WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bahiagas Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘abandono’

PROTESTO EM ILHÉUS: MORADORES DO BANCO CENTRAL PROMETEM INTERDITAR A BR-101

Situação da estrada facilita assaltos aos coletivos.

Situação da BA-120, via que dá acesso ao distrito, é uma das motivações do ato.

Revoltados com o descaso do poder público com o distrito ilheense do Banco Central, moradores da comunidade pretendem realizar, na próxima quinta-feira (20), um grande protesto, interditando a BR-101, na altura do posto Santo Antônio, nas proximidades de Uruçuca.
A motivação principal do ato é reivindicar, em caráter de urgência à Derba, a recuperação da rodovia BA-120, que dá acesso ao citado distrito.
Segundo a organização do protesto, o estado da rodovia vem facilitando a ação de criminosos, que, com absurda constância, assaltam os ônibus que fazem linha para lá, já que os veículos são obrigados a trafegar lentamente, devido a grande concentração de buracos e lama na via. Um prato cheio para os bandidos.
Ante isso, os moradores também reivindicarão que as prefeituras de Ilhéus, Uruçuca e Aurelino Leal, pressionem a secretaria estadual de Segurança Pública, para que o policiamento na área seja intensificado
A comunidade também relata que a situação da rodovia faz com que muitas vezes os ônibus quebrem, e não consigam completar o itineráro, deixando a população ilhada e impossibilitada de escoar suas produções agrícolas e resolver seus problemas nas sedes dos municípios circunvizinhos.
Outro problema relatado pelos moradores do Banco Central, é sobre o pleno descaso da prefeitura de Ilhéus com o posto de saúde local. Segundo eles, apesar da verba ser mensalmente liberada pelo governo federal, o posto de lá encontra-se sem médico e enfermeiros, sem material hospitalar e desprovido de ambulâncias para atender a população.
Um documento, assinado pela comunidade informando o ato do próximo dia 20, foi encaminhado ao secretario ilheense de Interior, José Victor Pessoa, com cópia para as prefeituras de Uruçuca e Aurelino Leal, e para as polícias rodoviária federal e militar.

MAIS UM EPISÓDIO DA SÉRIE: CADÊ OS R$ 3 MILHÕES GASTOS NA OPERAÇÃO TAPA-BURACOS EM ILHÉUS?

Essa é a travessa das ruas Hawaí e Itália, no bairro São Francisco, zona sul de Ilhéus. Uma cratera que se formou no meio da via, cresce consideravelmente a cada chuva. Moradores alertam que não tardará para que o problema se agrave e o trânsito no local tenha que ser interrompido. A comunidade também chama a atenção para a situação de três amendoeiras, que, infestadas por cupins, ameaçam cair a qualquer momento, podendo acarretar em um curto circuito, já que estão próximas a fiação elétrica. Foto: Paulo do Rap.

Essa é a travessa das ruas Hawaí e Itália, no bairro São Francisco, zona sul de Ilhéus. Uma cratera que se formou no meio da via, cresce consideravelmente a cada chuva. Moradores alertam que não tardará para que o problema se agrave e o trânsito no local tenha que ser interrompido. A comunidade também chama a atenção para a situação de três amendoeiras, que, infestadas por cupins, ameaçam cair a qualquer momento, podendo acarretar em um curto circuito, já que estão próximas a fiação elétrica. Foto: Paulo do Rap.

 Uma das mais movimentadas vias de Ilhéus, a avenida Lótus, centro comercial do bairro do Nelson Costa, zona sul, está entregue às traças. A quantidade enorme de buracos representa risco para condutores de veículos e transeuntes. Os moradores estão revoltados com a situação e pretendem organizar um grande protesto caso a prefeitura não tome as devidas providências. Foto: Paulo do Rap.

Uma das mais movimentadas vias de Ilhéus, a avenida Lótus, centro comercial do bairro do Nelson Costa, zona sul, está entregue às traças. A quantidade enorme de buracos representa risco para condutores de veículos e transeuntes. Os moradores estão revoltados com a situação e pretendem organizar um grande protesto caso a prefeitura não tome as devidas providências. Foto: Paulo do Rap.

 

PRAIA DO SÃO MIGUEL ABANDONADA PELA PREFEITURA

Foto de Tarcísio Pereira, publicada no site R2CPress.

Foto de Tarcísio Pereira, publicada no site R2CPress.

Há algumas semanas, a prefeitura de Ilhéus divulgou, através da sua secretaria de Comunicação, que a operação verão limpo estaria também beneficiando as praias da cidade.
De acordo com o material, baronesas que ainda se concentravam na areia, além de outros detritos, seriam removidos, visando tornar o nosso litoral, um dos principais atrativos turísticos locais, mais agradável aos olhares contemplativos dos visitantes.
Sentimos muito, porém, somos obrigados a informar que o conteúdo do release em questão era mentiroso.
Prova disso é a situação da praia do São Miguel. Nas imagens é possível perceber a grande concentração de baronesas, além de muito lixo.
Pois é, como se não bastasse o desgoverno convencionado, Jabes e seus asseclas ainda se utilizam da secretaria municipal de Comunicação para espalhar mentiras.
A coisa está ficando feia.

ILHÉUS: ABANDONADO, O DISTRITO DO BANCO CENTRAL PEDE SOCORRO

Ambulância que deveria atender à comunidade, apodrece junto a outros veículos.

Ambulância que deveria atender à comunidade, apodrece junto a outros veículos.

Durante a campanha eleitoral de 2012, será que o prefeito Jabes Ribeiro foi ao distrito do Banco Central, visitar a comunidade, espalhar abraços, afagos e sorrisos, prometendo uma infinidade de coisas?
Certamente que sim. Só que, depois de eleito, ele nunca mais ousou aparecer por lá novamente. Pior, esqueceu por completo o local, que está completamente abandonado. Para o pleno sofrimento daqueles mesmos que foram abraçados e beijados pelo gestor municipal e seus asseclas.
Em contato com a nossa redação, um morador do citado distrito afirmou que a escola municipal de lá vive uma situação bem atípica. Segundo ele, a diretora quase nunca se encontra na unidade de ensino, pois, vive a passear, e, como os professores estão sem vale-transporte, os alunos sofrem com corriqueiras falta de aulas.
O morador afirma que a vice-diretora executa uma função meramente figurativa, já que, com a constante ausência da diretora, ela não tem autoridade sequer de assinar atestados para alunos e funcionários da escola.
A saúde no distrito também vai de mau a pior, segundo relatos do morador. Ele afirma que a comunidade está sem médico, enfermeiro e sem ambulância há algum tempo, sendo que o veículo que existe para atender a população local, está apodrecendo juntamente com outros que haviam.
Ainda de acordo com o morador, a estrada vicinal que dá acesso ao Banco Central, está beirando a intrafegabilidade, e não será surpresa se um dia ficarem “ilhados”, impossibilitados de irem à sede do município resolver seus problemas, fazer compras e escoar a produção agrícola local.
Segundo ele, o estado da estrada vem facilitando a ação de bandidos, que, aproveitam que os veículos são obrigados a transitar vagarosamente, para praticar assaltos. São inúmeros os casos de motos roubadas e ônibus que fazem linha para a localidade, assaltados. Como publicamos recentemente. (Leia Aqui).
E por falar em ônibus, os moradores reclamam das latas velhas disponibilizadas pela empresa Rota para atender a comunidade e que muitas vezes quebram no meio da estrada, causando transtornos para os que necessitam cumprir horário.
Outra situação relatada diz respeito à segurança. De acordo com a denúncia, há anos o Banco Central não possui policiamento fixo, para a alegria de traficantes e criminosos que atuam no local. O morador afirma que de vez em quando, uma ou duas vezes no mês, aparece uma viatura, mas que não fica por lá nem uma hora.
Ante isso, ele relata que a única praça existente para o lazer da comunidade, fica sob o domínio de arruaceiros, que empinam suas motos e andam pelas calçadas em alta velocidade, levando risco à crianças e idosos.
Uma triste situação que reflete o execrável descompromisso da atual gestão municipal com a localidade e com os demais distritos e povoados ilheenses.

CASARÃO HISTÓRICO EM DETERIORAÇÃO

Foto: Ariel Figueiroa.

Foto: Ariel Figueroa.

Construído no início do século passado pelo coronel Domingos Adami de Sá, o casarão, que há cerca de um ano deixou de funcionar a Casa dos Artistas, está deteriorando.
O imóvel, hoje pertencente à família suíça dos Koela, incrustado no centro histórico ilheense e parte integrante do itinerário turístico local, é um exemplo da maneira que a atual gestão municipal trata a História do município.
Como se não bastasse a situação do antigo colégio General Osório, que apodrece à olhos nús e serve hoje em dia apenas como abrigo para moradores de rua e usuários de droga, a situação do citado casarão envergonha os ilheenses.
Ante tal situação, eis que nos questionamos:
Mesmo sendo uma propriedade privada, a prefeitura não poderia intervir, evitando que tal apodreça e represente além de um atentado à memória do município, riscos à segurança e saúde dos moradores e transeuntes?
O que seria necessário para o seu tombamento?
Bem, para uma gestão que neligencia o básico dos básicos, a exemplo de educação e saúde, snceramente, não esperamos nenhuma ação.
Só nos resta lamentar.

LITORAL NORTE ABANDONADO

Essa imagem retrata de maneira fiel o tratamento dado pela prefeitura de Ilhéus às praias do litoral norte da cidade. Muito lixo acumulado, além de cabanas em ruínas e calçadas destruídas pela ação da maré. Depois reclamamos que os turistas, que passam por lá, prefiram Itacaré. Foto: Gerson Marques.

Essa imagem retrata de maneira fiel o tratamento dado pela prefeitura de Ilhéus às praias do litoral norte da cidade. Muito lixo acumulado (com destaque para uma privada), além de cabanas em ruínas e calçadas destruídas pela ação da maré. Depois reclamamos que os turistas, que passam por lá, prefiram seguir para Itacaré. Foto: Gerson Marques.

ILHÉUS: CANSADOS DE ESPERAR PELA PREFEITURA, MORADORES SÃO OBRIGADOS A REALIZAR SERVIÇOS

Foto: Antônio Moura.

Foto: Antônio Moura.

Em contato com a nossa redação, moradores do Mamoan, zona norte de Ilhéus, mais precisamente da localidade chamada de Recanto dos Pássaros, cansaram de esperar as ações da prefeitura e resolveram realizar os serviços por conta própria.
Segundo eles, a comunidade se juntou e está fazendo os serviços de iluminação e manutenção das ruas.
“Estivemos por diversas vezes expondo nossas necessidades ao secretário de Interior, o Sr. José Vitor, e chegamos ao final do ano sem nenhuma intervenção na nossa comunidade. Nem mesmo as fortes chuvas que caíram recentemente foram capazes de sensibilizá-los”, ressaltam.
Os moradores ainda relatam que mesmo a caçamba, contratada por eles, ficou atolada em uma das ruas da localidade, que, praticamente está intransitável.

UNIDADE DO SAMU ZONA SUL ABANDONADA COM LIXO INFECTANTE ACUMULADO NO LOCAL

Foto: Fábio Bonfim/Ilhéus 24h.

Foto: Fábio Bonfim/Ilhéus 24h.

Inaugurado no dia 17 de setembro de 2012, ainda na gestão do ex-prefeito Newton Lima, a unidade do Samu-Zona Sul, situada no bairro Hernani Sá, em Ilhéus, está completamente abandonada e entregue as traças.
Quem quiser comprovar empiricamente basta passar nas proximidades do local.
Foto: Fábio Bonfim/Ilhéus 24h.

Foto: Fábio Bonfim/Ilhéus 24h.

De imediato, como comprovam as imagens registradas pela nossa equipe de reportagem, é possível constatar o matagal que se formou logo na entrada, ficando claro o absurdo estado de abandono ao qual se encontra.
Mas a situação mais absurda é possível ver nos fundos da unidade, onde lixo de tudo que é tipo se acumula, dentre eles, medicamentos vencidos, seringas e outras espécies do chamado lixo infectante.
Foto: Fábio Bonfim/Ilhéus 24h.

Foto: Fábio Bonfim/Ilhéus 24h.

Um risco para a saúde da vizinhança. Mais uma situação absurda na conta da atual gestão municipal.
São coisas da nossa Ilhéus.

OLIVENÇA ABANDONADA

Entulhos provenientes do Forró dos Bairros, realizado em junho, ainda estão na praça.

Entulhos provenientes do Forró dos Bairros, realizado em junho, ainda estão na praça.

Moradores de Olivença estão revoltados com o descaso do poder público municipal ante a localidade.
Segundo reclamações chegadas à nossa redação, muitas ruas estão sem iluminação pública, proporcionando medo aos moradores durante a noite. Eles destacam também a situação do posto de saúde do bairro, que há dias está fechado.
Os moradores relatam que a praça Luís Eduardo Magalhães, palco do evento Forró dos Bairros, promovido pela TV Santa Cruz, até hoje concentra os entulhos e sobras provenientes do festejo. Ou seja, quase três meses depois, a prefeitura ainda não se mobilizou para limpar a sujeira.
E a TV? Que sujeira…
São coisas da nossa Ilhéus.

O “PILOTO” SUMIU!

Manifestante acampado em frente a prefeitura, através de um cartaz apregoado em sua barraca, questiona se o prefeito estaria de férias, já que não é visto há um bom tempo. (Foto: Danilo Matos)

Manifestante acampado em frente a prefeitura, através de um cartaz apregoado em sua barraca, questiona se o prefeito estaria de férias, já que não é visto há um bom tempo. (Foto: Danilo Matos)

Só que, a aeronave em questão é a nossa tão querida e maltratada Ilhéus. Além da nítida impressão de que está completamente desgovernada, o fato do prefeito não residir na cidade e ser visto pouquíssimas vezes por aqui, ou quase nenhuma, reforçam a tese.
Reunião com sindicatos dos servidores municipais? Ele não foi. Diálogo com manifestantes que exigem os balancetes contábeis das empresas de ônibus? Com certeza, caso isso aconteça, das mãos de Jabes é que eles não receberão. E por aí vai.
Enquanto isso, na cidade, a sensação é de que ele jogou a toalha. Alguma dúvida? Pergunte a alguém que necessitou usar algum posto de saúde, alguém que frequente uma escola do município, ou que tenha filhos estudando nelas.
Basta só oficializar, porque na prática, assim cremos nós, Jabes não é mais o prefeito.
Os fatos não nos deixam mentir.

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia