WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
ilheus brindes
julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

:: ‘camara de vereadores’

TRATAMENTO E INCLUSÃO DO AUTISTA FOI TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA DE ILHÉUS

Na manhã da quinta-feira (14), no plenário Gilberto Fialho da Câmara de Vereadores de Ilhéus, uma audiência pública com o tema “Conhecendo os desafios do Autismo – Tratamento e Inclusão”. A audiência foi proposta pela Comissão de Direitos Humanos, cujo presidente é o vereador Pastor Matos.

O evento contou com a participação dos vereadores Jerbson Moraes e Ivo Evangelista bem como de alunos da UESC, Polícia Militar, Corpo de Bombeiro Militar, Vara da Infância e Juventude de Ilhéus, Defensoria Pública, Associação Amigos do Autista (AMA), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), Centro de Referência de Inclusão Escolar (Crie), Centro de Apoio Universo do Aprender (CAUA) e sociedade civil. A audiência foi realizada em comemoração ao Dia do Orgulho Autista, comemorado em 18 de junho.

O Autismo é uma síndrome comportamental que apresenta sintomas básicos como dificuldade de interação social; déficit de comunicação social, tanto quantitativo quanto qualitativo e padrões inadequados de comportamento que não possuem finalidade social. O Autismo atinge uma em cada 10 crianças, em sua maioria meninos. O dia dedicado à causa tem como finalidade mudar a visão negativa que a sociedade tem em relação à síndrome, mostrando que o Autismo não é doença e sim, diferença.

A palestrante e professora da UESC/DCIE, Lilian Moreira Cruz, discorreu sobre os “Desafios da inclusão no município”. Segundo ela trazer essas questões é primordial, pois é preciso discutir o direito fundamental à Educação, legitimado pela Constituição Federal. Ela afirma que “é possível percebermos problemas sérios em nível de Brasil no tocante à Educação. Muitas famílias enfrentam problemas com escolas que não estão preparadas para trabalhar com alunos com Autismo. Os professores, a acessibilidade, o material didático disponível não condizem com a necessidade dessas famílias e acaba por desestimular a matrícula dessas crianças”. A professora acredita que é preciso estudar esse processo de exclusão e denunciar casos em que a matrícula dessas crianças seja negada. :: LEIA MAIS »

CÂMARA DE VEREADORES HOMENAGEIA POLICIAIS CIVIS PELA EXCELÊNCIA DOS SERVIÇOS PRESTADOS A ILHÉUS

A Moção foi proposta pelo presidente da Câmara, Lukas Paiva, e aprovada pelo plenário por unanimidade.

A Câmara Municipal de Ilhéus entregou nesta quarta-feira (18), durante sessão ordinária, uma placa de Moção de Congratulação aos servidores da Polícia Civil da Bahia/ 7ª Coorpin – Ilhéus.

Segundo o vereador Lukas, a Moção não é particularmente dele, mas da Câmara de Vereadores, sendo uma homenagem aos serviços prestados pelos policiais civis de Ilhéus, e principalmente aos que participaram de uma ação tática no início do mês de abril, ocorrida no bairro do Pontal.

Na ação, ao tentar abordar o veículo dos meliantes em uma viatura, os policiais foram atacados com diversos disparos, sendo atingidos no para-brisa e no encosto de cabeça do banco do motorista. A situação revelou-se um exemplo do grande risco de morte que a grande maioria dos agentes policiais estão submetidos em suas rotinas de trabalho. Na ocorrência, dois criminosos morreram, dois foram feridos e dois presos.

Com a presença de inúmeros policiais e delegados, o coordenador da 7ª Coorpin – Ilhéus, delegado Evy Silva Nery Junior Paternostro, agradeceu ao Legislativo e aos cidadãos de Ilhéus. “Para a Polícia Civil, é uma satisfação muito grande receber este reconhecimento na Casa do Povo (…) Nós, policiais civis e militares, acordamos e dormimos pensando em combater o crime. Então, esse tipo de homenagem vale muito pra gente, o reconhecimento da nossa comunidade, da população que servimos, é maior do que qualquer prêmio federal ou estadual”, agradeceu Paternostro. :: LEIA MAIS »

PROJETO DE VEREADOR VISA IMPEDIR INAUGURAÇÃO DE OBRAS PÚBLICAS INACABADAS

O projeto foi aprovado por unanimidade pela CMI. Foto: Clodoaldo Ribeiro.

O projeto foi aprovado por unanimidade pela CMI. Foto: Clodoaldo Ribeiro.

O vereador Juarez Barbosa apresentou à Câmara Municipal de Ilhéus (CMI) um projeto de lei. O projeto nº 003/2017 proíbe a inauguração de obras públicas incompletas no município de Ilhéus. Em sua essência, o projeto veta qualquer tipo de solenidade, cerimônia ou qualquer ato de inauguração de obras públicas incompletas ou que não possam entrar em funcionamento completo.

De acordo com o projeto, entende-se por incompleta a obra que não tenham concluídas todas as etapas de construção e especificações técnicas previstas em seu projeto. Já uma obra que não pode entrar em funcionamento imediato é aquela que, apesar de ter todas as etapas previstas em seu projeto concluídas, não pode entrar em funcionamento por algum fator legal impeditivo.

De acordo com o vereador Juarez, “inaugurar obras inacabadas é uma conduta totalmente desrespeitosa ao cidadão, pois o mesmo acredita que o equipamento inaugurado seja ele uma creche, escola ou posto de saúde estará disponível para uma plena utilização, o que de fato, não ocorre”.

O projeto foi aprovado por unanimidade na CMI e encaminhado para a Comissão de Justiça da casa. A comissão deve divulgar o seu parecer na Câmara que, por sua vez, realizará uma segunda votação. Sendo aprovado,  será encaminhado para o Executivo e sancionado pelo Prefeito Mário Alexandre.

LUKAS PAIVA REIVINDICA MELHORIAS PARA O DISTRITO DE INEMA

Lukas Paiva - PSB.

Lukas Paiva – PSB.

Na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Ilhéus realizada na terça-feira (07), o presidente do Legislativo, Lukas Paiva fez um apelo ao executivo municipal, pedindo uma atenção ao distrito de Inema.

De acordo com o presidente da casa, Inema, que fica a 100km de distância de Ilhéus, é uma localidade esquecida pelos gestores. A comunidade tem sofrido com a falta de energia elétrica e de recolhimento de lixo. 

Para Lukas, ” As pessoas que moram em Inema merecem todo respeito, sou a favor do governo, mas meu dever é cobrar melhorias para todos os cidadãos de Ilhéus”. Ainda de acordo com Lukas Paiva, é necessário honrar o papel de legislador, trabalhando para honrar os votos recebidos e lutando para atender as demandas da população.

VEREADOR CÉSAR PORTO SOLICITA AO GOVERNADOR MELHORIAS NA BA 001

César Porto - PDT.

César Porto – PDT.

O Vereador César Porto solicitou providências junto a Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia, no sentido de autorizar serviços de manutenção na Rodovia BA 001, trecho entre as cidades de Ilhéus e Canavieiras.

O requerimento de nº 016/2017, aprovado pelo plenário da Câmara de Vereadores, tem o objetivo de viabilizar a limpeza dos acostamentos, pinturas de quebra-molas, destaque das placas de sinalização de trânsito, tapamento de buracos entre outras melhorias para atender as justas reivindicações dos motoristas, evitando riscos de acidentes e danos em automóveis que trafegam na mencionada rodovia.

CABEÇA VAZIA É CONDOMÍNIO DO CAPETA. CÂMARA VAZIA É….

Foto: Jerberson Josué.

Foto: Jerberson Josué.

Lamentável a imagem da câmara de vereadores de Ilhéus, praticamente vazia na sessão ocorrida na tarde de hoje (25).
Enquanto a população não marcar de perto os seus vereadores, exigindo que eles hajam como verdadeiros fiscalizadores do poder executivo, e não como marionetes do prefeito Jabes Ribeiro, eles seguirão desempenhando funções meramante figurativas.
Os absurdos não param de se suceder no Paranaguá, sob as “vistas grossas” dos 13 (entre 19) vereadores que compõem a bancada de situação do jabismo.
Mas os desmandos não param de ser desmascarados, a exemplo da absurda questão do orçamento de 2014, autorizado e assinado pelo prefeito, sem o aval do poder legislativo.
Isso é um grave crime de improbidade administrativa. E se é crime, deve ser julgado e seus culpados punidos. No caso, o prefeito, sendo devidamente cassado.
Mas não.
Sem o calor da pressão popular, sem o “olho no olho” do povo, os vereadores situacionistas seguirão com a tranquila sensação de que não devem nenhuma satisfação à sociedade, apenas ao prefeito, que, em troca dos seus legislativos avais adestrados, calam suas bocas, com cargos e empregos para apaniguados dos mui amigos edis.
Mas os vereadores devem sim muitíssimas satisfações à população. O povo os elegeu, o povo paga seus salários, logo, eles devem agir como vereadores de verdade. Caso contrário, que abandonem seus cargos políticos e voltem às mediocridades de suas vidas, longe do plenário e imersos em suas existências socialmente descompromissadas.
A política é uma ciência. E ela deixa bem claro que, o que os maus políticos mais desejam é que o povo se mantenha o mais longe possível das decisões. Tal qual o cenário visto hoje na câmara de vereadores de Ilhéus.
É isso o que queremos de fato?

CÂMARA SURDA E MUDA

camaraPor email, um leitor levanta questionamentos sobre o cenário surdo-mudo da câmara de vereadores de Ilhéus. Para embasar a teoria, lembra que o legislativo local sequer possui um site para informar sobre o que acontece e a assessoria de comunicação pouco trabalha para tornar públicas as ações parlamentares.
Outro fato relevante que ressalta é o não funcionamento dos telefones e da ouvidoria da casa. Nos gabinetes e na recepção, os telefones sequer têm linha e a ouvidoria não funciona desde a gestão do ex-vereador Dinho Gás.
A publicidade dos trabalhos legislativos é exigida por lei, que prevê a existência de página online que divulgue as ações e a manutenção de canais permanentes de comunicação da câmara com a sociedade. 

REÚNE ILHÉUS DEIXA CÂMARA E VAI À DELEGACIA

Thiago, o estudante que diz ter sido agredido, sentado presta queixa, neste momento, na delegacia.

Thiago, o estudante que diz ter sido agredido, sentado presta queixa, neste momento, na delegacia.

Integrantes do movimento Reúne Ilhéus acabaram de deixar o plenário da câmara de vereadores. O grupo protestava contra o arquivamento do pedido de criação da Comissão Especial de Inquérito que investigaria o sistema de transporte do município. 
Por cerca de uma hora, o grupo fechou a única saída do plenário. Os jovens vão, agora, à delegacia prestar queixa contra o vereador Gurita, acusado de dar um soco no rosto de um manifestante.
O vereador nega a agressão e diz que ele foi vítima de empurrões quando tentava furar o bloqueio. “Nunca briguei”, disse o vereador ao ILHÉUS 24H.

CONVOCAÇÃO É DERRUBADA NA CÂMARA. IMPEACHMENT SERÁ APRECIADO DEPOIS

jabes_O requerimento do vereador Fábio Magal, que convocava o prefeito Jabes Ribeiro ao plenário para esclarecer os pontos pendentes entre o governo, servidores em greve e o Reúne Ilhéus, foi reprovado na sessão desta quarta (21).
Líder da oposição, o vereador Alisson Mendonça (PT) argumentou que a convocação seria uma boa oportunidade para o prefeito falar à população e responder questionamentos. A argumentação não serviu para reverter a posição de 8 dos 14 parlamentares presentes.
IMPEACHMENT
O pedido de impeachment do prefeito, protocolado pelos cinco sindicatos de servidores, não tem data para ser apreciado. O certo mesmo é que Jabes terá motivos para não dormir bem pelos próximos dias.

 


primark
dom eduardo

arquiteto













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia