WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
ilheus brindes
maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Greve’

GOVERNO DERRUBA LIMINAR QUE GARANTIA SALÁRIOS DE PROFESSORES DAS UEBA EM GREVE

Docentes da Uneb, Uefs, Uesb e Uesc estão com as atividades suspensas desde o dia 9 de abril.

O governo derrubou, por meio de decisão judicial, uma liminar que garantia o pagamento dos salários de professores dos campi de quatro universidades estaduais da Bahia, que estão em greve há 34 dias.

As instituições que estão com docentes em greve são a Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). A paralisação começou no dia 9 de abril.

:: LEIA MAIS »

CUT DIVULGA NOTA OFICIAL EM REPÚDIO AO CORTE DE SALÁRIOS DOS PROFESSORES EM GREVE

CUT divulgou nota em repúdio aos cortes de salários dos professores das UEBA em greve.

A Central Única dos Trabalhares da Bahia (CUT Bahia) repudiou a decisão do governador Rui Costa (PT) de cortar o salário dos professores universitários que estão em greve há um mês (veja aqui). A entidade pediu ainda que o petista dialogue com os grevistas.

Em nota, a CUT ressalta que a greve é uma “conquista democrática”. “Entendemos que foi liberado 36 milhões de reais para investimentos nas instituições de ensino superior mas respeito aos docentes e diálogo com os representantes da categoria precisam ser soberanos em momentos tão cruéis e duros golpes que sindicatos e trabalhadores (a) vem enfrentando com atual governo federal”, ressalta o comunicado do sindicato.

:: LEIA MAIS »

APÓS NOVA PARALISAÇÃO, TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO DE ILHÉUS AMEAÇAM ENTRAR EM GREVE

Trabalhadores da educação ameaçam entrar em greve se o governo não atender as reivindicações. FOTO: APPI-APLB

Trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Ilhéus paralisaram na tarde desta quinta-feira (02) as atividades em protesto à proposta do governo municipal de “reajuste zero” para a categoria.

Eles estiveram reunidos em frente à maior escola da rede, o Instituto Municipal de Ensino Eusínio Lavigne e saíram em caminhada pelo centro da cidade. A APPI/APLB entregou, em dezembro do ano passado, a pauta da campanha salarial dos trabalhadores da Educação em Ilhéus, com a proposta da categoria.

:: LEIA MAIS »

CSP-CONLUTAS EMITE NOTA DE REPUDIO CONTRA CORTE SALARIAL DE PROFESSORES EM GREVE

Professores seguem em greve desde o início do mês de Abril. FOTO: Radio UESC

Na semana passada, no dia 26 de abril, o governador Rui Costa decidiu pela suspensão dos salários dos professores em greve nas Universidades Estaduais da Bahia (UEBA), a situação gerou revolta na classe que se encontra em greve desde o dia 15 do último mês. 

A Central Sindical Popular divulgou nesta semana uma nota de repúdio a ação considerada como “autoritária” do governo do Estado. Confira abaixo.

:: LEIA MAIS »

JURÍDICO DA ADUSC ENTRA COM MANDADO DE SEGURANÇA PARA GARANTIR PAGAMENTO DOS PROFESSORES EM GREVE

FOTO: Radio UESC

A ADUSC acionou sua assessoria jurídica para entrar com um Mandado de Segurança, para garantir o direito líquido e certo dos professores da UESC em receberem seus salários integrais durante o período de greve.  

No documento ajuizado em face da reitoria da UESC, após a deflagração da greve, em Assembleia realizada dia 10/04, e do governador do Estado da Bahia, pela coordenação do Fórum das Associações docentes, em 22/03, foi expresso a legalidade da deflagração da greve, com a notificação de 72 h de antecedência e a manutenção de pelo menos 30% dos serviços essenciais em funcionamento nos campi.

POR MAIORIA DOS VOTOS PROFESSORES DA UESC DEFLAGRAM GREVE

Professores deflagram greve na UESC. FOTO: Matheus Albuquerque/Radio UESC

Em assembléia realizada na manhã desta quarta-feira (10), os professores da UESC votaram por aderir à greve docente que já havia sido iniciada pelas outras três Universidades Estaduais da Bahia (UEBA). 

Com 96 votos favoráveis e 52 contra, a greve foi deflagrada e deve entrar em vigor a partir da próxima segunda-feira, cumprindo os prazos determinados por lei. As principais reclamações docentes, são o desmantelamento das instituições de nível superior na Bahia e a defasagem dos salários nos últimos 4 anos. 

PELO INSTAGRAM, GOVERNO ANUNCIA AUMENTO DE VERBA PARA UNIVERSIDADES BAIANAS

Reunião com Governador pode modificar rumos da greve nas UEBA. FOTO: SECOM GOVERNO

A assessoria de comunicação do Governo do Estado, através do Instagram, publicou  na noite desta segunda feira (8) uma nota afirmando compromisso de ampliar a verba de investimento para as Universidades Estaduais da Bahia (UEBA). A medida pode ser vista como meio de frear a mobilização de greve deflagrada por três das quatro Universidades Baianas na semana passada (a UESC continuou em Estado de Greve). 

Inicialmente havia sido informado que o Governo não sentaria com os representantes das Universidades, mas ao visto houve uma mudança de panorama que pegou de surpresa alguns professores. Dentre as promessas publicadas, está a liberação de R$ 36 milhões para investimento nas UEBA, além de um projeto de lei que redistribuiria vagas na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), unica que não aderiu a greve até o momento. :: LEIA MAIS »

COM UESC NA CONTRAMÃO, UNIVERSIDADES ESTADUAIS DECLARAM GREVE POR TEMPO INDETERMINADO

Em Salvador, professores da UNEB aprovaram a greve por tempo indeterminado. FOTO: ADUNEB

Em assembleia realizada nesta quinta-feira (04), os professores da UESC foram na contramão das demais Universidades Estaduais Baianas e votaram pela manutenção do Estado de Greve docente e contra a deflagração imediata da greve. Enquanto isso, na mesma tarde, os professores da UESB, UNEB e UEFS aprovaram por maioria dos votos a greve por tempo indeterminado que se inicia em um prazo de até 72 horas, como instituído por lei.

Os docentes, que há 3 anos reivindicam melhores condições de trabalho, salário digno e respeito aos direitos trabalhistas, consideraram a abertura da negociação um avanço importante.

:: LEIA MAIS »

EM ASSEMBLÉIA, PROFESSORES APROVAM MANUTENÇÃO DO ESTADO DE GREVE NA UESC

Estado de greve foi mantido até a próxima assembléia. FOTO: RADIO UESC

Em assembléia realizada na tarde desta quinta-feira (4), os professores da UESC votaram contra a deflagração imediata da greve docente na instituição e a favor da manutenção do Estado de Greve. 

Uma nova assembléia será convocada na próxima quarta-feira (10), após negociações com o governo do estado, para deliberar mais uma vez a deflagração da greve. 

ITACARÉ: SERVIDORES DA PREFEITURA FAZEM MANIFESTO POR FALTA DE PAGAMENTO DE SALÁRIOS E DÉCIMO TERCEIRO

Salva-vidas expressavam a greve por tempo indeterminado.

Salva-vidas expressam greve por tempo indeterminado.

Clima de incerteza e insegurança rodam o fim de ano em Itacaré, cidade com destino turísticos mais procurados do Brasil e do mundo. A cidade vive um clima tenso, por conta da omissão e abandono da gestão municipal.

Os salva-vidas iniciaram greve por tempo indeterminado, com efetivo de 38 homens, reivindicam melhor estrutura de trabalho e o fim dos atrasos nos pagamento dos salários. 

Segundo informações chegadas a nossa redação, além dos salva-vidas, as categorias de saúde e educação também estão sem receber salários e décimo terceiro.

Durante toda a tarde deste sábado, os salva-vidas fizeram um manifesto a favor dos direitos trabalhistas, no caminho das praias do Resende, Tiririca e Ribeira, com a intenção esclarecer e chamar atenção dos banhistas para a importância da função do salva-vidas numa cidade litorânea como Itacaré, e que por motivo do descaso da prefeitura, estavam com 30% do efetivo espalhados em toda extensão das praias.

Cipe Cacaueira tenta negociação para liberar a via.

Cipe Cacaueira tenta negociar para liberar a via.

:: LEIA MAIS »


wedding dresses
dom eduardo

arquiteto











WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia