gordura para queimar…

Claro que tem muitos problemas, que o governo tem erros, mas longe de ser sequer equivalente ao primeiro ano de Jabes.

Mário tem uma qualidade que nunca vi em nenhum prefeito de Ilhéus, trabalha muito e tem muita iniciativa. Com seu estilo brincalhão e alegre cativou o governador Rui Costa, com quem trata direto, sem intermediários. Dessa parceria sairá a sua obra mais importante: uma reforma completa no sistema de saúde da cidade. Não tenho dúvida de que, ao final do segundo para o terceiro ano de governo, a saúde pública de Ilhéus será modelo, com postos médicos recuperados, hospital materno-infantil, hospital da Costa do Cacau e UPA(Unidade de Pronto Atendimento).

Mário abriu diálogo com as categorias de trabalhadores da PMI e deu o reajuste que Jabes congelou por quatro anos.

Tomou iniciativa em relação ao trágico problema do endividamento trabalhista do município caminhando para saneá-lo.

Em outra frente, se prepara para obras que vão mudar a cidade. Algumas já estão sendo executadas, outras projetadas e outras sendo licitadas.

Quem conhece a maquina pública sabe que o primeiro ano de um governo é sempre o mais difícil, mas se tiver mão firme e ideias claras, somado a um planejamento e coordenação, o governo entra nos trilhos.

Claro que existem problemas e parte da equipe ainda não disse pra que veio. Daí surge outra qualidade de Mário: ele é reativo e sabe transformar críticas em soluções e problemas em respostas.
Nestes tempos de redes sociais tem gente que reduz o mundo ao seu pequeno círculo de curtidas e compartilhamentos imaginando estar ali uma espécie de realidade. Ledo engano, a vida corre lá fora, é real e palpável.

O governo Mário / Nazal está só no começo.

EXPERIÊNCIA DA LUTA PELO LIMITE TERRITORIAL DE ILHÉUS VIRA TEMA DE PALESTRA EM ARACAJÚ

A experiência bem sucedida de Ilhéus na revisão dos seus limites territoriais foi tema de palestra hoje (4) pela manhã, em Aracaju (SE), proferida pelo secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável e vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal. O encontro reuniu representações do Governo de Sergipe, municípios interioranos, deputados da Assembleia Legislativa do Estado (Alese) e técnicos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que conduzem o processo de regularização territorial naquele estado, uma operação já concluída na Bahia.

O vice-prefeito de Ilhéus foi o nome escolhido pelo Governo de Sergipe e pela Assembleia Legislativa, para falar sobre o modelo que a Bahia implementou por meio do reconhecimento através da participação popular. “Ele (Nazal) é umas das pessoas que melhor entenderam o processo. E esta segurança, a partir da sua experiência, fortalece os municípios, dão mais segurança jurídica e as pessoas terão mais segurança sobre o território que ocupam”, afirmou o superintendente de Estudos e Pesquisas da Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), Ciro Brasil.

Modelo a ser seguido – De acordo com Ciro Brasil, a experiência de Ilhéus e da Bahia é o modelo a ser seguido pelo Estado de Sergipe. “Estamos dando continuidade o que a constituição de 1988 já determinava, que os municípios deveriam, com apoio dos Governos do Estado e do IBGE, entrar em acordo em eventuais divergências dos limites”, explicou o superintendente.

:: LEIA MAIS »

NO DIA INTERNACIONAL DA ÁGUA, JOSÉ NAZAL FAZ REFLEXÃO SOBRE SITUAÇÃO HÍDRICA

represa

É preciso ter uma ação conjunta entre o município e a Embasa, visando um projeto de educação ambiental da população, já que a água é um bem finito, um bem fundamental para a vida humana. Esta é a avaliação do vice-prefeito e secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Seplandes), José Nazal Soub, por ocasião do Dia Internacional da Água, comemorado hoje, 22.

Segundo Nazal, a responsabilidade pela manutenção e expansão dos recursos hídricos nos próximos anos e décadas passa pela consciência das novas gerações, com o uso racional e reaproveitamento da água, evitando também a ação antrópica do homem, com o desmatamento de matas ciliares às margens dos rios para dar lugar ao cultivo da agricultura e desenvolvimento de pastagens para a pecuária. 

Atualmente, Ilhéus se encontra numa situação hídrica de normalidade aparente, mas não chega a ser uma posição confortável. Isso se deve ao natural crescimento da cidade, com a demanda crescente das indústrias e da futura implantação da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e do Porto Sul, situados na zona norte do município, além da expansão urbana na zona sul, bem como o automático processo de conurbação entre Ilhéus e Itabuna.

:: LEIA MAIS »

QUEM VAI FISCALIZAR A MÃE DO VICE-PREFEITO DE ILHÉUS?

O contraste entre a parte de cima, preservada e a de baixo, refeita, evidencia o descumprimento da lei. Foto: José Nazal.

O contraste entre a parte de cima, preservada e a de baixo, refeita, evidencia o descumprimento da lei. Foto: José Nazal.

O olho atento do memorialista e fotógrafo José Nazal flagrou o que pode ser configurado como um crime contra o patrimônio arquitetônico de Ilhéus: a mudança da fachada de um prédio histórico localizado no calçadão Marquês de Paranaguá, no Centro.
Segundo Nazal, o imóvel, onde funcionou a Casa Brasil, é protegido pela Lei 2312/89, que proíbe qualquer reforma que descaracterize a fachada.
No prédio, hoje funciona uma loja de cosméticos, que, segundo informações, pertence à mãe do vice-prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões. A loja ao lado seria da irmão de Cacá.
De acordo com Nazal, a mudança na fachada do imóvel não podia ser autorizada pela prefeitura e o processo deveria ser submetido ao Conselho Municipal de Cultura.
Na denúncia, postada no facebook, Nazal pede a fiscalização para punir os responsáveis. Será que vão fiscalizar?

PROTESTO FECHA ESTRADA NO INTERIOR DE ILHÉUS

Moradores dos distritos de Itariri e Valão, em Ilhéus, bloquearam, por quase toda a manhã desta segunda (11), a BR-262, em protesto contra a péssima situação da estrada. Com o acesso vicinal sem condições para trafegar, os ônibus não passam por lá desde setembro, segundo moradores. Foto e informações de José Nazal.

Moradores dos distritos de Itariri e Valão, em Ilhéus, bloquearam, por quase toda a manhã desta segunda (11), a BR-262, em protesto contra a péssima situação da estrada. A rodovia é um dos caminhos que leva a Uruçuca. Com o acesso vicinal sem condições para trafegar, os ônibus não passam por lá desde setembro, segundo moradores. O protesto foi pacífico. Foto e informações de José Nazal.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia