WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
shopping jequitiba prefeitura ilheus secom bahia solidaria Neste site

https://www.AUTO-doc.PT

junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  






LOS ANGELES TIMES TIRA SARRO DA REVISTA VEJA

A teoria da conspiração do colunista Rodrigo Constantino, da revista Veja, sobre o “2014” em cor vermelha no logo da Copa do Mundo, ser uma propaganda subliminar em pleno ano eleitora,l pode ter sido considerada uma genial sacada por muitos dos leitores do autor, na rede, no entanto, o texto virou motivo de discussão e Constantino virou piada.
O correspondente do periódico Los Angeles Times, Vincent Bevins, leu o texto “O logo vermelho da Copa”, e postou em seu Twitter: “Oh Deus. Colunista brasileiro defendendo que o vermelho 2014 na logo da Copa do Mundo é obviamente uma propaganda socialista”.
Não demorou muito para que seus seguidores caíssem na risada e sugerissem que a Coca-Cola também deve ser socialista.
Ao passo que um dos seguidores tentou argumentar que o Brasil, sendo governado pelo PT vermelho, deve ter tido alguma influência na escolha, Bevins aponta que o colunista da Veja deveria ter no mínimo consultado o Google para saber quem de fato fez a criação do logo antes de escrever um texto inflamatório.
O logo em verde, amarelo e o subliminar vermelho foi criado pela agência de publicidade África – que concorreu com outros cinco logos também criados por agências. Segundo a “Gazeta Press”, o logo foi escolhido por uma equipe de notáveis formada pelo presidente do Comitê Organizador Local da Copa (COL), Ricardo Teixeira, o secretário da Fifa, Jerome Valcke, Oscar Niemeyer, Paulo Coelho, Ivete Sangalo, Gisele Bündchen e Hans Donner
Como apontou o site Muda Mais, provavelmente a maior má impressão que ficará para a imprensa estrangeira nessa Copa, será a “duvidosa” linha editorial de alguns dos periódicos brasileiros.

BAHIATURSA FARÁ FESTEJOS JUNINOS EM ILHÉUS DURANTE ANIVERSÁRIO DA CIDADE

sj
Os festejos juninos de Ilhéus vão ocorrer nos próximos dias 27, 28 e 29, juntamente com as comemorações pelo aniversário dos 480 anos de fundação do município. A Bahiatursa está elaborando uma programação para o evento, que será realizado na avenida Soares Lopes.
Em programa de rádio, o prefeito Jabes Ribeiro afirmou que a prefeitura não tem dinheiro  para custear o evento.

A PEDIDO DO MPF, STF SUSPENDE REINTEGRAÇÕES DE POSSE EM TERRA TUPINAMBÁ NO SUL DA BAHIA

Em pedido formulado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, suspendeu outras decisões da Justiça Federal da Bahia que autorizaram as reintegrações de posse em favor de não-índios em 16 fazendas localizadas em área reconhecida pela Funai como de ocupação tradicional dos índios Tupinambá (região da Serra do Padeiro, no sul da Bahia). A decisão do STF estendeu os efeitos de suspensão de liminar (SL 758), admitindo os argumentos do procurador-geral sobre risco de agravamento de conflito fundiário e ameaça à integridade física dos indígenas e de demais envolvidos.
O novo pedido da Procuradoria-Geral da República se deu em razão de representação da Procuradoria da República em Ilhéus, após levantamento dos casos em que o risco de confrontos era elevado, por se tratar de ocupações consolidadas, com a presença maior de indígenas no local.
No pedido, Janot explica que a área já foi reconhecida pela Fundação Nacional do Índio (Funai) como de ocupação tradicional indígena – Terra Indígena Tupinambá. Segundo ele, era necessária, uma vez mais, a atuação pacificadora da presidência do STF em situação conflituosa que se instalou na região e atinge níveis alarmantes. “É na região da Serra do Padeiro que se tem verificado os episódios mais graves de conflitos entre índios e não-índios e os casos mais preocupantes de confrontos entre indígenas e as forças policiais decorrentes do cumprimento de mandados de reintegração no local, com histórico de retorno dos índios às áreas”. :: LEIA MAIS »

A INDIGNAÇÃO TOMOU CONTA DOS BRASILEIROS DEPOIS DO JOGO DA SELEÇÃO…

Charge: Frank.

Charge: Frank.

PROGRAMA OFERECE 966 VAGAS PARA CURSOS GRATUITOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TICO governo estadual por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em parceria com o Senai–BA, está com inscrições abertas para o curso de qualificação na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Do total de 966 vagas oferecidas pelo Programa de Aprendizado Jovem (Proaj), 900 são para Salvador, nos turnos matutino, vespertino e noturno; e 66 vagas são para o município de Camaçari. 

Os cursos são gratuitos e as inscrições podem ser feitas somente pelo site do programa (www.proajba.com.br) até as 23:59h do próximo dia 29 de junho. Para participar é preciso ter idade mínima de 14 anos e estar cursando ou já ter concluído o ensino médio na rede pública estadual.  “O nosso maior objetivo é fortalecer o mercado baiano no campo da tecnologia da informação”, disse o gestor do projeto pela Secti, Renato Cardoso.

Ainda de acordo com ele, a busca por este profissional é grande. “Em média, um profissional técnico pode receber um salário entre R$ 2 mil e R$ 2,5 mil, justamente para suprir esta demanda de mercado”. 

O processo seletivo consiste na realização de um minicurso de Iniciação Profissional em Tecnologia da Informação e Comunicação, feito no próprio site. Ao final do minicurso, ainda no ambiente virtual, os candidatos são submetidos à avaliação de caráter classificatório. A lista de convocados está prevista para ser divulgada na primeira semana do mês de julho. 
:: LEIA MAIS »

VAZAMENTO DE GÁS EM TUBULAÇÃO DA EMBASA MATA TRÊS

Três pessoas morreram em um acidente na obra da Embasa no bairro de Cajazeiras V, em Salvador, na manhã desta quarta-feira (18). De acordo com informações da Central de Polícia, por volta das 8h30, dois funcionários da empresa morreram durante a vistoria de um equipamento na rua Imperatriz de Cajazeiras. Uma terceira pessoa, um morador da região, tentou socorrer a dupla e também morreu. 
Segundo a Embasa, as vítimas inalaram um gás que estava dentro de uma caixa de concreto armado, implantada a três metros de profundidade, e morreram durante a contaminação. Os técnicos foram identificados como Antônio Pereira da Silva e José Ivan Silva, funcionários vinculados à MRM/Passaralli, empresa que atua em consórcio com a Embasa.
Eles realizavam uma vistoria no local. Ao tentar ajudar os técnicos, um morador do local também se contaminou com o gás e morreu. Segundo a TV Bahia, Gilmário Conceição Barbosa era dono de um depósito de sucatas. O equipamento onde o acidente aconteceu faz parte de uma obra de implantação da rede de esgotamento sanitário. 
Em nota, a Embasa garantiu que “o consórcio responsável pela execução da obra está investigando a origem do gás, uma vez que a rede de esgoto ainda não está em funcionamento”. O serviço está pronto há três meses. A empresa deve investigar de que forma ocorreu esta contaminação, e se os técnicos utilizavam equipamento de segurança no momento do acidente. 
O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estiveram no local, e auxiliaram no resgate dos corpos de Antônio, José e Gilmário, que serão encaminhados ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Salvador.    

O FULECO NÃO REPRESENTA A TORCIDA NOS ESTÁDIOS. VIDA LONGA AO COXECO!

LEONARDO SAKAMOTO/ BLOG DO SAKAMOTO
Leonardo Sakamoto é jornalista e doutor em Ciência Política. Cobriu conflitos armados e o desrespeito aos direitos humanos em Timor Leste, Angola e no Paquistão. Professor de Jornalismo na PUC-SP, é coordenador da ONG Repórter Brasil e seu representante na Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo.

Leonardo Sakamoto é jornalista e doutor em Ciência Política. Cobriu conflitos armados e o desrespeito aos direitos humanos em Timor Leste, Angola e no Paquistão. Professor de Jornalismo na PUC-SP, é coordenador da ONG Repórter Brasil e seu representante na Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo.

Não há uma única definição do que é ser um “coxinha”. Gíria aqui de São Paulo, serve para definir pessoas individualistas, conservadoras, convencionais e que fazem de tudo para se diferenciar da massa. Não tem a ver com caráter. É um rótulo e, como todos os rótulos, tende a ser bobo e simplista.
Alguns coxinhas possuem paranóia com segurança, mas querem ser simpáticos, engraçados, gente boa. Outros coxinhas não têm muito senso de ridículo, mas também não percebem isso. Por exemplo, alguns gostam de deixar claro a marca de roupa ou da bolsa que estão usando, como uma forma de cartão de visitas. Ou de falar alto em um restaurante que eles “estão pagando” pelo serviço e querem o melhor da vassalagem. Ou se sentirem “gente diferenciada”.
Fuleco, o Tatu-Bola, foi eleito como mascote da Copa do Mundo de 2014. Seu nome foi “escolhido” a partir de uma votação e vem da junção das palavras Futebol e Ecologia – o “entre aspas” é por conta do fato de que dar três opções ridículas (soma-se a essa Amijubi e Zuzeco) e achar que isso é liberdade de escolha é o ó do borogodó. Mas é Fifa.
Por discordar de que um tatu-bola com problemas para combinar as roupas do armário fosse o real mascote que #representa parte da torcida brasileira que iria aos estádios, um grupo de amigos meus (a maioria jornalistas e advogados desqualificados como este que vos escreve) teve a ideia de criar o “Coxeco”, o verdadeiro mascote dos coxinhas do Brasil.
Com a ajuda do excelente estúdio de criação Pingado, ele surgiu. E tem sido resgatado toda vez que o coxismo grassa pela rede, uma espécie de Gorpo, do He-Man, sempre pronto a trazer lições para as novas gerações de coxinhas.
O Coxeco ficou muito feliz quando conheceu o “Rei do Camarote” no ano passado, a partir da sensacional reportagem da Veja Sao Paulo sobre os “sultões dos camarotes” das baladas de São Paulo, que gastam dezenas de milhares de reais no intuito de se exibir e conseguir companhia. Sentiu-se acalentado pela sentimento de pertencimento a um grupo.
O Coxeco também ficou muito feliz quando viu a Polícia Civil lançando bombas de efeito moral em pessoas com dependência química, na região da Cracolândia, Centro de São Paulo, no ano passado. Ele acha que a prisão de traficantes foi uma excelente justificativa para a operação. Afinal de contas, dar trabalho e moradia para vagabundo não resolve nada. Só a porrada resolve.
E o Coxeco ficou radiante depois que shopping center chiques em bairros nobres da capital paulista conseguiram liminares judiciais para garantir que rolezinhos não ocorressem em suas partes interna e externa, mas pouco se importam com estudantes de importantes faculdades da capital que vêm fazer seus flash mobs comemorativos em suas dependências. E entrou em estado de graça, com um sorriso que não mais saiu de seu delicioso rosto empanado, quando soube que seguranças, advogados e até um oficial de Justiça plantaram-se nas portas para selecionar as pessoas com menos de 18 anos que poderiam entrar no prédio.

TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO DE ILHÉUS DISCUTIRÃO CAMPANHA SALARIAL E ASSÉDIO MORAL EM ASSEMBLEIA

assembleia2Os trabalhadores em educação da rede municipal de Ilhéus realizam uma nova assembleia nesta sexta-feira, dia 20, às 15:30h, no auditório do Centro Estadual de Educação Profissional, antigo Colégio Estadual de Ilhéus, para discutir, dentre outros assuntos, a campanha salarial 2014 e a denúncia do crime de assédio moral praticado pelo prefeito Jabes Ribeiro. A categoria aguarda que ainda essa semana o governo municipal apresente uma proposta de negociação com os trabalhadores.
A presidente do Sindicato do Professores, Enilda Mendonça, informou que a data base da categoria é janeiro de 2014 e a pauta da campanha salarial, aprovada por unanimidade pelos trabalhadores em educação, foi protocolada na prefeitura de Ilhéus em dezembro do ano passado, mas até o momento o governo municipal não assinou o acordo. No ano passado os trabalhadores em educação realizaram uma greve de mais de 80 dias e como o governo municipal insistiu em não conceder a reposição salarial, os sindicatos decidiram ingressar na justiça para cobrar seus direitos. Em sua decisão, a juíza da Vara do Trabalho deu ganho de causa aos trabalhadores, mas o prefeito se recusa a atender à determinação judicial.
Já com relação ao crime de assédio moral, o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, teria usado o Seminário Interno de Educação Infantil, realizado na semana passada, na Faculdade de Ilhéus, para intimidar e ameaçar os trabalhadores de demissões. De acordo com a direção do sindicato, o seminário interno teria inicialmente o objetivo de discutir as novas diretrizes curriculares nacionais da educação infantil e sua materialização na organização do trabalho pedagógico, mas o prefeito se utilizou da ocasião para ameaçar os trabalhadores.

:: LEIA MAIS »

ATO CONTRA AUMENTO DA PASSAGEM EM ILHÉUS

cartaz protesto
Hoje, dia 18, está programado para acontecer mais um ato de protesto contra o aumento da tarifa do transporte coletivo em Ilhéus. A manifestação terá concentração na praça do Teatro, a partir das 15h, e sairá as 17h, percorrendo as principais ruas do centro.
Os organizadores do protesto pedem que os participantes levem seus cartazes, apitos e “energias”, para que o preço da passagem caia.
A tarifa em Ilhéus foi reajustada no último dia 8 de junho, passando de R$ 2,40 para R$ 2,60. O reajuste, considerado ilegal e arbitrário pelos ilheenses, motivou vários protestos na cidade, envolvendo principalmente estudantes.  

ODEBRECHT É DENUNCIADA POR TRABALHO ESCRAVO E TRÁFICO INTERNACIONAL DE PESSOAS

IG
Ex-funcionários de obra da Odebrecht em Angola dizem que não podiam deixar local de trabalho.

Ex-funcionários de obra da Odebrecht em Angola dizem que não podiam deixar local de trabalho.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) denunciou o grupo empresarial Odebrecht por, segundo o órgão, manter 500 trabalhadores brasileiros em condições análogas à escravidão na construção de uma usina em Angola.
De acordo com a ação, iniciada após uma reportagem da BBC Brasil revelar denúncias de maus tratos na obra, a construtora teria praticado ainda tráfico de pessoas no transporte de operários até a usina Biocom, na província de Malanje.
A denúncia, entregue na sexta-feira à Justiça do Trabalho de Araraquara (SP) pelo procurador Rafael de Araújo Gomes, pede que a Odebrecht pague uma indenização de R$ 500 milhões por danos coletivos aos trabalhadores. O procurador notificou a Polícia Federal e o Ministério Público Federal para que dirigentes da empresa e de suas subcontratadas respondam criminalmente.
A Odebrecht disse à BBC Brasil que só pronunciaria sobre o caso após ser notificada judicialmente. Normalmente, a notificação judicial ocorre alguns dias úteis após o Ministério Público protocolar a ação. Mas, com as interrupções de serviços públicos ocorridas por conta dos jogos da Copa do Mundo, esse prazo pode vir a ser ampliado.
Três empresas do grupo Odebrecht são rés na ação, que tem 178 páginas e envolveu extensa investigação: a Construtora Norberto Odebrecht (CNO), a Olex Importação e Exportação e a Odebrecht Agroindustrial (antiga ETH Bioenergia).
Passaportes retidos – Em dezembro de 2013, a BBC Brasil publicou uma reportagem em que operários diziam ter sido submetidos a maus tratos na construção da usina Biocom, entre 2011 e 2012. Dezenas de fotos e vídeos cedidos à reportagem mostravam o que seriam péssimas condições de higiene no alojamento e refeitório usados pelos trabalhadores. :: LEIA MAIS »



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia