WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘globo’

GLOBO EXIBE REPORTAGEM SOBRE INSOLAÇÃO E DESIDRATAÇÃO NA PRAIA DE ILHÉUS

Praia dos milionários, zona Sul de Ilhéus.

Na manhã desta sexta-feira (12), o programa Bem Estar da emissora Globo apresentou a temática “insolação e desidratação” e a praia do sul de Ilhéus foi utilizada para relatar alguns exemplos de banhistas com sintomas provenientes da exposição solar excessiva. Confira o vídeo na íntegra clicando AQUI.

A insolação também pode levar a desidratação. Os sintomas são: mal-estar, tontura, vômito, boca seca, xixi mais concentrado e  pele seca. Para prevenir, é importante tomar bastante líquido, como água, água de coco, sucos naturais. Vale lembrar que a bebida alcoólica faz perder mais água porque é diurética. Por isso, sempre intercale a alcoólica com água. Do G1.

GLOBO EMITE NOTA SOBRE O AFASTAMENTO DE WILLIAN WAACK, ACUSADO DE RACISMO

Jornalista é acusado de ter feito comentários racistas, fora do ar, durante cobertura das eleições americanas. Waack diz não se lembrar do episódio e pede desculpas.

“A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante. Diante disso, a Globo está afastando o apresentador William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou hoje a circular na internet, até que a situação esteja esclarecida.

Nele, minutos antes de ir ao ar num vivo durante a cobertura das eleições americanas do ano passado, alguém na rua dispara a buzina e, Waack, contrariado, faz comentários, ao que tudo indica, de cunho racista. Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação.

William Waack é um dos mais respeitados profissionais brasileiros, com um extenso currículo de serviços ao jornalismo. A Globo, a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos.”

Confira no vídeo: 

PROFESSOR DÁ AULA DE VENEZUELA E PASSA PITO NA GLOBO, EM PLENA GLOBO

PRAGMATISMO POLÍTICO
Professor Igor Fuser é doutor em Ciência Política pela USP.

Professor Igor Fuser é doutor em Ciência Política pela USP.

O professor de Relações Internacionais da USP José Augusto Guillon e a apresentadora Mônica Waldvogel, do programa Entre Aspas, da Globonews, chegaram ao limite da gagueira, na última terça-feira (18), durante debate a respeito da crise na Venezuela com a participação do professor e jornalista Igor Fuser, do curso de Relações Internacionais da Universidade Federal do ABC (UFABC). O debate começa dirigido, ao oferecer como gancho para a discussão a figura de Leopoldo López, o líder oposicionista acusado de instigar a violência nos protestos das últimas semanas, e preso ontem. (Assista aqui)
Diz a narração de abertura: “Ele é acusado de assassinato, vandalismo e de incitar a violência. Mas o verdadeiro crime de Lopez, se podemos chamar isso de crime, foi convocar uma onda de protesto contra o governo de Nicolás Maduro. Protestos seguidos de confrontos que deixaram quatro mortos e dezenas de feridos”. E segue descrevendo que a violência política decorre da imensa crise no país – inflação, falta de produtos nas prateleiras, criminalidade em alta. Ainda no texto de abertura, na voz de Mônica, o governo é acusado de controlar a economia e a Justiça, pressionar a imprensa e lançar milícias chavistas contra dissidentes. E encerra afirmando que Leopoldo Lopez, na linha de frente, reivindica canais de expressão para os venezuelanos, e abrem-se as aspas para Lopez: “Se os meios de expressão calam, que falem as ruas”.
Do início ao fim do debate, com serenidade e domínio sobre o assunto, Igor Fuser leva a apresentadora e o interlocutor às cordas desde o início. Reconhece as dificuldades políticas do presidente Nicolás Maduro e a divisão da sociedade venezuelana. Mas corrige os críticos, ao enfatizar que o país vive uma democracia, e opinar que a campanha liderada por López é “golpista”, ao ter como mote a derrubada do governo legitimamente eleito com mandato até 2019.
:: LEIA MAIS »

REPÓRTER DA GLOBO É HOSTILIZADO EM LONDRES E SE IRRITA

Marcos Losekann, repórter da Globo baseado em Londres, e funcionoários da GloboNews foram hostilizados na última semana enquanto tentavam cobrir os atos em apoio aos protestos no Brasil. Confira o vídeo.

 

GLOBO PAGA MULTA MILIONÁRIA POR SONEGAÇÃO FISCAL

iG
globoA Receita Federal impôs multa de R$ 274 milhões à Globo Comunicações e Participações S/A, após investigar o recolhimento de impostos referentes à compra de direitos exclusivos de transmissão da Copa do Mundo de 2002. A empresa confirmou, por meio de sua assessoria, o pagamento da multa e diz ter havido um “entendimento diferente do Fisco” em relação à legalidade das operações contábeis da empresa.
Segundo auto da infração, divulgado pelo blog O Cafezinho, assinado por Miguel do Rosário, a TV Globo deveria ter arcado com o pagamento de imposto de renda na fonte decorrente da compra dos direitos. A operação, entretanto, teria sido “disfarçada” no balanço da companhia, sob a forma de investimentos e participações societárias no exterior, o que teria resultado na sonegação de R$ 183,1 milhões, em valores não atualizados.
No total, em 2006, a emissora teria desembolsado R$ 615.099.95, somando-se o imposto devido (R$ 183.147.981), a multa (R$ 274.721.971) e juros de mora (R$ 157.230.022).
Procurada pelo iG , a assessoria das Organizações Globo confirmou o pagamento da multa e informou não existir “nenhuma pendência tributária da empresa com a Receita Federal referente à aquisição dos direitos de transmissão da copa do Mundo de Futebol de 2002”.
Segundo a empresa, “todos os procedimentos de aquisição dos direitos pela TV Globo deram-se de acordo com as legislações aplicáveis segundo nosso entendimento. Houve entendimento diferente por parte do Fisco. Este entendimento é passível de discussão, como permite a lei, mas a empresa acabou optando pelo pagamento”.
Após consulta no site da Receita Federal, o status do processo foi dado como “em trânsito”.

“PATRÍCIA, CALADA, É UMA POETA”

Quando os manifestantes se aproximavam da sede da Rede Globo, na noite de ontem (segunda, 17), em São Paulo, o Jornal Nacional acabara de começar. No caminho até a emissora, gritavam palavras de ordem e denunciavam a suposta parcialidade do noticiário global. 
Enquanto caminhavam, na telinha, Patrícia Poeta lia nota em defesa da emissora. O trocadilho (pobre) do título foi encontrado numa rede social. Confira abaixo o vídeo.

 

VÃO HACKEAR O G1

Twitteiros criticam o portal.

Twitteiros criticam o portal.

A tag “HackeiaG1” já é uma das mais postadas no Twitter e começa a aparecer também no Facebook.
As redes sociais tem servido de palco para discussões sobre o reajuste das tarifas de transporte e também para agendar protestos nas ruas.
As palavras de ordem contra o portal de notícias da Rede Globo, um dos maiores da rede, se dão por causa da cobertura dos protestos realizados na última semana, considerada parcial pelo internautas. 

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia