WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘distritos’

COELBA DEIXA COMUNIDADES RURAIS SEM ENERGIA QUASE TODOS OS DIAS

COMUNIDADE SEM LUZ
As comunidades ilheenses de Castelo Novo, Ribeira das Pedras, Lava Pés e adjacências, há meses estão sofrendo com a interrupção de energia.
Segundo relatos de moradores, de três a quatro vezes por semana a população fica o dia inteiro sem fornecimento.
O prejuízo é generalizado, em especial para costureiras, casas de farinha, pequenas fábricas de polpas, bares e outros estabelecimentos que necessitam de energia elétrica para funcionar. Destaque negativo para o sofrimento de idosos e crianças que precisam do aparelho de nebulização.
Os moradores afirmam que já entraram em contato com a Coelba, denunciando a situação, mas até o momento nenhuma providência foi tomada. Pior, o problema prossegue, a exemplo da segunda-feira, ontem e hoje.

O ESQUECIDO DISTRITO DE CASTELO NOVO

Residir em alguns dos povoados e distritos do município de Ilhéus, há de se convir, não é lá uma coisa fácil.
Isso se dá pelo histórico descaso das administrações municipais ilheenses com a conservação das estradas vicinais, que dão acesso a tais localidades. Além, obviamente, da situação precária de seus postos de saúde, escolas, coleta de lixo irregular e, em alguns caos, a ausência de policiamento.
Em contato com a nossa redação, um morador do distrito de Castelo Novo afirmou que a estrada que dá acesso à comunidade está praticamente intransitável, e, quando uma máquina é destacada para trabalhar na recuperação da via, o serviço não é concluído satisfatoriamente, e a máquina em questão é levada.
Eis mais um caso da corriqueira história das comunidades só lembradas em períodos de campanha eleitoral. 

ILHÉUS: MORADORES DE CASTELO NOVO SOFREM COM A SITUAÇÃO DA ESTRADA

Conforme noticiamos AQUI, a vida dos moradores do distrito da Lagoa Encantada se converteu em uma espécie de via crúcis.
Isso devido ao estado de conservação da estrada vicinal que dá acesso à localidade, que impossibilita que os coletivos que fazem linha para lá, completem o itinerário.
Como resultado disso, os moradores, caso queiram vir até a sede do município, estão sendo obrigados a caminhar cerca de 8km, além de pagar a passagem.
Pois bem, hoje obtivemos informações afirmando que a situação dos moradores do distrito de Castelo Novo é bem parecida.
Segundo um dos moradores, também devido ao estado da via que dá acesso à comunidade, os coletivos não conseguem chegar até o ponto final, e as pessoas estão sendo obrigadas a completar o trajeto de 4km, a pé.
Mais um caso que merece a interferência positiva da secretaria municipal competente.

A VIA CRÚCIS DOS MORADORES DA LAGOA ENCANTADA

sofrimento (2)
Imagine a situação de uma pessoa que, para sair de sua casa na zona rural, objetivando ir à sede do município, ter que, além de pagar a passagem do coletivo, andar cerca de 8 km para ter sucesso em sua empreitada.
Pois bem, essa é exatamente a situação vivida pelos moradores do distrito ilheense da Lagoa Encantada.
Devido ao péssimo estado da estrada vicinal que dá acesso à localidade, os ônibus que fazem linha para lá, não estão conseguindo completar o itinerário, obrigando a comunidade a ter que completar o restante do percurso a pé.
Com isso, os moradores se veem impedidos de escoar suas produções agrícolas, se deslocar com tranquilidade para resolver seus problemas, estudar, ir ao médico, etc.
Os transtornos são muitos e os prejuízos já tiram o sono de quem reside no local.
Cabe à secretaria municipal competente, intervenções em caráter de urgência.

MORADORES DA LAGOA ENCANTADA HÁ CINCO DIAS ILHADOS SEM ÔNIBUS

Requerimentos de melhorias na estrada da Lagoa Encantada feitos pelo vereador ilheense Alisson Mendonça, não foram atendidos pela prefeitura.

Requerimentos de melhorias na estrada  feitos pelo vereador  Alisson não foram atendidos .

Em contato com a nossa Redação, moradores da Lagoa Encantada afirmaram que, devido ao lastimável estado da estrada vicinal que dá acesso à localidade, há cinco dias que os ônibus não estão chegando lá.
Isso, segundo eles, tal situação vem causando sérios transtornos aos moradores, que estão impossibilitados de realizar suas atividades corriqueiras na sede do município. Dentre elas, ir normalmente para a escola, realizar compras, escoar a produção agrícola local e até mesmo ir ao médico.
Vale ressaltar que essa situação é comprovação clara do descaso da atual gestão municipal com os povoados e distritos, visto que, o vereador Alisson Mendonça (PT), já encaminhou alguns requerimento à prefeitura, solicitando melhorias na estrada.
Porém não teve seus pedidos atendidos, para o pleno azar dos moradores da paradisíaca comunidade.

INEMA, ONDE COMUNICAR-SE NÃO É POSSÍVEL

Distrito ilheense é praticamente uma ilha isolada

Distrito ilheense é praticamente uma ilha isolada

“Comunicar-se”, que é um direito constitucional do cidadão brasileiro, e basicamente uma das características primordiais do ser humano, definitivamente vem sendo negligenciado no distrito ilheense de Inema.
Isso quando nos referimos às tecnologias que vieram para facilitar tal ato.
As coisas por lá andam na contramão. Por exemplo, falar no celular, ao contrário de boa parte do planeta, é algo impraticável, visto que inexistem antenas que propiciem sinal para isso.
Tal situação suscitou a falácia “engabelosa” de alguns políticos locais, que prometeram, mas a coisa ainda não se configurou como realidade.
Destaque para a cena pastelão ocorrida essa semana na localidade, motivando sentimentos de alegria e revolta na comunidade, em um curto espaço de tempo. Técnicos foram até lá, levaram o material para que uma antena fosse instalada, para a felicidade geral. Só que, descobriu-se que era um equívoco, pois tratava-se de uma antena de internet, e que ela deveria ser  montada na cidade de Coaraci, vizinha ao distrito.
E foi engabelação mesmo, já que a Vivo se limitou a justificar que a instalação de uma antena em Inema, talvez, componha os seus próximos planos de expansão. Talvez.
Para piorar, até mesmo a telefonia fixa costuma deixar os moradores na mão e, dos 16 orelhões existentes, apenas um funciona. Se os moradores tiverem sorte.
Isolados da sede por 100 km, resta aos moradores , caso queiram entrar em contato com localidades mais distantes, recorrer aos antigos métodos de comunicação: Bilhetes, cartas e afins.
Pobre Inema.

CHUVA DEIXA DISTRITO ILHADO

A chuva que cai desde a madrugada desta segunda-feira (15) já complica a vida dos moradores da zona rural de Ilhéus.
No distrito de Castelo Novo, o ônibus chegou nesta manhã, mas não deve voltar para a cidade tão cedo. O lamaçal tornou a estrada intrafegável.
Estudantes e trabalhadores vão ficar ilhados durante todo o dia, até a chuva dar uma trégua.

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia