WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus shopping jequitiba Neste site
julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Política’

EM NOTA, JABES REPUDIA “TENTATIVAS DE INTIMIDAÇÃO”

Por compreender que o direito universal e democrático à greve não pode ser confundido com atos de agressão e de tentativas de constrangimento, o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, vem a público repudiar o comportamento de algumas lideranças sindicais que estão tentando conduzir os servidores para um caminho de desserviço à democracia e em nada contribui para a manutenção do diálogo proposto pela administração municipal.  Apesar de todo o esforço desenvolvido pela atual gestão, alguns sindicalistas insistem em negar o conhecimento, que possuem, da situação real das contas municipais e da imperiosa necessidade da administração obedecer às limitações impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
Tais números e dados já foram apresentados e debatidos, diversas vezes, com os dirigentes sindicais e representantes da sociedade civil organizada de Ilhéus e o prefeito Jabes Ribeiro colocou-se à disposição para dar total acesso às contas a qualquer instituição, séria e qualificada, escolhida pelos sindicatos, de modo a não restar dúvidas sobre a seriedade das informações prestadas. Em vez de indicar tal instituição, e assim realmente contribuir para o debate democrático, está havendo a opção pelo discurso fácil da negação e das agressões pessoais.
Tais práticas só elevam o nível de tensão, prejudicam a população ilheense, ao impedir o direito de ir e vir das pessoas, e impedem a racionalidade na busca de uma solução que seja a melhor para todos. O prefeito Jabes Ribeiro reitera sua disposição de manter abertos os canais de diálogo, mas repudia de forma veemente as tentativas de intimidação que não conduzirão a nada de positivo.

REÚNE ILHÉUS RESISTE AO CANTO DE JABES

Barracas continuarão de pé.

Barracas continuarão de pé.

Convocados a desmontar o acampamento montado em frente à prefeitura em troca de um dedinho de prosa com Jabes, o Reúne Ilhéus parece ter resistido ao canto do prefeito, tão poderoso quanto o da lendária sereia.
Não custa lembrar que JR desmontou a Plenária Unificada no ano passado e colocou a maioria dos partidos em sua aliança.
O movimento parece pouco disposto a deixar o acampamento, temendo ver suas reivindicações irem abaixo junto com as barracas montadas em frente à sede do governo.
Em entrevista ao radialista Vila Nova, nesta sexta (26), representantes dos movimento garantiram a permanência até que saia o resultado da auditoria das contas das empresas de transporte.
Além disso, cobraram do prefeito número de integrantes igual de cada setor que participará da comissão criada para propor ações sobre o transporte.

PARTIDOS ALIADOS A JABES EMITEM NOTA PÚBLICA

Nota pública em defesa de Ilhéus
A atual conjuntura de transformação política pela qual passa o Estado Brasileiro tem dado exemplo aos governantes de como o povo quer que seja gerida a coisa pública. A população de Ilhéus não ficou à margem desse processo e também foi às ruas exigir que demandas populares sejam atendidas. Os partidos políticos infra-assinados, juntamente com a sua militância de jovens mulheres e segmentos sociais, vêm a público dizer que estão atentos às vozes das ruas e em resposta a isso emitem a seguinte nota pública em defesa de Ilhéus.   
É conhecido de toda a população ilheense o estado de sucateamento dos serviços e das finanças públicas municipais, depois de anos de irresponsabilidade fiscal e falta de compromisso com os cidadãos, comprovados pela reprovação das contas do Poder Executivo Municipal pelo Tribunal de Contas dos Municípios por cinco vezes consecutivas.
Tal estado calamitoso de coisas tem colocado a administração pública em situação de penúria, com ausência de recursos para investimentos em áreas essenciais como educação, saúde, pavimentação, mobilidade urbana, iluminação pública e modernização, além de impossibilitar as concessões de melhorias nas condições de vida dos servidores municipais de Ilhéus.
Para alavancar o retorno da cidade aos bons trilhos administrativos, o Poder Executivo tem envidado esforços no sentido de cortar gastos e reduzir despesas, além de buscar novas fontes de custeio da máquina pública, inclusive buscando obras e recursos junto aos Governos Federal e Estadual.
No momento os servidores municipais estão em greve e setores da sociedade civil e da juventude lutam por mudanças no transporte e redução dos preços das passagens. O governo municipal respondeu com a proposta de abrir todos os dados e estabelecer uma comissão com a participação dos sindicatos, da Câmara de vereadores, e instituições independentes, para avaliar o índice de comprometimento das receitas do município com a folha de pagamento em relação à Lei de Responsabilidade Fiscal, centro das divergências da campanha salarial dos servidores, e, a partir daí, definir quais soluções serão possíveis.
Também propôs estabelecer outra comissão com as mesmas características da primeira, incluindo-se o movimento reivindicatório para avaliar planilhas e balancetes das empresas de transporte coletivo e então definir sobre a viabilidade ou não da redução da passagem, além de outras medidas cabíveis para a melhoria da qualidade do serviço.
Consideramos tais medidas positivas e as apoiamos, pois apontam para a transparência e o diálogo democrático, essenciais para o êxito de qualquer administração no Brasil. Entendemos que esse passo é fundamental, inclusive para se ouvir as sugestões dos servidores para a redução de despesas e aumento de receitas, essenciais para evitar demissões e possibilitar a valorização salarial dos profissionais, se não imediatamente, mas assim que houver possibilidade legal, conforme afirmado pelo prefeito quando propôs as comissões.
A cidade de Ilhéus deve estar em primeiro lugar, o amadorismo com que foi conduzida a cidade impediu que o município investisse no seu bem mais precioso: o seu povo.
O mero esforço unilateral do Governo Municipal não será suficiente, caso não venha acompanhado de um compromisso de todos os envolvidos e comprometidos com a qualidade dos serviços público e o desenvolvimento sustentável da cidade.
Desse modo conclamamos toda a sociedade nesse esforço comum para superação das dificuldades imensas, que acreditamos momentânea.
Assinam essa nota: Partido Progressista – PP, Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB, Partido Comunista do Brasil – PCdoB, o Partido Republicano Brasileiro – PRB, Partido Socialista Brasileiro – PSB,  Partido Democrático Trabalhista – PDT, Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB, Partido Democratas – DEM.

PTdoB CONVIDA EX-BBB ANAMARA PARA DISPUTAR ELEIÇÕES DE 2014

Será que ela passa pelo "paredão" popular?

Será que ela passa pelo “paredão” popular?

Ex-participante do reality show Big Brother Brasil, a baiana Anamara Barreira poderá passar a ser “espiada” na Câmara Federal a partir de 2014.
Isso porque, de acordo com informações obtidas pelo site da Revista Veja, o PTdoB convidou a ex-policial para se candidatar a deputada federal nas próximas eleições.
Ela, porém, não quis se pronunciar sobre o assunto.
A vencedora da quinta edição do programa A Fazenda, Viviane Araújo, também estaria em negociação com o PSL para entrar na briga, segundo a reportagem. 

JABES BARGANHA COM O REÚNE ILHÉUS

Jabes em conversa com o Reúne. Foto: Lucas Vitorino/O Tabuleiro.

Jabes em conversa com o Reúne. Foto: Lucas Vitorino/O Tabuleiro.

Bom de lábia, o prefeito Jabes Ribeiro ainda não tinha batido um papo “tete a tete” com os integrantes do Reúne Ilhéus. Nesta quinta (25), o grupo cercou o prefeito na saída da Rádio Conquista e o encontro foi inevitável. 
Aí veio a proposta, uma espécie de barganha: O movimento desocupa a rua em frente à prefeitura e o prefeito senta à mesa para conversar com o grupo.
Tentadora, a proposta será debatida em assembleia do “Reúne” ainda hoje. Aí ficará faltando a parte do prefeito.

ILHÉUS: PREFEITURA APREENDE TRIO USADO NAS MANIFESTAÇÕES

Um mini-trio usado pelos sindicatos de servidores nas manifestações foi apreendido pela secretaria de desenvolvimento urbano.
Segundo Lú Machado, presidente do Sinsepi, o veículo vinha do Malhado para o centro, com o som desligado, quando foi parado por agentes da Sedur na Avenida Canavieiras.
Entre os agentes, de acordo com o sindicalista, estavam o secretário Isaac Albagli e o superintendente de transporte do município, Capitão Eliezer.
A apreensão teria ocorrido porque o carro não tinha os documentos. No entanto, Lú contesta a informação e afirma que o veículo está regular.
Para o sindicalista, ficou clara a tentativa de minar o movimento grevista. Um novo carro de som já foi providenciado.

JABES TENSIONA: PROMETE CORTAR PONTO E JUDICIALIZAR GREVE

jabesEm entrevista concedida ao radialista Vila Nova, no programa O Tabuleiro (Conquista FM), o prefeito Jabes Ribeiro afirmou que pretende cortar o ponto dos servidores grevistas. A paralisação foi iniciada ontem (segunda, 22).
Na conversa, JR deu a entender que vai judicializar a greve. O município deve acionar a justiça pedindo o retorno dos servidores às atividades.
Com a postura anunciada hoje, o prefeito joga pelo ralo a promessa de manter conversas com as categorias para chegar a um consenso.
Jabes acusou o movimento de ter “conteúdo político” e enxergou ações danosas, segundo ele, para desestabilizar o governo. O prefeito também foi enfático ao dizer que “o reajuste será zero”.
De resto, a entrevista foi aquele velho discurso que conhecemos. Se quiser ouvir, fique à vontade para clicar aqui.

DE NOVO?

paulo
Apesar de andar desanimado com a possibilidade de assumir uma possível candidatura ao governo do Estado ano que vem, o ex-governador Paulo Souto (DEM) teve um sopro de incentivo.
Em uma pesquisa encomendada pelo partido foi constatado que, em caso de ACM Neto seguir no comando da prefeitura de Salvador, o nome de Souto é o mais cotado.
Será que teremos o velho Souto mais uma vez nas paradas?

JABES DEIXA HOTEL ESCOLTADO POR ALCIDES

A chuva dispersou o grupo que acuava o prefeito Jabes Ribeiro no Ilhéus Praia Hotel, na manhã deste sábado (20). JR estava sumido desde que o Palácio Paranaguá foi ocupado por jovens.
Com a saída dos manifestantes, o prefeito deixou o hotel acompanhado por secretários e assessores.
Para garantir a segurança de Jabes, escalaram o secretário de turismo e lutador nas horas vagas, Alcides Kruschewsky. Há três semanas, “Pai Cidão” desceu a ripa num ex-funcionário da câmara, em frente à prefeitura (lembre aqui).

JABES VAI DEMITIR GURITA

Gurita. Foto: Andrei Sansil/Ilhéus 24h.

Gurita. 

Em seus planos de demissão de servidores, o prefeito Jabes Ribeiro já afirmou que os admitidos entre 1983 e 1988 devem ser colocados no olho da rua (lembre aqui). Ele mesmo os colocou lá.
Na lista dos que podem ser demitidos, estão dois vereadores. Gurita, professor da rede municipal e da base de sustentação do governo na câmara, e Dero, oposicionista.
Gurita também lidera a base aliada ao prefeito, mas pode ser limado do funcionalismo público.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia