WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

https://www.AUTO-doc.PT
ilheus brindes
março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  




ILHÉUS: SALÁRIOS DA EDUCAÇÃO ATRASADOS

carteira vaziaTem gente com a mão abanando em Ilhéus à espera dos salários de junho e maio. O pessoal contratado para a secretaria de educação por meio de seleção simplificada é o mais afetado. “Só o vale transporte foi pago”, conta um dos contratados.
Nem previsão de pagamento existe. Da área de educação, a única coisa que há, até agora, é impaciência por parte de professores que recebem salários mais altos e não viram trincar nas contas os vencimentos de dezembro.
Os salários deveriam ser pagos em abril, como o prefeito Jabes Ribeiro acordou com o sindicato da categoria.
Os professores reclamam também da demora do município em definir o reajuste do piso salarial da classe, determinado pelo governo federal em 7,5%.  

TELEXFREE: BLOQUEIO É PARA GARANTIR DEVOLUÇÃO DO DINHEIRO, DIZ PROMOTORA

Alessandra Marques, promotora que deu início às investigações.

Alessandra Marques, promotora que deu início às investigações.

Em entrevista ao portal iG, que você lê completa aqui, a promotora pública Alessandra Marques, do Acre, afirmou que o bloqueio das contas bancárias da TelexFree tem como único objetivo a devolução do dinheiro aos “divulgadores” da empresa.
Segundo a promotora, a devolução é um dos objetivos da ação civil pública apresentada pelo MP-AC na última sexta-feira (28) ao Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC). O bloqueio temporário, obtido por liminar, também havia sido pedido pelo órgão como forma de evitar os vazamentos.
“Quando a juíza determinou o bloqueio dos recursos, 24 horas depois eles [responsáveis pela empresa] conseguiram entrar numa conta e desviar R$ 40 milhões para uma outra que não era da Telexfree. Outros R$ 48 milhões foram para outra conta”, diz Alessandra, uma das responsáveis pelo inquérito em que a empresa é acusada de ser uma das maiores pirâmides financeiras do País. Os montantes foram recuperados.
Na próxima segunda (08), a justiça analisará o segundo recurso da empresa contra a decisão. O primeiro foi negado no dia 24 de junho pelo desembargador Samoel Evangelista.
Alessandra Marques teme que, com a queda da liminar que determinou o bloqueio, todo o dinheiro aplicado pelos divulgadores na pirâmide seja desviado para contas em paraísos fiscais.
Se quebrasse hoje, o esquema deixaria cerca de 500 mil brasileiros no prejuízo, estima o Ministério Público do Acre.

MOVIMENTO “SALVE A BR-251” CONVOCA PROTESTO

Por lá, chuva é sinônimo de ilhado.

Por lá, chuva é sinônimo de isolamento.

Esquecidos há 15 anos, moradores de comunidades como Nossa Senhora da Vitória, Rio do Engenho, Búzios, Santo Antônio e Santana, às margens da BR-251, entre Ilhéus e Buerarema, convocam novo protesto para o dia 15 de setembro.
A pauta é antiga, a revitalização da BR-251, que tem até placa de inauguração, mas nunca foi asfaltada. A região tem significativa produção agrícola, mas se vê ilhada ao menor sinal de chuva.
No dia 15 de setembro, os moradores prometem fechar a BR-101 ou a Ponte do Pontal, para, mais uma vez, alertar sobre a deficiência da rodovia.

ALÔ SECRETÁRIA DE SAÚDE

A secretária de saúde de Ilhéus, Ledívia Espinheira, talvez não saiba, mas os dois postos de saúde do Nelson Costa, na zona sul, estão fechados.
No mesmo ritmo, está o de Salobrinho, onde não há médico nem insumos básicos. Está praticamente fechado.
Fica o aviso.

JABES VAIADO

Prefeito, escorregadio, agradeceu as vaias. Foto: Ilhéus 24h.

Prefeito, escorregadio, agradeceu as vaias. Foto: Ilhéus 24h.

A plateia da abertura do V Festival do Chocolate de Ilhéus, realizada ontem (quarta, 03), presenteou o prefeito Jabes Ribeiro com sonoras vaias.
Cheia de jovens e produtores rurais, a plateia puxou os gritos de reprovação quando o prefeito foi chamado à discursar no evento.

DIVULGADORES DA TELEXFREE FAZEM CARREATA EM ILHÉUS

Carreata acabou na Avenida Soares Lopes. Foto: Ilhéus 24h.

Carreata acabou na Avenida Soares Lopes. Foto: Ilhéus 24h.

Divulgadores da TelexFree realizaram carreata em apoio à empresa, na tarde desta quarta-feira (03), no Centro de Ilhéus. Com um mini-trio e três carros no cortejo esvaziado, os participantes pediam o retorno das atividades da empresa, acusada pelo Ministério Público do Acre de montar um esquema de pirâmide.
Com camisetas e faixas escritas “Sou 100% TelexFree”, o grupo alegava prejuízos com o bloqueio de saques da empresa, determinado pela justiça.
Hoje, a promotoria pública do Acre pediu o fim das atividades da empresa e confirmou que os donos do esquema tentaram desviar R$ 88 milhões quando o bloqueio foi determinado (veja aqui).

SECRETÁRIO DE TURISMO DE ILHÉUS AGRIDE EX-FUNCIONÁRIO DA CÂMARA

Zito e as marcas deixadas por Alcides. Foto: Ilhéus 24h.

Zico e as marcas deixadas por Alcides. Foto: Ilhéus 24h.

Hoje a tarde, durante manifestação de pequenos produtores da região de Olivença, em frente à prefeitura, o ex-funcionário da câmara de Ilhéus, conhecido por Zico, foi agredido pelo secretário municipal de Turismo, Alcides Kruschewsky.
Segundo a vítima da agressão, ele e mais um grupo de pessoas reclamavam que, enquanto a prefeitura faz festa, a saúde e a educação seguem entregues as traças.
Nesse momento, o citado secretário teria se descontrolado e partiu para as vias de fato, o espancando.
Tentamos contato com Alcides, mas o mesmo se trancou no gabinete da prefeitura e não quis falar com a nossa equipe de reportagem.

A CAIXA PRETA DO TRANSPORTE DE ILHÉUS

As empresas (Viametro e São Miguel) devem ter uma cópia do contrato.

As empresas (Viametro e São Miguel) devem ter uma cópia do contrato.

Vereador conta que foi ao setor de transporte e trânsito da prefeitura de Ilhéus há três semanas. A missão: ter acesso a uma cópia do contrato de concessão do transporte coletivo.
Crente de que voltaria com o documento, o parlamentar foi só decepção.
Ao pedir a cópia, ouviu do diretor, um antigo agente de trânsito promovido por Jabes, que o contrato havia sumido. O diretor logo tratou de jogar a culpa no governo Newton Lima e dizer que logo menos o vereador receberia o documento.
Quase um mês já se foi e nem sinal do contrato.

REFORMA DE PRAÇAS POR EMPRESAS PRIVADAS: O QUE HÁ POR TRÁS DESSA JOGADA?

Praça São João Batista, no Pontal, será reformada por uma empresa privada.

Praça São João Batista, no Pontal, será reformada por uma empresa privada.

Delegar funções que são obrigação do município à empresas. Bem, como afirmamos por aqui, essas estão sendo as palavras de ordem da desastrosa gestão do prefeito Jabes Ribeiro.
Ah, vale ressaltar, gestão essa considerada por especialistas políticos como a pior da história recente do município.
Como informamos recentemente por aqui, a saúde e a educação pública municipal, caminham a passos largos para serem geridas por empresas terceirizadas. Tudo isso para que, dentre intenções obscuras, sobrem vagas ante o quadro de funcionários municipais e com isso, novas pessoas ligadas ao jabismo possam ser nomeadas.
Dando fim ao esperneio de vereadores situacionistas e partidos aliados.
Pois, ao invés de contratar, quem ficará responsável por isso serão as empresas, aliviando a barra da prefeitura, que já extrapolou a porcentagem permitida por lei, em relação aos gastos orçamentários com o funcionarismo público e cargos comissionados.
Um novo capítulo dessa saga rumo à privatização do município é a tática questionável de entregar a reforma de praças à empresas particulares. Como foi divulgado hoje, em mais uma pérola produzida pela secretaria de Comunicação da prefeitura de Ilhéus.
Em um momento onde os olhos da população se voltam de maneira reprovadora ante o financiamento de campanhas eleitorais por empresas privadas, é para no mínimo questionarmos tais parcerias público-privada.
É só assim? A empresa reforma a praça, coloca lá a sua marca e ponto final? O que eles terão em troca? Aí é que reside toda a problemática da situação.
No caso do financiamento das campanhas, é óbvio que as empresas investem pesado objetivando mais para frente cobrar as devidas benesses.
E nesses casos das reformas privadas das praças? O que é acordado por debaixo do pano?
Por vias da dúvidas seria melhor a prefeitura tratar de cumprir com suas obrigações e não se utilizar da máquina administrativa para jogatinas em benefício do grupo que por ventura esteja no poder.

PORTO SUL: TERMINAIS PRIVADOS SÃO AUTORIZADOS PELO GOVERNO FEDERAL

porto sulOs terminais do complexo Porto Sul, a serem construídos em Ilhéus (BA), constam na lista dos 50 terminais de uso privado autorizados nesta quarta-feira (3) pelo governo federal, durante evento no Palácio do Planalto.
O Terminal de Utilização da Zona de Apoio Logístico, da Sociedade de Propósito Específico (SPE), e o Terminal de Uso Privativo (TUP), da empresa Bahia Mineração (Bamin), são os primeiros terminais privados na Bahia autorizados pela presidente Dilma Rousseff após a nova legislação portuária brasileira – Lei nº. 12.815 de 5 de junho de 2013.
Segundo o Palácio do Planalto, serão R$ 11 bilhões de investimentos privados que vão contribuir para remover os entraves do setor, aumentar a capacidade portuária e elevar a concorrência, com mais eficiência e menor custo logístico. O Porto Sul receberá cerca de 50% desse valor, são R$ 5,6 bilhões de investimentos privados no porto baiano. A inclusão dos terminais do Porto Sul na primeira seleção do governo federal foi comemorada pelo secretário da Casa Civil do Governo da Bahia, Rui Costa. “Fazer parte dessa seleção é fundamental para a Bahia. Com a inclusão dos terminais, temos mais um passo concreto para o novo porto”, disse Rui Costa. Ele também ressaltou que o investimento privado no setor portuário traz celeridade aos projetos e reduz custos. “O Porto Sul será o que receberá o maior montante de investimentos”, afirmou Rui Costa.
De acordo com o secretário, o Governo da Bahia, em consonância à nova legislação, prepara o lançamento do edital de chamamento público que constituirá a SPE. “Estamos finalizando o texto. E vamos escolher as empresas que serão parceiras do Estado no empreendimento”.
A previsão é que até o fim deste ano a construção do porto comece. O Porto Sul movimentará cargas de todos os tipos de granel e cargas em seus diversos acondicionamentos, com estimativa, no 25º ano de funcionamento, de operar 100 milhões de toneladas/ano.

dom eduardo











WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia