WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
shopping jequitiba prefeitura ilheus embasa Neste site
maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: ‘funcionalismo’

FUNCIONALISMO BAIANO PARA NESTA QUARTA

protesto
Em assembleia realizada na última sexta-feira (28), em Salvador, sindicatos de setores do funcionalismo público decidiram paralisar as atividades mais uma vez. A paralisação será nesta quarta (02) e deve atingir praticamente todos os órgãos estaduais, como a UESC, hospitais, judiciário.
Em colégios estaduais da capital e interior, por exemplo, 45 mil professores vão cruzar os braços. Na UESC, os docentes apoiam o movimento, mas não vão aderir à paralisação. No entanto, os servidores administrativos prometem para os trabalhos durante todo o dia.
No encontro da última semana, segundo a Central dos Trabalhadores do Brasil, que lidera o movimento, participaram representantes da FETRAB, da Associação dos Funcionários Públicos, da CTB, do Poder Judiciário (SINPOJUD), em educação (APLB), da saúde (SINDSAÚDE-BA), da Polícia Civil (SINDPOC), do sistema penitenciário (SINSPEB), dos analistas técnicos (ATEBA), dos técnicos da UNEB (SINTEST-UNEB), do IRDEB (SINTERP), dos fiscais (ASSERF e AFA) da Polícia Militar (ASPOL e Associação dos PMs da Reserva), dos fazendários (SINDSEFAZ), dos servidores do DERBA (ASDERBA) e dos funcionários do IPAC (ASFI).
Em comunicado, a entidade  afirmou que os trabalhadores “estão dispostos a ir para enfrentamento na luta pelo reajuste linear retroativo à data-base, em janeiro, e pelo pagamento da URV”. Esses pontos são os principais de uma extensa pauta de reivindicação.

JABES ENROLA PARA DISCUTIR O ESTATUTO DOS SERVIDORES

Os servidores municipais de Ilhéus esperam, até hoje, o início das discussões do novo estatuto do funcionalismo.
O regime estatutário foi instituído em abril, por meio de projeto enviado à câmara pelo prefeito Jabes Ribeiro e empurrado goela abaixo pelos vereadores da base aliada.
O projeto prevê a discussão do novo estatuto em seis meses. Destes, quatro já se foram a Jabes não iniciou as conversas. 



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia