WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘cultura’

VEJA O QUE VAI ROLAR NA TENDA DO TPI

Espetáculo sobe ao palco neste fim de semana.

Espetáculo sobe ao palco neste fim de semana.

O espetáculo de dança Casa de Farinha estará em cartaz nesta sexta-feira (29), na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI). A montagem da Cia de Dança Sôanne Marry começa às 20 horas, com entradas ao preço de R$ 20 inteira e R$ 10 meia. Titulares do Cartão TPI – programa de fidelidade do espaço cultural – pagam meia-entrada em todas as atrações. 

Casa de Farinha é inspirado nos livros Farinha, Madeiras e Cabotagem: a capitania de Ilhéus no antigo sistema colonial, do historiador Marcelo Henrique Dias, e Tambores de Angola, de Robson Pinheiro. O espetáculo traz uma combinação de linguagens artísticas. Dança, música e poesia tomam conta do palco para contar as dores e alegrias dos escravos. Além dos bailarinos da Cia Sôanne Marry,Casa de Farinha também traz membros do Ballet Folclórico do IFBA de Ilhéus, criado no ano passado.

Segundo a diretora do espetáculo, Sôanne Marry, quando se fala em escravidão, remete-se imediatamente ao sofrimento dos cativos. “As casas de farinha dos engenhos eram subsídio de trabalho e também de divertimento para os escravos”, complementou a diretora e coreógrafa Sôanne Marry.

Inspetor Geral no TCA

Após a estreia do projeto de ocupação artística Shakespeare – Teatro Popular em Construção, com a apresentação de Teodorico Majestade, o Teatro Popular de Ilhéus vai apresentar O Inspetor Geral, na sala principal do Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador. A sátira em cordel será apresentada às 19 horas e os ingressos custam R$ 20 e R$ 10. Após a peça, haverá bate-papo entre o elenco e o público.

O TPI foi o contemplado pelo edital TCA.Núcleo “Em Construção”, em seleção organizada pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e ocupará o Complexo Teatro Castro Alves ate dezembro. Neste período, haverá intercâmbio com o grupo Clowns de Shakespeare, do Rio Grande do Norte, apresentações de espetáculos, seminários, oficinas e a montagem da nova peça, baseada na obra de Shakespeare Medida por Medida, que fechará a trilogia composta por Teodorico Majestade O Inspetor Geral. 

TEATRO POPULAR DE ILHÉUS ESTREIA “OCUPAÇÃO” NO TCA

Estreia no TCA.

Estreia no TCA.

O Teatro Popular de Ilhéus (TPI) estreou o projeto de ocupação artística do complexo Teatro Castro Alves (TCA) Shakespeare – Teatro Popular em Construção. A solenidade aconteceu na noite da última segunda-feira (25), com apresentação da sátira em cordelTeodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito. No próximo sábado (30), o grupo ilheense apresenta O Inspetor Geral, às 19 horas, na sala principal do TCA. As entradas custam R$ 20 e R$ 10. Após o espetáculo, haverá bate-papo entre o elenco e o público.

A cerimônia de lançamento do projeto aconteceu no foyer do TCA, tendo como plano de fundo o mural concebido pelo célebre artista plástico Carybé. A apresentação foi prestigiada por autoridades públicas, classe artística, imprensa e público em geral. A recepção foi calorosa, envolta em uma atmosfera descontraída e irreverente, seguindo a tônica da cultura popular. Ao final, houve confraternização entre a plateia e o elenco do TPI.

O diretor artístico, Romualdo Lisboa destacou que o Teatro Popular de Ilhéus, enquanto grupo de pesquisa, pretende fazer intercâmbios com outros grupos, produzir e fazer um trabalho de qualidade. O grupo dedicou a apresentação de Teodorico Majestade à memória do dramaturgo Ariano Suassuna e do pesquisador e crítico teatral Sebastião Milaré, ambos falecidos neste ano.

Na semana passada, o Teatro Popular de Ilhéus deu início aos trabalhos de preparação corporal com o professor de balé do TCA, Gilmar Sampaio. Os artistas trabalharam a técnica do “mondrongo”, desenvolvida pelo TPI ao longo dos seus 19 anos. Através da deformação do corpo, os artistas se distanciam da realidade e adotam um posicionamento crítico do que desejam representar. Ao longo desta semana, o elenco vai focar nos ensaios de O Inspetor Geral para a apresentação de sábado.

O grupo ilheense foi o primeiro colocado na seleção organizada pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) do edital TCA.Núcleo “Em Construção”. O TPI ocupará o Complexo TCA até dezembro deste ano, com intercâmbio com o grupo Clowns de Shakespeare, do Rio Grande do Norte, apresentações de espetáculos, seminários, oficinas e a montagem da nova peça do TPI, baseada na obra de Shakespeare Medida por Medida, que fechará a trilogia composta por Teodorico Majestade O Inspetor Geral.

TENDA TPI SUSPENDE PROGRAMAÇÃO DURANTE FERIADO DA SEMANA SANTA

Espaço fica situado na avenida Soares Lopes, em Ilhéus.

Espaço fica situado na avenida Soares Lopes, em Ilhéus.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI) suspendeu a programação especial que integrava o Aleluia Ilhéus Festival, durante o feriado prolongado da Semana Santa, entre os dias 17 e 21. A decisão foi tomada após informação da secretaria municipal de Turismo de que as atrações do espaço cultural não faziam mais parte do evento. “O anúncio foi dado a poucas horas de iniciarmos as atividades. Lamentamos pelo público, que contava com as nossas atrações de teatro, música, dança e circo”, declarou o diretor artístico do TPI, Romualdo Lisboa.
 A inclusão da programação especial da Tenda TPI no Aleluia Ilhéus tinha sido acertada há mais de um mês, inclusive foi divulgada no material impresso do espaço cultural e boletins da secretaria municipal de Comunicação. “Não podemos arcar com uma programação gratuita sem qualquer tipo de subsídio, uma vez que temos custos extras, como aluguéis de banheiros químicos e energia elétrica”, informou o administrador da Tenda, Antônio Melo.
A programação regular do espaço cultural montado na avenida Soares Lopes volta na próxima sexta-feira (25), com o espetáculo Casa de Farinha, da Cia. de Dança Sôanne Marry. No sábado (26), a cantora Eloah Monteiro e grupo Chorinho Brasil apresentam o show Canto Chorado. As atrações começam às 20 horas, com entradas a R$ 20 inteira e R$ 10 meia para estudantes, idosos e titulares do Cartão TPI.

ILHÉUS: TENDA TPI OFERECE DUAS NOVAS OFICINAS

Aula de acrobacia aérea em tecido. Foto: Karoline Vital.

Aula de acrobacia aérea em tecido. Foto: Karoline Vital.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI) está com inscrições abertas para duas novas oficinas artísticas: Vivência Teatral e Sou da Dança. A primeira acontece às 19h das quartas-feiras e às 16h das quintas-feiras, com mensalidade a R$ 60. A segunda é gratuita, voltadas para alunos da rede pública, com encontros às terças-feiras a partir das 17h. Para fazer a inscrição, basta ir ao espaço cultural, situado na avenida Soares Lopes, das 14 às 18h.
A oficina de Vivência Teatral é voltada para maiores de 10 anos, sem limite de idade. A atividade coordenada por Tânia Barbosa tem duração de três meses, com leituras, jogos teatrais e preparação vocal. São oferecidas 20 vagas por turma. A oficina Sou da Dança disponibiliza 30 vagas para estudantes das redes municipal e estadual, com idade entre 15 e 20 anos. O projeto de iniciação à dança, coordenado por Sôanne Marry, pretende selecionar integrantes para formação de um Balé Folclórico. Para se inscrever, é preciso apresentar o comprovante de matrícula da escola.
A Tenda TPI segue com inscrições abertas para aulas de capoeira com Mestre Virgílio, violão e guitarra com Ricardo Maciel, bateria e percussão com Sabará e dança aérea e acrobacia em tecido com Paula Mazzini. Os titulares do programa de fidelidade do espaço cultural, o Cartão TPI, têm 10% de desconto nas mensalidades, que também podem ser pagas com o Vale Cultura. Para mais detalhes, basta ligar para (73) 4102-0580.
1789 nesta sexta-feira – A ópera afro-rock 1789 estará em cartaz nesta sexta-feira (11) às 20 horas. Escrita e dirigida por Romualdo Lisboa, a montagem aborda o levante dos escravos do Engenho de Santana, através de saltos no tempo e espaço. A trilha sonora é executada ao vivo, com direção musical de Elielton Cabeça. No elenco, além dos artistas do Teatro Popular de Ilhéus, estão membros do Terreiro Matamba Tombenci Neto, descendente dos escravos que protagonizaram o fato histórico.  As entradas custam R$ 20 inteira e R$ 10 meia para estudantes, idosos e titulares do Cartão TPI. A classificação indicativa é 14 anos.

TENDA DO TPI AGORA ACEITA VALE-CULTURA

Tenda fica na avenida Soares Lopes.

Tenda fica na avenida Soares Lopes.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI) está credenciada para receber o Vale-Cultura. Os titulares do benefício podem adquirir entradas para espetáculos, comprar livros, CDs e DVDs, além de pagar cursos e oficinas realizadas no espaço cultural. “O uso é simples, igual a um cartão de crédito ou débito”, explica o coordenador administrativo do TPI, Antônio Melo.
O Vale-Cultura é um benefício criado pelo Governo Federal a fim de incentivar empresas a investirem na vida cultural dos seus empregados. O trabalhador recebe um cartão pré-pago com o benefício de R$ 50, creditado mensalmente e que é cumulativo. Quem recebe um salário mínimo tem descontado apenas R$ 1 do seu salário. Para aqueles que ganham entre dois e cinco salários, o desconto varia de R$ 2 a R$ 5. E os trabalhadores cujos vencimentos estejam acima dessa faixa, o desconto é de até R$ 45.
As empresas que oferecerem o Vale-Cultura aos seus empregados podem deduzir R$ 45 do Imposto de Renda devido por cada cartão fornecido. As empresas e entidades interessadas em oferecer o benefício aos seus funcionários podem se cadastrar no site do Ministério da Cultura: www.cultura.gov.br/valecultura.

FUNCEB LANÇA 1ª CHAMADA DO “CALENDÁRIO DAS ARTES 2014”

calendario-img-site-445x250De 27 de fevereiro a 14 de abril, estarão abertas as inscrições da 1ª Chamada do Calendário das Artes 2014, mecanismo de incentivo a projetos artísticos e culturais de pequeno porte na Bahia, que objetiva estimular o desenvolvimento das artes no estado. Promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA), o edital concede prêmios de até R$ 13 mil e abrange as áreas de Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música, Teatro e Artes Integradas, com um aporte total de R$ 637 mil para apoiar no mínimo 49 projetos. Nesta 1ª Chamada do ano, o Calendário das Artes se volta a propostas que sejam iniciadas de 1º de julho a 30 de setembro. As instruções para participação e os documentos do edital estão disponíveis no site www.fundacaocultural.ba.gov.br/calendariodasartes.
Feito de forma calendarizada, com a finalidade de organizar as solicitações e a distribuição de recursos ao longo do ano, o Calendário das Artes se fundamenta na acessibilidade e ampliação do investimento na produção artística de toda a Bahia, considerando sua grande diversidade e dimensões territoriais. São priorizadas propostas oriundas e/ou realizadas em benefício de populações com menor acesso a produtos culturais e que privilegiem a diversidade cultural, envolvendo as mais variadas ideias de artistas, grupos e produtores, amadores ou profissionais.
Lançado em 2012, o Calendário das Artes, somando as suas quatro Chamadas já realizadas, disponibilizou um total de R$ 2,379 milhões para a execução de 184 projetos, selecionados dentre um total de 3715 inscritos, e oriundos de 85 municípios, contemplando todos os 27 Territórios de Identidade do estado.
:: LEIA MAIS »

TEATRO, LITERATURA E ROCK NA TENDA TEATRO POPULAR DE ILHÉUS

Tenda fia situada na avenida Soares Lopes.

Tenda fica situada na avenida Soares Lopes.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI) fecha o mês de março com atrações para diferentes gostos e estilos. Na sexta-feira (28), tem a sátira em cordel “Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito”, e, na noite seguinte (29), “Trançados de Memória de uma Atriz-Brincante”. Ambos serão apresentados às 20 horas. No sábado, às 16 horas, tem contação de histórias para crianças no “Conto e Cantigas”. Já o domingo está reservado para o rock com show da banda Canto dos Malditos na Terra do Nunca, às 17 horas.
Os espetáculos teatrais que estarão em cartaz na Tenda integram a programação do Dia Mundial do Teatro, realizada pela secretaria municipal de Cultura em parceria com o Teatro Popular de Ilhéus. Por isso, as entradas serão vendidas ao preço especial de apenas R$ 2. A comédia do TPI, “Teodorico Majestade”, escancara o lado patético da política suja. Já “Traçados de Memória de uma Atriz-Brincante” é resultado das pesquisas da atriz Flávia Gaudêncio sobre as teatro e cultura popular, com foco maior sobre o Cavalo Marinho, folguedo da Zona da Mata de Pernambuco.
Desde outubro do ano passado, as tardes dos últimos sábados de cada mês são dedicadas aos encontros com a literatura infantil e musicalização, através do Conto e Cantigas. O projeto é voltado para crianças maiores de quatro anos. As entradas custam R$ 16 inteira e R$ 8 meia, sendo gratuita para acompanhantes. Já os sócios do Clubinho Conto e Cantigas pagam apenas R$ 5. O cartão de associado custa R$ 15 e vale por um ano.
A banda soteropolitana Canto dos Malditos na Terra do Nunca chega em Ilhéus com a turnê O que te faz voltar, patrocinada pela Fundação Cultural da Bahia, Fundo de Cultura, Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e Governo da Bahia. O show de rock será aberto pela veterana banda ilheense Dr. Imbira e conta com produção local do Coletivo Chocolate Groove. Os ingressos custam R$ 5 mais um quilo de alimento não perecível.

“NO CORAÇÃO DA CIDADE, CASA DAS ARTES IRRADIARÁ PAZ PARA ITABUNA”

Aula de dança na Casa.

Aula de dança na Casa.

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania inaugurou, na noite de quinta-feira (20), em parceira com a Secretaria Municipal de Assistência Social, a “Casa das Artes”, espaço cultural que oferecerá diversos cursos à população.
O coordenador administrativo da Casa das Artes, Antognoni Coelho, falou da importância da parceria firmada entre a FICC e a Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), indicando que a prefeitura de Itabuna cumpre com a sua função de criar políticas públicas capazes de retirar os jovens, principalmente os da periferia, das situações de vulnerabilidade a que são submetidos.
O prefeito de Itabuna, Claudevane Moreira Leite, disse que a cidade de Itabuna tem uma preocupação grande em minimizar os índices de violência. Por isso, segundo o prefeito, “o caminho é esse. Estamos investindo muito em Esportes e em Cultura e temos a certeza de que nossos projetos, a exemplo do equipamento grandioso que é a Casa das Artes, cumprirão suas funções e nossa população, especialmente as crianças e os jovens, têm a condição de fazerem uma escolha, a escolha que permite um futuro grandioso e brilhante”, disse o prefeito.

PARCERIA ENTRE TPI E IFBA VISA CRIAÇÃO DE NOVO PROGRAMA DE GERENCIAMENTO

Representantes do Ifba e do Teatro Popular, durante reunião. Foto: Karoline Vital.

Representantes do Ifba e do Teatro Popular, durante reunião. Foto: Karoline Vital.

O Teatro Popular de Ilhéus e o Instituto Federal da Bahia (Ifba) Campus Ilhéus, firmaram parceria para criação de um novo programa de gerenciamento de público. O software será desenvolvido pelo aluno do curso Técnico em Informática, Almir Souza. Orientado pelo professor Regilan Silva, o produto fará parte do trabalho de conclusão de curso do estudante. Através da parceria, será possível organizar os dados para traçar o perfil dos frequentadores da Tenda TPI.
O primeiro contato entre os membros do Ifba e TPI serviu para apresentar a atual rotina de funcionamento da Tenda e recursos disponíveis e demandas. De acordo com o professor Regilan, a fase de levantamento é a espinha dorsal do programa que será criado. “Primeiramente, precisamos fazer a análise de dados para estabelecermos o que é possível ser feito”, afirmou.
Para o coordenador administrativo do Teatro Popular de Ilhéus, Antônio Melo, a parceria com o Ifba auxiliará na organização da bilheteria como um todo e na criação de relatórios estatísticos de público. “Entendendo as rotinas e preferências daqueles que vêm à Tenda, poderemos direcionar as atividades e personalizar os atendimentos, principalmente aos titulares do nosso programa de fidelidade, o Cartão TPI”, declarou.
O estudante do quarto módulo direcionará as 160 horas de atividades práticas profissionais, obrigatórias para a conclusão do curso Técnico em Informática, à criação do novo software. O objetivo é que o produto desenvolvido por Almir Souza possa servir também como modelo para outros grupos que administram espaços culturais.
No ano de 2013, o Teatro Popular de Ilhéus captou, aproximadamente, 690 mil reais em recursos públicos e privados. A intenção do grupo é cadastrar mais de mil pessoas no Cartão TPI até dezembro. Além disso, no próximo mês, será feita uma pesquisa pública a fim de entender as preferências e conceitos de lazer.  “Com o programa desenvolvido pelo aluno do Ifba, será possível otimizar o gerenciamento dos dados e recursos”, complementou Romualdo Lisboa.

PRECIOSIDADE MUSICAL PRA ESPANTAR OS MAUS AGOUROS…

Eis “Os Tincoãs”.
Uma grandiosa joia rara em matéria de arte baiana-brasileira, de inestimável qualidade, reverenciada pelos maiores nomes da nossa música.
Não precisamos falar mais nada, apenas deixar fluir…

SUSCITAR QUESTIONAMENTOS: EIS A MISSÃO PRIMORDIAL DA ARTE…

PUXA-SAQUISMO SEM NOÇÃO: JABES HOMENAGEADO NA ACADEMIA DE LETRAS PELO “TRABALHO PERMANENTE DE APOIO À CULTURA”

O sorridente presidente da academia de letras de ILhéus, Josevandro Nascimento, batendo palmas para o grane homenageado, o prefeito JAbes Ribeiro.

O sorridente presidente da academia de letras de Ilhéus, Josevandro Nascimento, batendo palmas para o grande homenageado, o prefeito Jabes Ribeiro.

Pois é caros leitores, não se trata de mais uma piadinha sem noção. O fato afirmado na manchete dessa postagem é real, e foi informado oficialmente pela secretaria de Comunicação da prefeitura de Ilhéus.
Vamos ao trecho que afirma isso: “O presidente da academia de letras de Ilhéus (ALI), Josevandro Nascimento, prestou uma homenagem ao prefeito do município, Jabes Ribeiro, durante a sessão solene realizada na noite da última sexta-feira (14), destacando o permanente apoio prestado à entidade e aos projetos culturais”.
Ficamos a matutar: Será que o nobre professor Josevandro comeu maionese estragada, ou vive numa realidade paralela?
Dentre outros tantos setores, um que se destaca como sendo fruto do pleno descaso do poder público municipal, afirmamos sem pestanejar que é a cultura.
Para começo de conversa, vejamos a situação do teatro municipal de Ilhéus. Fechado há mais de um ano, o espaço, que servia de palco para apresentação não só de espetáculos e artistas de fora, mas, em especial, para os locais, foi fechado no início do ano passado com a justificativa de que seria reformado e, pasmem, até agora, nada foi feito por lá.
Azar dos artistas locais, que já sofriam (e sofrem) com falta de espaços para apresentações na cidade, veem o único que havia, mofar devido ao desuso e descaso da prefeitura.
E a ex-Fundação Cultural? Bem, ela mudou de nome. Agora chama-se secretaria municipal de Cultura. A sua função é fictícia, para não dizer inexistente. Uma vergonha sem precedentes. Nada é feito, nada é promovido, nada é fomentado, nada é incentivado. E, para piorar ainda mais a situação, manifestações populares tradicionais da cidade, a exemplo da Puxada do Mastro de São Sebastião, a Lavagem das escadarias da Catedral e o cortejo das baianas no Dia de Iemanjá, esse ano, foram boicotadas vergonhosamente pela prefeitura.
Aliás, ante tal situação, sugerimos que a pasta responsável pela cultura no município, mais uma vez, seja rebatizada: Secretaria municipal do Nada Cultural.
Se há na cidade alguma movimentação cultural, isso deve-se à iniciativa privada e a projetos financiados pelo governo do estado da Bahia, a exemplo da Tenda Teatro Popular de Ilhéus e o Terreiro Matamba Tombenci Neto.
Tirando isso, transparece que a prefeitura age no intuito de deculturar a população. Desconhecendo que a cultura é, além de um grande alimento da alma, uma importante ferramenta social, na árdua batalha para livrar jovens, crianças e adolescentes, em especial os residentes na periferia, dos tentadores e tortuosos caminhos da marginalidade.
São coisas do jabismo.

BLOCOS AFRO DESFILAM NA SEGUNDA NO CARNAVAL DE ILHÉUS

O bloco Dilazenze é um dos que estará na avenida. Foto

O bloco Dilazenze é um dos que estará na avenida.

Como tradição nas festas momescas de Ilhéus, os grupos afro estarão no espaço da avenida Soares Lopes, na próxima segunda-feira, dia 03, a partir das 19h. E para este ano, o desfile promete muitas surpresas, uma vez que estarão reunidos 11 blocos de uma só vez, trazendo para o expectador, muita cor, misticismo e, acima de tudo, a musicalidade e alegria contagiante da cultura afro-brasileira.
Conforme relação divulgada pela secretaria de Turismo de Ilhéus, serão esses os blocos que desfilarão: Mini Kongo, Rastafary, Dilazenze, Zambiaxé, Guerreiros de Zulu, Zimbabuê, Leões do Reggae, Os Malês, Raízes Negras, Danados do Reggae, Levada da Capoeira e Afoxé Filhos de Ogum.

UMA IMAGEM E MUITOS SIGNIFICADOS

Imagem: Pawel Kuczynski.

 Pawel Kuczynski.

COMPANHIA DE TEATRO DE ILHÉUS SELECIONA ATORES

mascara de teatro 7
Ei você, está interessado em integrar o elenco de um espetáculo teatral?
Pois bem, uma companhia de teatro de Ilhéus abriu audição para a seleção de atores, objetivando a montagem de uma peça. Os interessados devem enviar os contatos, incluindo telefone e link do perfil no Facebook, para o e-mail: audicaodeteatro@outlook.com .
Os candidatos serão respondidos por e-mail.
Maiores informações através do telefone: (73) 8884-9638.


wedding dresses
agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  




twitter
facebook