WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura ilheus hospital sao jose
março 2017
D S T Q Q S S
« fev    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Brasil’

JBS PARALISA POR TRÊS DIAS PRODUÇÃO DE CARNE BOVINA NO BRASIL

ANPR_SINDIAVIPAR

Em meio a restrições internacionais à carne brasileira, a empresa JBS decidiu suspender parte da produção na maioria dos estabelecimentos que mantém no país. Durante três dias, o processamento da carne bovina será suspenso em 33 das 36 unidades da empresa. De acordo com comunicado da JBS, todas as fábricas vão operar, na próxima semana, com 35% a menos de sua capacidade produtiva.

As ações ocorrem seis dias após a deflagração da Operação Carne Fraca, que investiga um esquema de suborno a fiscais agropecuários para que liberassem a comercialização de carnes vencidas, que recebiam a adição irregular de produtos e eram reembaladas para venda. A Seara, uma das marcas da JBS, teve a unidade de Lapa (PR) citada no esquema, devido a supostas irregularidades na Certificação Sanitária.

“Essas medidas visam a ajustar a produção até que se tenha uma definição referente aos embargos impostos pelos países importadores da carne brasileira. A JBS ressalta que está empenhada na manutenção do emprego de seus 125 mil colaboradores em todo o Brasil”, informou a empresa, em nota à imprensa.

Além da União Europeia, pelo menos 14 países já suspenderam temporariamente a importação de carne, de forma integral ou somente dos produtos provenientes dos 21 frigoríficos investigados. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o embarque das carnes brasileiras, que tinha uma média diária de US$ 63 milhões, caiu para US$ 74 mil na última terça-feira (21).

As únicas que continuarão funcionando são a da Bahia, uma de Mato Grosso do Sul e outra em Mato Grosso.

Confira abaixo a nota da JBS na íntegra:

“A JBS confirma que suspendeu, por três dias, a produção de carne bovina em 33 unidades das 36 que a empresa mantém no país. Para próxima semana, a Companhia irá operar em todas as suas unidades com uma redução de 35% da sua capacidade produtiva. Essas medidas visam ajustar a produção até que se tenha uma definição referente aos embargos impostos pelos países importadores da carne brasileira. A JBS ressalta que está empenhada na manutenção do emprego dos seus 125 mil colaboradores em todo o Brasil”.

CONCURSOS SOMAM 18 MIL VAGAS

G1

Pelo menos 106 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (8) e reúnem 18.868 vagas para cargos em todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 23.997,18 na Procuradoria Geral do Rio Grande do Norte.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Os órgãos que abrem inscrições nesta segunda para 1.281 vagas são os seguintes: Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso, Instituto Militar de Engenharia do Exército, Prefeitura de Anchieta (SC), Prefeitura de Careiro da Várzea (AM), Prefeitura de Nova Veneza (SC), Prefeitura de Santana do Seridó (RN), Prefeitura de Santo Antônio do Amparo (MG), Prefeitura de Santo Antônio de Jesus (BA), Prefeitura de São Gonçalo do Piauí (PI), Prefeitura de Valinhos (SP), Procuradoria Geral do Rio Grande do Norte e Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Manhuaçu (MG).

Clique no leia mais e veja abaixo os órgãos com inscrições abertas:

:: LEIA MAIS »

CONCURSOS SOMAM 20 MIL VAGAS PELO BRASIL

G1

Pelo menos 111 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (1º) e reúnem 19.986 vagas para cargos em todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 19.383,88 na Defensoria Pública e no Ministério Público do Rio Grande do Sul.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Os órgãos que abrem inscrições para 1.326 vagas nesta segunda são os seguintes: Câmara Municipal de Sertãozinho (SP), Companhia de Processamento de Dados de Porto Alegre (Procempa), Fundação de Ensino de Contagem (Funec), em Minas Gerais, Ministério Público do Rio Grande do Sul, Polícia Civil do Rio de Janeiro, Prefeitura de Mogi Guaçu (SP), Prefeitura de Pedra Branca (CE) e Secretaria de Saúde de Natal.

Clique no leia mais e veja abaixo os concursos com inscrições abertas:

:: LEIA MAIS »

CÂMARA PAGA ATÉ CANAIS ERÓTICOS A DEPUTADOS

CONGRESSO EM FOCO

A fatura de TV com os canais eróticos.

A fatura de TV com os canais eróticos.

Mais uma modalidade de uso questionável de recursos públicos está em curso na Câmara, desta vez por meio de TV por assinatura. Ao menos três deputados aproveitaram as benesses da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), que garante fornecimento de produtos e serviços necessários ao exercício do mandato, para contratar pacotes especiais de televisão fechada. São mais de cem canais à disposição, dezenas deles em alta definição, com instalações nos gabinetes e até nas casas dos parlamentares. É de se imaginar que o interesse das excelências seja por notícias ou programas culturais. Mas há campeonatos de futebol e até canal pornô no conteúdo pago com o dinheiro do contribuinte.

Congresso em Foco teve acesso às faturas de TV fechada de três deputados: Flaviano Melo (PMDB-AC), José Airton (PT-CE) e Renato Molling (PP-RS). Eles contrataram pacotes especiais e ainda aderiram às ofertas das operadoras, que preveem até a abertura do sinal dos chamados “canais adultos”. Houve também compra de filmes e campeonatos de futebol no sistema pay-per-view (pague para ver, em tradução livre). Obviamente, com mais custos para o contribuinte, que é quem de fato paga a conta.

O benefício vem por meio do chamado “cotão”, como é mais conhecida a Ceap, verba multiuso destinada ao pagamento de inúmeras despesas, principalmente passagens aéreas, combustíveis e aluguel de veículos. Com essa cota, a Câmara e o Senado gastam por ano cerca de R$ 253 milhões. A verba varia de estado para estado – deputados do Distrito Federal recebem R$ 27,9 mil; os de Roraima, por exemplo, R$ 41,6 mil. A média dos gastos com o cotão na Câmara é de R$ 35 mil mensais por deputado.

Sex Zone HD

Em seu segundo mandato, Renato Molling contratou o serviço “combo” da Sky, que oferece mais de cem canais e outros 34 itens opcionais em alta definição. No pacote de Renato, coube ainda o serviço de transmissão do futebol brasileiro (“Brasileirão série A ou B + 1 campeonato estadual”) e a “Sex Zone HD” (veja o site), uma zona digital dedicada a filmes, programas e demais atrações pornográficas. Nesse pacote, três equipamentos são fornecidos ao comprador – 1 Sky HDTV Plus, 1 Sky HDTV Slim e 1 Sky HDTV Zapper, entre outros mimos.

O valor, de R$ 279,60, sobe para R$ 299,60 com os itens opcionais. O ponto, de acordo com a fatura, está localizado em Sapiranga (RS), município da região metropolitana de Porto Alegre onde Renato mantém seu escritório político.

Em entrevista ao Congresso em Foco, Renato diz não ter ideia do que há em seu serviço de TV por assinatura. “É um pacote que foi feito. Não sou nem eu que faço. Fizemos essa assinatura para ficar por dentro das notícias, dos programas de política. Acredito que não deva ter isso [canais pornô, de futebol etc], porque o pacote que foi feito é o mínimo. Mas não sei o que tem lá”, afirmou o deputado.

Renato Molling disse que seu gabinete vai devolver à Câmara o que foi gasto com canais extras em observância ao sistema de custeio da cota parlamentar. “Estamos vendo como ressarcir aquilo que não pode ser feito. Agora, não sei o [canal] que pode e o que não pode. Já orientei o pessoal para não ter mais esse pacote. A gente olha notícia ou a parte cultural [dos programas]. Foi um lapso, e estamos corrigindo para que nunca mais volte a acontecer”, declarou o deputado, ressalvando que possui trajetória política ilibada. “Sempre me elegi dentro do que é correto.”

Combo “full top”

 Já Flaviano Melo, também em seu segundo mandato, contratou o pacote mais caro, também da Sky, com serviços complementares e ampla oferta em transmissões de futebol – apenas este opcional custou, na fatura emitida em 4 de junho deste ano, R$ 69,90. Referente ao período entre 16 de junho e 15 de julho, o pacote escolhido pelo deputado é o “Combo Sky HDTV Full Top”, que dá direito a três campeonatos de futebol. O valor da fatura é de R$ 422,35, com “serviços do mês” em R$ 432,35.

Mas bastou uma ligação à Sky para saber que, no descritivo da fatura “Opcional 1 + Opcional 2″, o que se pede a mais é justamente o acesso a determinados filmes adultos, à livre escolha do usuário. O pedido especial foi feito entre os dias 16 de junho e 15 de julho, e custou R$ 42,90 a mais na conta final.

À reportagem, Flaviano não respondeu se foi ele quem pediu o filme adulto. Confrontado com a possibilidade de alguém de seu gabinete ou de sua convivência pessoal ter pedido o serviço extra, disse que tomaria providências para descobrir. Ele pediu desculpas à sociedade pelos excessos cometidos na contratação do pacote de TV fechada. Para Flaviano, a questão já foi resolvida.

“Já ressarci isso. Pedi à Câmara para me informar o valor que foi gasto com isso [canais extras]. Foi um erro meu? Foi. Mas foi um erro involuntário. Quando me alertaram, vi e corrigi. Nem estão debitando mais [na conta da Sky]”, declarou o peemedebista.

Dizendo ter havido confusão no instante em que o serviço foi instalado, o peemedebista admitiu que os canais estavam à disposição tanto na Câmara quanto em sua casa. E na mais vasta oferta. “Tem no meu escritório e tem em casa. Mas foi esse rolo todo, eles [instaladores] inverteram e colocaram também na minha casa. Está tudo [canais] lá, deve ter de tudo. Quando você compra esse pacote, compra tudo. Dei bobeira. Mas peço desculpa e já ressarci o pagamento. Estamos sujeitos a esses erros”, completou Flaviano.

Conexão Papicu

Já o deputado José Airton consumiu R$ 383 em TV a cabo, segundo a fatura emitida em 25 de junho, com vencimento em 7 de julho. Ao todo, no período entre 7 de julho e 6 de agosto, os “serviços do mês” totalizaram R$ 406,90 no pacote descrito como “Combos New Sky HDTV Super 2011 – M”, que custou R$ 299,90. Com o pacote opcional de futebol, esse valor foi acrescido de R$ 69,90. A fatura foi endereçada à Rua Riachuelo, 760, no bairro tradicional de Papicu, em Fortaleza (CE).

Procurado pela reportagem, tanto por e-mail quanto pelo telefone de seu gabinete em Brasília, José Airton não foi encontrado. O Congresso em Foco mantém o espaço aberto para que o deputado se manifeste sobre o assunto a qualquer momento.

Cotão

A Câmara e o Senado fazem análise apenas dos aspectos relativos à regularidade fiscal e contábil das prestações de contas dos parlamentares para autorizar o ressarcimento das despesas.  Os técnicos examinam apenas se o serviço contratado é contemplado pelo cotão.

No Ato da Mesa Diretora nº 43, que institucionalizou a Ceap em junho de 2009, registra-se que a verba é “destinada a custear gastos exclusivamente vinculados ao exercício da atividade parlamentar”. Entre as descrições de serviços e produtos designados como necessários a tal atividade está a assinatura de TV a cabo “ou similar”, sem restrições de canal ou tipo de programação. Os valores são pagos aos congressistas na forma de reembolso mediante apresentação de comprovantes de pagamento.

“Não é pelo valor em si que a gente deve fiscalizar [o uso do dinheiro público], mas pelo ato em si. Porque quem mexe com um valor pequeno sem responsabilidade pode, também, não ter responsabilidade para lidar com valores altos de dinheiro público. Essa atitude de fiscalizar, de cobrar, tem de ser independente do valor. Cada cidadão brasileiro tem a obrigação, até, de ser um fiscal, e cobrar dos gestores públicos uma posição mais coerente, mais correta para lidar com o dinheiro público”, disse à reportagem o ativista digital Lúcio Big, que se dedica a analisar como os congressistas gastam o cotão e descobriu os gastos com a TV por assinatura.

BRASIL É O 2º PAÍS COM O MAIOR NÚMERO DE JORNALISTAS ASSASSINADOS EM 2014

ESTADÃO
violencia jornalistaUm levantamento publicado hoje pela entidade PEC (Press Emblem Campaing), com sede na Suíça, aponta que apenas o Iraque registrou um maior número de mortes de jornalistas que o Brasil em 2014.
Os dados revelam que cinco jornalistas foram assassinados no Iraque nos três primeiros meses do ano. Já no Brasil, o número chegou a quatro, o mesmo que foi registrado no Paquistão.
O número de mortes no Brasil seria ainda superior ao que foi registrado na Síria, país em plena guerra civil e com dois mortos, ou no Afeganistão com 3 mortes.
O governo brasileiro havia prometido uma série de medidas para garantir a proteção de jornalistas e a ONU vem apelando para que o Brasil puna os responsáveis pelos assassinatos.
A entidade revela que, em apenas três meses, 27 jornalistas foram assassinados enquanto trabalhavam pelo mundo. O número é praticamente o mesmo do que havia sido registrado no mesmo período de 2013, com 30 mortes.
Um dos destaques é justamente o fato de que o número de vítimas em protestos também aumentou. Neste ano, quatro profissionais perderam suas vidas cobrindo manifestações no mundo, na Ucrânia, Egito, Paquistão e no Brasil.

DILMA SANCIONA LEI QUE DIFICULTA FECHAMENTO DE ESCOLAS RURAIS E QUILOMBOLAS

nananana

Nos últimos cinco anos foram fechadas mais de 13 mil escolas rurais.

A presidente Dilma Rousseff sancionou uma norma que dificulta o fechamento de escolas rurais, indígenas e quilombolas.
A decisão foi publicada no Diário Oficial da União, desta sexta-feira (28).
A Lei 12.960, de 27 de março, altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) para fazer constar exigência de manifestação de órgão normativo – como os conselhos municipais de Educação – do sistema de ensino para o fechamento desse tipo de escola.
Além disso, estabelece que a comunidade escolar deva ser ouvida e a secretaria de Educação do estado justifique a necessidade de encerramento das atividades.
A autoria do projeto é do Executivo e, ao justificar a proposta, o então ministro da Educação, Aloizio Mercadante, destacou que, nos últimos cinco anos, foram fechadas mais de 13 mil escolas rurais. Disse, ainda, que as decisões tomadas sem consulta causam transtornos à população rural que deixa de ser atendida ou passa a demandar serviços de transporte escolar.

BRASIL É O PAÍS ONDE OS RICOS PAGAM MENOS IMPOSTOS

PRAGMATISMO POLÍTICO
leao-imposto-rendaReclamar dos impostos é hábito comum da elite brasileira. Mas uma comparação internacional mostra que a parcela mais abastada da população não paga tantos tributos assim. Estudos indicam que são justamente os mais pobres que mais contribuem para custear os serviços públicos no país.
Levantamento da PricewaterhouseCoopers (PWC) feito com exclusividade para a BBC Brasil revela que o imposto de renda cobrado da classe média alta e dos ricos no Brasil é menor que o praticado na grande maioria dos países do G20 – grupo que reúne as 19 nações de maior economia do mundo mais a União Europeia.
A consultoria comparou três faixas de renda anual: 70 mil libras, 150 mil libras e 250 mil libras – renda média mensal de cerca de R$ 23 mil, R$ 50 mil e R$ 83 mil, respectivamente, valores que incorporam mensalmente o 13º salário, no caso dos que o recebem.
Nas três comparações, os brasileiros pagam menos imposto de renda do que a maioria dos contribuintes dos 19 países do G20.
Nas duas maiores faixas de renda analisadas, o Brasil é o terceiro país de menor alíquota. O contribuinte brasileiro que ganha mensalmente, por exemplo, cerca de R$ 50 mil fica com 74% desse valor após descontar o imposto. Na média dos 19 países, o que resta após o pagamento do imposto é 67,5%.
Já na menor faixa analisada, o Brasil é o quarto país que menos taxa a renda, embora nesse caso a distância em relação aos demais diminua. Quem ganha por ano o equivalente a 75 mil libras (cerca de R$ 23 mil por mês), tem renda líquida de 75,5% no Brasil e de 72% na média do G20.
As maiores alíquotas são típicas de países europeus, onde há sistemas de bem estar social consolidados, mas estão presentes também em alguns países emergentes.
Na Itália, por exemplo, praticamente metade da renda das pessoas de classe média alta ou ricas vai para os cofres públicos. Na Índia, cerca de 40% ou mais, assim como no Reino Unido e na África do Sul, quando consideradas as duas faixas de renda mais altas em análise.

DILMA BATERIA TODOS OS OPONENTES EM 1º TURNO

O GLOBO
"Beijo pra o recalque passar longe". Ninguém bate a mulher.

“Beijo pra o recalque passar longe”. Ninguém bate a mulher.

Pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira aponta que, se a eleição fosse hoje, a presidente Dilma Rousseff (PT) seria a primeira colocada entre os pré-candidatos. O levantamento apontou que ela obteria 43,7% das intenções de votos, contra 17% de Aécio Neves (PSDB) e 9,9% de Eduardo Campos (PSB). Num outro cenário, quando Eduardo Campos é substituído por Marina Silva (PSB), o quadro seria o seguinte: Dilma ainda lideraria, com 40,7%, seguida de Marina, com 20,6%, de Aécio Neves, com 15,1% e Levy Fidelix (PRTB), com 0,4%.
Quando o eleitor é perguntado sobre em qual candidato pretende votar para presidente, de forma espontânea, Dilma ainda é a mais lembrada, com 21,3%, seguida de Lula (5,6%), que tem o mesmo percentual de Aécio. Marina Silva aparece em quarto na lembrança do eleitorado, com 3,5%, Eduardo Campos teria 2,6%, José Serra (PSDB), 0,5% e Geraldo Alckmin (PSDB), 0,4%.

PAÍS TEM 42 MIL VAGAS ABERTAS EM CONCURSOS

G1

Pelo menos 146 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (17) e reúnem 42.321 vagas para cargos em todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 25.125,39 na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva, ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Clique no leia mais e confira a relação dos concursos.

:: LEIA MAIS »

BRASIL É REFERÊNCIA NO COMBATE À MISÉRIA

AGÊNCIA BRASIL
miseriaO diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), José Graziano da Silva, disse hoje (4) que os avanços brasileiros em políticas sociais e de combate à fome “não passaram desapercebidos para o resto do mundo”. “Esse conjunto de políticas mudou o rosto do Brasil. Hoje, [o país] é referência mundial no combate à fome e à miséria. E o Brasil não tem se negado à responsabilidade de compartilhar seu conhecimento”, disse. Graziano, que é brasileiro, deu as declarações em vídeo enviado para um seminário organizado para marcar os dez anos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), criado em 2003, por meio do qual a produção de pequenos agricultores é adquirida para a merenda escolar.
Representantes de países que usaram a experiência brasileira comentaram a implementação de suas próprias versões do programa. Entre outras iniciativas, o PAA inspirou o Purchase from Africans for Africa (Compre de Africanos para a África), PAA Africa, que reúne a FAO, o Departamento do Reino Unido para o Desenvolvimento Internacional e especialistas brasileiros. O PAA Africa atende a cinco países em caráter experimental: Moçambique, Senegal, Nigéria, Malauí e Etiópia. Além de compras locais para merenda escolar, os agricultores podem vender o excedente ao Programa Mundial de Alimentos (PMA) da FAO.
Segundo o ministro Milton Rondó, coordenador de Ações de Combate à Fome do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, 5.187 agricultores, 125 mil estudantes e 434 escolas são beneficiadas pelo programa na África. “Tem se desenvolvido de forma diferente em cada país, de acordo com suas especificidades. Mas, nos cinco, a FAO organiza os produtores. É bom lembrar que parte da alimentação escolar [no Brasil] era feita pelo PMA até o início dos anos 1990. É um salto que os países também podem dar”, disse Rondó.
Alexander Wykeham Ellis, embaixador britânico no Brasil e representante do Departamento do Reino Unido para o Desenvolvimento Internacional, afirma que o país investe no PAA Africa porque o programa funciona. “Meu país é capaz de aprender e não só ensinar. Posso ver uma coisa muito bem feita no Brasil e aprender como podemos fazer isso nos outros países”, disse.
Segundo Guidione Ezequiel Elias, da Associação Agropecuária Tilimbique, de Moçambique, o programa é útil em questões como a regularização e organização dos produtores, além de estrutura física e qualidade da produção. “Estamos na fase inicial, mas está nos ajudando muito. As associações [de produtores] não estavam bem legalizadas. Para vendermos nossos produtos, também era preciso ter bons armazéns. Construímos celeiros e, no fim de tudo, conseguimos vender o nosso produto de boa qualidade”, declarou, em participação no seminário.

ESTADOS NÃO CONSTROEM PRESÍDIOS E DEVOLVEM R$ 187 MILHÕES À UNIÃO

cadeia
Nos últimos dez anos, 15 estados e o Distrito Federal não usaram R$ 187 milhões liberados pelo governo federal para construir e reformar presídios, aponta um levantamento do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), ligado ao Ministério da Justiça.
Segundo o G1, não tiveram continuidade dezenas de projetos, entre eles estabelecimentos de saúde e educação para detentos, aprovados entre 2004 e 2013, para Alagoas, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Sergipe e Tocantins.
Entre as justificativas apresentadas para a não utilização das verbas, estão a falta de recursos dos próprios estados para completar as obras, cancelamentos por atrasos, inadequação de projetos alterados, problemas em licitações, suspeitas de irregularidades e trocas no comando dos governos estaduais.
Há também casos de cancelamento de contratos por determinação do governo federal e mudanças na política carcerária.

CONFIRA OS FERIADOS OFICIAIS DE 2014

feriadoPortaria do Ministério do Planejamento, publicada hoje (6), no Diário Oficial da União, estabelece o calendário de feriados nacionais para os órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo, sem prejuízo da prestação dos serviços considerados essenciais.
Segundo o Brasil Atual, a portaria não estabelece se nos dias dos jogos da Copa do Mundo, entre 12 de junho e 13 de julho, em 11 capitais e no Distrito Federal, os expedientes serão suspensos.
São feriados nacionais, em 2014, as seguintes datas:
1º de janeiro – Confraternização Universal (quarta-feira, já celebrado)
18 de abril – Paixão de Cristo (sexta-feira)
21 de abril – Tiradentes (segunda-feira)
1º de maio – Dia do Trabalho (quinta-feira)
7 de setembro – Dia da Independência (domingo)
12 de outubro – Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil (domingo)
2 de novembro – Dia de Finados (domingo)
15 de novembro – Proclamação da República (sábado)
25 de dezembro – Natal (quinta-feira)
:: LEIA MAIS »

TIRAR A CNH VAI FICAR MAIS CARO

ESTADÃO

autoescolaQuem quiser tirar a carteira nacional de habilitação (CNH) a partir de agora terá de passar por cinco aulas em um simulador de direção instalado nas autoescolas. A nova regra, que começou a valer no dia 1º no País, vai elevar em até 20% o valor gasto na emissão do documento. Antes da mudança, o interessado em obter a permissão para dirigir tinha de desembolsar, em média, R$ 1,2 mil, segundo a Federação Nacional das Autoescolas (Feneauto). Com a alteração, esse valor subirá até R$ 250.
Definida por resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a norma é válida apenas para a categoria B (habilitação para automóvel). As aulas, de 30 minutos cada, devem ser feitas obrigatoriamente antes do início da parte prática. As atividades no simulador não diminuem o número mínimo de aulas práticas exigidas: 20 aulas de 50 minutos. As aulas simuladas também não têm caráter eliminatório.
“O Detran recebe um relatório com os resultados do aluno, mas não há uma avaliação. A ideia do simulador é permitir que o estudante se familiarize com situações de risco”, diz Silvio Luiz de Oliveira, diretor de ensino da Autoescola Veja, uma das que já têm o equipamento. 
A cada aula, o aluno vê o nível de dificuldade aumentar. A simulação começa com conceitos básicos e vai incorporando situações de adversidade, como trafegar em vias de grande movimento, em pista escorregadia ou sob neblina intensa. “É bem parecido com a realidade, a estrutura é idêntica à do carro. Acho que ajuda o aluno a ter mais noção antes de ir para o trânsito real”, diz a aluna Joyce Lemos, de 27 anos. 
Para Dirceu Rodrigues Alves Júnior, diretor da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), a inclusão de aulas simuladas ajuda a suprir uma carência na formação dos condutores. “Os cursos existentes são insuficientes, porque só ensinam o que é necessário para a prova prática. O aluno não tem contato com os riscos que vai encontrar no dia a dia, e o simulador pode ajudar nisso.” 
Apesar de a regra já estar em vigor, muitas autoescolas e Detrans não se prepararam para a mudança. “Algumas autoescolas não compraram as máquinas achando que a lei não ia pegar, e muitos Detrans não adequaram seus sistemas”, diz Magnelson Carlos de Souza, presidente da Feneauto. 

PRF TERÁ CONCURSO COM 216 VAGAS E SALÁRIOS DE R$ 3600

policia-concursoA Polícia Rodoviária Federal (PRF) teve seu concurso público com 216 vagas para agente administrativo autorizado. As oportunidades são para profissionais de nível médio e oferecem salários de  R$3.689,77 (incluindo auxílio-alimentação, de R$373). A carga de trabalho é de 40 horas semanais.

Como a publicação saiu do Diário Oficial da União (DOU) da segunda-feira (30), a expectativa é que o edital seja lançado até o dia 30 de junho. De acordo com o Folha Dirigida, a tendência é que o documento seja publicado o mais rápido possível, uma vez que a seleção visa a substituição de terceirizados irregulares, que conforme acordo firmado entre União e Ministério Público do Trabalho (MPT) deixaram o órgão na terça-feira (31).

STJD DEFENDE JOGOS SÓ COM MULHERES E CRIANÇAS COMO PUNIÇÃO

ESTADÃO
Jogadores assistem confronto entre torcidas de Vasco e Atlético-PR. Foto: Carlos Moraes/O Dia

Jogadores assistem confronto entre torcidas de Vasco e Atlético-PR. Foto: Carlos Moraes/O Dia

O procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Paulo Schmitt, defendeu nesta segunda-feira que o Brasil adote como medida punitiva aos clubes que tiverem briga de torcida nos estádios a proibição da presença de homens adultos nas arquibancadas.
“Mulheres e crianças nos estádios é uma ideia interessante, que já foi testada com sucesso na Turquia”, comentou Schmitt, em entrevista ao SporTV. No país europeu, chamou atenção especialmente um jogo do Fenerbahce, em 2011, em que a equipe, na época com Alex no time, atraiu mais de 40 mil mulheres e crianças a um único jogo.
Schmitt também defendeu a realização de jogos sem torcida, possibilidade que não existe no Regulamento Geral de Competições de 2013 da CBF, mas que foi incluída na legislação válida para os campeonatos nacionais do ano que vem, divulgada na última sexta-feira. Para o procurador geral do STJD, seria uma forma de punir clubes e organizadas no bolso.
“Insisto na possibilidade de ausência de público porque incentiva atacar o lado financeiro. Isso é importante para lidar com a bandidagem, que vem usando o futebol ilicitamente no aspecto econômico. Quando você fecha o estádio, não há transação de souvenir, brindes e ingressos, que é o que sustenta a organizada”, lembrou Schmitt.
O procurador geral ainda cobrou que outras esferas façam sua parte para tentar acabar com a violência nos estádio. “Tem que cobrar do governo federal, prisão, controle de acesso. CBF, governo federal, todos têm que fazer alguma coisa. Está faltando esse componente que é auxiliar. Temos muito o que fazer ainda. A punição no STJD, pelo estatuto do torcedor, está restrita ao clube.” 





twitter
facebook