WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
ilheus brindes
agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Alisson mendonça’

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DE MANZO APOIA DILMA

A galera da Associação Desportiva Amigos de Manzo parabeniza o vereador Alisson Mendonça (PT), que faz aniversário neste domingo (15).

A influente galera que compõe a Associação Desportiva Amigos de Manzo, fundada em junho de 2002, está em plena campanha para a reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT). O apoio conta com a articulação do vereador ilheense Alisson Mendonça. De acordo com o líder comunitário Manzo, o trabalho está sendo árduo, mas o grupo confia na vitória. 

JABES RIBEIRO – PREFEITO PEÇA DE MUSEU

POR ALISSON MENDONÇA, VEREADOR PELO PT DE ILHÉUS

Alisson Mendonça (PT), vereador ilheense líder da bancada de oposição.

O Palácio Paranaguá, deve permanecer como sede do poder Executivo, e até mesmo abrigar um museu, como é o caso da Casa Rosada na Argentina, sede da presidência da República da Argentina e museu da Casa do Governo, aos finais de semana é aberto ao público para visitações (experiência de sucesso).
Soa até engraçado o assunto preferido do alcaide, transformar o prédio onde funciona a prefeitura em museu. O “projeto” é, reformar o espaço que abrigava a Coelba (bairro da Conquista), e transferir a sede do governo municipal para aquela localidade. Isso mesmo, depois de um ano e meio sem conseguir construir uma única escola e nem reformar as existentes, o prefeito “viaja” com essa ideia “transformadora”, e diga-se de passagem, sem a anuência da população.
Pois bem, como a Câmara de Vereadores se transformou num “apêndice” do Executivo, uma espécie de secretaria de assuntos legislativos, portanto, um espaço estéril, só nos resta abrir essa discussão nas redes sociais, e para isso devemos ponderar alguns aspectos.
– A cidade necessita mesmo é de um CENTRO ADMINISTRATIVO, descente, amplo, com estacionamentos, prédios modernos e fora do centro histórico, uma obra para a Ilhéus do futuro, moderna.
– O espaço da Coelba deve ser utilizado para outros fins, transformando-o em equipamento para uso dos moradores do bairro da Conquista, tão carente de espaços de convivência, lazer, esportes…
– O Palácio Paranaguá, deve permanecer como sede do poder Executivo, e até mesmo abrigar um museu, como é o caso da Casa Rosada na Argentina, sede da presidência da República da Argentina e museu da Casa do Governo, aos finais de semana é aberto ao público para visitações. (experiência de sucesso).
– O Palácio tem salões amplos, tanto no térreo, utilizado pelo setor de tributos como no primeiro andar, onde funciona a procuradoria, que podem abrigar museus e espaços para reuniões dos setores organizados da sociedade como chefe do poder executivo, atos solenes…
– A cidade possui o Museu do Cacau (abrigado no prédio do antigo ICB) que está sendo restaurado pela UESC, o Museu do Instituto Nossa Senhora da Piedade, o Museu de Misael Tavares, no Ilhéus Hotel e o museu da Maramata.
– E que tal mais um museu ali no prédio da antiga Escola General Osório?
Pois bem, feitas as ponderações, chamo a atenção da sociedade organizada e do cidadão a da cidadã comum, para a urgência no debate do tema, pois, o prefeito já autorizou a licitação, e se continuarmos calados, ele põe no projeto a confecção da sua própria estátua, para ser edificada ao lado da de Sapho, na praça JJ Seabra.

 

CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR REJEITA PRESTAÇÃO DE CONTAS DA PREFEITURA DE ILHÉUS

COM INFORMAÇÕES DO AGRAVO
merendaEm reunião realizada na manhã dessa quarta-feira (16), o Conselho de Alimentação Escolar do Município de Ilhéus (CAE), rejeitou, através de votação, as prestações de contas da prefeitura. Foram cinco votos contrários e apenas dois favoráveis.
Há alguns meses, após visitas ao Tribunal de Contas do Município (TCM), os vereadores ilheenses Alisson Mendonça (PT) e Lukas Paiva (PMN), descobriram algumas aberrações em relação à compras da merenda escolar no município. Por exemplo: Compra de quantidade absurda de sal e frango, descumprimento das exigências nutricionais do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), sendo servido apenas rosquinha e suco nas escolas, alimento estragando, dentre outros absurdos.
O vereador Alisson afirma que, segundo os números colhidos no TCM, foram gastos com a aquisição da merenda escolar, exatos R$ 1.783.000,00 (um milhão, setecentos e oitenta e três mil reais).
Com isso, segundo o vereador, para dar conta de tanta “merenda”, uma criança teria que comer a cada 20 minutos, um quilo de frango e dois de biscoito, por todos os dias do ano letivo.
Outra aberração foi a constatação da aquisição de 19 mil litros de iogurte, sendo que a secretaria municipal de Educação não possui locais adequados para os seus armazenamentos.
Confiram, clicando nos links, outras matérias onde as estranhezas envolvendo a merenda escolar em Ilhéus foram abordadas:
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2013/07/23/questoes-pessoais-travam-setor-de-merenda-da-prefeitura/
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2014/01/06/rosquinha-e-refrigerante-na-merenda-escolar-de-ilheus/
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2014/02/11/alimentos-apodrecendo-fatos-sem-explicacao-e-obscuridades-rondam-a-merenda-escolar-de-ilheus/
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2014/03/20/merenda-escolar-em-ilheus-o-esquema-das-rosquinhas-continua/
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2014/03/21/prefeitura-de-ilheus-comprou-uma-tonelada-de-sal-para-a-merenda-escolar/

GERALDO SIMÕES DISCUTE PRÉ-CAMPANHA EM ILHÉUS

O grupo começou a traçar as estratégias para a campanha em Ilhéus.

O grupo começou a traçar as estratégias para a campanha em Ilhéus.

Uma reunião com lideranças políticas, na manhã de sábado (29), em Ilhéus, marcou o início da pré-campanha pela reeleição do deputado Geraldo Simões. Representantes de diversos segmentos, como educação, comércio, agricultura, sindicatos e funcionalismo público discutiram ações para a defesa do nome do parlamentar no município e na região.
O vereador Alisson Mendonça afirmou que o mandato do deputado Geraldo Simões é de grande importância para a região, que tem grande carência de representação no Poder Central, além de ser um elo também com o governo do estado.
“Reeleger Geraldo é importante porque vai garantir que a nossa região continuará tendo voz junto aos organismos de governo, em todas as instâncias. E nós já temos o parâmetro para medir essa importância, que é justamente o conjunto de ações que seus três mandatos garantiram para Ilhéus e região”, explica o vereador ilheense.
Outro que fez questão de se posicionar foi o presidente da Associação de Pequenos Agricultores de Ilhéus, Una e Buerarema, Abiel Santos. “Geraldo foi o único parlamentar que abraçou a luta pela defesa de nossas propriedades na região da Serra do Padeiro, apesar das dificuldades que sabemos que ele enfrenta. Reelegê-lo é uma demonstrção de gratidão e também uma boa estratégia de nosso movimento”.
Ações concretas
O deputado Geraldo Simões defendeu a eleição do deputado Rui Costa, pré-candidato do PT à sucessão do governo estadual, e a reeleição da presidenta Dilma. “Nossa região está recebendo investimentos em torno de R$ 10 bilhões. Sabemos que as obras ainda não estão no ritmo que gostaríamos e necessitamos, mas não temos dúvidas que serão o trampolim para o nosso desenvolvimento num curto espaço de tempo”.
Geraldo pontuou que muita coisa já foi realizada, como a adoção da Política de Preço Mínimo para o cacau e a própria implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia. “A universidade já está programando o início das aulas para o próximmo mês de setembro, e já está providenciando a contratação de professores e pessoal técnico. Já é uma realidade”.

MERENDA ESCOLAR EM ILHÉUS: O ESQUEMA DAS ROSQUINHAS CONTINUA…

O vereador Alisson Mendonça constatou no TCM que mais 8 toneladas de rosquinhas foram compradas pela prefeitura de Ilhéus.

O vereador Alisson Mendonça (PT), constatou no TCM que mais 8 toneladas de rosquinhas foram compradas pela prefeitura de Ilhéus.

Há algum tempo estamos denunciando a estranha e absurda dieta ao qual as crianças, matriculadas nos colégios da rede municipal de Ilhéus, estão sendo sujeitadas desde que a atual gestão do prefeito Jabes Ribeiro assumiu o comando da prefeitura.
Contrariando as exigências nutricionais do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), a merenda oferecida a elas só consta rosquinha e suco. E nada mais.
Pois bem, na manhã dessa quinta-feira (20), o vereador ilheense Alisson Mendonça (PT), em mais uma de suas peregrinações ao Tribunal de Contas do Município (TCM), constatou que a prefeitura de Ilhéus realizou, no mês de dezembro de 2013, a compra de mais 8 toneladas de rosquinha.
Com isso, tudo indica, que a dieta forçosa continuará.
Uma grande perversidade com as milhares de crianças do município, e que, assim acreditamos, já deveria ter tido a intervenção do Ministério Público.
É o que a população espera.
Confiram outras matérias falando sobre a questão clicando nos links:
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2014/02/11/alimentos-apodrecendo-fatos-sem-explicacao-e-obscuridades-rondam-a-merenda-escolar-de-ilheus/
http://www.ilheus24h.com.br/v1/2014/01/06/rosquinha-e-refrigerante-na-merenda-escolar-de-ilheus/

VEREADOR IRONIZA ANIVERSÁRIO DE OBRAS DA PREFEITURA, PARADAS HÁ UM ANO

Vereador leva bolos à plenária, para simbolizar descaso da prefeitura com a realização de obras públicas. Foto: Danilo Matos.

Vereador leva bolos à plenária, para protestar contra descaso da prefeitura com a realização de obras públicas. Foto: Danilo Matos.

Em pronunciamento na sessão de hoje (25), na câmara de Ilhéus, o vereador Alisson Mendonça (PT), líder da bancada de oposição, chamou a atenção da sociedade ante duas obras realizadas pela prefeitura, mas que estão há um ano paradas na gestão jabista.
Uma delas é a da escola Pequeno Príncipe, no bairro da Conquista e a outra é a reforma do prédio histórico onde funcionava a biblioteca municipal.
De maneira irônica, o vereador levou ao plenário dois bolos, com duas velas, onde, simbolicamente, foi “comemorado” o aniversário do descaso da prefeitura.
Uma situação triste, que reflete o desgoverno convencionado na atual gestão municipal. Poderia até ser engraçado, se não fosse trágico.

ALIMENTOS APODRECENDO, FATOS SEM EXPLICAÇÃO E OBSCURIDADES RONDAM A MERENDA ESCOLAR DE ILHÉUS

Irregularidades e fatos obscuros norteiam a merenda escolar no município de Ilhéus.

Irregularidades e fatos obscuros norteiam a merenda escolar no município de Ilhéus.

Foi realizada na tarde de ontem (10), uma reunião do Conselho Municipal da Merenda Escolar (CAE), com a presença da representante da prefeitura, da presidente do CAE Ilhéus, Enilda Mendonça, alguns conselheiros e o líder da oposição da câmara de vereadores de Ilhéus, Alisson Mendonça (PT).
Na ocasião, a professora Enilda afirmou ter feito uma visita à escola municipal Odete Salma, localizada na rua do Cano, e lá constatou que as crianças estavam se alimentando apenas de rosquinhas e suco. O que, vale ressaltar, contraria as exigências nutricionais do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).
A presidente do conselho denunciou que as rosquinhas servidas estavam perto de terem seus prazos de validade vencidos, além de que, na citada unidade escolar, foi encontrada uma grande quantidade de macarrão estragado, tomada por gorgulho (espécie de besouro).
Durante a reunião, o vereador Alisson relatou o que constatou recentemente no Tribunal de Contas do Município (TCM): O altíssimo valor pago pela prefeitura na compra da merenda escolar em novembro de 2013, incluindo, além das 6 toneladas de rosquinhas, uma enorme quantidade de iogurte e goiabada.
Na ocasião, o vereador afirmou que teria identificado no processo de pagamento, a nota do recebimento de toda mercadoria, assinada pelo responsável pela merenda escolar de Ilhéus.
Vereador Alisson Mendonça (PT) pedirá apoio ao Ministério Público para investigar irregularidades na merenda escolar de Ilhéus.

Vereador Alisson Mendonça (PT) buscará apoio no Ministério Público para investigar irregularidades na merenda escolar de Ilhéus.

Ante isso, Alisson questionou se a secretaria municipal de Educação tinha câmaras frigoríficas para estocar os alimentos perecíveis, comprados pela prefeitura na licitação da merenda. A representante da prefeitura afirmou que não.
Ao perceber a gritante contradição, o vereador questionou então como a prefeitura teria gasto um dinheiro alto na compra de alimentos perecíveis, sendo que não dispunha de local para armazená-la adequadamente. A representante do Paranaguá então desmentiu o responsável em receber a merenda e afirmou que haveria a possibilidade da prefeitura ter pago o valor à empresa, e colocado a mesma como uma espécie de “fiel depositária” dos alimentos.
Ou seja, apesar de já ter recebido o dinheiro, a empresa ficaria responsável em armazenar os alimentos e ir liberando os itens aos poucos. Algo que, vale ressaltar, é bastante estranho.
Perante tais situações, alguns questionamentos ficam no ar:
Afinal de contas, a prefeitura recebeu ou não toda a merenda escolar paga? Onde está essa merenda? Porque a prefeitura não está obedecendo as normas nutricionais exigidas pelo PNAE, que afirma que pelo menos três dias na semana deve ser servido comida às crianças (arroz, feijão, carne, macarrão, verduras, etc)? Que espécie de cuidado está havendo com os produtos comprados, já que foi constatado que o macarrão da merenda escolar está apodrecendo nas escolas? O cardápio servido nas escolas dos distritos e povoados é o mesmo das escolas da sede do município?
A população ilheense exige que tais respostas sejam dadas o mais rápido possível. Porém, até lá, o vereador Alisson Mendonça afirmou que buscará apoio do Ministério Público para constatar as possíveis irregularidades que permeiam a situação.

JABES COMPRA CINCO TONELADAS DE ROSQUINHAS

Vai uma rosquinha?

Vai uma rosquinha?

A secretaria de educação de Ilhéus gostou tanto de dar rosquinhas na merenda escolar, que comprou, de uma só vez, 5.800 quilos do biscoito, como demonstra a prestação de contas do governo Jabes Ribeiro.
Segundo o vereador Alisson Mendonça (PT), que fiscaliza de perto os gastos do prefeito, além das cinco toneladas de rosquinha, a secretaria pagou também por 4 mil litros de iogurte. 
A curiosidade fica por conta da inexistência de câmaras frigoríficas do município para armazenar tanto iogurte, entregue pela empresa contratada no dia 14 de novembro.
De acordo com Alisson, denúncias que chegam ao conselho municipal de educação dão conta de que alunos de escolas do interior de Ilhéus só têm recebido as rosquinhas, engolidas a seco, diariamente. 

JABES OSTENTAÇÃO: PREFEITURA FAZ FARRA DE DINHEIRO EM CONTRATOS

ostentaçãoSegundo investigações dos vereadores ilheenses Alisson Mendonça (PT) e Lukas Paiva (PMN), no Tribunal de Contas do Município (TCM), Ilhéus recebeu recentemente a quantia de cerca de R$ 3 milhões, oriunda da compensação financeira pela exploração de petróleo, os chamados royalties.
Com toda essa grana, segundo os vereadores, é que foram pagos os serviços da empresa Montanha Aluguel de Máquinas e Equipamento de Construção. (Leia aqui)
Ou seja, foram quase R$ 3 milhões usados para a chamada Operação Tapa-Buracos, sendo que, muitas das ruas, ditas como contempladas, os moradores afirmam que os serviços simplesmente não foram feitos. (Veja aqui a lista das ruas)
Os vereadores afirmam que as prestações de contas foram feitas em planilhas impossíveis de serem fiscalizadas, mostrando a habilidade da atual gestão em driblar qualquer espécie de apuração ante a suposta legalidade dos contratos.
CONTABILIDADE – Alisson e Lukas ainda constataram que a empresa PI Contabilidade, contratada pela prefeitura sem licitação, por R$ 341 mil, não trabalhou sozinha.
Os vereadores revelaram que, não satisfeito, o prefeito contratou, também sem licitação, outra empresa, do município baiano de Governador Mangabeira, pelo valor de R$ 72 mil, para “ensinar” o pessoal da Controladoria do Município, a fazer o que a empresa PI deveria fazer.
Vale ressaltar, tanto os serviços da Montanha, quanto os citados trabalhos das empresas de contabilidade, foram pagos rigorosamente em dia.
Algo de muito estranho paira no ar e não tardará para ser revelado.
Aguardemos os próximos capítulos…

“QUERO DISTÂNCIA DE JABES”, AFIRMA ALISSON A BLOG

Alisson Mendonça (PT), vereador ilheense líder da bancada de oposição.

Alisson Mendonça (PT), vereador ilheense líder da bancada de oposição.

Em resposta à matéria veiculada no blog do Gusmão, onde foi afirmado que o PT ilheense estaria se aproximando do prefeito Jabes Ribeiro, o vereador ilheense Alisson Mendonça, líder da bancada de oposição na câmara de vereadores, ressaltou que não existe a menor possibilidade disso acontecer.
Ao blog, ele declarou que nunca foi procurado pela cúpula política do governo estadual para amenizar as críticas à combalida gestão municipal capitaneada pelo PP.
Segundo a publicação, Alisson afirmou ainda que jamais foi pressionado para fazer qualquer tipo de aliança com nenhum prefeito. E, ao contrário do que foi publicado, pretende elevar o tom das críticas ao governo municipal quando o legislativo local retornar do recesso em fevereiro.

dom eduardo

arquiteto













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia