WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
ilheus brindes
agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘greve’

SERVIDORES ENCERRAM GREVE E VÃO À JUSTIÇA CONTRA JABES

Assembleia dos servidores. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus24h.

Assembleia dos servidores. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus24h.

As cinco categorias de servidores municipais de Ilhéus decidiram, em assembleia nesta sexta (04), encerrar a greve que completou hoje oitenta dias. O retorno ao trabalho, na próxima terça (08), no entanto, virá acompanhado de uma ação judicial dos sindicatos cobrando a revisão anual, a partir da data base de cada categoria, e ainda o piso nacional dos professores de 7,97%, também com data retroativa a 1º de janeiro.
A decisão dos trabalhadores tomou como base não somente a Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas também o parecer do Tribunal de Contas dos Municípios e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Sebseção-Ilhéus) que garantem que o governo tem a obrigação de repassar a revisão salarial anual, independente dos índices da folha de pagamento.
Em sinal de protesto contra a decisão do prefeito Jabes Ribeiro de descumprir o que manda a lei, os trabalhadores estarão se reunindo na próxima segunda-feira (07), às 14 horas da manhã, em frente à Justiça do Trabalho, na rua Severino Vieira, Malhado, para o ingressar com a ação. 
Os líderes sindicais informaram que nesses 80 dias de greve foram várias as tentativas de negociações com o governo municipal para solicitar o cumprimento do que manda a Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas o prefeito Jabes Ribeiro permaneceu insensível às reivindicações dos trabalhadores. 

SERVIDORES REJEITAM PROPOSTA INDECENTE DE JABES

Assembleia realizada há pouco. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus24h.

Assembleia realizada há pouco. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus24h.

Acabou agora pouco a assembleia dos servidores grevistas de Ilhéus. As cinco categorias de trabalhadores rejeitaram integralmente a proposta apresentada pelo prefeito Jabes na tarde de terça (24).
Um dos termos do acordo previa a reposição da inflação em 5,83%, mas determinava a redução de 20% da jornada de trabalho dos funcionários que recebem acima de mil reais. Não custa lembrar que reduzir horas de trabalhos é o mesmo que cortar salários.
Segundo o repórter Fábio Bomfim, do ILHÉUS 24H, os servidores saem, neste momento, do ginásio de esportes, onde aconteceu a assembleia, e marcham para a porta da prefeitura. No trajeto, o trânsito deve ficar lento.

EM GREVE, AGENTES DE TRÂNSITO FAZEM BLITZ DE CONSCIENTIZAÇÃO

Panfletagem pelo centro.

Panfletagem pelo centro.

Em greve geral há mais de 60 dias e à espera de que o prefeito Jabes Ribeiro sinalize para o fechamento do acordo de campanha salarial, os trabalhadores de todas as categorias servidores públicos municipais de Ilhéus realizaram na manhã de segunda-feira (23) uma caminhada com panfletagem educativa em comemoração ao Dia Nacional dos Agentes de Trânsito.
A caminhada saiu da praça J.J.Seabra, em frente ao Palácio Paranaguá, seguindo pelas ruas do centro da cidade até a Praça Cairu, onde os servidores distribuíram panfletos sobre a necessidade de garantir mais segurança no trânsito.
No panfleto, os servidores alertaram que uma cidade como Ilhéus, que busca enfrentar os problemas do trânsito, com o crescimento acelerado da frota de veículos, não poderia deixar de lembrar essa data. Eles também informaram sobre o papel dos agentes, que exercem, dentre outras funções, as atividades de administrar todas as intervenções, garantir o cumprimento das leis e promover o desempenho na qualidade de fluidez e segurança do trânsito na cidade, orientando os motoristas e pedestres sobre os mais diversos cenários no sistema viário da cidade.
De acordo com os servidores, a Prefeitura de Ilhéus emitiu cerca de 32 mil multas de trânsito entre janeiro a agosto desse ano, arrecadando aproximadamente R$ 400 mil, pagos pelos proprietários dos veículos. “Mas apesar da arrecadação quase milionária, ao que parece nada desse valor foi destinado à promoção de campanhas educativas, ação apontada pelo Código de Trânsito Brasileiro como fundamental para evitar novas infrações e reduzir o número de acidentes”, denunciaram.

AUTO-ATENDIMENTO DA CAIXA É FECHADO EM ILHÉUS

Os bancários que iniciaram greve nesta quinta (19) em todo o Brasil fecham, em Ilhéus, até a seção de caixas eletrônicos das agências da Caixa Econômica.
Para os clientes do banco, sobraram apenas as lotéricas.

ENILDA MENDONÇA CHAMA A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DE OMISSA

Enilda Mendonça. Foto: O Tabuleiro.

Enilda Mendonça. Foto: O Tabuleiro.

A greve dos servidores municipais de Ilhéus ultrapassa os dois meses. Da pauta de reivindicações, quase tudo foi deixado de lado. Nada de reajustes ou coisa parecida, os trabalhadores pedem apenas a reposição do índice de inflação, cerca de 6%, e ainda aceitam parcelar. O prefeito Jabes Ribeiro, no entanto, dá de ombros.
Indiferença também é notada da secretária de educação, Marlúcia Rocha. Em entrevista ao radialista Gil Gomes, na manhã desta terça-feira (17), a sindicalista Enilda Mendonça, presidente do sindicato dos professores, afirmou que nunca viu uma titular tão omissa.
Segundo Enilda, Marlúcia nunca se dispôs a mediar o diálogo entre professores e o governo. E foi além, afirmou que a secretária perdeu a chance de deixar seu nome na história como um agente ativo no processo.
Na entrevista, a sindicalista rebateu também release da prefeitura que acusava o sindicato dos professores de enviar lista dos trabalhadores que vão atuar durante a greve com nome até de falecidos.
Segundo Enilda, erros podem acontecer, se tratando de uma categoria tão extensa como a dos docentes.
REUNIÃO COM O BISPO
Sindicalistas reunidos com o bispo. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus 24h.

Sindicalistas reunidos com o bispo. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus 24h.

Em busca de luz ao fim do túnel, os sindicatos grevistas se reuniram, na tarde de ontem (segunda, 16), com o bispo de Ilhéus, Dom Mauro Montagnoli, para pedir ajuda nas conversas com o governo. Foram apresentados ao líder católico documentos, relatórios e pareceres do Tribunal de Constas dos Municípios e da Ordem dos Advogados do Brasil, que provam a necessidade da reposição do índice de inflação assegurado pela Constituição Federal e garantida pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
Os trabalhadores explicaram que já fizeram o possível para acabar com a paralisação, abrindo mão do reajuste e aceitando negociar posteriormente a reposição dos meses retroativos, mas o governo municipal se recusa a cumprir a lei. 
Dom Mauro Montagnolli garantiu que atenderá ao pedido dos trabalhadores e como igreja fará a sua parte para mediar as negociações. A posição do religioso já estava clara há uma semana, quando emitiu nota pedindo a sensibilização do prefeito Jabes Ribeiro.

BANCÁRIOS ENTRAM EM GREVE NA PRÓXIMA SEMANA

bancarios em greveO Sindicato dos Bancários da Bahia confirmou, durante assembleia nesta quinta (12), em Salvador, participação na greve nacional da categoria. A paralisação das atividades por tempo indeterminado começa a partir da próxima quinta-feira (19/09). 
Os trabalhadores querem 11,93% de reajuste salarial, mas a federação ofereceu 6,1%. O índice é considerado “um insulto, sobretudo, por se tratar do setor mais lucrativo da economia”, afirma o presidente do Sindicato da Bahia, Euclides Fagundes.
Para o presidente da Federação da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza, é preciso aproveitar o momento para discutir com a sociedade a situação nos bancos e construir uma greve forte, combativa e de enfrentamento.
A categoria também acredita que somente a greve é capaz de sensibilizar os patrões.
Entre as deliberações da assembleia, o envio dos nomes dos delegados sindicais aos bancos para liberação nos dias 17 e 18 para mobilizar os demais bancários. 
Além disso, foi aprovada uma moção de repúdio contra o subsecretário de Segurança Pública do Estado, Ary Pereira, que na última terça-feira (10/09) agrediu manifestantes do MST (Movimento dos Sem Terra) no CAB (Centro Administrativo da Bahia). 

BISPO DE ILHÉUS ACEITA CONVITE PARA MEDIAR IMPASSE COM SERVDIORES

O bispo diocesano de Ilhéus, Dom Mauro Montagnoli, aceitou o convite que lhe foi feito pelo prefeito Jabes Ribeiro para que atue como mediador para a greve dos servidores municipais.  
O convite do prefeito levou em consideração a credibilidade do bispo, como religioso e cidadão preocupado com a situação em que se encontra o município, e aconteceu durante um encontro na Diocese, na manhã desta quinta-feira.
Dom Mauro, depois de ouvir atentamente a explanação do prefeito, disse que, como já havia manifestado em outros momentos, encontra-se muito interessado em contribuir para a superação da crise, envolvendo a greve decretada pelos sindicatos que representam os servidores municipais, que tem servido para agravar as dificuldades financeiras do município. 

ILHÉUS: 44 DIAS DE GREVE E GOVERNO NÃO APRESENTA PROPOSTA

Servidores se concentram em frente à prefeitura. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus 24h.

Servidores se concentram em frente à prefeitura. Foto: Fábio Bomfim/Ilhéus 24h.

A greve geral dos trabalhadores de todas as categorias de servidores públicos municipais de Ilhéus, que já dura 44 dias, continuará até que seja assinado o acordo de campanha salarial.
Na manhã da segunda-feira (02), os representantes de todos os sindicatos se reuniram com o secretário de Administração, Ricardo Machado, na tentativa de se chegar a um acordo, mas não houve avanço.
A expectativa dos trabalhadores é que a qualquer momento o governo municipal convoque os sindicatos para mais uma reunião, dessa vez para a assinatura do acordo de campanha, para que os servidores possam retornar aos seus postos de trabalho.
Os líderes sindicais foram unânimes em afirmar que tem feito tudo que é possível para assinar o acordo e acabar com a greve, mas o governo se recusa a cumprir o que manda a legislação, que é a revisão salarial anual prevista na Constituição Federal e na Lei de Responsabilidade Fiscal.
Nos 44 dias de greve, só houve proposta por parte dos sindicatos. Desde as 8h desta terça, os servidores se concentram em frente à prefeitura, como forma de pressionar o executivo a fechar o acordo. 

ILHÉUS: GREVE DE SERVIDORES PROSSEGUE E NA QUARTA TERÁ CAMINHADA

Servidores municipais ilheenses farão mais uma caminhada nessa quarta-feira (28), em protesto contra a não assinatura de uma acordo por parte da prefeitura, para que enfim a greve que já dura cerca de 40 dias, termine.
O ato será dessa vez na avenida Princesa Isabel e depois seguirá para frente da prefeitura, na praça JJ Seabra, onde será realizada uma assembleia.
A proposta da caminhada, segundo os servidores, é de conscientizar pais, alunos e a comunidade em geral sobre os prejuízos da greve e a necessidade do prefeito Jabes Ribeiro fechar um acordo com a categoria. Movimentos como esse já foram realizados nos bairros Teotônio Vilela, Nossa Senhora da Vitória, Pontal, Conquista e Malhado.
A concentração será às 8 horas da manhã, na avenida Itabuna, no prédio apelidado de Carandiru.
:: LEIA MAIS »

ILHÉUS: SERVIDORES EM GREVE FARÃO CAMINHADA NA CONQUISTA

Servidores municipais estão em greve há mais de um mês.

Servidores municipais estão em greve há mais de um mês.

As várias categorias de servidores municipais ilheenses, que estão em greve há mais de um mês, realizarão uma grande caminhada nas ruas do bairro da Conquista. O objetivo, segundo eles, é o de conscientizar pais, alunos e a comunidade em geral sobre os prejuízos da greve e a necessidade do prefeito Jabes Ribeiro assinar o acordo de campanha salarial com os trabalhadores para acabar com a paralisação.
A concentração será às 8 horas da manhã, na praça Santa Rita, saindo em caminhada pelas ruas do bairro.
Durante o ato os servidores pretendem mostrar à comunidade que a demora do prefeito em fechar o acordo com a categoria, se negando a conceder a reposição salarial, como manda a lei, já está prejudicando toda a cidade, principalmente os mais carentes, que poderão perder o Bolsa Família, pois a falta de frequência nas escolas e o atendimento regular nos postos acabam excluindo as crianças do Programa do Governo Federal.
Os servidores ressaltam que o governo municipal vem tentando jogar a comunidade contra os trabalhadores, se fazendo necessário assim, segundo eles, a realização esses movimentos e encontros nos bairros, afim de mostrar a verdade ao povo de Ilhéus.
VACINAÇÃO – Outra decisão dos trabalhadores tomada em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira (22) foi a de colaborar com a campanha de multivacinação que acontecerá na cidade neste sábado e durante toda a próxima semana. Para isso, a orientação é que os servidores da saúde retornem nesse sábado às suas atividades normais para o atendimento a comunidade nos postos de vacinação, garantindo que as crianças sejam imunizadas, atingindo assim as metas estipuladas pelo Ministério da Saúde. 

dom eduardo

arquiteto













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia