WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site

https://www.AUTO-doc.PT

ilheus brindes
agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031




OBRA EM REDE DE ESGOTO GERA DOR DE CABEÇA NO MALHADO

Cadê o calçamento?

Cadê o calçamento?

Moradores da Rua Velosa de Baixo, no Malhado, não sabem o que fazer com um prejuízo deixado após a conclusão de uma obra na rede de esgoto.
Segundo os moradores, a obra começou há mais de seis meses e só foi encerrada há pouco tempo, depois de ser paralisada por mais de trinta dias.
Nesse tempo, homens da prefeitura e da Embasa se revezaram no trabalho.
Obra era para resolver problema de alagamentos, mas piorou a situação. Fotos enviadas por leitor.

Obra era para resolver problema de alagamentos, mas piorou a situação. Fotos enviadas por leitor.

Após a odisseia para concluir a obra, somente parte dos paralelepípedos que cobriam a rua foi recolocada. Quando chove, a lama toma conta. Quando o sol aparece, a poeira incomoda.
Os moradores já procuraram a prefeitura e Embasa, mas prevalece o jogo de empurra. “A única saída será acionar o Ministério Público”, disse um leitor em contato com o blog.

PESADELOS

charge perseguindo

Charge do QNH para o Ilhéus 24h.

PRESIDENTE DA NESTLÉ DEFENDE PRIVATIZAÇÃO DA ÁGUA

DO PRAGMATISMO POLÍTICO
Peter Brabeck-Letmathe.

Peter Brabeck-Letmathe.

Peter Brabeck-Letmathe, um empresário austríaco que é presidente do grupo Nestle desde 2005, afirma que é necessário privatizar o fornecimento da água. Isso para que nós, como sociedade, tomemos consciência de sua importância e acabássemos com o subpreço que se produz na atualidade.
Palavras sujas que provocaram estupor, sobretudo quando se tem em conta que a Nestlé é a líder mundial na venda de água engarrafada. Um setor que representa 8% de seu capital, que em 2011 totalizaram aproximadamente 68,5 bilhões de euros.
Pero Brabeker junta essa a outras críticas destacando que o fato de muitas pessoas terem a percepção de que a água é gratuita faz com que em várias ocasiões não lhes dê valor e a desperdiçam. Assim sustenta que os governos devem garantir que cada pessoa disponha de 5 litros de água diária para beber e outros 25 litros para sua higiene pessoal, mas que o resto do consumo teria que gerido segundo critérios empresariais.
Apesar das rejeições que sua posição provoca, faz tempo que ele defende, sem cerimônia, com entrevistas onde qualifica de extremistas as ONGs que sustentam que a água deveria ser um direito fundamental.
Em sua opinião, a água deveria ser tratada como qualquer outro bem alimentício e ter um valor de mercado, estabelecido pela lei de oferta e procura. Só desta maneira, aponta, empreenderíamos ações para limitar o consumo excessivo que se dá nesses momentos.

VALMIR CONTINUA NO BLOCO DE OPOSIÇÃO

Valmir.

Valmir.

Em contato com este blog, o vereador Valmir de Inema negou que tenha aderido à base de sustentação ao prefeito na câmara. A informação foi divulgada pelo Blog do Gusmão.
Segundo o vereador, que já foi aliado do prefeito e deixou o PP por desentendimentos com dirigentes, não há a mínima possibilidade de retornar ao grupo jabista.
“A oposição ao prefeito está mantida”, afirmou o vereador por telefone.

SERVIDORES ESTADUAIS PARAM NESTA QUINTA

Servidores reivindicam aumento retroativo.

Servidores reivindicam aumento retroativo.

Trabalhadores do serviço público estadual paralisam as atividades por 24 horas nesta quinta-feira (25) para exigir mais celeridade ao governo Wagner no reajuste linear do funcionalismo.
A data-base dos servidores é o dia 1º de janeiro, mas o projeto de lei que irá reajustar os salários ainda não tem previsão para ser enviado à Assembleia Legislativa da Bahia. Os trabalhadores também reivindicam que o aumento seja retroativo.

A decisão pela paralisação foi tomada na última sexta-feira (19), em plenária conjunta da FETRAB, CTB e AFPEB. Aderem ao movimento os fazendários, professores (que estarão em greve nacional), motoristas, trabalhadores do Derba (Departamento de Estradas Rodagem da Bahia), do Poder Judiciário e Polícia Civil. No mesmo dia os trabalhadores em Saúde realizam assembleia da categoria.

Os professores da UESC não aderem ao movimento, porque a paralisação não foi votada na última assembleia.

PARA OTTO ALENCAR, “ANTECIPAR A SUCESSÃO É UMA GRANDE BURRICE”

Otto Alencar. Foto: Andrei Sansil/ Ilhéus 24h.

Otto Alencar. Foto: Andrei Sansil/ Ilhéus 24h.

O vice-governador Otto Alencar (PSD) faz o estilo mineirinho, sem alardes quanto à próxima eleição e afirmando que vai apoiar quem Wagner indicar.
Titular da secretaria de infraestrutura do estado, Otto comanda obras por toda a Bahia e, entre os prováveis candidatos a governador, é o que mais circula, inclusive viajando ao lado do próprio comandante.
O prestígio que tem junto ao Galego, no entanto, caminha lado a lado a modéstia de Otto em se intitular candidato a governadoria ou ao senado.
Perguntado pelo ILHÉUS 24H sobre o assunto nesta quarta-feira (24) quando esteve em Ilhéus, o secretário desconversou, afirmando que “vai depender do grupo”. “Não trabalho para ser governador nem senador”, disse.
Otto destacou a existência de outros nomes, como de Rui Costa e Marcelo Nilo, mas afirmou que seria “burrice” colocar o bloco na rua agora.

A INDIFERENÇA DE VANE

Quando ficar pronto, em 2015, o gasoduto Ilhéus-Itabuna significará mais um elo entre as duas cidades irmãs, que possuem muito mais semelhanças que divergências.
No lançamento da licitação para a obra, nesta quarta-feira (24), em Ilhéus, notou-se a gritante ausência do prefeito de Itabuna, Vane dos Renascer (PRB). Nem o vice, Wenceslau Júnior, que costuma tapar os buracos do chefe, apareceu.
Vane já é bastante criticado pela ausência em festas populares da cidade, agora parece deixar a “diplomacia” de lado.
Na última semana, Jabes Ribeiro foi à cidade vizinha acompanhar a inauguração de postos de saúde. 

“MUI AMIGO” DA DEPUTADA

angela_souza01As pessoas quando são atingidas por situações e sentimentos que as fragilizam, costumam amolecer o coração.
Abatidas, acabam  arrependendo-se dos erros passados, brigas, etc.
Talvez seja justamente isso que venha acometendo o ilustríssimo prefeito Jabes Ribeiro.
Atormentado com dezenas de processos, que, inclusive, podem lhe custar os direitos políticos, além do desespero em administrar uma prefeitura falida por ele mesmo, o prefeito está aparentemente com o coração amolecido.
Prova disso é que hoje, durante solenidade que lançou o edital para a construção do gasoduto Ilhéus-Itabuna, ele surpreendeu a todos e, discursando, se referiu à deputada estadual Ângela Sousa, sentada ao seu lado, como “minha amiga”.
Bem, para um cidadão que já se referiu à parlamentar como “representação do mal”, foi de se estranhar tal benevolência com a sua, até então, inimiga política.
Depois dessa demonstração “sincera” de amizade, os mais próximos da deputada já podem até adaptar um velho jargão evangélico ao se dirigirem a ela: 
– Ângela, Jabes te ama. Deus tem um plano em sua vida.
Amém?

PEC QUE LIMITA PODER DE INVESTIGAÇÃO DO MP DEVE SER VOTADA EM JUNHO

AGÊNCIA BRASIL
O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), informou hoje (24) que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37 deverá ser votada ainda neste semestre. A PEC limita o poder de investigação do Ministério Público, conferindo essa prerrogativa apenas às polícias Civil e Federal.
“Quero pautar [a PEC] no mês de junho. Estou conversando com ambos os segmentos e condenando qualquer tipo de radicalismo, de emocionalismo. Essa matéria convoca todos nós para construir um consenso. Um acordo entre as partes para que se respeite o texto constitucional e se atenda ao clamor da sociedade, que é o eficaz combate à corrupção, valorizando a ética e a fiscalização”, disse Henrique Alves.
A proposta é polêmica e coloca em lados opostos o Ministério Público e as polícias Civil e Federal. Representantes do Ministério Público Federal têm criticado a PEC e se mobilizado para evitar sua aprovação. A PEC teve a admissibilidade aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara e será analisada por uma comissão especial.
:: LEIA MAIS »

PROJETO DE CRIAÇÃO DA UFESBA FICA PARA DEPOIS

O projeto de lei que cria a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFESBA) e seria votado no congresso nesta quarta-feira (24) foi retirado da pauta.
Segundo o deputado Geraldo Simões (PT), apesar do empenho dos Senadores Walter Pinheiro Lídice da Mata, o PL será retomado na próxima semana.
O texto corre risco de ter a votação protelada novamente, já que na próxima semana teremos feriado nacional e o esvaziamento do congresso é certeiro.

dom eduardo

arquiteto













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia