WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
ilheus brindes
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

:: ‘avenida Soares Lopes’

AV. SOARES LOPES GANHA INCREMENTOS PARA INCENTIVAR A PRÁTICA ESPORTIVA E DE LAZER DURANTE O VERÃO DE ILHÉUS

Avenida Soares Lopes, Ilhéus-BA.

O que já é uma rotina, todos os domingos, para muitas famílias de Ilhéus, a partir do dia 7 de janeiro será incrementado pela Secretaria Municipal de Turismo e Esporte (Setur). A interdição de uma das pistas da avenida Soares Lopes, no centro, tem atraído apaixonados por alguma prática esportiva ou de lazer. Agora, a proposta é ampliar isso, oferecendo aos moradores da cidade e aos visitantes, uma infraestrutura mais profissional, nos próximos nove domingos deste início de ano.

A Setur, através do seu departamento de esportes, vai montar em toda a extensão de uma das pistas da avenida – sentido Catedral-Porto – quadras provisórias para prática de futevôlei, vôlei e outras atividades esportivas e disponibilizar professores de educação física para atuarem de forma orientada na condução dos exercícios. “O que estamos promovendo é o incentivo à prática esportiva e uma vida saudável para as pessoas”, explica Danilo Rabat, coordenador do evento.

O “Projeto Saúde, Lazer, Esporte e Movimento”, integra a programação de verão elaborada pela Setur e vai acontecer das 8 às 11 da manhã. “A proposta é dar qualidade ao que já se apresenta como uma conquista natural da população, que é a ocupação do espaço público aos domingos”, destaca o secretário Roberto Lobão.

:: LEIA MAIS »

IRMÃO LÁZARO, BIA SOUSA E TRÊS EM UM, HOJE À NOITE NO PALCO DO VEM LOUVAR VERÃO EM ILHÉUS

Louvor, adoração, comunhão, alegria e celebração a Deus não vão faltar hoje (2), a partir das 19h30min na Avenida Soares Lopes. Pelo décimo sétimo ano, o Vem Louvar Verão se tornou um programa voltado para a juventude e todos aqueles que se identificam com a doutrina cristã, além de ser frequentado por toda a família. Entre as atrações confirmadas, Bia Sousa e Ministério Três em Um, além de Irmão Lázaro e Banda, um dos mais influentes artistas gospel do Brasil. O evento é organizado pela Igreja Batista Lindinópolis e conta com o apoio da Prefeitura de Ilhéus.

De acordo com a organização, o Vem Louvar Verão é inteiramente gratuito e aberto para todos os públicos, patrocínio de empresas do setor privado. São esperadas pelo menos 15 mil pessoas no local com caravanas de muitos lugares da região. Além das apresentações musicais, o Vem Louvar Verão traz testemunhos e a pregação do Evangelho. Barracas padronizadas de lanches, além de produtos como camisetas, chaveiros, adesivos, squeezes e bonés serão vendidos no local.

Evento de louvor – No palco do Vem Louvar Verão já subiram atrações nacionais e internacionais de estilos e ritmos diferentes, com o mesmo objetivo: proporcionar ao público um dia dedicado ao louvor e adoração em comunidade. Nomes como Fredson e Banda, Sacerdócio, Marcados Por Cristo, Semeadores, Talles Roberto, Nívia Soares, Marquinhos Gomes e David Quinlan se apresentaram em edições passadas.

:: LEIA MAIS »

ILHÉUS FEZ O MAIOR RÉVEILLON DO INTERIOR DA BAHIA

Avenida Soares Lopes.

Quando às 11h55min da noite de ontem (1º) a cantora Solange Almeida, a última atração nacional prevista para a se apresentar, subiu ao palco montado na avenida Soares Lopes, em Ilhéus, a cidade dava adeus ao maior réveillon realizado no interior da Bahia. Foram três dias de festa, que reuniu no Circuito Réveillon da Alegria, artistas consagrados da música nacional e “pratas da casa” em busca de um lugar ao sol.

“Recebemos o ano novo em grande estilo, com a marca e a hospitalidade do povo de Ilhéus”, resumiu o prefeito Mário Alexandre, fazendo questão de destacar os 100 por cento de ocupação da rede hoteleira da cidade, estimada em 6 mil leitos. O prefeito foi a todos os dias da festa. Desceu, caminhou pelo circuito, ouviu ilheenses e turistas. “Esta é a pesquisa mais confiável que podemos ter sobre a resposta da festa. As pessoas elogiaram a organização, vibraram com as atrações e receberam o novo ano cheias de otimismo”, disse.

No circuito da festa, os ambulantes também comemoravam. Vanderson Novaes há mais de três anos ganha dinheiro na chegada do ano novo, produzindo drinks. “Foi bom, muito bom”, resumiu. Este ano, para dar conta da demanda, convocou a esposa, a cunhada e a sobrinha para auxiliá-lo. A ambulante Selma França, calcula que, por noite, comercializou mais de uma centena de coquetéis, numa festa onde a venda de cerveja superou as expectativas.

:: LEIA MAIS »

MEDITAÇÃO COLETIVA ACONTECE NESTE DOMINGO EM ILHÉUS

Seguindo o calendário mensal, o movimento “MeditAr Livre” realiza neste domingo (10) mais uma edição da meditação coletiva com o objetivo de semear a paz individual e coletiva. Aberto ao público, o encontro começará às 10h e será realizado na área aberta ao lado da Tenda Teatro Popular de Ilhéus (Avenida Soares Lopes). 

A programação conta, ainda, com som curativo das Tigelas de Cristais, Danças Circulares, Yoga  e  Reiki. 

Promovido desde junho, o movimento já conseguiu reunir mais de 100 pessoas. Para participar, basta levar uma canga ou esteira e água para consumo próprio. Os organizadores sugerem que os participantes vistam camisa branca e levem alimentos leves para um lanche colaborativo. Saiba mais em www.facebook.com/MeditArLivre

ILHÉUS: CIENTISTAS IDENTIFICAM PORTAIS EXTRA DIMENSIONAIS NA AVENIDA SOARES LOPES

Foto: Marrom de Ilhéus.

Foto: Marrom de Ilhéus.

Após um longo período de aprofundados e minuciosos estudos, o Instituto Ilheense de Estudos Ufologistas e Extra dimensionais, divulgou, por meio de nota oficial, que encontrou na cidade, dois supostos portais de acesso à outras dimensões.
Eles foram identificados em uma das vias mais nobres de Ilhéus, a avenida Soares Lopes.
Foto: Marrom de Ilhéus.

Foto: Marrom de Ilhéus.

Os cientistas do instituto alertam à população que tomem o máximo de cuidado ao transitarem próximos às crateras, pois, ainda não há comprovação cientifica do que pode se suceder caso alguma pessoa caia em algumas delas.
Há quem diga que o ex-prefeito Newton Lima e o seu braço direito, Jorge Bahia, caíram em tais portais.

ILHÉUS: LIXO PRA TURISTA VER

Foto: R2Cpress

Foto: R2Cpress

Essa montagem de imagens foi publicada no site R2Cpress, e retrata a situação de um dos bairros mais visitados por turistas em Ilhéus, a avenida Soares Lopes.
Como é possível perceber, o lixo predomina no local, e no porto está ancorado um transatlântico, que desembarca milhares de turistas na cidade.
Ficamos a imaginar qual a impressão deles ao se depararem com o quadro exposto nas fotos?

ESPAÇO RESERVADO AO ESPORTE NA AVENIDA SOARES LOPES

Avenida terá horário reservado ao esporte.

Avenida terá horário reservado ao esporte.

O Projeto Domingo na Avenida, aberto efetivamente no último dia 29, acrescentará uma novidade a partir desta quinta-feira, dia 2 de janeiro de 2014. Atendendo a diversos pedidos da comunidade esportiva, uma das pistas da Soares Lopes também será interditada para a prática de exercícios físicos de segunda a sábado, das 5 às 9 horas. Promovido pela Secretaria Municipal de Relações Institucionais (Serin), o Domingo na Avenida acontecerá durante toda a temporada de verão nas manhãs de domingo, sempre das 6 às 10 horas.
De acordo com o secretário de Relações Institucionais, Jaílson Nascimento, além do estímulo às práticas esportivas, no Domingo na Avenida, os participantes contam com uma estrutura de apoio, que disponibiliza serviços como vacinação e aferição de pressão arterial. Já estamos trabalhando, inclusive, para aumentar a estrutura e, por via de consequência, os serviços oferecidos, completa o secretário.

O BURRO ELITISMO QUE AINDA SE VÊ EM ILHÉUS

burroDe acordo com a definição clássica do “pai dos burros”, favela é uma área degradada de determinada cidade, caracterizada por moradias precárias, falta de infraestrutura e sem regularização fundiária.
A sua origem etimológica surge na guerra de Canudos. A então cidadela comandada por Antônio Conselheiro foi construída junto a alguns morros, entre eles o morro da Favela, assim batizado em virtude da planta Cnidoscolus quercifolius (popularmente chamada de favela) que encobria a região.
Alguns dos soldados que foram para a guerra, ao regressarem ao Rio de Janeiro em 1897, deixaram de receber o soldo, instalando-se em construções provisórias erigidas sobre o morro da Providência. O local passou então a ser designado popularmente morro da Favela, em referência à “favela” original. O nome favela ficou conhecido e na década de 1920, as habitações improvisadas, sem infraestrutura, que ocupavam os morros passaram a ser chamadas de favelas.
Pois bem, outro dia desses, acessando o nosso querido R2C Press, site avô de todos os blogs da região, nos deparamos com a postagem indignada de um ilheense, que, com fotos da tenda do Teatro Popular de Ilhéus, armada na avenida Soares Lopes, reclamava da suposta favelização da nobre localidade.
Pensamos aqui com nossos botões: Vejam só, um local onde a cultura é a peça motriz, com a realização e produção de peças de teatro, oficinas culturais diversas e inúmeras atividades artísticas, é classificado como favela, por, supostamente, destoar da beleza local e incomodar os nobres moradores do citado bairro.
Continuando na grande rede, eis que nos deparamos com um comentário aqui mesmo no Ilhéus 24h, sobre a retirada do acampamento do Reúne Ilhéus de frente do palácio Paranaguá, sede da prefeitura de Ilhéus. O comentárista em questão afirmou que a presença de tais barracas remetia a uma favela, armada no centro histórico da cidade.
Ora bolas, um local onde jovens acampados exigem que a prefeitura explicite a documentação que justifique a roubalheira convencionada através dos altos preços da passagem de ônibus na cidade, é classificado pejorativamente por favela. Ou seja, mais vale o “belo” aspecto estético do centro, do que a luta para acabar com a exploração que o preço de tal serviço representa.
Pois é, em pleno século 21 ainda é possível se deparar em Ilhéus com o burro sentimento elitista, que prega que a arte e as mobilizações reivindicativas populares, são coisas “favelizantes”.
Discordamos. Mais degradada do que a mais pobre das favelas são os valores dessas pessoas que nutrem esse tipo de pensamento.
São coisas da nossa Ilhéus. Ou melhor, da Ilhéus elitizada e burra, como muitos desejam que ela seja.

dom eduardo

arquiteto













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia