WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘exército’

SEIS MIL HOMENS DO EXÉRCITO JÁ SE ENCONTRAM NA BAHIA PARA REFORÇAR SEGURANÇA

exército brasileiro
O general Racine Bezerra Lima, que comanda o reforço da Força Nacional e Exército que dará aporte à greve da Polícia Militar no Estado, anunciou, em entrevista coletiva concedida por autoridades do governo nesta quarta-feira (16), que seis mil homens já estão no estado e outros 2,5 mil são esperados para os próximos dias.
Tropas de Aracaju, Fortaleza, Recife e São Paulo vão reforçar a segurança na capital baiana.
Apesar de o interior também ser contemplado, de acordo com o general, o reforço se concentrará em Salvador, devido ao maior número de moradores.
O Exército de Salvador já deixou disponíveis seis mil homens para fazer as segurança nas ruas. Também durante a coletiva o procurador do Ministério Público, Márcio Fael, reafirmou a ilegalidade da paralisação, que já foi determinada pela Justiça baiana“A Constituição diz que militares não podem fazer greve”, lembrou.
Em Ilhéus, devido aos conflitos entre agricultores e índios, cerca de 700 homens do exército já se encontravam na cidade há cerca de dois meses. Hoje, alguns deles foram vistos fazendo o policiamento em algumas partes da cidade.

OFICIAL DO EXÉRCITO AFIRMA QUE TROPA NÃO JOGOU GÁS DE PIMENTA EM ALUNOS DA UESC

exeAtravés de nota enviada à alguns meios de comunicação da região, o tenente-coronel Costa Neto, oficial de Comunicação Social do comando da 6ª Região Militar, negou o fato noticiado AQUI, onde denunciamos que soldados do exército, instalados em Ilhéus para interceder no conflito em Una e Buerarema, ao passarem pela Uesc na última sexta-feira em veículos da corporação, teriam disparado jatos de spray de pimenta em direção à estudantes que realizavam uma confraternização às margens da rodovia Ilhéus-Itabuna.
De acordo com o oficial, o fato em questão não apresenta indícios consistentes, como algum tipo de denúncia formal que possa servir de base para uma investigação, havendo inclusive contradições nas postagens do Facebook.
A denúncia foi postada originalmente por um estudante, que, supostamente, teria participado da confraternização.
O tenente-coronel afirmou que estava no comboio que na ocasião passou em frente a Uesc, na última sexta-feira (21), que se deslocava, segundo ele, do aeroporto para a cidade de Buerarema, para a realização de uma ação cívico social, e que não percebeu nenhuma anormalidade ou conduta inadequada da tropa.
“Quando as viaturas se depararam com os estudantes, eles prontamente deram passagem e os nossos militares encararam com muita naturalidade a atividade dos alunos na rodovia”, ressaltou o oficial.
O militar frisou que a tropa, empregada na Operação Ilhéus, está muito bem instruída e orientada no sentido de desempenhar as suas atividades visando sempre à preservação da segurança e da integridade física da população da região.
“Respeitamos profundamente os direitos e as garantias individuais do cidadão e estamos orientados a tratar a população com muita urbanidade e respeito. Desta forma, qualquer desvio de conduta não será admitido e qualquer denúncia formal recebida será prontamente investigada, sendo os envolvidos devidamente responsabilizados, de acordo com os preceitos legais vigentes”, finalizou o tenente-coronel.

CARRO DO EXÉRCITO PODE SER MULTADO?

Na manhã do último sábado (22), um dos veículos do exército, presentes em Ilhéus para interceder no conflito em Una e Buerarema, foi flagrado cometendo uma infração de trânsito. No caso, como é possível ver, estacionado irregularmente em cima da calçada de uma das vias do centro da cidade. Bem, se fosse o caso do veículo está participando de uma operação, não poderíamos considerar como uma infração. Porém, no local, nenhum sinal de nada que fosse passível da interferência dos homens de verde. E aí Sutrans, vai multar? Foto: Aderino França.

Na manhã do último sábado (22), um dos veículos do exército, presente em Ilhéus para interceder no conflito entre índios e pequenos agricultores em Una e Buerarema, foi flagrado cometendo uma infração de trânsito. No caso, como é possível ver, estacionado irregularmente em cima da calçada de uma das vias do centro da cidade. Bem, se fosse uma situação onde ele estivesse participando de uma operação, não poderíamos considerar como uma infração. Porém, no local, nenhum sinal de nada que fosse passível da interferência dos homens de verde. E aí Sutrans, vai multar? Foto: Aderino França.

 

HOMENS DO EXÉRCITO ACUSADOS DE JOGAR SPRAY DE PIMENTA EM UNIVERSITÁRIOS QUE PARTICIPAVAM DE CONFRATERNIZAÇÃO NA UESC

gas-de-pimentaNa última sexta-feira (21) publicamos aqui e aqui, reclamações e denúncias de alguns ilheenses, sobre o suposto abuso de autoridade de homens do exército, presentes em Ilhéus, para, a priori, interceder no conflito envolvendo índios e pequenos agricultores da região de Una e Buerarema.
Porém, informações sobre outros casos chegaram à nossa Redação.
Um estudante da Uesc, através de seu perfil no Facebook, afirmou que na sexta-feira (21), por volta as 13:30h, um soldado do exército que passava pela frente da instituição de ensino superior, dentro de um dos caminhões da corporação, ao perceber uma confraternização envolvendo calouros e veteranos, espirrou spray de pimenta em direção ao grupo.
De acordo com o universitário, o gás tomou o ponto de ônibus, um restaurante situado no local e parte de um centro de festas que há por lá.
O estudante afirmou que muitos dos que estavam presentes passaram mal, e precisaram ser levados para um posto de saúde.
Mais uma vez questionamos: Foi para esse tipo de atitude que o exército foi destacado para a região?
Com a palavra as autoridades competentes.

EXÉRCITO “BOTANDO O TERROR” EM ILHÉUS, AFIRMAM LEITORES

Foto: Danilo Matos/ Ilhéus 24h.

Foto: Danilo Matos/ Ilhéus 24h.

Mais cedo publicamos AQUIque a presença dos cerca de 700 homens do exército em Ilhéus, alojados no estádio Mário Pessoa, estaria causando incômodo aos moradores das redondezas. Isso, pelo cheiro de fezes e urina que exalam do alojamento improvisado, e dos “baculejos” que começaram a virar rotina no local, em alguns casos, com veículos sendo revistados por completo.
Pois bem, depois da veiculação dessa informação, começaram a chegar à nossa redação outras reclamações por parte de alguns leitores, que denunciam supostos casos de abuso de autoridade dos homens de verde, presentes na cidade, a priori, para interceder no conflito em Una e Buerarema.
Um dos leitores afirmou que foi abordado e recebeu um jato de spray de pimenta no rosto, e o seu amigo na região da boca, quando estavam andando de skate nas proximidades da prefeitura.
Outro relato diz respeito à uma revista feita a um grupo de jovens que se encontravam no começo da ladeira que dá acesso ao alto do Pacheco, segundo o denunciante, apenas conversando, sem oferecer nenhuma espécie de risco ou ameaça. Um dos presentes, que afirma ser menor de idade, contou que os soldados do exército chegaram com truculência, mandou todos sentarem em fileira e ainda afirmaram que eles já tinham idade para receber um tiro no meio da cara.
Foi para oferecer esse tipo de serviço que o exército foi destacado para a região?

ILHEENSES INCOMODADOS COM EXÉRCITO NO MÁRIO PESSOA

Cerca de 700 soldados estão instalados há duas semanas no estádio Mário Pessoa, em Ilhéus. Foto: Danilo Matos/ Ilhéus 24h.

Cerca de 700 soldados estão instalados há duas semanas no estádio Mário Pessoa, em Ilhéus. Foto: Danilo Matos/ Ilhéus 24h.

Segundo o site O Tabuleiro, moradores das proximidades do estádio Mário Pessoa, em Ilhéus, não estão nada satisfeitos com a presença dos cerca de 700 soldados instalados por lá, de prontidão para interceder no conflito entre índios e pequenos agricultores, na região de Una e Buerarema.
De acordo com a publicação digital, os moradores reclamam que, desde que os soldados se alojaram, exala um enorme cheiro de fezes e urina vindo do estádio, e que invade as residências.
Além disso, segundo o site, os moradores reclamam da postura dos homens de verde, que os abordam constantemente, chegando até mesmo a revistar por inteiro os veículos que passam no local.
E há quem tenha saudades da ditadura…

ILHÉUS: EXÉRCITO PRONTO PARA AGIR EM CONFLITO ENTRE AGRICULTORES E ÍNDIOS

Instalados no estádio Mário Pessoa, cerca de 15 caminhões do exército, incluindo caminhão de combustíveis, e aproximadamente 100 soldados, estão de prontião para agir no grave conflito envolvendo pequenos agricultores e indígenas na região de Una e Buerarema. O clima na região é muito tenso e ontem mais uma morte foi registrada. A foto é de Danilo Matos, repórter do Ilhéus 24h.

Instalados no estádio Mário Pessoa, cerca de 15 caminhões do exército, incluindo um veículo de combustível, e aproximadamente 100 soldados, estão de prontidão para agir no grave conflito envolvendo pequenos agricultores e indígenas na região de Una e Buerarema. O clima na região é muito tenso e ontem mais uma morte foi registrada. A foto é de Danilo Matos, repórter do Ilhéus 24h.

 

HOMENS DO EXÉRCITO DESEMBARCAM EM ILHÉUS

Desembarque em Ilhéus. Registro do repórter Oziel Aragão.

Desembarque em Ilhéus. Foto: Plantão Itabuna.

Como anunciado ontem (terça, 11) pelo ministro da justiça, José Eduardo Cardozo, cerca de 100 homens do exército desembarcaram agora pouco no aeroporto de Ilhéus e serão enviados à cidade de Buerarema, que viveu, ontem, um dia tenso por causa da morte de um líder rural, lembre aqui.
O envio das forças armadas atende a um pedido do governador Jaques Wagner. A região vive momentos tensos devido ao acirramento das disputas de terras entre agricultores e índios tupinambá, acusados de invadir propriedades e usarem da violência.
Até a última semana, agentes da força nacional faziam a segurança na Serra do Padeiro, área comum às cidades de Ilhéus, Una e Buerarema e alvo de um processo de demarcação para cessão ao povo indígena.
A presença da força nacional garantia, desde o ano passado, certa tranquilidade à região, cessada após o desmonte das bases de segurança.
A atuação do exército na cidade ainda não está definida. 

CONCURSO DO EXÉRCITO TEM SALÁRIOS DE R$ 3,5 MIL. HÁ VAGAS PARA SALVADOR

concurso exercitoEstão abertas as inscrições do concurso para a seleção de professores do ensino básico, técnico e tecnológico do Departamento de Educação e Cultura do Exército (Decex). São 101 vagas para Salvador e outras cidades com salários base de R$ 3.594,57, além da gratificação.
As oportunidades são para Colégio Militar de Salvador (CMS), Colégio Militar de Belo Horizonte (CMBH), Colégio Militar de Brasília (CMB), Colégio Militar de Campo Grande (CMCG), Colégio Miliar de Curitiba (CMC), Colégio Militar de Fortaleza (CMF), Colégio Militar de Juiz de Fora (CMJF), Colégio Militar de Manaus (CMM), Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA), Colégio Militar de Recife (CMR), Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ) e Colégio Militar de Santa Maria (CMSM).
Para se candidatar é necessário ter nível superior, sendo que as vagas são para professores nas disciplinas de ciências físicas e biológicas, educação artística, física, matemática, português, química, espanhol, inglês, educação física, espanhol e informática.
Além da remuneração mensal, os professores terão direito a gratificação por titulação, sendo R$ 272,46 para graduação e aperfeiçoamento, R$ 496,08 para especialização, R$ 1.871,98 para mestrado e R$ 4.455,20 para doutorado. Além disso, os aprovados receberão auxílio alimentação de R$ 373.
Os interessados podem realizar as inscrições até o dia 17 de junho no site do colégio que deseja se candidatar, mediante pagamento da taxa no valor de R$ 95. Para os candidatos de Salvador, as inscrições podem ser feitas clicando aqui.
O edital completo você confere clicando no Leia Mais.

:: LEIA MAIS »

600 MILITARES VÃO ATUAR CONTRA O TERRORISMO NA COPA DAS CONFEDERAÇÕES

DO G1
Um grande esquema de segurança está sendo montado nas seis cidades-sede da Copa das Confederações, a ser iniciada no dia 15 de junho, em Brasília, com a partida entre Brasil e Japão. Cerca de 600 militares especializados em combate ao terrorismo garantirão a segurança do evento esportivo, que
Outros 250 homens, treinados para identificar, conter e prevenir ataques com armas químicas, bacteriológicas, nucleares e radiológicas, serão usados em varreduras e descontaminações buscando prevenir qualquer incidente durante os jogos.
Segundo o coronel Richard Fernandez Nunes, que integra o Centro de Coordenação de Prevenção e Combate ao Terrorismo, criado pelo Exército para centralizar as atividades ligadas ao tema durante o evento, o planejamento sobre como as tropas serão empregadas em Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Salvador e Brasília, será finalizado em maio.
:: LEIA MAIS »

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia