WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


secom bahia

secom bahia

camara ilheus









turkeynet

casa melo

agua mineral gabriela

auto escola brandao

whatsapp ilheus 24hs
dezembro 2021
D S T Q Q S S
« nov    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Itabuna’

ITABUNA: MPT ACIONA SETE EMPRESAS PARA GARANTIR EMPREGO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Itabuna acionou sete empresas para garantir vagas de trabalho a pessoas com deficiência e cumprir as obrigações previstas na lei de cotas para pessoas com limitação física o mental.
A maioria das ações trata de pedido de execução de Termos de Ajuste de Conduta (TAC), que não estavam sendo cumpridos.
As empresas haviam se comprometido a contratar percentuais mínimos de pessoas com deficiência, mas inspeções constataram que as cotas não estavam sendo atingidas.
Além do pedido de execução de seis TACs, o órgão ajuizou uma ação civil pública contra a Tacom Projetos de Bilhetagem Inteligente.
De acordo com dados do IBGE, em Itabuna e Ilhéus existem cerca de 40 mil pessoas com deficiência.
A Tacom foi acionada por ter descumprido a lei de cotas. A empresa tinha um total de 418 empregados, mas nenhum dos funcionários era portador de deficiência.
As empresas que descumpriram os TACs foram a Via Metro Transportes Urbanos Ltda, Faculdade Unime – Itabuna, Rota Transporte Rodoviários Ltda, Carvalho Silveira Comercial de Alimentos Ltda, a Viação Águia Branca S/A e o Instituto Mantenedor de Ensino Superior da Bahia (Imes).
As ações de execuções pedem que Águia Branca pague multa de R$ 132 mil, o Imes pague R$ 213 mil, a Via Metro, R$ 81 mil, a Rota, R$ 162 mil, Carvalho Silveira, R$ 64 mil e a Unime, R$ 24 mil. A ação contra a Tacom pede o pagamento de R$ 200 mil indenização por danos morais coletivos. Os valores serão destinados ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

TENTATIVA DE ASSASSINATO HOJE EM ITABUNA

TENTATIVA
Segundo informações do site “O Vermelhinho”, uma tentativa de assassinato se sucedeu na manhã desse domingo em Itabuna, no bairro São Caetano.
A vítima foi identificada como Gibaldo Santos Silva, conhecido como Ném, residente na rua Alzira Fonseca, no bairro Fonseca.
Segundo o site, ele estava na esquina conversando com um rapaz de nome não identificado, quando um elemento chegou a pé, e disparou três tiros, que o atingiram na região da cabeça.
A vítima foi atendida pelo Samu e encaminhado para o Hospital de Base. Os familiares e vizinhos não quiseram comentar sobre o assunto.

EMPRESÁRIOS QUEREM REABERTURA DO AEROPORTO DE ITABUNA

Uma comissão composta por empresários e um representante da câmara de vereadores de Itabuna, visitou essa semana as instalações do aeroporto Tertuliano Guedes de Pinho, para constatar o que seria necessário para que o terminal seja reaberto.
Até o final do mês de agosto está prevista a visita de um técnico do Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba), que fará um levantamento topográfico da estrutura, para a avaliação final da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
O aeroporto de Itabuna possui pista com 1.522 metros de comprimento, por 30 metros de largura, em concreto armado, com 11 hangares, uma estação de passageiros e uma torre de controle. No entanto, durante a visita ao aeroporto, os empresários constataram que a estrutura vem sendo utilizada para a prática de auto escola, depósito de objetos e demais serviços. Além disso, foi registrada a presença de residências nas proximidades do aeroporto, mato na pista e muro quebrado, que serão avaliados por um técnico do Derba. 
O aeroporto foi inaugurado em 1947, e no ano de 1980, passou por uma reforma geral, quando foi dotado de uma estrutura capaz de receber aeronaves de grande porte, que funcionou de modo ineficiente. De acordo com o comandante Francisco de Assis, administrador do terminal em 1991, o fato ocasionou o cancelamento pela Anac, do funcionamento do aeroporto em 2004.

BANDA DENUNCIA DESCASO E DESRESPEITO DA FICC COM ARTISTAS LOCAIS

Mendigo Blues.

Mendigo Blues.

A situação plenamente lamentável se sucedeu essa semana com a banda do eixo Itabuna-Ilhéus, Mendigos Blues, durante o Festival Firmino Rocha em Itabuna.
Através de uma nota de esclarecimento, os integrantes da banda denunciaram que foram desrespeitados e desmerecidos pela organização do festival, a Fundação Itabunense de Arte e Cidadania (FICC).
Os músicos afirmam que em nenhum momento a produção do evento informou os detalhes da programação, por exemplo, o horário da apresentação deles. Para terem essa informação, os integrantes da banda foram obrigados a entrar em contato com os produtores. Algo, diga-se de passagem, totalmente absurdo em se tratando de um evento artístico.
A banda afirma que, após divulgarem a sua apresentação durante toda a semana, em cima da hora foram informados que teriam que antecipar o show e que a duração tinha sido diminuída para bem menos da metade do que foi acordado com a produção, que passou por cima do que foi designado no edital. No final das contas, o tempo disponível só deu para eles tocarem três músicas. Para a frustação das muitas pessoas que se deslocaram até de outras cidades para ver o show deles.
Tudo isso, segundo os músicos, para privilegiar uma atração tida como principal, de fora da cidade.
Mas o pior ainda estava por vir. Após todos os empecilhos e percalços, a banda, quando subiu ao palco, se deu conta de que a infraestrutura oferecida estava muito aquém do ideal para a realização de um show. Microfones sem funcionar, instrumentos sem a equalização e os técnicos contratados para tal serviço, de braços cruzados e inertes, sem se importar com a situação, que comprometeu seriamente a qualidade da apresentação.
Ao questionarem a situação lastimável, os músicos ouviram dos produtores a clássica expressão: “A porta da rua é serventia da casa”.
Ao se queixarem com o responsável pelo evento, o Sr. Fernando Caldas, ele se esquivou e afirmou não ter nada a ver com a situação.
Bem, se é esse o tratamento que os músicos da terra merecem, as pessoas responsáveis por esse triste episódio, reza o bom senso, não deveriam estar no comando de um órgão público cuja função é apoiar e criar as ferramentas necessárias para que a arte e a cultura local sejam valorizadas.
Que papelão hein FICC.
Clique no Leia Mais e veja a nota de esclarecimento na íntegra.
:: LEIA MAIS »

FUTEBOL: PROCESSO CONTRA O ITABUNA É RESSUSCITADO

Se não deu em campo... Foto: Ilhéus 24h.

Se não deu em campo… Foto: Ilhéus 24h.

Fora da fase final da segundona do campeonato baiano, o Colo-Colo vai tentar no Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD) os três pontos perdidos dentro de campo para o Itabuna, no dia 2 de junho.
No jogo, perdido por 2 a 0, o time de Itabuna entrou em campo com a marca da Rádio Difusora estampada na camiseta. O patrocínio de veículos de comunicação a equipes esportivas é proibido pela Lei Pelé.
À época, o Colo-Colo ensaiou abrir o processo contra o Itabuna, mas esbarrou nas custas processuais, que giravam em torno de R$ 5 mil.
Mas, na última sexta-feira (05), dois dirigentes do clube ilheense levaram à frente a ação. Para pessoas físicas, não há cobrança das custas.
Se o processo andar e o Itabuna for condenado, perderá os três pontos conquistados na partida do dia 02. Assim, perde também a vaga na semifinal da competição.
A primeira partida já foi disputada ontem (domingo, 07), contra a Catuense. O Azulino foi derrotado por 3 a 0.

COLO-COLO GOLEIA, MAS FICA FORA DA FASE FINAL

Mesmo com uma campanha invejável na reta final da primeira fase da divisão de acesso do futebol baiano, o Colo-Colo não conseguiu reaver o prejuízo dos primeiros jogos.
Na última partida da fase de grupos, encerrada há pouco, o time de Ilhéus recebeu o Jequié. Aplicou goleada de 5 a 0 (dois de Éder, um de Dadico, um de Xandy e um de Natan) , mas não alcançou a segunda fase da competição.
Apesar do belíssimo jogo em Ilhéus, o Itabuna, concorrente direto pela vaga, também venceu, jogando contra o Astro, e abocanhou a vaga na semifinal da competição.

COLO-COLO PRECISA SECAR O ITABUNA

O Tigre ilheense faz o dever de casa. Volta para o segundo tempo com vantagem de 3 gols em cima do Jequié.
Na cidade vizinha, o Itabuna também vence parcialmente a partida por 1 a 0 contra o Astro. 
Colo-Colo e Itabuna disputam a segunda vaga na fase final da segunda divisão do campeonato baiano.
Para passar, o Tigre, além de vencer, precisa secar o Itabuna. Só interessa ao clube de Ilhéus a derrota ou empate do azulino.
Em caso de empate do Itabuna, o Colo-Colo precisa, ainda, tirar o saldo de gols, que agora é de 6 tentos.

ITABUNA CONTRATA ARTILHEIRO DO PAULISTÃO

pedraoO Itabuna Esporte Clube contratou um reforço de peso para a disputa da segunda divisão do Baianão. O atacante Pedrão, de 32 anos, brilhou nacionalmente pelo Barueri em 2009, onde foi o artilheiro do Campeonato paulista.
 
Antes de fechar com o time de Itabuna, o jogador defendia o Sertãozinho,  do interior paulista.

COLO-COLO VENCE E SE BENEFICIA DE DERROTA DO ITABUNA

colo-coloO Colo-Colo emplacou neste domingo (16) a segunda vitória consecutiva na divisão de acesso do futebol baiano. Em jogo contra o Astro, na cidade de Serrinha, o Tigre ilheense venceu por 2 a 1.
A vitória colocou o clube na terceira posição do grupo 2, com 10 pontos.
Concorrentes diretos pela classificação, Itabuna e Flamengo de Guanambi se enfrentaram em partida encerrada há pouco, em Guanambi.
O time da casa venceu por 2 a 1. Com o triunfo, o Guanambi carimbou a passagem à segunda fase do campeonato, com 14 pontos. Derrotado, o Itabuna tem 12.
O Colo-Colo volta a campo no dia 29 deste mês, contra o Jequié, no Estádio Mário Pessoa. No mesmo dia, o Itabuna recebe o Astro em casa.
Além de fazer sua parte vencendo o jogo, o Colo-Colo precisa torcer para uma derrota do time da cidade vizinha. Sem a combinação de resultados, o clube não passará à próxima fase.

CTB EXIGE QUALIDADE E TRANSPARÊNCIA NO TRANSPORTE COLETIVO DE ITABUNA

ctbA Central dos Trabalhadores do Brasil realizou manifestação na manhã desta quinta-feira (13), na Praça Adami, exigindo mais qualidade nos serviços oferecidos pelas empresas que exploram o transporte urbano na cidade.
O ato também reivindicou transparência nas licitações e controle social nas concessões, que atualmente têm duração de dez anos e terão seus contratos vencidos em 2014.
Clique no “Leia Mais” e confira a nota distribuída pela CTB:
:: LEIA MAIS »

casinos online no brasil





dom eduardo

lm mudancas

fale conosco













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia