WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘Política’

ILHÉUS: COMISSIONADOS SERÃO OS PRIMEIROS EXONERADOS

jabes novaO blog Agravo vazou a pauta de uma reunião realizada no domingo (14) entre o prefeito Jabes Ribeiro e conselheiros (veja aqui). De acordo com o blog, 400 servidores devem rolar pela  segunda tábua de graxa promovida por Jabes.
Em fevereiro, o prefeito exonerou 79 servidores efetivos.
Fonte ouvida por este blog confirma a reunião e adianta: comissionados vão encabeçar a lista.
Com a medida, Jabes vai aliviar suas contas e distanciar a possibilidade de rejeição no TCM. 
Por outro lado, colocará 400 pais e mães nas ruas e vai ouvir chiados dos partidos da base que indicaram os ocupantes.

MAGAL É CONTRA A DEMISSÃO DE SERVIDORES MUNICIPAIS

magalConsiderado por analistas políticos como um simpático coadjuvante nas sessões do legislativo ilheense, o vereador Fábio Magal (PSC), pertencente a base aliada do jabismo, mostrou, através de release distribuído por sua assessoria, que está injuriado com as jogatinas do grupo ao qual, até segunda ordem, apoia fielmente.
Magal, que alguns apelidam de “novo Dinho Gás”, obviamente, pelo carisma e a origem humilde, teria declarado ante a possibilidade de uma demissão em massa de servidores municipais: “Não ficarei marcado como um vereador conivente e responsável pela infelicidade e sofrimento de vários servidores públicos e suas famílias”.
O material de sua assessoria, ventilado na imprensa local, destaca que Magal assumiu compromisso público de votar contra projetos que prejudiquem a categoria, desde que haja consenso entre os cinco sindicatos que a representam: Sinsepi, APPI, Sindatran-BA, Sindiacs e Sindiguarda-BA.
Legal Magal!

UM INÉDITO E APROFUNDADO TRATADO CIENTÍFICO POLÍTICO

pp patati
O piadismo desenfreado anda circulando nos bastidores da política ilheense. Suscitado principalmente por essa gestão municipal de festim, que, devido a tantas derrapadas e absurdos administrativos, vem conseguindo provocar gargalhadas generalizadas.
Uma dessas piadas afirma que a sigla que compõe o partido do prefeito Jabes Ribeiro, o PP, na verdade remete as iniciais da dupla de palhaços Patati-Patatá.
Mas nós, enquanto meio de comunicação que acha esse tipo de humor desnecessário, buscamos auxílio do nosso corpo de cientistas políticos e sociólogos, para realizar um profundo estudo que comprovou que de fato há veracidade nessa comparação entre os palhaços e a sigla política. Um brinde à Ciência.
Vamos às minuciosas análises acadêmicas ante o caso:
– Ambos objetos de estudo agem em suas áreas de atuação devidamente disfarçados. Ou seja, não sabemos ao certo qual de fato são as suas identidades. Maquiagens de palhaço e camuflagens políticas contribuem para esse fenômeno.
– Conseguem provocar risos e suscitar a alegria das crianças, no caso da simpática dupla de palhacinhos felizes. Já o PP, devido ao seu perfil adesista (independente de quem esteja no poder), ao longo dos anos vem causando a alegria desenfreada dos seus dirigentes e subordinados, oferecendo emprego e cargos para eles em vários órgãos estaduais e federais. Haja alegria.
– Em compensação, há os portadores de coulrofobia, a curiosa fobia à palhaços. Tais pessoas, crianças ou não, ao depararem-se com algum indivíduo de maquiagem típica e nariz vermelho, têm ataques de pânico, perda de fôlego, arritmia cardíaca, suores e náusea. Algo que, guardada as devidas proporções, a sigla progressista causa nas camadas mais pobres da sociedade. Um bom exemplo que ilustra a situação é a forma que o atual prefeito ilheense, secretário estadual da sigla, vem tratando as comunidades periféricas, povoados e distritos de Ilhéus. É de causar medo.
 – Se a dupla de palhacinhos legais, para não fugir à tradição, são exímios piadistas, a atuação do PP na câmara de Ilhéus vem sendo digna de risos também. Para entendermos o caso, basta analisarmos a postura dos três edis “progressistas” nas sessões do legislativo local. São verdadeiros humoristas à serviço da mais execrável ideologia política em voga no estado: o jabismo.
Vale ressaltar que esse estudo não é algo estático e de conclusões definitivas. Novos pontos poderão ser identificados a qualquer momento, principalmente porque um dos objetos em análise tem a grande capacidade de mutação, a depender de onde a biruta que aponta os rumos dos ventos políticos se vire.
Os trabalhos científicos, nesse caso, não cessam.

JABES PREPARA OFENSIVA CONTRA SERVIDORES

Foto: Andrei Sansil/Ilhéus 24h.

Foto: Andrei Sansil/Ilhéus 24h.

A informação é do Blog Agravo (leia aqui na íntegra).
Segundo a página, editada por Jamersson Araújo, o prefeito se reuniu, no domingo (14), com o presidente da câmara, Dr Jó (PCdoB) e o cacique comunista Davidson Magalhães, para tratar da demissão de 400 funcionários públicos.
Além de tentar diminuir os gastos com pessoal, o prefeito teria como meta atingir a direção de sindicatos como dos professores e servidores municipais.
A lista de demissões incluiria dirigentes de sindicatos como APPI e Sinsepi, que encampam lutas por reajuste salarial e não poupam críticas ao prefeito.

ILHÉUS E SEUS FALASTRÕES “PROGRESSISTAS”

falaA cúpula estadual do Partido Progressista (PP), sigla do prefeito ilheense Jabes Ribeiro, deveria criar uma cartilha de recomendações ante posturas dos seus dirigentes nas redes sociais. Caso contrário, as coisas podem se complicar, devido a alguns falastrões de plantão.
Um deles, linha de frente do jabismo, costuma se contradizer quando se refere ao PT, partido ao qual  se diz aliado na esfera estadual e federal.
Analisemos o que ele, pertencente à conturbada ala evangélica do PP, postou recentemente no Facebook: “O presidente do PT atribui as dificuldades do governo à falhas de comunicação, como se o governo não gastasse mais de um bilhão de reais por ano em triunfais campanhas publicitárias, vendendo o ‘Brasil Maravilha’ de Lula e Dilma”.
Por outro lado não pestaneja em afirmar: “Somos os parceiros que o governador Wagner sabe que pode contar. Fomos imprescindíveis para a sua reeleição”.
Bem, parceiros desses que batem e depois assopram costumam levantar suspeitas no partido da estrela vermelha. Principalmente quando se tem como ícone dessa parceria o desgastadíssimo Jabes, que com pouco mais de sete meses no comando da prefeitura de Ilhéus, já detém o notável índice de rejeição de 82%.
Eis que questionamos: Com essas demonstrações públicas de “fidelidade” e “afinidade” ideológica com o PT e com o filme queimadíssimo em Ilhéus, será mesmo que o Galego vai querer essa turma “progressista” marchando ao seu lado nas eleições de 2014?
Boa pergunta.

“MUI AMIGO” DAS CLASSES POPULARES

O insensível deputado federal Mário Negromonte.

O insensível deputado federal Mário Negromonte.

Amigo do prefeito Jabes Ribeiro, inclusive apresentado aos ilheenses como seu candidato nas eleições de 2010, devidamente eleito e acometido por amnésia ante os anseios da população local, o deputado federal Mário Negromonte (PP) mostrou estar pouco se lixando ante os problemas enfrentados por aqueles que necessitam de atendimentos médicos públicos.
Para quem não sabe, o nobre parlamentar deu entrada ontem em uma emenda à Medida Provisória 261, que cria a possibilidade para estudantes que fizeram Medicina em faculdades particulares, a escolher se querem participar ou não do Programa Mais Médicos.
O programa torna obrigatório ao médico em formação, além dos dois anos do período de residência, mais dois anos para atender dentro do programa federal.
As vagas serão destinadas aos locais onde há carência de profissionais, o que acontece principalmente no interior. 
A população carente agradece pela sua sensibilidade deputado.

MORADORES DA LAGOA ENCANTADA HÁ CINCO DIAS ILHADOS SEM ÔNIBUS

Requerimentos de melhorias na estrada da Lagoa Encantada feitos pelo vereador ilheense Alisson Mendonça, não foram atendidos pela prefeitura.

Requerimentos de melhorias na estrada  feitos pelo vereador  Alisson não foram atendidos .

Em contato com a nossa Redação, moradores da Lagoa Encantada afirmaram que, devido ao lastimável estado da estrada vicinal que dá acesso à localidade, há cinco dias que os ônibus não estão chegando lá.
Isso, segundo eles, tal situação vem causando sérios transtornos aos moradores, que estão impossibilitados de realizar suas atividades corriqueiras na sede do município. Dentre elas, ir normalmente para a escola, realizar compras, escoar a produção agrícola local e até mesmo ir ao médico.
Vale ressaltar que essa situação é comprovação clara do descaso da atual gestão municipal com os povoados e distritos, visto que, o vereador Alisson Mendonça (PT), já encaminhou alguns requerimento à prefeitura, solicitando melhorias na estrada.
Porém não teve seus pedidos atendidos, para o pleno azar dos moradores da paradisíaca comunidade.

10 MOTIVOS PARA QUE JABES SEJA EXTIRPADO DO CENÁRIO POLÍTICO

jaja (1)01 – Devido aos desmandos e irresponsabilidades administrativas das suas gestões passadas, conseguiu a “proeza” de emperrar a máquina pública, tornando o município incapaz de receber alguns repasses federais e estaduais.
02 – Ao assumir o comando do Paranaguá pela quarta vez, teve como uma das primeiras medidas demitir arbitrariamente servidores concursados de maneira legítima, com a justificativa de que estaria enxugando a folha de pagamento. Mas, as intenções eram sórdidas: Criar espaço para dar emprego aos seus apadrinhados e asseclas.
03 – Demitiu servidores de áreas cruciais para um município: saúde e educação. Com isso causou males de grandes proporções às milhares de famílias carentes que necessitam de tais serviços, já que acarretou no fechamento de postos de saúde e comprometeu seriamente o funcionamento de muitas escolas da rede municipal.
04 – Deu carta branca para que o seu irascível irmão, Jonh Ribeiro, agisse ao seu bel prazer nos bastidores da prefeitura. E ele, com o poder na mão, persegue implacavelmente quem não votou no seu grupo, prejudicando pessoas humildes e espalhando o ódio em praticamente todos os setores da máquina administrativa municipal, atrapalhando o funcionamento de algumas secretarias.
05 – Apesar da tão anunciada “experiência”, se mostrou incapaz de lidar com problemas tidos como básicos em uma gestão municipal. Ou seja, realizar a coleta de lixo de maneira regular, providenciar serviços de recapeamento asfáltico, dentre outros.
06 – Mesmo tendo comandado a cidade em três outras oportunidades, analistas políticos são unânimes em afirmar que a sua nova gestão é disparadamente a pior da nossa história recente.
07 – Apesar de ser o prefeito de Ilhéus, ele não reside na cidade e sim em Salvador. Pior, como foi denunciado há alguns meses, se utiliza de diárias e passagens bancadas pelos cofres públicos, para viajar toda semana para a capital do estado, se esquivando de buscar conhecer de perto os problemas que afligem o município.
08 – Nas eleições de 2010 apresentou à população ilheense candidatos a deputado estadual e federal do seu partido, o PP, Ronaldo Carletto e Mário Negromonte. Devido ao seu prestígio político conseguiu boa quantidade de votos para eles. Depois de eleito eles nunca moveram uma palha em prol da cidade e da região, deixando os seus eleitores locais com a nítida sensação de que foram usados e vilipendiados.
09 – Adepto de uma lastimável e constante choradeira, inclusive sendo tripudiado pelo próprio governador Jaques Wagner, Jabes mentiu publicamente em relação à porcentagem dos gastos públicos municipais com o funcionalismo, sendo vergonhosamente desmentido publicamente pela presidente da APPI.
10 – Indicou para a presidência da Bahia Pesca, um dos seus mais fiéis asseclas, o hoje secretário municipal Isaac Albagli, como cota do PP nos órgãos estaduais, em benesse por comporem a base aliada do governador Jaques Wagner. Na gestão de Albagli frente ao citado órgão público, foi cometido um dos maiores erros técnicos já vistos na Bahia, onde milhões foram gastos para a construção de um terminal pesqueiro, que, devido à falta de estudos mais detalhados e amadorismo latente, ergueu-se um elefante branco, como uma espécie de monumento ao desperdício de dinheiro público e a incompetência técnica.  

SUCESSÃO 2014: QUEM SERÁ O CANDIDATO DO PT PARA GOVERNADOR?

ptMuitas emoções estão sendo reservadas ante o embate enxadrístico envolvendo dos possíveis nomes para a sucessão governamental do ano que vem. Isso, com destaque mais do que especial para o partido do governador Jaques Wagner.
De acordo com a coluna Raio Laser, tem petista garantindo que nem Luiz Caetano nem José Sérgio Gabrielli vão abrir mão da candidatura no PT em favor do colega Rui Costa.
Eles afirmam não ter motivos para entregar de bandeja a candidatura ao correligionário, apesar dele ser o preferido do Galego.
O que, ainda segundo a coluna, baseada em depoimentos de petistas ligados a Luiz Caetano, não seria motivo suficiente.
Eles acreditam piamente que, antes de assegurar a desistência dos colegas, Rui tem que mostrar se tem realmente condições de se viabilizar como candidato de todo grupo ao governo.
Enquanto isso, Gabrielli vai tocando seus projetos na secretaria de Planejamento do Estado.
Já Caetano, vai percorrendo os quatro cantos da Bahia, com o objetivo de mobilizar apoiadores políticos e a própria militância petista que, segundo ele, deve ser ouvida nesse processo eleitoral pré-2014. 

OAB VAI PEDIR A CASSAÇÃO DE MARCO FELICIANO E JAIR BOLSONARO

CORREIO DO BRASIL
depuatados
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) concluiu a denúncia contra Marco Feliciano (PSC-SP) e Jair Bolsonaro (PP-RJ) por campanha de ódio. A entidade quer que a Corregedoria da Câmara puna os dois por quebra de decoro parlamentar em virtude de divulgação de vídeos considerados difamatórios, o que poderia resultar na cassação de seus mandatos.
Liderando um grupo de mais de vinte entidades ligadas aos direitos humanos, a OAB enviará, na próxima semana, representação ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, contra Feliciano e Bolsonaro. A entidade quer que a Corregedoria da Câmara os processe por quebra de decoro parlamentar em virtude de divulgação de vídeos considerados difamatórios.
Em um dos vídeos, Bolsonaro teria editado a fala de um professor do Distrito Federal em audiências na Câmara para acusá-lo de pedofilia e utiliza imagens de deputados a favor da causa homossexual para dizer que eles são contrários à família.
Para o presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB, Wadih Damous, essas campanhas de ódio representam o rebaixamento da política brasileira. “Pensar que tais absurdos partem de representantes do Estado, das Estruturas do Congresso Nacional, é algo inimaginável e não podemos ficar omissos. Direitos Humanos não se loteia e não se barganha”, disse. Indignado com os relatos feitos por parlamentares e defensores dos direitos humanos durante reunião na sede da entidade, Damous garantiu que “a Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB será protagonista no enfrentamento a esse tipo de atentado à dignidade humana”.
Na reunião com a CNDH da entidade dos advogados estiveram presentes, além dos deputados acusados na campanha difamatória, representantes da secretaria Nacional de Direitos Humanos da Presidência da República, do Conselho Federal de Psicologia, e ativistas dos movimentos indígena, de mulheres, da população negra, do povo de terreiro e LGBT.

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia