WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829

:: ‘Notícias’

PRÉDIO DESABA NO CENTRO COMERCIAL DE ILHÉUS

Há pouco mais de dez minutos, um prédio onde funcionava a loja Agreste Tecidos desabou, no centro comercial de Ilhéus. Informações preliminares indicam que funcionários estavam no imóvel. Bombeiros e Samu já estão no local.
Mais informações em breve.

PROTESTOS DURANTE CERIMÔNIA DE ENCERRAMENTO DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES

Em meio à cerimônia de encerramento da Copa das Confederações, figurantes encontraram uma forma de exibirem faixas, criticando a privatização do Maracanã e chamando a atenção contra a homofobia.

Em meio à cerimônia de encerramento da Copa das Confederações, figurantes encontraram uma forma de exibir faixas, criticando a privatização do Maracanã e chamando a atenção contra a homofobia.

GOVERNO FEDERAL CONVOCA REUNIÃO URGENTE PARA DISCUTIR SITUAÇÃO DE BOLIVIANOS NO BRASIL

A ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, convocou para esta terça-feira (2) uma reunião extraordinária para discutir medidas de proteção aos estrangeiros que vivem no Brasil. O encontro foi agendado após o assassinato do garoto boliviano Brayan Yanarico Capcha, de 5 anos. Integrantes da Comissão para Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae) e do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH) vão analisar medidas para dar mais proteção e garantia de direitos aos estrangeiros que buscam oportunidades no Brasil.
“O assassinato do Brayan foi o ato de mais completa desumanidade que eu vi recentemente. Não vou mais me perguntar o que move um ato desses, que é a total desvalorização da vida, mas sim o que podemos fazer para aumentar a segurança e as garantias das pessoas que vêm procurar oportunidades no Brasil”, disse a ministra.
Maria do Rosário informou que a Conatrae e o CDDPH debaterão, em João Pessoa (Paraíba), o acordo de direito à residência em vigor no Mercosul, firmado pelo Brasil, pela Argentina, pelo Uruguai, pela Venezuela e pelo Paraguai, suspenso temporariamente do bloco, além da Bolívia e do Chile. Segundo ela, é fundamental ampliar as discussões para assegurar o cumprimento das normas previstas no acordo.
:: LEIA MAIS »

ESTREIA OFICIAL DE 1789 SERÁ NESTA TERÇA NA TENDA DO TPI

Último ensaio para a estreia.

Último ensaio para a estreia.

A partir desta terça-feira (02), o Teatro Popular de Ilhéus (TPI) começa sua nova revolução com a estreia de 1789. O espetáculo, uma ópera afro-rock, não só conta o fato histórico do levante dos escravos do Engenho de Santana, no século XVIII. A peça discute ainda condições de trabalho, autonomia de produção e a necessidade de uma nova transformação social.
A peça será apresentada às 20h e ficará em cartaz até o fim do mês, de quarta a sábado, na Tenda do TPI. As entradas custam R$ 20 e R$ 10.
Apesar de a estreia ter sido marcada para a data em que se comemora a Independência da Bahia, o espetáculo 1789 fará apresentação especial para 200 convidados nesta segunda-feira (1º). A pré-estreia será às 20h, na Tenda do TPI, montada na Avenida Soares Lopes. As entradas devem ser reservadas no local ou pelo telefone (73) 4102-0580.
O diretor artístico do Balé Afro da Bahia, Zebrinha, re-encontrou com o elenco do TPI neste sábado e domingo (29 e 30). O coreógrafo ajudou a afinar os últimos detalhes dos movimentos dos artistas e marcações de cenas. Ele já havia colaborado anteriormente com a montagem. Outro colaborador artístico foi o diretor e dramaturgo Márcio Meirelles, do Bando de Teatro Olodum, que ministrou oficina sobre performance negra.
Além da combinação musical entre rock e música afro, dirigida por Elielton cabeça, 1789 mistura as linguagens do teatro, dança e audiovisual. “Queremos apresentar um fato histórico de maneira diferente, do jeito do Teatro Popular de Ilhéus”, explica o autor e diretor Romualdo Lisboa.

 

A peça conta ainda com membros do Terreiro Matamba Tombenci Neto, remanescente dos escravos do Engenho de Santana. Mãe Hilsa Mukalê, matriarca da comunidade, faz uma participação especial.
Tudo em 1789 está em constante transformação. Parte da estrutura cênica é construída ao decorrer de cada acontecimento, com sacos recheados de serragem. Ao todo, 20 artistas em cena revezam-se entre diferentes papéis.
A história de 1789 começa em uma fábrica de processamento de cacau no ano de 2089. Os trabalhadores lutam para produzir o próprio chocolate, deixando de exportar a matéria-prima. A partir das discussões sobre a greve, o espetáculo faz saltos no tempo e espaço, até a rebelião dos cativos, que tomaram o Engenho de Santana entre 1789 e 1791. O fato histórico foi marcado por uma carta de reivindicações escrita pelos negros, demonstrando letramento entre os escravos, na época em que o analfabetismo imperava.
As pesquisas históricas para 1789 foram orientadas pelo professor doutor Marcelo Henrique Dias, além de uma série de debates no projeto Improviso, Oxente!,  iniciada em 2008 e retomada em 2012.  O espetáculo foi um dos contemplados pelo edital setorial de teatro do Fundo de Cultura da Bahia. A produção é de Pawlo Cidade, através da entidade sociocultural Associação Comunidade Tia Marita. 

JABES PODE RECORRER À TERCEIRIZAÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO

Depois de demitir concursados, Jabes pode tomar nova medida característica de governos de direita. Foto: Andrei Sansil/Ilhéus 24h.

Após demitir concursados, Jabes pode tomar nova medida característica de governos de direita. Foto: Andrei Sansil/Ilhéus 24h.

O prefeito Jabes Ribeiro pode ter arrumado a fórmula para reduzir os gastos com pessoal e livrar suas contas no Tribunal de Contas dos Municípios.
A mágica de Jabes pode vir por meio da terceirização. Em vez de gastar com pessoal, o município pagaria a empresas, que contratariam pessoal sem qualquer vínculo público.
O primeiro setor a passar pela terceirização seria a saúde. A educação viria em seguida. As duas áreas são as que mais exigem funcionários.
Hoje, Jabes aplica cerca de 70% das receitas com salários. A lei de responsabilidade fiscal exige, no máximo, 54%.
PRECEDENTES
Em setembro de 2012, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou, por unanimidade, um recurso da prefeitura do Rio de Janeiro contra ação movida pelo Sindicato dos Médicos que exige o fim da terceirização na saúde. A prefeitura já havia sido derrotada outras duas vezes.
Segundo O Globo, o tribunal concordou com decisão anterior, que dizia “os cargos inerentes aos serviços de saúde, prestados dentro de órgãos públicos, por ter a característica de permanência e de caráter previsível, devem ser atribuídos a servidores admitidos por concurso público”.
O processo do sindicato se arrasta por sete anos.

BURACOS LEVAM PREJUÍZOS A MOTORISTAS

A cratera e o estrago feito no pneu.

A cratera e o estrago feito no pneu.

Ilheense está pê da vida por causa de uma cratera próxima à Praça do Cacau, num cruzamento que dá acesso ao centro e à zona norte da cidade.
Apesar de enorme, o buraco não estava sinalizado até a tarde de ontem (domingo, 30). Sem percebê-lo, o motorista passou por cima e perdeu um pneu.
A cena se repete por toda Ilhéus. Na Avenida Itabuna, por exemplo, é normal ver motoristas contabilizando prejuízos.

EXPEDIENTE NORMAL EM ITABUNA

O trabalho nas repartições públicas de Itabuna será normal nesta segunda (01), véspera do feriado da Independência da Bahia. 
Segundo o prefeito Vane, o ponto facultativo não se justifica porque o momento é de trabalhar intensamente para poder dar a resposta às reivindicações da sociedade. 

SAMU DE ILHÉUS PRECISA DE SOCORRO

Fica difícil o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atender a uma cidade com extensão territorial como Ilhéus contando somente com uma ambulância.
Com um carro só, os socorristas precisam escolher entre a cruz e a espada e decidir, por telefone, quem mais precisa do atendimento. 
O problema é sério.

GLOBO PAGA MULTA MILIONÁRIA POR SONEGAÇÃO FISCAL

iG
globoA Receita Federal impôs multa de R$ 274 milhões à Globo Comunicações e Participações S/A, após investigar o recolhimento de impostos referentes à compra de direitos exclusivos de transmissão da Copa do Mundo de 2002. A empresa confirmou, por meio de sua assessoria, o pagamento da multa e diz ter havido um “entendimento diferente do Fisco” em relação à legalidade das operações contábeis da empresa.
Segundo auto da infração, divulgado pelo blog O Cafezinho, assinado por Miguel do Rosário, a TV Globo deveria ter arcado com o pagamento de imposto de renda na fonte decorrente da compra dos direitos. A operação, entretanto, teria sido “disfarçada” no balanço da companhia, sob a forma de investimentos e participações societárias no exterior, o que teria resultado na sonegação de R$ 183,1 milhões, em valores não atualizados.
No total, em 2006, a emissora teria desembolsado R$ 615.099.95, somando-se o imposto devido (R$ 183.147.981), a multa (R$ 274.721.971) e juros de mora (R$ 157.230.022).
Procurada pelo iG , a assessoria das Organizações Globo confirmou o pagamento da multa e informou não existir “nenhuma pendência tributária da empresa com a Receita Federal referente à aquisição dos direitos de transmissão da copa do Mundo de Futebol de 2002”.
Segundo a empresa, “todos os procedimentos de aquisição dos direitos pela TV Globo deram-se de acordo com as legislações aplicáveis segundo nosso entendimento. Houve entendimento diferente por parte do Fisco. Este entendimento é passível de discussão, como permite a lei, mas a empresa acabou optando pelo pagamento”.
Após consulta no site da Receita Federal, o status do processo foi dado como “em trânsito”.

GRINGO ESTARIA COBRANDO POR ACESSO À PRAIA DE SERRA GRANDE

Turista desembolsando a grana pra o "dono" da praia.

Turista desembolsa a grana pra o “dono” da praia.

Turista de Itabuna, que prefere não se identificar, afirma ter desembolsado 5 reais por pessoa para ir à praia de Serra Grande, em Uruçuca.
Segundo a mulher, um gringo, dono de uma barraca de praia, é quem cobra a taxa por pessoa. Sem o dinheiro nas mãos, a entrada seria proibida.
O pagamento da taxa valeria para nativos e turistas.
E tem até pacote. Em caso de ônibus cheio, seria preciso pagar R$ 100,00 para chegar à praia.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia