WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘colégio’

COLÉGIO VITÓRIA EM CLIMA DE COPA

Os baixinhos se preparam para a copa.

Os baixinhos se preparam para a copa.

Trabalhos desenvolvidos através do conhecimento da história e da arte. Desenhos, pinturas, práticas esportivas e dança tendo como temática a Copa do Mundo, vista e entendida desde o interesse pela diversidade cultural, pelos sentimentos e até pelos valores que envolvem um evento esportivo de grande porte. Este é o objetivo do Projeto “Vitória na Copa Verde e Amarela”, desenvolvido pelos alunos da 3ª série do ensino fundamental do Colégio Vitória, em Ilhéus. Durante este primeiro semestre, eles participam de oficinas e estudos em sala de aula, explorando temas acerca da diversidade cultural, das mudanças do meio ambiente e dos sentimentos envolvidos pela Copa do Mundo no País.
“O trabalho, no modelo interdisciplinar, constrói conhecimentos de forma significativa e lúdica, utilizando variadas linguagens”, explica Kalinka Félix, coordenadora pedagógica do colégio. 
As paredes da escola já ganharam a temática da Copa através da iniciativa dos próprios alunos. Na quadra poliesportiva, regras do futebol são debatidas e praticadas por meninos e meninas. Danças que revelam a alegria da Copa e a magia do futebol estão sendo apresentadas a cada oficina realizada aos sábados. Uma releitura do quadro “Futebol”, de Cândido Portinari, revela a contemporaneidade construída pelos próprios alunos a partir de uma obra produzida em 1935 por um artista apaixonado pela bola.
Interdisciplinaridade – Nas salas de aula, os alunos desenvolvem a leitura e interpretação de texto da obra “Jogo de Bola”, de Cecília Meireles, aprendem o Hino Nacional; fazem leitura de textos informativos sobre a copa; cruzadinhas; caça-palavras; curiosidades e trava-línguas. Em Filosofia, abordam a união dos povos através do esporte e dão ênfase à necessidade de um trabalho coletivo bem planejado, com o cumprimento de regras e a aceitação de que nem sempre se vence e é preciso muito respeito entre as pessoas. No estudo da matemática, as dimensões de uma campo de futebol, por exemplo, podem tornar-se um belo problema a ser resolvido.
Os pais elogiam a iniciativa. “É preciso mais que aprender o que dizem e apresentam os livros. Em tempos como o de hoje é preciso estar conectado com o mundo com a rapidez e a diversidade de conhecimento que ele exige”, explica Gracyanne Oliveira, mãe de Maria, aluna envolvida no projeto.
“Por detras de um trabalho como este construimos conceitos como a valorização e o respeito às culturas, compreensão e respeito ao trabalho coletivo para o sucesso do grupo, discusão e cumprimento de regras e respeito ao próximo, além de pesquisa sobre as mudanças no meio ambiente causadas em detrimento da Copa com produção em larga escala de enfeites, pinturas, alterações e construções arquitetônicas”, reforça Kalinka Félix

SHOPPING NO LUGAR DE COLÉGIO OU NA ZONA SUL DE ILHÉUS

IME, colégio frequentado por Paulo Souto na infância.

IME, colégio frequentado por Paulo Souto na infância.

A imprensa ilheense saiu, na tarde desta quinta-feira (10), com duas possíveis localizações para o prometido shopping center da cidade, projeto antigo e de viabilidade econômica contestada.
Segundo o blog Agravo, o empreendimento pode ser construído na área que abriga o Estádio Mário Pessoa, dois colégios, entre eles o IME, e o Ginásio de Esportes. De acordo com a publicação, a localização do shopping é o maior empecilho à negociação, que está “a todo vapor e é mantida em sigilo, devido às especulações imobiliárias”.
O site não deixa claro se haverá contrapartida das empresas envolvidas na suposta operação em caso de destruição do estádio, colégios e ginásio.
Agora à noite, surgiu nova especulação, agora de que o empreendimento será construído na zona sul da cidade, região que concentra boa parte de nossa pobre classe média. O local seria estratégico por causa da nova ponte do Pontal e da necessidade de expandir a cidade ao sul.
Como sabemos que a história é antiga, até se concretizar, podemos esperar sentados, ir a Itabuna, ainda assistir a um jogo do Colo-Colo ou matricular nossas crianças no IME.

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia