WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bahiagas Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘Fábio Magal’

MAGAL: UM ESTRANHO VEREADOR

Vereador Fábio Magal.

Vereador Fábio Magal.

“Parido” politicamente no grupo da deputada estadual Ângela Sousa, o vereador ilheense Fábio Magal (PSC), desde sua época de adolescência, nos tempos de estudante do saudoso Cierg, nutria o sonho de ser alguém de destaque na vida.
Logo, vislumbrou que isso seria possível ingressando na política.
De origem humilde e com muito carisma, Magal investiu no seu sonho e se candidatou quatro vezes para vereador, até que em 2012, finalmente conseguiu ser eleito. Melhor impossível: Como o mais bem votado de Ilhéus.
E logo começou a surpreender.
Apesar de ter sido beneficiado por muitos anos pela estrutura política da deputada Ângela, que, vale ressaltar, é inimiga ferrenha do prefeito Jabes Ribeiro, Magal não pestanejou em aderir à bancada situacionista da câmara e marchar de mãos dadas com o jabismo.
Em uma aparente demonstração de que seria uma possível peça importante no tabuleiro político local, foi feito vice-presidente da câmara.
Passados alguns meses, ao perceber que não vinha sendo atendido devidamente pelo gestor municipal, Magal deu o grito de liberdade, e declarou que a partir daquele momento migraria para a oposição.
Mas aí começaram alguns problemas.
Visto com grande desconfiança pelos vereadores oposicionistas, justamente pela sua comprovada inconstância ideológica, e tido como traidor pelos jabistas, Magal segue em passos largos rumo ao isolamento.
Isso porque os vereadores de oposição identificaram suas ações como de quem “joga para torcida”, preferindo agir sozinho em muitas circunstâncias para se promover, estrategicamente ventilando seus feitos (alguns consideravelmente inexpressivos) na imprensa, sendo que os reais efeitos de tais ações são pífios.
Isso não é legal Magal.

MAGAL ARREPENDIDO

Magal.

Magal.

A pessoas próximas, o vereador Fábio Magal (PSC) tem confessado certo arrependimento por ter rompido com o prefeito Jabes Ribeiro. 
Em agosto do ano passado, o parlamentar fez um discurso duro no plenário da câmara, afirmando que não concordava com práticas do jabismo, entre elas a intransigência na negociação durante a greve dos servidores. No mesmo dia, colocou à disposição todos os cargos que indicou no município.
Mais tarde, já no bloco de oposição, Magal acusou o prefeito de perseguição.
Meses depois de deixar o barco jabista, o vereador estaria sentindo na pele as dificuldades de manter um primeiro mandato na oposição, sem pão nem água, e avaliaria, como quem não quer nada, um “retorno branco” ao colo do prefeito.

MAGAL ACUSA JABES DE PERSEGUIÇÃO

Jabes e Magal.

Jabes e Magal.

No dia 09 de outubro, o vereador Fabio Magal (PSC) apresentou requerimento à mesa diretora da Câmara Municipal de Ilhéus, para que uma correspondência fosse enviada ao Sr. Cícero de Carvalho Monteiro – Secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia. No documento, o parlamentar solicitou que o governo estadual disponibilizasse uma unidade móvel de atendimento da URBIS (Habitação e Urbanização da Bahia S.A) para Ilhéus.
Com o auxílio da assessoria do deputado estadual Yulo Oiticica (PT), o Governo da Bahia atendeu a solicitação de Fabio Magal e enviou a equipe da URBIS a Ilhéus, para que os proprietários de imóveis no Hernani Sá possam regularizar a documentação das suas casas. O atendimento vai ser realizado na sede da associação de moradores (caminho principal – eixo coletor), das 8 às 12h e das 13h30 às 17h, até o dia 13 de dezembro. 
Ao descobrir que a solicitação de Magal resultou em benefício para os moradores do Hernani Sá, o governo do prefeito Jabes Ribeiro (PP) resolveu “mexer os pauzinhos”. Determinou que os técnicos da URBIS fossem encaminhados à associação de moradores, que é presidida por Odailson Pequeno, assessor do vereador Roque do Sesp. Com a jogada, o alcaide pretende associar a resolução do problema a um esforço do parceiro político.
O governo Jabes Ribeiro persegue Fabio Magal. Isso ficou mais evidente depois que o vereador encaminhou denúncia ao Ministério Público Estadual cobrando transparência do poder executivo. 
Outro requerimento de Fabio Magal exigindo justificativas detalhadas – e com fotos -das diárias pagas ao prefeito, devido às inúmeras viagens que costuma fazer, também gerou forte irritação. 

FÁBIO MAGAL VAI AO MP CONTRA JABES

Magal protocola denuncia no MP.

Magal protocola denuncia no MP.

Na última quinta-feira (07), o vereador Fabio Magal apresentou denúncia contra o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, no Ministério Público Estadual. Segundo o parlamentar, a gestão em curso não dá acesso total aos dados sobre licitações, contratos públicos, empenhos e pagamentos realizados pelo erário.
Ao negar acesso às informações da sua administração, o prefeito Jabes Ribeiro (PP), viola o princípio da transparência administrativa e descumpre duas leis: a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei de Acesso à Informação. Dessa forma, na denúncia, Magal solicitou a instauração de inquérito civil para apurar as violações cometidas pelo poder executivo municipal.
Por fim, o parlamentar lembrou que a Câmara Municipal de Ilhéus também não cumpre o princípio da transparência administrativa. No entanto, Fabio Magal já mantém entendimento com o vereador Dr. Jó (PC do B), presidente da Câmara, para que o portal da transparência da casa legislativa seja construído o mais rápido possível. 

PROJETO DE LEI DETERMINA QUE ACADEMIAS INFORMEM SOBRE OS PERIGOS DOS ANABOLIZANTES

O vereador ilheense Fábio Magal é o autor do projeto.

O vereador ilheense Fábio Magal é o autor do projeto.

Um projeto de lei apresentado pelo vereador ilheense Fábio Magal (PSC), vai exigir que academias de ginástica, centros esportivos e estabelecimentos comerciais de nutrição esportiva informem seus clientes sobre os perigos que representam o uso de anabolizantes. As advertências deverão ser afixadas em cartazes explicativos.
Se for aprovado na câmara de vereadores, os estabelecimentos de Ilhéus terão o prazo de 60 dias (a partir da publicação da lei) para se adequar às exigências.
O projeto também determina que o poder executivo municipal inclua nas campanhas de combate ao uso de drogas, a divulgação sobre os prejuízos que os anabolizantes podem causar à saúde.

CONVOCAÇÃO É DERRUBADA NA CÂMARA. IMPEACHMENT SERÁ APRECIADO DEPOIS

jabes_O requerimento do vereador Fábio Magal, que convocava o prefeito Jabes Ribeiro ao plenário para esclarecer os pontos pendentes entre o governo, servidores em greve e o Reúne Ilhéus, foi reprovado na sessão desta quarta (21).
Líder da oposição, o vereador Alisson Mendonça (PT) argumentou que a convocação seria uma boa oportunidade para o prefeito falar à população e responder questionamentos. A argumentação não serviu para reverter a posição de 8 dos 14 parlamentares presentes.
IMPEACHMENT
O pedido de impeachment do prefeito, protocolado pelos cinco sindicatos de servidores, não tem data para ser apreciado. O certo mesmo é que Jabes terá motivos para não dormir bem pelos próximos dias.

 

MAGAL TEM 100 CARGOS NO GOVERNO

Magal e os cargos.

Magal e os cargos.

A afirmação acima é da coluna Malha Fina, do jornal A Região, publicada no último fim de semana. Apesar de o vereador ter afirmado no plenário da câmara, na última terça (6), que indicou apenas cinco cargos no governo Jabes, a publicação, chefiada por Marcel Leal, contesta.
“O vereador ilheense Fábio Magal é mais esperto que a esperteza. Fez barulho para dizer que estava devolvendo 11 cargos na prefeitura para romper com Jabes. Mas tem quase 100 cargos e não 11. É rompimento de mentirinha?”, pergunta a nota.
No discurso que oficializou a entrega dos cargos e o rompimento com o prefeito, Magal citou os postos ocupados por pessoas de sua indicação: administradores do Hernani Sá, Vila Juerana, Santa Maria e dois postos no Projovem e Peti (secretaria de assistência social).
Com a palavra, o vereador.

FABIO MAGAL QUER TORNAR OBRIGATÓRIO O “TESTE DO CORAÇÃOZINHO” EM ILHÉUS

magal2Denominado nos livros de medicina como Oximetria de Pulso, o “teste do coraçãozinho” (nome popular) é essencial para diagnosticar precocemente problemas cardíacos em bebês recém-nascidos. Esse exame deve ser realizado em até 24 horas após o nascimento, antes da alta hospitalar.
Trata-se de um procedimento simples e indolor que utiliza um aparelho muito comum (o oxímetro de pulso) nas UTIs e centros cirúrgicos.
Ciente da importância desse exame para as crianças ilheenses, o vereador Fabio Magal (PSC) apresentou na última quarta-feira, 12, na Câmara de Vereadores, um projeto de lei (nº 087) que torna obrigatória a realização do “teste do coraçãozinho” nas maternidades públicas e particulares de Ilhéus.
Atualmente, apenas 38% das crianças portadoras de problemas cardíacos são atendidas no Brasil. Muitas delas morrem por falta de assistência. Segundo dados do Ministério da Saúde, por ano, 23 mil crianças nascem com “cardiopatias” e 62% não são tratadas por falta de diagnóstico ou leitos hospitalares. A cada mil recém-nascidos vivos, dois apresentam doenças cardíacas que podem ser diagnosticadas por meio do exame.
São Paulo foi a primeira cidade que exigiu o “teste do coraçãozinho”. Atualmente, mais de mil municípios do Brasil seguem o exemplo.
O projeto do Vereador Fabio Magal será analisado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, e, posteriormente, levado ao plenário.

OFICIAL DE JUSTIÇA ASSUSTA FÁBIO MAGAL

Magal, à esquerda, ao telefone,enquanto Ivo lia a ordem judicial. Foto: Fábio Bomfim.

Magal, à esquerda, ao telefone,enquanto Ivo lia a ordem judicial. Foto: Fábio Bomfim.

O vereador Fábio Magal ficou sem norte na sessão desta terça-feira (14), quando foi surpreendido por um oficial de justiça.
O oficial foi à câmara entregar uma intimação referente à liminar que anulou as eleições das comissões temáticas da câmara, expedida na última sexta (10), lembre aqui.
Com a ausência do presidente da casa, Dr. Jó, Magal, vice do legislativo, teve que assinar o documento, não antes de fazer algumas ligações e pedir conselhos a colegas. 

FÁBIO MAGAL PRA DEPUTADO?

Eliel e Magal.

Eliel e Magal.

A proposta, segundo a assessoria do vereador, já foi feita pelo presidente estadual do seu partido, o PSC, Eliel Santana.
Eliel classificou o vereador como uma liderança promissora, um líder popular sério e extremamente carismático. O fato de ter sido o vereador mais votado do Sul da Bahia o credencia para essa disputa. Apoio para a disputa a uma vaga na assembleia não faltará, garante o presidente.
Magal demonstrou satisfação com o convite, mas afirmou que está focado no seu papel na câmara. “Ilhéus tem muitos problemas e a população espera muito dos seus representantes”.


primark
dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia