WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bahiagas Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘correios’

COMPRAR PELA INTERNET VAI FICAR MAIS CARO APÓS REAJUSTE NO FRETE DOS CORREIOS A PARTIR DE 6 DE MARÇO

Sobre a campanha realizada pelo Mercado Livre em suas redes sociais a respeito do ajuste de preços que será aplicado pelos Correios a partir de 6 de março para os clientes de contrato, os Correios esclarecem:
Ao contrário do que foi divulgado, o reajuste não será de “até 51% no frete dos produtos a todos que compram e vendem pela internet”. A média será de apenas 8% para os objetos postados entre capitais e nos âmbitos local e estadual, que representam a grande maioria das postagens realizadas nos Correios.

Cabe ressaltar que o reajuste não é para o e-commerce, mas para os serviços de encomendas dos Correios, também utilizados pelo e-commerce. Trata-se de uma revisão anual, a exemplo do previsto em contrato. A definição dos preços é sempre baseada no aumento dos custos relacionados à prestação dos serviços, que considera gastos com transporte, pagamento de pessoal, aluguéis de imóveis, combustível, contratação de recursos para segurança, entre outros.

Comparar o preço de frete praticado no Brasil com os países vizinhos, como faz a nota, é tendencioso e pode levar o consumidor a acreditar em uma falsa premissa. O maior dos países citados – a Argentina – tem cerca de um terço da extensão territorial do Brasil e 40% de toda a sua população concentrada na região metropolitana de Buenos Aires. A maior cidade brasileira, por sua vez, tem 10% da população do país. Outro exemplo citado na nota, a Colômbia, é cerca de seis vezes menor que o Brasil. Os desafios de transporte em um país com dimensões continentais são muito maiores e os custos para manter a presença dos Correios em todo o território nacional são altíssimos.

:: LEIA MAIS »

CORREIOS FARÃO MUTIRÃO NO FIM DE SEMANA PARA ATUALIZAR ENTREGAS

carteiro-correiosOs Correios realizarão, nesta sábado (8) e domingo (9), mutirões para atualizar a entrega de cartas e encomendas nas localidades atingidas pela paralisação parcial de trabalhadores. Na Bahia, o movimento – que foi deflagrado em 13 estados – começou no dia 31 de janeiro.
De acordo com a assessoria de imprensa dos Correios do Brasil, um levantamento realizado, nesta quinta-feira (6), mostrou que 95% do efetivo (119.162 trabalhadores) não aderiu à paralisação e que 83,55% dos empregados baianos trabalharam normalmente.
Ainda segundo a empresa, as agências estão abertas e todos os serviços, inclusive o SEDEX, estão disponíveis – com exceção dos serviços de entrega com hora marcada em algumas localidades.
O Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos no Estado da Bahia (Sincotelba) reclama que houve quebra de acordo da estatal relativo à manutenção do atual plano de saúde (CorreiosSaúde) e exigem a revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Salários 2008. Os Correios ingressaram com ação preparatória junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) com a solicitação de suspensão da paralisação.
A empresa afirmou que não haverá nenhuma alteração no atual plano de saúde dos trabalhadores e que nenhuma mensalidade será cobrada. Informou, ainda, que os dependentes regularmente cadastrados serão mantidos e o plano de saúde não será privatizado.

CORREIOS DEVEM NORMALIZAR ENTREGAS EM ATÉ 7 DIAS ÚTEIS

correiosA entrega de cartas e encomendas na maior parte das localidades afetadas pela greve dos Correios deve ser normalizada em até sete dias úteis.
Os trabalhadores que estavam parados desde o dia 17 de setembro retornaram às atividades nesta quinta-feira (10) por decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) no julgamento do dissídio na terça-feira (8).
De acordo com a empresa, nos locais em que não havia paralisação, a situação já é de normalidade. A rede de atendimento está aberta em todo Brasil e todos os serviços, inclusive o Sedex e o Banco Postal, estão disponíveis.
A previsão da empresa é voltar a disponibilizar na próxima segunda-feira (14) os serviços de hora marcada que foram suspensos nas localidades que deflagram paralisação. Segundo a Revista Época, os trabalhadores exigiam aumento real de 15% sobre os salários, reposição da inflação de 7,13%, aumento linear de R$ 200, reposição de 20% de perdas salariais e jornada de seis horas diárias para os atendentes.
Contudo, a proposta dos Correios era de reajuste de 8%, reposição salarial de 6,27%, ganho real de 1,7%, vale-extra de R$ 650,65 e vale-cultura, no valor de R$ 50.

CORREIOS REABREM NA QUINTA-FEIRA

Os trabalhadores dos Correios na Bahia acataram decisão do TST e encerraram a paralisação. Reunidos, os servidores acompanharam a transmissão do julgamento e logo depois decidiram, em assembleia, acatar o que foi decidido no julgamento do dissídio coletivo, informou o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos no Estado da Bahia (Sincotelba).
A Justiça determinou 8% de reajuste sobre o salário e 6,27% nos benefícios. Conforme a decisão judicial, a categoria volta ao trabalho a partir de quinta-feira (10).

EDITAL DE CONCURSO DOS CORREIOS SERÁ DIVULGADO EM NOVEMBRO

cpO edital do concurso dos Correios para os níveis médio e superior será divulgado até novembro. De acordo com a Assessoria de Imprensa da estatal, o número de vagas ainda não foi definido e a expectativa agora é que seja escolhida a organizadora do certame.
Segundo o Folha Dirigida, a maior parte das vagas da seleção deste ano será para o nível médio e devem ser abrangidas as localidades onde não houverem aprovados no cadastro de reserva do último concurso, de 2011, ainda em vigência. Os Correios deve contemplar as cidades em que há poucos candidatos disponíveis em cadastro.
A remuneração para esses funcionários de nível médio é de R$1.871,86 ou R$1.765,38, incluindo vale-alimentação e vale cesta-básica. Já para o nível superior, as oportunidades deverão ser para algumas capitais, porém também não foram informadas quais especialidades farão parte do concurso. Para essas vagas, a remuneração é de R$4.608,35 ou R$4.501,87, sendo R$3.740,51 de salários iniciais, já incluindo auxílios.

FUNCIONÁRIOS DOS CORREIOS EM GREVE NA BAHIA

G1
Crédito:Gilson Teixeira /OIMP/D.A Press.

Crédito:Gilson Teixeira /OIMP/D.A Press.

Sindicalistas dos Correios anunciaram, na noite desta terça-feira (17), em Salvador, que a categoria entra em greve a partir da 0h em todo o estado.
A votação reuniu centenas de trabalhadores na Praça da Inglaterra, em frente à agência da empresa pública no bairro do Comércio.
Os servidores pedem aumento real de 15% no salário; reposição da inflação de 7,13%; aumento linear de R$ 200; reposição de 20% das perdas salariais, redução da jornada dos atendentes para 6h e manutenção do plano de saúde. Cerca de seis mil pessoas trabalham nos Correios no estado, informa o sindicato.
Ainda de acordo com a entidade, a partir das 9h de quarta-feira (18), sindicalistas irão se reunir em frente ao edifício central dos Correios na Bahia, no bairro da Pituba, para realizar apitaço e campanha de conscientização dos trabalhadores.
O sindicato informou que é representado pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresa de Correios e Telégrafos e Similares, que reúne 29 dos 35 sindicatos que representam trabalhadores da empresa.

JUSTIÇA CONDENA CORREIOS A PAGAR R$ 20 MILHÕES DE INDENIZAÇÃO POR DISCRIMINAÇÃO

correiosA Justiça condenou os Correios (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) a pagar R$ 20 milhões de indenização por discriminação a uma funcionária com deficiência visual. A funcionária, aprovada em concurso público em 2011, já tinha passado por exames e treinamentos que atestavam sua aptidão para o cargo, mas foi demitida sob a alegação de não ter condições para exercer as atribuições do cargo de agente e atendente comercial
A Vara do Trabalho de Gurupi (TO) aceitou o pedido de indenização por dano moral coletivo e social proposto pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em uma ação individual contra a empresa, em que a trabalhadora pedia indenização por dano moral individual e sua reintegração aos Correios.
A trabalhadora receberá R$ 188,5 mil por danos morais. Os R$ 20 milhões serão divididos igualmente entre o Fundo de Amparo ao Trabalhador e a Associação dos Portadores de Deficiência do Estado de Tocantins.
A sentença foi dada pelo juiz Alcir Kenupp Cunha, da Vara do Trabalho de Gurupi (TO), que lamentou não dispor de recurso para expedir a decisão em braile, para que a trabalhadora pudesse ler por conta própria.
“Queremos que a sociedade saiba que o MPT vem agindo para assegurar os direitos do trabalhador com deficiência. Uma ação com essas proporções também faz com que as empresas comecem a se preocupar em adequar sua conduta e a cumprir as normas trabalhistas”, afirmou, em nota, o procurador do Trabalho Carlos Eduardo Nassar, que atuou no caso junto com os procuradores Gustavo Magalhães de Paula Gonçalves Domingues e Ana Raquel Souza Sampaio.
Correios vão recorrer
Em nota enviada por meio de sua assessoria de imprensa, os Correios afirmaram que vão recorrer da decisão judicial: “Como empresa inclusiva, os Correios mantêm em seu efetivo hoje cerca de 7 mil pessoas com deficiência. Nos concursos, a ECT destina 20% de vagas às pessoas com deficiência — acima dos 5% exigidos pela legislação. Os Correios vão recorrer da decisão judicial.

BANCOS E LOTÉRICAS ABREM NESTA SEXTA

Se o funcionalismo público para nesta sexta (31) em Ilhéus e Itabuna, bancos, correios e lotéricas mantêm o funcionamento normal. Segundo a Federação Brasileira dos Bancos, não há alteração no expediente para hoje.
Nas lotéricas, por exemplo, dá para fazer uma fezinha na Mega-Sena, que sorteia amanhã prêmio de 43 milhões de reais para quem marcar as seis dezenas.
Em Ilhéus e Itabuna, somente serviços essenciais, como coleta de lixo, saúde e salva-vidas foram mantidos.

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia