WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pm ilheus Neste site
agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Política’

JUSTIÇA PEDE INVESTIGAÇÃO SOBRE REDE DE MARINA

BRASIL 247
marinaA Justiça Eleitoral acionou o Ministério Público e a polícia para investigar indícios de fraude e irregularidades na coleta de assinaturas em São Paulo para a criação da Rede Sustentabilidade, partido da ex-senadora Marina Silva.
Segundo informações da Folha, em Ourinhos, no oeste paulista, ao menos dois eleitores que aparecem na lista de apoiadores da legenda declararam não ter assinado nenhuma ficha do partido.
Indícios de fraude também foram informados por cartórios de Mogi das Cruzes, São Bernardo do Campo e em São José do Rio Preto, em São Paulo.
Segundo o promotor responsável, Marcos da Silva Brandini, terá de ser feito o exame grafotécnico para confirmar se as assinaturas são ou não dos eleitores.
O partido rebateu a suspeita e afirmou em nota que os problemas podem ter sido provocados pela falta de parâmetros dos cartórios na certificação dos apoios.
Em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, a ex-senadora Marina Silva se reuniu com a presidente Carmen Lúcia, do Tribunal Superior Eleitoral, e pediu pressa na validação das assinaturas para a criação da Rede Sustentabilidade: “essas assinaturas precisam ser validadas, porque não temos culpa se eles não têm o parâmetro para fazer a validação ou se contam com estrutura de pessoal que não está dando conta de fazer o processamento dentro do prazo”, disse.
A candidata à Presidência tem até o dia 5 de outubro para registrar o partido caso queria disputar as eleições de 2014.

JABES CONSEGUE PRIMEIRA VITÓRIA CONTRA SINDICATOS

jabes sorrisoE o prefeito Jabes Ribeiro obteve sucesso, pelo menos parcial, na judicialização da greve dos servidores, a qual se nega a pôr fim. Ontem (terça, 20), a desembargadora Silvia Zariff, relatora da ação proposta pela Procuradoria Geral do Município, concedeu liminar determinando que os sindicatos mantenham 50% do efetivo trabalhando nas áreas da Educação e da Saúde e pelo menos 30% nas demais áreas da administração municipal. 
Sem julgar o mérito da ação, o que acontecerá posteriormente, a desembargadora determina, ainda, que os sindicatos devem encaminhar à Prefeitura a relação dos servidores que estarão trabalhando em todas as áreas.
Em caso de descumprimento, cada um sindicato pagará multa diária de R$ 5 mil.

LÍDER DO GOVERNO DESMENTE JABES

Gurita, Jabes e Magal.

Gurita, Jabes e Magal.

Há duas semanas, o prefeito Jabes Ribeiro espalhou um boato de que o vereador Fabio Magal (PSC) tinha “100 cargos no governo”.
A invenção fantasiosa surgiu logo depois que Fabio Magal rompeu com Jabes, atitude acolhida com respeito e apoio da população ilheense.
Na última terça-feira (13), em sessão plenária na câmara, Fabio Magal interpelou Gurita, líder do governo, sobre o boato semeado em três redações de jornais itabunenses. Em resposta, diante dos seus pares, o governista desmentiu o boato.
Magal considerou a postura de Gurita louvável, e disse que sua sinceridade mostrou que a verdade não pode submeter-se à influência de interesses menores.

PRESENÇA DE JABES EM REUNIÃO É DESNCESSÁRIA

Foto: Andrei Sansil/Ilhéus 24h.

Foto: Andrei Sansil/Ilhéus 24h.

Quem garante é o secretário de comunicação da prefeitura de Ilhéus, Paixão Barbosa. Em contato com o ILHÉUS 24H, Paixão esclareceu que a reunião de hoje, entre sindicatos e governo, tem como objetivo apenas formar a comissão paritária para analisar as contas da prefeitura e buscar saídas para a crise gerencial que passa o município.
Segundo o secretário, o encontro de hoje não vai deliberar sobre as reivindicações dos sindicatos grevistas, que, mesmo assim, devem entregar uma proposta.
A reunião, disse Paixão, não estava confirmada para o Opaba Praia Hotel, por isso, nega que tenha havido manobra do governo para desarticular o protesto dos grevistas. Quanto ao prefeito, afirmou que ele delegou poderes de formar a comissão ao secretário da administração, Ricardo Machado.
Jabes está em Salvador, onde participa de reunião do conselho político do governador Jaques Wagner.

JABES NÃO VAI À REUNIÃO

E começou mais uma reunião entre governo, sindicatos grevistas e mediadores, desta vez, com o vereador Alisson Mendonça (PT) e o sindicalista Bebeto Galvão. O prefeito Jabes Ribeiro deu de ombros para o encontro, que busca pôr fim à greve de 30 dias do funcionalismo, e não apareceu no Palácio Paranaguá. O prefeito, no entanto, é consultado a cada impasse, por telefone.

E começou mais uma reunião entre governo, sindicatos grevistas e mediadores, desta vez, com o vereador Alisson Mendonça (PT) e o sindicalista Bebeto Galvão. O prefeito Jabes Ribeiro deu de ombros para o encontro, que busca pôr fim à greve de 30 dias do funcionalismo, e não apareceu no Palácio Paranaguá. O prefeito, no entanto, é consultado a cada impasse, por telefone.

APÓS FURO DE JABES, SERVIDORES FECHAM O TRÂNSITO NO CENTRO DE ILHÉUS

A reunião entre o prefeito Jabes Ribeiro, sindicatos e deputados estava marcada para as 09h desta segunda (19), no Opaba Praia Hotel, zona sul da cidade.
Como forma de pressionar o prefeito, os servidores se reuniram em frente ao hotel. Mas, inexplicavelmente, a reunião foi adiada em uma hora e transferida para a sede da prefeitura, o Palácio Paranaguá.
Irritados com a manobra, os servidores prometem sair em caminhada do hotel, ao lado do aeroporto, até a prefeitura. O ato deve complicar o pouco tranquilo trânsito do centro da cidade.

SERVIDORES SE REÚNEM COM JABES PARA ENCERRAR GREVE

Assembleia da última sexta recusou proposta do prefeito. Foto: Fábio Bonfim-Ilhéus 24h.

Assembleia da última sexta recusou proposta do prefeito. Foto: Fábio Bonfim-Ilhéus 24h.

O prefeito Jabes Ribeiro retorna nesta segunda (19), às 10h, ao Palácio Paranaguá, de onde sumiu desde que o Reúne Ilhéus montou acampamento em frente.
A volta de JR ao seu local de trabalho tem um motivo: reunião com os sindicatos de servidores grevistas, mediada por deputados.
Na conversa, os sindicatos devem ratificar que abrem mão do reajuste salarial, mas manterão a exigência de repor o que foi levado pela inflação.
Além de não reivindicar o reajuste, os servidores apresentarão proposta de parcelamento da reposição retroativo à data base da categoria e de negociar posteriormente a quitação dessas parcelas.
As categorias também vão comunicar ao prefeito que rejeitaram a proposta de retornar ao trabalho para depois negociar. Os servidores não confiam em Jabes. 
Segundo Enilda Mendonça, presidente da Associação dos Professores de Ilhéus, fechado o acordo, as categorias se comprometem a retomar o trabalho imediatamente e a continuar discutindo as contas da prefeitura e buscar saídas para a crise gerencial que se encontra o município. “A decisão de acabar a greve está agora com o governo municipal”, conclui a sindicalista.

MUI AMIGO: GEDDEL FAZ PROPAGANDA DE ADVERSÁRIOS DE DILMA

TRIBUNA
gedelMinistro do governo Lula, o vice-presidente da Caixa, Geddel Vieira Lima, gravou quatro inserções comerciais para o rádio e a TV na Bahia que exaltam o governo de possíveis adversários da presidente Dilma Rousseff em 2014 e criaram saia justa nas relações entre o PT e seu PMDB, aliados no plano nacional.
Nas peças, para atacar o governador petista Jaques Wagner, Geddel exalta feitos do governo de Minas Gerais, comandado pelo hoje senador Aécio Neves (PSDB) entre 2003 e 2010, e Pernambuco, governado por Eduardo Campos (PSB). Também aparece com destaque o governo do Paraná, também sob gestão tucana, de Beto Richa. 
Geddel lidera o PMDB baiano e é pré-candidato ao governo estadual, cargo para o qual já concorreu em 2010, quando rompeu com Wagner, perdeu a eleição e passou a fazer oposição localmente. São quatro as propagandas, cada uma com 30 segundos. 
“Enquanto os alunos da rede estadual da Bahia sofrem com escolas maltratadas, greve de professores e evasão escolar, Minas Gerais implantou a melhor escola pública do país”, diz o ministro da Integração Nacional de Luiz Inácio Lula da Silva entre 2007 e 2010. 
O discurso segue o mesmo estilo ao tratar da saúde, comparada à do Paraná do tucano Beto Richa, assim como os temas da segurança e da indústria, em que Pernambuco é usado como referência. 
Nesses momentos, surgem música de fundo, imagens com tons fortes e em câmera lenta, em contraposição às cenas da Bahia, que não têm fundo musical e nas quais as imagens surgem com tons mais “apagados”. 
Procurado, Geddel diz que todos podem ver a publicidade da maneira que entenderem. “É um direito de cada um. Não estou preocupado com interpretações de políticos. Eu quero é que o povo veja aquilo lá”. O objetivo, segundo ele, é mostrar que outros estados conseguem resolver problemas que considera graves na Bahia. “Só isso”, afirma. 
Questionado sobre a ausência de casos do PMDB, Geddel se esquiva: “O Rio de Janeiro é um governo a que, nesse momento, não estou querendo me comparar”. Após os protestos de junho, o governador fluminense, Sérgio Cabral, obteve o menor índice de aprovação em seis anos e meio de sua gestão, de acordo com o Datafolha: 25%. 
O partido ainda comanda Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia. 
Para o presidente do PT baiano, Jonas Paulo, o foco de Geddel deveria ser os Estados de sua sigla, “que não são nenhum exemplo a ser seguido”. “Acho que ele continua funcionando como um auxiliar da oposição demo-tucana ao governo federal, do qual ele participa”, diz.

FELICIANO DIZ QUE QUEDA DE POPULARIDADE DE DILMA É OBRA DIVINA

feliciano
Durante a inauguração de uma igreja no Rio Grande do Sul, nesta quarta-feira (14), o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) atribuiu a recente queda de popularidade da presidente Dilma Rousseff a uma obra divina.
“A presidente do nosso país, que é do partido que mais me perseguiu, que é o PT, que há cinco meses estava com 75% de aprovação, caiu pra 30%, e ninguém consegue entender”, afirmou, antes de opinar que o motivo seria a “injustiça” sofrida pelo religioso durante os protestos contra sua indicação à presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.
Feliciano criticou ainda os colegas da bancada evangélica da Casa, a quem classificou como covardes, por se omitirem de lutas de interesse do movimento evangélico como o “kit gay” ou a adoção de crianças por casais homossexuais.
Com a ajuda de um fundo musical, Feliciano comentou ainda a aproximação dos homossexuais com a igreja evangélica. “Dizer que temos que aprender com eles? Quer dizer que 2 mil anos de igreja não serviram para nada? Sabe o que é isso? É a desculpa para não terem as igrejas deles apedrejadas”, esbravejou.
No evento em que o deputado foi atração principal, participaram ainda vereadores, vice-prefeitos e assessores do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT).

JABES PIRRAÇA OS SERVIDORES

jabes sorrisoO Blog do Gusmão divulgou, no início da semana, parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que prevê o reajuste anual para servidores efetivos mesmo quando os gastos do município com folha de pagamento estão acima do permitido pela lei.
O parecer, emitido a pedido do Sindicato dos Servidores de Una, é extensivo a todo o estado, afirma a professora Enilda Mendonça, presidente da Associação dos Professores de Ilhéus.
Mesmo com o documento do TCM, o prefeito pirraça os servidores municipais e diz esperar outro parecer do tribunal para decidir sobre as reivindicações.
A má vontade impera no jabismo.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia