WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
ilheus brindes
agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Hospital Costa do Cacau’

COM HOSPITAIS DE ILHÉUS SUPERLOTADOS, PACIENTES SÃO TRANSFERIDOS PARA O HOSPITAL COSTA DO CACAU

Desde ontem (31), a Secretaria Municipal de Saúde identificou superlotação nos leitos dos hospitais conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS) em Ilhéus. A direção do Hospital São José informa que a unidade dispõe de médico plantonista, mas atingiu quase o triplo da capacidade no atendimento. Mesma situação foi registrada na Coci, hospital localizado no Malhado, zona norte da cidade.

A secretária Elizângela Oliveira informa que em função deste quadro, entrou em contato com a direção do Hospital Costa do Cacau – que atende casos de urgência e emergência – e a Regulação do Estado que asseguraram a transferência de pacientes em situação mais delicada, permitindo a relocação dos leitos do São José e da Coci para novas internações. “Os atendimentos estão mantidos”, assegura Elizângela.

REDUÇÃO DOS VENCIMENTOS PODE GERAR PARALISAÇÃO DOS SERVIDORES LOTADOS NO HOSPITAL COSTA DO CACAU

Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC)

Os servidores da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), lotados no Hospital Costa do Cacau, tiveram redução nos vencimentos e ameaçam paralisar as atividades. Todos os servidores de carreira receberam corte na Gratificação de Incentivo e Desempenho (GID), alguns deles perderam entre R$400 e R$500.  Em contato com o Blog Agravo, servidores informaram que até o momento, a Sesab não se pronunciou para informar o motivo do corte, quem em porcentagem significou 50 % da gratificação.

Esses servidores eram funcionários do Hospital Regional Luiz Viana Filho.  Segundo os servidores, apenas os médicos receberam normalmente, pois possuem outra legislação. A Sesab teria garantido aos funcionários que não mudaria nada dentro do prazo de dois anos. Do Agravo.

CRIANÇA DE 1 ANO MORRE APÓS FECHAMENTO DA UTI DO HOSPITAL REGIONAL EM ILHÉUS

Gabriel de Andrade, de apenas 1 ano de idade, morreu nesta terça-feira, dia 16, após esperar 14 (quatorze) dias por uma vaga numa UTI do Hospital Luiz Viana Filho, no Alto da Conquista, em Ilhéus. Diagnosticada com problemas cardíacos, a criança estava internada desde o dia 2 na unidade de saúde.

Na manhã de hoje, a mãe de Gabriel chegou a participar, por telefone, do programa O Tabuleiro, apresentado pelo comunicador Vila Nova, na Ilhéus FM (105,9). Ela revelou que a UTI do Hospital estava fechada com cadeado durante todo este período, e que a criança também não foi acolhida no recém-inaugurado Hospital Costa do Cacau.

Após tomar conhecimento da situação, o comunicador teceu duras críticas ao secretário de saúde da Bahia, Fábio Villas-Boas, e ainda pela manhã a criança finalmente conseguiu uma vaga numa UTI em Feira de Santana, mas não resistiu e veio à óbito. 

A direção do Hospital Luiz Viana Filho e a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia não se manifestaram sobre o caso. Do O Tabuleiro.

EDITAL DE SELEÇÃO DO COSTA DO CACAU NÃO RESPEITA A RESERVA DE VAGAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

O edital para o processo seletivo simplificado nº 01/2017, lançado pelo Instituto Gerir no último dia 04/12, para a contratação de profissionais de nível médio, técnico e superior, apresenta um conteúdo um tanto incompatível com a realidade das seleções públicas nacionais.

No edital não existem vagas reservadas para pessoas com deficiência, o que causou certo descontentamento, principalmente para aqueles que pretendiam ingressar na mais nova unidade de saúde do Sul da Bahia seguindo as garantias trazidas nos artigos 7º, XXXI e 37, VIII da Constituição Federal.

Em verdade, o artigo 2º, III da Lei Federal nº 7.853/89 determina que o Poder Público e seus órgãos devem assegurar às pessoas com deficiência o pleno exercício dos seus direitos básicos, como o direito ao trabalho. Ainda impõe que o Poder Público se empenhe para promover ações de inserção, nos setores públicos e privados. 

O artigo 37 do Decreto Federal nº 3.298/99,  regulamenta a Lei nº 7.853/89 e informa que 5% das vagas de concursos públicos devem ser destinadas às pessoas com deficiência. No mesmo sentido, o artigo 27 do Decreto nº 6.949/2009, promulgou a Convenção Internacional sobre os direitos das pessoas com deficiência e assegurou  que sejam inseridas no mercado de trabalho, inclusive no setor público.

É preciso esclarecer que apesar de todas as previsões legais exigirem o cumprimento das normas já ressaltadas em vagas destinadas para concurso público, o artigo 38 do Decreto nº 3.298/99 somente exclui da obrigatoriedade de reserva de vagas nos casos de contratação de cargos em comissão ou daqueles que por sua natureza imponham a contratação de candidatos com aptidões plenas.

Portanto, segundo o entendimento da melhor doutrina e jurisprudência, é plenamente exigível que os editais de seleção pública tragam vagas reservadas para a inserção de pessoas com deficiência na mesma medida que deve ser feito em concursos públicos, em homenagem ao sistema de proteção e integração estampado na Constituição Federal. No caso, o edital publicado pelo Instituto Gerir parece não ter acertado. 

ERROS GROTESCOS NA LISTA DE APROVADOS DO COSTA DO CACAU SURPREENDEM CANDIDATOS

Um fato inusitado surpreendeu os candidatos às vagas mais do que disputadas para ocupar os postos de emprego no Hospital Costa do Cacau.  O resultado da seleção 001/2017, divulgado pelo Instituto Gerir, no último domingo (10), apresenta diversos erros inaceitáveis cometidos pela empresa escolhida para gerir o Costa do Cacau, que já atua em 14 unidades de saúde espalhadas por 6 estados do Brasil.

Na lista, é possível perceber duplicidade de nomes de candidatos, nomes incompletos e até candidatos identificados apenas pelo primeiro nome ou pelo sobrenome. O fato choca a população do sul da Bahia e põe em questão a seriedade da seleção. Confira o resultado bizarro clicando AQUI.

CONFIRA O RESULTADO FINAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O HOSPITAL COSTA DO CACAU

Hospital Costa do Cacau

O Instituto Gerir, responsável pela gestão do Hospital  Costa do Cacau, divulgou a lista de aprovados e classificados para ocupar as diversas áreas de emprego disponibilizadas no último dia 04/12, relembre AQUI.

Confira a lista completa dos selecionados clicando AQUI . 

PRIMEIRAS CIRURGIAS DO HOSPITAL COSTA DO CACAU SERÃO DOIS DIAS APÓS INAUGURAÇÃO

As primeiras cirurgias que serão realizada no Hospital Costa do Cacau, em Ilhéus, a partir do próximo dia 17, serão histerectomia, que consiste na remoção de parte ou da totalidade do útero; hérnia umbilical, feito através de uma pequena incisão, cujo tecido é retornado para a cavidade abdominal e a abertura é costurada; e vesícula biliar, que remove “pedras” (cálculos) responsáveis por inflamações agudas, fortes dores e até infecções abdominais. As intervenções que fazem parte da última etapa em 2017 do Mutirão de Cirurgias, serão antecedidas de consultas pré-operatórias que acontecerão na Praça Soares Lopes, ao lado da Igreja Catedral, em Ilhéus, de 12 a 14 próximos.

Para ser atendido, procure a Secretaria da Saúde da sua cidade para cadastro na Lista Única do Governo do Estado. A idade para atendimento no Mutirão é de 14 a 65 anos e pessoas que possuem mais de um fator de risco ou patologias como: diabetes, hipertensão ou obesidade são encaminhadas para realizar a cirurgia em outras unidades especializadas. Saiba mais em mutiraodecirurgias.saude.ba.gov.br

Os pacientes que farão cirurgias de vesícula precisam estar em jejum para a realização do exame de ultrassonografia (USG). Para as mulheres que farão o procedimento de histerectomia, será preciso levar o exame preventivo atual, e se ainda menstruam, devem levar também o exame Beta HCG. Além disso, todos devem levar exames laboratoriais e outros que possuam.

:: LEIA MAIS »

DOIS DIAS APÓS INAUGURAÇÃO, HOSPITAL COSTA DO CACAU JÁ FARÁ MUTIRÃO DE CIRURGIAS EM ILHÉUS

Além de Ilhéus, serão atendidos os pacientes dos municípios Arataca, Canavieiras, Itacaré, Mascote, Santa Luzia, Una e Uruçuca.

Ilhéus vai contar com um Mutirão de Cirurgias, programa do Governo do Estado, viabilizado através a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), nos dias 12, 13 e 14 de dezembro, às vésperas da inauguração do Hospital Costa do Cacau. O mutirão chega para atender a todos que necessitam realizar cirurgias de hérnias (umbilical, inguinal, epigástrica) histerectomia, colecistectomia. As pré-consultas serão realizadas no período de 12 a 14, nas unidades móveis, que ficarão estacionadas na Praça da avenida Soares Lopes, ao lado da Igreja Catedral, em Ilhéus.

Além de Ilhéus, serão atendidos os pacientes dos municípios Arataca, Canavieiras, Itacaré, Mascote, Santa Luzia, Una e Uruçuca. Os profissionais começam a atender a partir das 7h e serão 180 atendimentos por dia. As cirurgias começam a ser feitas a partir do dia 17 de dezembro, no Hospital da Costa do Cacau, que será inaugurado no dia 15 de dezembro.

Os pacientes que farão cirurgias de vesícula precisam estar em jejum para a realização do exame de ultrassonografia (USG). Para as mulheres que farão o procedimento de histerectomia, será preciso levar o exame preventivo atual, e se ainda menstruam, devem levar também o exame Beta HCG. Além disso, todos devem levar exames laboratoriais e outros que possuam.

Para saber se a pessoa está cadastrada para passar pela cirurgia, basta consultar a lista única, disponível no seguinte endereço:http://mutiraodecirurgias.saude.ba.gov.br/

Também, o paciente ou responsável poderá ir até a Secretaria Municipal de Saúde de seu município, para saber se o seu nome consta na lista para a realização do procedimento.

:: LEIA MAIS »

SECRETÁRIO DE SAÚDE TRANQUILIZA SERVIDORES DO HOSPITAL REGIONAL DE ILHÉUS

Secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

Após reunião mantida com o governador Rui Costa e o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre Sousa, o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse que não há motivo para apreensão por parte dos servidores estaduais lotados no Hospital Geral Luiz Viana Filho, localizado no Bairro da Conquista, a partir da inauguração, em dezembro, do moderno Hospital Regional Costa do Cacau, construído à margem da Rodovia BA-415, no bairro de Banco da Vitória. 

De acordo com o secretário, “uma parte dos atuais servidores lotados no Hospital Luiz Viana Filho será realocada para o Hospital Costa do Cacau e outra parte ficará na unidade, que permanecerá aberta, com atendimento pediátrico, até o início da reforma que vai transformar o atual hospital em unidade materno-infantil municipal.”

:: LEIA MAIS »

COMO FICA A SAÚDE DE ILHÉUS COM A REFORMA DO REGIONAL, IMPLEMENTAÇÃO DO HOSPITAL MATERNO E FUNCIONAMENTO DO COSTA DO CACAU? CONFIRA RESPOSTAS!

Prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre e Secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.

Em reunião realizada na última semana com o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, o Prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre, firmou compromissos com o Governo do Estado para garantir a assistência à saúde de Ilhéus, durante o período de reforma do Hospital Luiz Viana Filho, com vistas à implantação do Hospital Materno Infantil de Ilhéus. 

A Prefeitura garantiu viabilizar as seguintes medidas: ampliação imediata da cobertura de pontos de atenção primária (postos de saúde); abertura de dois ambulatórios de pediatria; ampliação imediata do atendimento de urgências clínicas e ortopédicas 24h no Hospital São José e na Clinica COCI; credenciamento de serviço de urgência e internação pediátricas 24 horas na sede do município; incremento financeiro e renovação do serviço de obstetrícia da Maternidade Santa Helena por mais um ano. 

Já o Governo do Estado viabilizará a manutenção do funcionamento do Hospital Luiz Viana Filho de forma complementar ao Hospital Regional da Costa do Cacau (HRCC), até o início das obras de reforma da unidade; a cessão de servidores do grupo saúde para atuarem no novo hospital-maternidade municipal; a cessão temporária de equipamentos para a Maternidade Santa Helena qualificar leitos de UTI e semi-neonatal; a transferência mensal para o fundo municipal de saúde de Ilhéus de recurso financeiro de aproximadamente de R$ 400 mil para apoiar o contrato da Maternidade e o credenciamento de serviço de pediatria.

:: LEIA MAIS »

dom eduardo

arquiteto













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia