WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bahiagas Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘governo’

DESFILE RELÂMPAGO EM ILHÉUS

O desfile cívico deste sete de setembro tem tudo para entrar aos anais da história de Ilhéus. Unindo a chuva ao medo do governo de enfrentar protestos durante o evento, somente dois grupamentos militares e um clube de serviço entrou na Avenida Soares Lopes na manhã deste sábado (07).
Por volta das 09h15min, o trio que tradicionalmente acompanha o Grito dos Excluídos cruzou o trajeto vazio, vazio e pôs fim ao desfile.

LÍDER DO GOVERNO DESMENTE JABES

Gurita, Jabes e Magal.

Gurita, Jabes e Magal.

Há duas semanas, o prefeito Jabes Ribeiro espalhou um boato de que o vereador Fabio Magal (PSC) tinha “100 cargos no governo”.
A invenção fantasiosa surgiu logo depois que Fabio Magal rompeu com Jabes, atitude acolhida com respeito e apoio da população ilheense.
Na última terça-feira (13), em sessão plenária na câmara, Fabio Magal interpelou Gurita, líder do governo, sobre o boato semeado em três redações de jornais itabunenses. Em resposta, diante dos seus pares, o governista desmentiu o boato.
Magal considerou a postura de Gurita louvável, e disse que sua sinceridade mostrou que a verdade não pode submeter-se à influência de interesses menores.

GREVE DOS SERVIDORES PODE ACABAR HOJE

Servidores em greve.

Servidores em greve realizaram assembleia na segunda-feira (05).

Pela primeira vez desde que foi iniciada a greve, há três semanas, as cinco categorias de servidores municipais de Ilhéus sentam à mesa com o governo. A negociação será feita com a ajuda do Ministério Público do Trabalho, em Itabuna, a partir das 17h.
Segundo Enilda Mendonça, presidente da Associação dos Professores de Ilhéus, a mediação do MPT pode ser um passo definitivo em direção ao fim da greve, já que os promotores são agentes neutros nesse processo. Frisa a sindicalista, que só basta esperar o prefeito mandar seu representante.

GOVERNO CONSIDERA NEGOCIAÇÃO COM PROFESSORES DAS UNIVERSIDADES FECHADA

uescA secretaria de comunicação do governo do estado publicou em seu site nota onde afirma que as negociações entre governo e professores das universidades estaduais foi encerrada com acordo, na última terça-feira (29).
Segundo a Secom, após nove rodadas de negociação, a proposta assegura um ganho entre 17,30% e 22,58% para a categoria entre maio deste ano e dezembro de 2014.

No documento finalizado na reunião de terça-feira (28), pelos representantes governamentais e sindicais, junto com os reitores, fica assegurado o reajuste de 7% sobre o vencimento básico de todas as classes e níveis em 2014, sendo 4% em junho e 3% em dezembro. Além disso, garantida a incorporação do saldo remanescente da Gratificação por Condições Especiais de Trabalho (CET) ao vencimento básico ainda este ano, nos meses de maio, novembro e dezembro.

Com essa proposta, a remuneração de um professor assistente com título de mestrado, passará de R$ 4.139,89, em dezembro de 2012, para R$ 4.978,53 somando-se os ganhos previstos conforme o cronograma proposto, sem contar as vantagens pessoais. Já a remuneração de um professor adjunto, dos R$ 5.384,25 em dezembro de 2012, passará a R$ 6.599,84, também sem contar as vantagens pessoais.

Apesar de o governo já ter batido o martelo, os professores das estaduais se reúnem na próxima terça-feira (04) para avaliar a proposta.

UESC: “GOVERNO EMPURRA DOCENTES PARA A GREVE”

uescA afirmação foi feita pela Associação dos Docentes da UESC (Adusc), em nota divulgada em seu site. A entidade chegou a tal conclusão depois que o governo retomou as negociações salarias na última semana, mas manteve a mesma proposta de um mês atrás, já rejeitada pela categoria.
Segundo a Adusc, a primeira rodada de assembleias realizada nas quatro universidades para avaliar as propostas resultou em reprovação dos termos.
Com isso, o governo exigiu uma contra proposta contendo percentuais e calendários exequíveis.
No texto apresentado em consenso pelos docentes, foi reduzida a reivindicação salarial de 28% para 14% e apresentado novo calendário para incorporação da CET.
Mesmo com a contraproposta apresentada, na última sexta-feira (17) o governo desconsiderou os termos e ressuscitou a primeira proposta feita na mesa de negociação, o que coloca um impasse aparentemente difícil de resolver.
A Adusc considera a “atitude do Governo Wagner acintosa”. Ontem (segunda, 20), os dirigentes de associações das quatro universidades baianas se reuniram para discutir a posição do governo e um calendário de mobilização.

DOCENTES DA UESC MANTÊM INDICATIVO DE GREVE

Professores em assembleia na última semana.

Professores em assembleia na última semana.

Em assembleia realizada na última quinta-feira (09), os professores da UESC decidiram manter o indicativo de greve da categoria, aprovado desde o início de abril.
Na assembleia, os docentes elaboraram uma contraproposta que será enviada ao governo. Segundo o texto, para a incorporação do restante da CET, os docentes reivindicam que as duas parcelas de 9% para Maio e Novembro de 2013, já aceita pelo governo, devem ser mantidas e, os 5,2% restantes, antecipado de Março de 2014 para Dezembro de 2013.
Quanto à proposta de 4% de reajuste sobre o vencimento básico, para todas as classes e níveis, os docentes propõem 14% de reajuste parcelado.
Segundo a Associação dos Docentes da UESC (Adusc), o indicativo de greve foi mantido para demonstrar a mobilização do Movimento Docente, que além de insatisfeito com a morosidade nas negociações, permanece indignado com os últimos ataques do Governo Wagner, que lesa os servidores públicos estaduais em 3,84% de reposição inflacionária durante 6 meses. 

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia