WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829

:: ‘Educação’

MUNICÍPIOS E ESTADOS DEVEM PRESTAR CONTAS DE RECURSOS DO FNDE

Os municípios e estados que não quiserem perder os repasses do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), têm até o próximo dia 30 para prestar contas.
Devem enviar as prestações relativas ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), ao Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate) e ao Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).
São duas as prestações, a referente a 2011 e a de 2012.
Caso não cumpram o prazo, as localidades podem ficar sem os repasses. Até essa segunda-feira (22), em relação ao transporte escolar, 3.610 municípios e oito estados (Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Pará, Rondônia e Sergipe) não enviaram os dados sobre o uso dos recursos em 2012. :: LEIA MAIS »

ATRASADA, ILHÉUS DISCUTE A UFESBA

Ilhéus viu o bonde da Ufesba passar e agora, quando a nova universidade está prestes a ter a criação sancionada pela presidente Dilma, surge um político local propondo discussões sobre o assunto.
Requerimento do vereador Raimundo do Basílio (PMDB) aprovado na última terça-feira (16) prevê a realização de sessão especial para discutir a nova universidade, que terá sede em Itabuna, e a possibilidade de Ilhéus ganhar um campus da instituição. A sessão ainda não tem data para acontecer.
Antes tarde do que nunca!

MESMO COM VERBA, PREFEITURA DE ILHÉUS DEIXA ESCOLAS SEM MERENDA

Portal da Transparência da União comprova o repasse da verba.

Portal da Transparência da União comprova o repasse da verba. Clique para ampliar.

Se em Ilhéus tem escolas da rede municipal ainda fechadas por falta de professores, há aquelas que iniciaram o ano letivo em fevereiro, mas só podem manter os alunos na sala até a metade do turno.
Desde que o ano letivo começou, a maior parte das escolas municipais não recebe a merenda. Sem poder alimentar as crianças, que às vezes vão à aula sem o café ou almoço, os professores só dão metade do horário normal.
Apesar da situação, a prefeitura já recebeu este ano R$ 162.686,00 para a compra de merenda. O valor foi transferido pelo governo federal exclusivamente para este fim. A consulta pode ser feita clicando aqui.
A situação comprova o que foi dito por Enilda Mendonça, presidente do sindicato dos professores de Ilhéus (veja aqui).
Em entrevista ao radialista Gil Gomes, na última sexta-feira (19), a sindicalista afirmou que o ano letivo já estava comprometido. Se não pela falta de professores, seria porque inúmeras escolas só cumprem metade da carga horária.

“NÃO QUEREMOS DISCUTIR DEPOIS QUE O TEXTO ESTIVER PRONTO”, DIZ ENILDA MENDONÇA SOBRE MUDANÇA DE REGIME EM ILHÉUS

Enilda Mendonça. Foto: O Tabuleiro.

Enilda Mendonça. Foto: O Tabuleiro.

Em entrevista ao radialista Gil Gomes, durante o programa Alerta Geral (Rádio Santa Cruz AM), na manhã desta sexta (19), a professora Enilda Mendonça comentou a demora do município na discussão do novo regime trabalhista dos servidores municipais.
No ar, Enilda, que preside a Associação dos Professores Profissionais de Ilhéus (APPI), negou que tenha havido aval dos sindicatos para a mudança do regime de celetista para estatutário.
Segundo a sindicalista, o assunto foi rapidamente debatido com o atual secretário de administração, Ricardo Machado, quando ele ainda era subprocurador no governo de Newton Lima.
A principal preocupação dos sindicatos é com o gerenciamento da previdência. “Vamos vender nossa previdência a um banco?”, “Quem vai gerir o fundo?”, indagou.
Enilda comparou a mudança brusca do regime, sem discussão, a um jogo de futebol onde se criam as regras depois do apito final.
Contestou a posição da secretaria de administração em só abrir o debate quando o modelo já estiver pronto. Segundo ela, no momento, a única reivindicação dos seis sindicatos de servidores é a ampla discussão do estatuto.
Na conversa com Gil Gomes, Enilda comentou também a situação da educação na cidade. “O ano letivo ainda não começou”, disse, ao falar sobre a falta de professores e o fechamento de escolas por toda a cidade.
A sindicalista não descarta a possibilidade de acionar o Ministério Público para tentar resolver o problema.
Ouça abaixo a entrevista.

LEI TIRA EXIGÊNCIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PARA NOVOS PROFESSORES DE FEDERAIS

FOLHA
Uma lei de iniciativa do governo federal que entrou em vigor no mês passado determinou que as universidades federais não podem mais exigir nos concursos para professor os títulos de mestre ou doutor dos candidatos.
Na prática, quem só tiver diploma de graduação pode agora disputar todas as vagas abertas nas universidades. Até então, esses candidatos eram aceitos como exceção.
O governo afirmou ontem que pretende alterar novamente a regra, para que as instituições possam voltar a exigir diploma de pós-graduação, como condição primordial para a inscrição. Porém, ainda não sabe se mandará um projeto de lei ao Congresso ou se editará medida provisória.
Dirigentes de universidades disseram que o Executivo não tinha a intenção de proibir a exigência de mestrado ou doutorado.
Houve um erro no projeto, segundo eles, só percebido quando as universidades consultaram suas áreas jurídicas para abrir os concursos.

APOSENTADORIA E SAÚDE EM DEBATE NA APPI

“Aposentadoria e Saúde”. Esse será o tema da assembleia temática a ser realizada pela APPI, em Ilhéus. O objetivo é esclarecer os servidores da educação sobre a questão da previdência.
A atividade faz parte das ações de mobilização da 14º Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, que será realizada entre 23 e 25 de abril, junto com a greve nacional da categoria, onde o foco é a valorização dos profissionais em educação.
De acordo com a presidente da APPI, Enilda Mendonça, a assembleia temática será um momento importante para o esclarecimento de dúvidas, não somente para os trabalhadores em educação que estão em fase de aposentadoria, mas também aqueles interessados em conhecer mais os seus direitos.
O encontro também pretende abordar outros assuntos ligados à questão da aposentadoria, como o perfil sócio-econômico, perfil funcional e participação sindical e social, além de questões motivacionais, como o envelhecimento com prazer.

COMISSÃO DO SENADO APROVA CRIAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA

Pinheiro e Geraldo Simões durante a votação do projeto

Pinheiro e Geraldo Simões durante a votação do projeto

De acordo com informações do site Pimenta, o projeto de lei de criação da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufsulba), foi aprovado na tarde dessa quarta-feira (17), pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal.
O senador baiano Walter Pinheiro foi o relator do projeto na comissão.
Ainda hoje, de acordo com o site, o projeto será votado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), presidida pela senadora Lídice da Mata (PSB)
Um dos grandes incentivadores do projeto de criação da Ufsulba, o deputado federal Geraldo Simões (PT-BA) agradeceu o empenho de Lídice e Pinheiro e espera que a tramitação do projeto no Senado seja concluída ainda neste mês, seguindo para sanção da presidente Dilma Rousseff.

ÚLTIMO DIA DE INSCRIÇÃO NA SELEÇÃO DE PROFESSORES EM ILHÉUS

Encerra nesta terça-feira (16) o prazo para inscrições na seleção pública da prefeitura de Ilhéus. O certame vai contratar 158 professores substitutos e oferece remunerações de até R$ 1.623,00. 
A seleção é para fechar buracos na secretaria de educação e evitar que alunos fiquem sem aulas. As vagas são para formados em pedagogia ou pessoal com licenciatura em educação infantil. Há postos também para professor de libras.
As inscrições são realizadas  das 9h às 11h30min e das 14h às 17h30min, exclusivamente na sede da secretária municipal de Educação, situada na Avenida Soares Lopes, nº 840. 
Leia  o edital completo clicando no leia mais.

:: LEIA MAIS »

ESTUDANTE DE BAIXA RENDA FICA ISENTO DA TAXA DE VESTIBULAR EM INSTITUIÇÃO FEDERAL

AGÊNCIA BRASIL
Estudantes de baixa renda que cursaram todo o ensino médio em escola pública não precisam mais pagar taxa de inscrição em vestibulares de instituições federais. A isenção está garantida pela Lei 12.799, de 10 de abril de 2013, publicada na edição de hoje (11) do Diário Oficial da União. Há instituições federais que já adotam isenção total ou parcial para alunos de baixa renda e, com a lei, a gratuidade passa a ser obrigatória.
Para ter a isenção total da inscrição nos processos seletivos, o candidato precisa comprovar que atende cumulativamente às exigências da lei: ter renda familiar per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral na rede privada.
:: LEIA MAIS »



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia