WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

https://www.AUTO-doc.PT
ilheus brindes
junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  




GOLPE VELHO NA PRAÇA

falso sequestroCresce a prática de velhos golpes na região, desta vez, o do falso sequestro. Telefone toca, número restrito e palavras de intimidação ou, do outro lado, alguém diz que está com um parente seu e vai matá-lo caso não faça o que se pede.
A prática é antiga, mas ainda tem gente, principalmente idosos, que cai, devido à falta de informação. Nessas horas, é importante manter a calma e tentar contato com os parentes mais próximos. Ou, para cortar o mal pela raiz, se for número restrito, nem atenda.

JUSTIÇA PEDE INVESTIGAÇÃO SOBRE REDE DE MARINA

BRASIL 247
marinaA Justiça Eleitoral acionou o Ministério Público e a polícia para investigar indícios de fraude e irregularidades na coleta de assinaturas em São Paulo para a criação da Rede Sustentabilidade, partido da ex-senadora Marina Silva.
Segundo informações da Folha, em Ourinhos, no oeste paulista, ao menos dois eleitores que aparecem na lista de apoiadores da legenda declararam não ter assinado nenhuma ficha do partido.
Indícios de fraude também foram informados por cartórios de Mogi das Cruzes, São Bernardo do Campo e em São José do Rio Preto, em São Paulo.
Segundo o promotor responsável, Marcos da Silva Brandini, terá de ser feito o exame grafotécnico para confirmar se as assinaturas são ou não dos eleitores.
O partido rebateu a suspeita e afirmou em nota que os problemas podem ter sido provocados pela falta de parâmetros dos cartórios na certificação dos apoios.
Em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, a ex-senadora Marina Silva se reuniu com a presidente Carmen Lúcia, do Tribunal Superior Eleitoral, e pediu pressa na validação das assinaturas para a criação da Rede Sustentabilidade: “essas assinaturas precisam ser validadas, porque não temos culpa se eles não têm o parâmetro para fazer a validação ou se contam com estrutura de pessoal que não está dando conta de fazer o processamento dentro do prazo”, disse.
A candidata à Presidência tem até o dia 5 de outubro para registrar o partido caso queria disputar as eleições de 2014.

ENFIM! UESC E PREFEITURA TRAÇAM PLANOS PARA O SALOBRINHO

Reunião contou com representantes da UESC, prefeitura e do vereador James Costa.

Reunião contou com representantes da UESC, prefeitura e do vereador James Costa.

A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) nunca se preocupou muito com o Salobrinho, comunidade onde está instalada. Mas parece haver foco de luz no fim dos corredores da instituição.
Em parceria com a prefeitura de Ilhéus, a universidade deve promover “ações estruturantes na comunidade”, ampliando a oferta de serviços de educação, saúde, assistência social e a requalificação das vias e equipamentos públicos, como praças e a única quadra de esportes.
Segundo a prefeitura, essas ações são pensadas junto ao Plano Plurianual do Município para o período de 2014-2017. Secretários e diretores municipais, membros da Pró-reitoria de Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz (PROEX-UESC), o vereador James Costa e moradores estão realizando reuniões periódicas com o objetivo de planejar a  requalificação do bairro.
A próxima reunião será na primeira semana de setembro, quando o PPA já estará definido.

CINCO MOTIVOS PARA JABES NÃO REDUZIR A PASSAGEM

Em entrevista ao radialista Vila Nova, nesta quarta (21), o prefeito Jabes Ribeiro afirmou que é pouco provável ser concretizada a redução da tarifa de transporte. Entre os argumentos, disse que, apesar da redução de impostos federais, os gastos das empresas subiram bastante desde o último reajuste, em julho de 2012. No entanto, cidades como São Paulo e Feira de Santana reduziram o valor pago pelo passageiro.
Para tentar entender, de fato, o posicionamento do prefeito, elaboramos uma lista com alguns motivos que não o deixam enfrentar as empresas e reduzir a tarifa. Se tiver mais motivos, deixe a sugestão nos comentários.
1 – Com a choradeira em alta, o prefeito pode querer economizar tinta de sua caneta, que seria usada na assinatura do decreto de redução.
2 – Jabes não quer briga com a Viametro, empresa da família do deputado Ronaldo Carletto, de quem o prefeito foi cabo eleitoral em 2010 e será novamente em 2014. O Santo Miguel também é forte. Evitar encrenca com esse povo é sempre bom.
3 – Jabes não sabe fazer contas, daí não tem conhecimento do quanto a redução dos impostos federais impactaria na tarifa. A sindicalista Enilda Mendonça já deu uma aula ao prefeito (lembre aqui), pode solicitar outra.
4 – Jabes sabe que o ilheense costuma dar o braço a torcer. Protesta um dia e paga passagem mais cara durante todo o ano. Ele só não contava com o Reúne Ilhéus.
5 – O prefeito não gosta de ceder nem ouve bons conselheiros, só tem ouvidos para John. 

AVANÇA PROCESSO DE CASSAÇÃO DO PREFEITO DE IPIAÚ

Deraldino e Cezário.

Deraldino e Cezário.

O pedido de cassação do Prefeito de Ipiaú, Deraldino Araújo (PMDB) continua na Procuradoria Eleitoral, no aguardo do parecer para que retorne ao Gabinete do Desembargador Relator, Roberto Maynard Frank.
A ação foi proposta pelo empresário Cezário Costa, derrotado na eleição de 2012. Ele alega o adversário de abuso de poder econômico, uso da máquina pública em prol da campanha de reeleição do refeito, e, além disso, fala em aumento exorbitante no número de contratações feitas pelo Executivo. 
Segundo o Blog Notícias de Ipiaú, caso a procuradoria casse o mandato de Deraldino, haverá nova eleição. 

COMO BARATEAR RAPIDAMENTE A TARIFA

Por Oded Grajew, 69, empresário, é coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo

odedA ideia é que a arrecadação desse tributo seja feita em cada município e integralmente investida para baratear a passagem de ônibus em todas as cidades brasileiras. A aplicação dos recursos seria fiscalizada pela sociedade.

O aumento no valor da tarifa prejudica a competitividade do próprio sistema de transporte coletivo.
Num círculo vicioso, o rápido aumento da frota de automóveis particulares provoca: a redução dos passageiros do transporte público, o aumento do custo devido aos congestionamentos e o consequente crescimento do valor das passagens.
Nas manifestações recentes ocorridas em todo o país, uma das principais cobranças dos cidadãos e das organizações da sociedade tem como foco o transporte público.
As reivindicações por melhora na qualidade dos serviços e redução do preço da passagem para os usuários motivaram os primeiros atos.
Entretanto, o desafio que se coloca com urgência é o de encontrar novas fontes de financiamento para o setor. Hoje, os usuários diretos dos serviços são os principais atingidos pelo alto custo da tarifa.
Nos últimos anos, a adoção de políticas e investimentos que priorizam o transporte privado em detrimento do transporte público gerou um sistemático encarecimento das tarifas.
Segundo um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), as famílias brasileiras 10% mais pobres já gastam 10,7% da renda com transporte público. Já as 10% mais ricas aplicam apenas 0,5% para esse fim.

:: LEIA MAIS »

GERALDO SIMÕES DEFENDE A SUSPENSÃO DAS DEMARCAÇÕES DE ÁREAS INDÍGENAS

geraldo plenarioO deputado federal Geraldo Simões fez pronunciamento, ontem (terça, 20), no Congresso Nacional, solicitando a suspensão imediata da demarcação, avalizada pela Funai, de uma área de 47 mil hectares para índios tupinambás em Ilhéus/Olivença, Buerarema, Una e São José da Vitória.
Na semana passada, Simões alertou para a grave situação vivida no Sul da Bahia, com o conflito indígena em Buerarema, com dois pronunciamentos sobre o assunto, no dia 13 e no dia 15, solicitando providências do Governo Federal. Na sexta-feira, ele enviou uma carta à Ministra Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, reiterando a solicitação.
Até a semana passada foram 63 invasões de propriedades, com pessoas feridas, incêndios, atos de violência armada. Para culminar, na sexta-feira produtores rurais e moradores, atemorizados pela violência, ocuparam a BR 101, impedindo o trânsito. Várias viaturas oficiais foram queimadas.
Nesta segunda feira a Força Nacional de Segurança chegou à região, com um destacamento de 40 integrantes. “Considero que é uma medida muito importante tomada pelo Governo Federal para garantir a tranquilidade e o respeito à Constituição”, disse o parlamentar.
Para Geraldo Simões, “somente estas providências não são suficientes. É preciso garantir a avaliação objetiva da extensão do conflito. Para isso, o processo de demarcação de terras efetuado pela FunaiI deve ser suspenso e reavaliado”.
De ontem para hoje foram invadidas mais quatro fazendas, apesar da presença da Força Nacional. 

DIVULGADORES RECORREM A TELEXFREE NA BOLÍVIA E PARAGUAI

VEJA
telexfree carroOs bens da empresa TelexFree estão bloqueados e suas atividades estão suspensas no Brasil. Mas muitos ‘divulgadores’ indignados com o não recebimento dos ‘rendimentos’ sobre o dinheiro que aplicaram no negócio têm partido rumo a países vizinhos para investir nas sedes estrangeiras – em muitos casos comandadas por brasileiros.
Fontes da Justiça que preferiram não revelar seus nomes por se tratar de investigação sigilosa afirmaram que o movimento tem sido notado, sobretudo, nos estados que fazem fronteira com Paraguai e Bolívia, como Mato Grosso e Acre. A imprensa mato-grossense tem divulgado que, apenas em Rondonópolis, cerca de mil divulgadores já cruzaram a fronteira para investir.
O advogado Samir Badra Dib, que recentemente conseguiu nos tribunais o direito de ser ressarcido pelos 100 000 reais que aplicou na TelexFree, é de Rondonópolis e afirmou ao site de VEJA que foi procurado por diversos divulgadores para voltar a aplicar – mas, desta vez, no Paraguai. “Não aceitei. Não quero nada disso”, afirmou. A cidade de Pedro Juan Caballero, a mais de 800 quilômetros do município mato-grossense, é o principal destino dos interessados. No caso dos divulgadores do Acre, a TelexFree Bolívia é o alvo. 

:: LEIA MAIS »

GREVE NO HOSPITAL REGIONAL DE ILHÉUS

Informa o repórter Coutinho Neto que os profissionais responsáveis pelo setor de tomografia do Hospital Regional suspenderam as atividades nesta quarta (21). 
Os trabalhadores estão, segundo Coutinho, desde novembro de 2012 com os salários atrasados. Além da greve iniciada hoje, o hospital passa por deficiências desde o fornecimento de insumos até falta de espaço físico e pessoal.

PIADINHA DA ATRANSPI

A associação das empresas de transporte coletivo de Ilhéus, a Atranspi, emitiu nota, na noite de ontem (terça, 20), sobre a falta de ônibus nas ruas. Segundo o texto, apesar de não haver impedimento, a frota da São Miguel foi recolhida porque a empresa recebeu ameaças de depredação.
A nota afirma também que as empresas gostariam de manter o direito do cidadão de ir e vir. Mas como garantir tal direito ao cobrar R$ 2,40 de tarifa e oferecer péssimos serviços à população?

dom eduardo

arquiteto











WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia