geraldo simoes
setembro 2014
D S T Q Q S S
« ago    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘CEPLAC’

GERALDO COBRA CONCURSO NA CEPLAC

geraldo plenarioO deputado federal Geraldo Simões (PT) usou a tribuna da câmara de deputados, na tarde desta terça (25), para pedir ao governo federal que realize concurso público para a Comissão Especial do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac). 
O parlamentar lembrou que há 20 anos não se realiza concurso ou qualquer outro tipo de contratação para renovar o quadro de servidores do órgão.
Sem o concurso, a Ceplac corre o risco de morrer por inanição, devido à idade avançada de seus atuais funcionários. Mesmo com o problema, ressalta Simões, a Comissão ainda se mostra como fonte inesgotável de pesquisa e uma das responsáveis pela continuidade da lavou cacaueira no sul da Bahia depois da vassoura de bruxa.

GERALDO SIMÕES COMEMORA OS 57 ANOS DA CEPLAC E DESTACA PARCERIAS

Deputado Federal Geraldo Simões

Deputado Federal Geraldo Simões.

O deputado federal Geraldo Simões registrou na tribuna do Congresso Nacional os 57 anos da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira – CEPLAC, que estão sendo comemorados hoje (20). O deputado não fez apenas um pronunciamento formal, “Quero comemorar a instituição da qual sou integrante e dedico grande parte de minha vida, pois nela atuo desde 1977, há 37.anos. Foi nela que travei grandes batalhas políticas nas épocas tristemente lembradas do governo militar. Fui perseguido, fui demitido, mas voltei à instituição e nela continuei minha vida profissional e militância. Sempre o papel da instituição superou o caráter utilitário imediato que os grupos vinculados ao poder ditatorial quiseram impor-lhe”.
Para Simões, “os técnicos e funcionários da CEPLAC souberam priorizar sua vocação profissional e a instituição não só sobreviveu como seguiu prestando um relevante serviço para o desenvolvimento da cultura cacaueira e a agricultura brasileira”. A CEPLAC foi criada em 20 de fevereiro de 1957 com o objetivo de apoiar a cacauicultura com pesquisa, extensão rural e apoio técnico agrícola. Sua atividade aumentou a produtividade e criou as condições para a criação de milhares de empregos diretos nos seis estados do Brasil onde atua: Bahia, Espírito Santo, Pará, Amazonas, Rondônia e Mato Grosso.
Geraldo Simões destacou ainda que “mais recentemente a Ceplac tem tido uma atuação destacada no PAC do CACAU, como foram chamadas as diversas providências para a renegociação da dívida dos produtores de cacau e as medidas para agregação de valor na produção agrícola, particularmente em nossa região do Sul da Bahia”.
:: LEIA MAIS »

ESTUDANTES DO IFBAIANO-URUÇUCA PROTESTAM CONTRA SAÍDA DE PROFESSORES

Protesto na porta do instituto.

Protesto na porta do instituto.

Estudantes do IFbaiano, em Uruçuca, protestam, desde as 07h desta quarta-feira (13), contra a transferência de professores e funcionários da unidade para a Ceplac. O retorno desses servidores ocorre por causa da mudança de Emarc para IFbaiano e a consequente transição das responsabilidades do Ministério da Agricultura para o da Educação.
Como a antiga Emarc era mantida pela Ceplac e o novo instituto pertence ao MEC, o órgão pediu a volta de seus servidores.
A saída de professores e funcionários, próxima ao fim do ano, gerou o protesto e continuará dando pano pra manga. Os estudantes de Agrimensura, por exemplo, perderam professores em setembro e, desde lá, estão sem aula.
Segundo o diretor do IFbaiano, Euro Oliveira, o retorno dos servidores foi determinado pelo escritório nacional da Ceplac.

FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR NO CENTRO DE ILHÉUS

Para entrar no clima de São João com tudo que tem direito, a Cooperativa da Agricultura Familiar do Sul da Bahia (Coofasulba) realiza a partir de quarta-feira (12), às 19h, a quinta edição da Feira da Agricultura Familiar e Festa do Milho, na Avenida Soares Lopes, centro de Ilhéus.
A feira tem o apoio dos governos federal e estadual, Ceplac, Conab, Sebrae, SUAF, Prefeitura de Ilhéus e da CAR.
Em cinco dias, o evento reunirá pequenos produtores e associações, que vão expor desde bebidas e comidas típicas, até artesanato, animais e chocolate caseiro.
As noites da feira serão animadas por bandas de forró. Entre as atrações, estão o cantor Abdias, Banda Frisson, Circuito do Forró e Ivan Moraes, além de quadrilhas juninas que ocuparão o espaço todos os dias.
Articulador da Coofasulba e organizador da feira, o vereador Dero Farias afirma que o principal objetivo é mostrar à comunidade as riquezas retiradas da zona rural de Ilhéus, muitas vezes desconhecidas.

BIOFUNGICIDA RENOVA ESPERANÇA DOS CACAUICULTORES

Produto é esperança dos produtores.

Produto é esperança dos produtores.

Considerado uma das armas mais eficientes contra a vassoura de bruxa, o biofungicida Tricovab será apresentado oficialmente pela Ceplac, no Dia Internacional do Cacau, no próximo dia 16.
O Tricovab é um agente natural, desenvolvido a partir do fungo Trichoderma stromaticum, antagônico ao Moniliophtora perniciosa, que provoca a vassoura. É uma solução desenvolvida pelos pesquisadores da Ceplac e  representa, além do controle biológico da vassoura-de-bruxa, a garantia da correção ambiental, já que até sua embalagem é biodegradável, não oferecendo riscos à saúde das pessoas nem ao meio ambiente.
“A Ceplac dá à sociedade uma resposta efetiva na questão da sanidade vegetal. Porém, muito mais que isso, com um produto ambientalmente correto”, afirma avalia o suprintendente da Ceplac na Bahia, Juvenal Maynart.
Serão distribuídos 10.240 quilos do biofungicida para os produtores indicados por técnicos da instituição, desde que adotem o pacote tecnológico recomendado pela Ceplac. Serão contempladas 640 propriedades (dois hectares por fazenda) em 30 municípios.

CONCURSO BUSCA O MAIOR JEQUITIBÁ DO SUL DA BAHIA

arvores cabrucaO “Programa Árvores da Cabruca”, uma iniciativa do Instituto Cabruca com apoio da CEPLAC, Secretaria de Turismo da Bahia, Ministério Público, IFBaiano e TV Mercado do Cacau, que será lançado esta semana, tem como objetivo formar produtos ecoturísticos associados a cadeia produtiva do cacau e chocolate, reconhecer e conservar as maiores árvores da região Sul da Bahia.
Neste ano, o Concurso “Maiores Árvores da Região Sul da Bahia”, uma das principais iniciativas do Programa, homenageará o Jequitibá.
A partir da análise técnica dos 10 maiores exemplares da espécie em volume total, será escolhido o vencedor, que será contemplado com o prêmio de R$ 20 mil para investir em trilha interpretativa de ecoturismo acompanhada de um plano de negócio, projetada por especialista da área de Ecoturismo.
O lançamento oficial do concurso será no dia 29 de maio, às 15h, com uma degustação de chocolates especiais, na Fazenda Yrerê, Rodovia Jorge Amado, Km 11, entre Ilhéus e Itabuna.
Para o presidente do Instituto Cabruca, Durval Libânio, uma das principais propostas da ação “é valorizar o sistema agroflorestal Cacau Cabruca”.
Os objetivos específicos do Concurso são vários, entre eles, identificar as árvores centenárias, estimular o turismo rural e ecológico e a conservação de grandes árvores.
Neste ano, o Jequitibá foi escolhido por ser uma das espécies mais tradicionais da região cacaueira.
Podem participar do concurso pessoas físicas, jurídicas e comunidades tradicionais que possuam imóveis, ou terras localizadas na região Sul da Bahia. Só poderão concorrer as árvores localizadas em áreas do sistema agroflorestal Cacau Cabruca.
As inscrições podem ser realizadas na sede do Instituto Cabruca, nos escritórios da CEPLAC, ou no site  www.cabruca.org.br, onde estarão disponíveis a ficha de inscrição e o regulamento do concurso no período de 30/05/2013 a 31/10/2013.

curta costa do cacau


grapiuna web pop

twitter
facebook