WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus shopping jequitiba Neste site
julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Notícias’

BAZAR VISA ARRECADAR RECURSOS PARA A SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE ITABUNA

Com o objetivo de arrecadar verbas para implementar melhorias nos hospitais da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, as Irmãs Auxiliadoras realizarão um bazar no período de 08 a 14 de novembro.
O evento que terá como tema “O Bazar é coisa nossa! E seu também”, acontecerá em duas etapas: no período de 08 à 10 de novembro no Jequitibá Plaza Shopping, no horário de funcionamento do espaço de lazer e compras, e de 12 à 14 de novembro no estande da CDL de Itabuna, instalado na praça Adami, centro, das 8 às 17:30h.
Os interessados em participar do bazar encontrarão artesanatos, peças de decoração, toalhas bordadas, entre outros objetos.

BRITÂNICO RECUPERA VISÃO APÓS IMPLANTAR O PRÓPRIO DENTE NO OLHO

OLHO
O britânico Ian Tibbetts, de 43 anos, voltou a enxergar após o implante de um dente de um pedaço de sua mandíbula em seu olho.
O procedimento é chamado de osteo-odonto-queratoprótese (OOKP) e ocorre em duas etapas. Na primeira, são retirados um dente e uma parte da mandíbula do paciente. Em seguida, uma lente especial é inserida dentro do dente, que funciona como uma espécie de moldura.
O dente, então, é colocado dentro da órbita ocular. Passados alguns meses, quando o dente começa a criar tecidos e desenvolver fluxo sanguíneo, vem a segunda parte. A córnea é aberta e removida e o dente é, finalmente, ligado à órbita ocular, o que faz como que o paciente consiga enxergar.
Tibbetts começou a perder a visão há 12 anos, após um acidente de trabalho que rasgou sua córnea em seis lugares. Com o tempo, ele passou a enxergar somente sombras e formas sem nenhum foco.

VEREADOR IVO ATENDE SOLICITAÇÃO DE MORADORES DO VILELA

Ivo em visita ao condomínio inacabado.

Ivo em visita ao condomínio inacabado.

Atendendo ao pedido dos moradores das ruas Floresta e do Mosquito, no Vilela, o vereador Ivo Evangelista (PRB) solicitou à Caixa Econômica informações sobre a construção de casas populares do Programa de Urbanização de Favelas do PAC II, localizadas no mesmo bairro.
No condomínio, existem 272 casas em fase de conclusão, mas com obras paradas.
De acordo com o vereador, a direção da Caixa explicou que alguns projetos, como o Orla Sul e o PAC 2, no Teotônio Vilela, estão iniciando nova etapa, que inclui a licitação para a escolha de novas empresas para dar seguimento às obras.
“No caso da construção do Loteamento Bosque Verde, uma nova licitação já está em andamento e do total de 18 milhões destinados à obra, 13 já foram pagos. Os 4.597.000,00 restantes seriam suficientes para a conclusão da obra”, afirmou Ivo após contato com a superintendência regional do banco.
Segundo apurou o vereador, a republicação do edital de licitação foi remarcada para o dia 14 de novembro.
Com relação ao Projeto Orla Sul, que prevê diversas melhorias para o trecho entre o km 0 da rodovia Ilhéus Olivença até a rotatória que dá acesso ao bairro Ceplus, as informações obtidas pelo vereador são de que o prazo do contrato emergencial teria vencido e que a Prefeitura de Ilhéus deve iniciar, em breve, o processo de licitação para a escolha de uma nova empresa.

ILHÉUS NO PROGRAMA CIDADES DIGITAIS

 Foto: Alfredo Filho.

Foto: Alfredo Filho.

O município de Ilhéus continua inscrito no Programa Cidades Digitais, do governo Federal, que tem o objetivo de modernizar a gestão e o acesso aos serviços públicos. Segundo a Secom, caso seja selecionado, o município passará a contar com uma rede para conexão à internet composta por 26 km de fibra ótica, que alcançará pontos extremos da cidade, como Iguape, na zona norte, N. S. da Vitória, na zona sul, e Salobrinho, na zona oeste.
Na mais recente lista de municípios aceitos, o nome de Ilhéus não aparece porque a relação divulgada pelo Ministério das Comunicações abrange apenas as localidades com até 50 mil habitantes.
Recentemente, o prefeito Jabes Ribeiro foi a Brasília negociar com o Ministério das Telecomunicações, a inclusão de Ilhéus no programa.
Entre outros benefícios, o Programa Cidades Digitais possibilitará a modernização da gestão pública, através da interligação dos setores da administração em uma única rede de fibra ótica. Com isso, a cidade ganha maior autonomia na internet, diminuindo gastos com provedores, suporte técnico, assistências técnicas e demais serviços terceirizados na área. 

ACUSADO DE MATAR MOTOTAXISTA É PRESO EM ITABUNA

RADAR NOTÍCIAS
Acusado do crime.

Acusado do crime.

A Polícia Civil prendeu na tarde desta quinta-feira 17/10/13, “Junior Fedor” um dos suspeitos de matar o mototaxista José Urbano Oliveira Simões, 42 anos, na manhã da última terça-feira (17/10/13). José foi morto com vários tiros na Avenida Juracy Magalhães, próximo ao Supermercado Meira.
Os policiais prenderam Junior Fedor no bairro de Fátima, em seguida realizaram diligências pela cidade em busca de comparsas e a arma usada no crime. O acusado foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios para prestar depoimento e ficar a disposição da justiça.
No momento em que ele saiu do carro da polícia e foi encaminhado para a sala do delegado Marlos Macedo, o acusado disse a imprensa “matei o cara errado, armaram para mim”.

EM MAIS DA METADE DOS MUNICÍPIOS, RECEITAS PRÓPRIAS NÃO CHEGAM A 10% DO ORÇAMENTO

A criação de novos municípios, como a que o Congresso permitiu ontem, pode fazer sentido do ponto de vista administrativo, porque são os prefeitos que conhecem mais de perto as necessidades da população.
As regras brasileiras, no entanto, estimulam a existência de prefeituras sem nenhuma capacidade de gerar receitas, vivendo eternamente dos repasses do Estado e do governo federal.
Dados reunidos no mês passado pelo governo federal mostram que, de um total de 4.581 municípios com dados disponíveis, 2.546 (56%) geraram menos de 10% de suas receitas no ano passado.
Um levantamento feito pela Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) sobre o ano de 2011 mostrou que, em 84% das prefeituras do país, os repasses estaduais e federais respondiam por mais de 80% das receitas.
É natural que municípios recebam recursos de outros entes da federação, porque sua capacidade de tributar é limitada. Mesmo uma metrópole como São Paulo depende de repasses federais e, principalmente, estaduais para um terço de seu Orçamento.
Mas a disponibilidade de recursos garantidos por tempo indeterminado permite que prefeitos gastem mais tempo pedindo favores adicionais a governadores e presidentes do que tentando elevar a arrecadação. A receita com IPTU, por exemplo, fica abaixo do potencial na maior parte do país.

GASOLINA DEVERÁ SUBIR 5% ESSE ANO

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) manteve a projeção de reajuste da gasolina, para o consumidor, em 5% este ano. A projeção, divulgada hoje (17) na ata da última reunião do comitê, é a mesma de agosto.
No último dia 10, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, reforçou que o governo não tinha definido se haveria reajuste no preço da gasolina em 2013. “Não sei nem se terá”, respondeu o ministro a jornalistas, ao ser perguntado se o aumento poderia chegar a 6%, para completar o percentual solicitado pela Petrobras.
No início do ano, o governo autorizou aumento de 6,6% da gasolina nas refinarias, para alinhar o preço do combustível ao mercado internacional. O reajuste solicitado pela Petrobras foi 13% para todo o ano.
Na ata, o Copom também manteve a projeção de recuo de aproximadamente 16% na tarifa residencial de eletricidade. O comitê explica que essa estimativa leva em conta os impactos diretos das reduções de encargos setoriais anunciadas pelo governo, bem como reajustes e revisões tarifárias ordinários programados para este ano.
Também foram mantidas as estimativas para o aumento do preço do botijão de gás e para a redução na tarifa de telefonia fixa de, respectivamente, 2,5% e 1%.
Para o conjunto de preços administrados por contratos e monitorados, este ano, a projeção recuou para 1,5%, 0,3 ponto percentual menor que a estimativa de agosto. Para 2014, a projeção segue em 4,5%.

“NÃO PODEMOS BANCAR AMPLIAÇÃO DA GRATUIDADE PARA IDOSOS NOS ÔNIBUS”, AFIRMA JABES

jabesEm release distribuído pela secretaria de Comunicação da prefeitura de Ilhéus, o prefeito Jabes Ribeiro afirmou que “perante o quadro de dificuldades que o município atravessa, não teve outra opção se não vetar a proposta de estender a gratuidade no transporte coletivo de Ilhéus aos idosos a partir de 60 anos de idade”.
Pela Constituição Brasileira, a gratuidade é garantida aos idosos acima de 65 anos de idade, mas algumas unidades da Federação têm ampliado o benefício, englobando a faixa etária a partir dos 60 anos.
No material ventilado na imprensa local, Jabes afirmou que a ampliação do benefício só poderá ocorrer quando o município tiver condição de arcar com a despesa necessária para subsidiar a tarifa
Com indícios de gastos exorbitantes com contratações sem licitação, devido a decretos emergenciais, dentre outras situações, a fala do prefeito, afirmando que o município não tem dinheiro, há muito que não convence a população.
Vale ressaltar também que uma das empresas que exploram o transporte coletivo na cidade é pertencente a uma família que realizou notável doação para a campanha do então candidato a prefeito Jabes Ribeiro, no ano passado.
Seria a informação apresentada no release, mais uma das muitas comprovadas inverdades proferidas pelo nobre gestor municipal? Há quem não coloque a mão no fogo por tais palavras, nem com luva de amianto.

AMURC E UESC PROMOVEM CAPACITAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

O Programa de Apoio Gerencial Institucional às Prefeituras da Região Litoral Sul (AGIR-LS) estará oferecendo uma Oficina de Elaboração de Projetos às equipes das prefeituras municipais do Território Litoral Sul, nesta sexta-feira (18), das 8 às 17 horas, no Campus da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). A capacitação é um pré-requisito para que os profissionais possam participar do Curso Prático do Sistema de Convênios do Governo Federal – Siconv, a ser realizado nos dias 21, 22 e 23, também na instituição de Ensino Superior.
Com o propósito de atender as demandas apresentadas pelos membros dos Fóruns Municipais do Programa AGIR, a capacitação visa aprimorar o conhecimento dos participantes para que eles tenham o melhor aproveitamento no curso do Siconv promovido pela União dos Municípios da Bahia – UPB, em parcerias com a Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia – Amurc e Uesc.
De acordo com o presidente da Amurc e prefeito de Ibicaraí, os municípios necessitam cada vez mais de bons projetos que atendam as demandas provindas dos seus munícipes, visando assim, tornar sua cidade munida de investimentos nas suas mais variadas áreas.

BAHIA: CONTA DE LUZ AGORA TEM TAXA DE INCÊNDIO

conta de luzO governo do Estado iniciou uma cobrança da Taxa de Combate a Incêndios na Bahia, com o objetivo de aparelhar e modernizar o Corpo de Bombeiros. Criada pela Lei 14.251 de 2012, a taxa será cobrada na conta de energia, sob cálculo feito através do consumo total do ano anterior. A taxa será destinada a contribuintes estabelecidos em cidades que possuem Unidades de Bombeiro Militar.
De acordo com informações da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz), divulgadas no fac-simile da cobrança “a cada 100 Kwh consumido é devido o valor de R$ 0,50 no caso dos imóveis residenciais e R$ 0,90 no caso de imóveis não residenciais. São isentos os consumidores pessoas jurídica com consumo anual de até 12.000 Kwh”, explica a secretaria. Ainda no fac-simile é informado que o valor anual pode ser parcelado em até três vezes. Para pagamento parcelado o contribuinte deverá acessar o site da Sefaz ou ligar para 0800 071 0071.
Aprovada em dezembro do ano passado, especialistas defendem a importância da cobrança já realizada em outros estados como Rio de Janeiro, Alagoas, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Paraíba e São Paulo e Sergipe. Apesar disso, tributaristas alertam para a irregularidade da cobrança, já que as taxas de serviço apenas devem ser criadas para remunerar os denominados serviços específicos e divisíveis. O combate a incêndios é oferecido em favor de toda a população, não só dos consumidores de energia elétrica.
Além disso, de acordo com o economista Paulo Dantas, torna-se inconstitucional a cobrança de duas taxas a partir da mesma base de cálculo, uma vez que a taxa de iluminação pública já é calculada através da conta de energia. “Se a cobrança fosse feita por outra base de cálculo estaria tudo bem, mas com a mesma da iluminação pública não pode”, garante, ressaltando que a taxação ocorre em desfavor da população. “Quando o poder público cobra uma taxa, esta é uma prestação de serviço. Estimo que 95% da população não precisa dos bombeiros e mesmo assim pagarão esta taxa”, disse.
Em entrevista, o governador Jacques Wagner, disse que considera a taxa legal. “É normal. No Brasil inteiro se cobra a taxa de incêndio, que é fixa e se paga por unidade habitacional, variando com a estrutura do imóvel. Isso é para poder melhorar a estrutura do Corpo de Bombeiros”, justificou.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia