WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829

:: ‘Cultura’

TEATRO: “1789” TERÁ SESSÃO EXTRA NO SÁBADO EM ILHÉUS

Misturando personagens reais e fictícios, a série de acontecimentos retrata o contexto que culminou na carta de reivindicações escrita pelos negros, durante a revolta no Engenho de Santana. Foto: Felipe de Paula.

Misturando personagens reais e fictícios, a peça retrata o contexto que culminou na carta de reivindicações escrita pelos negros, durante a revolta no Engenho de Santana. Foto: Felipe de Paula.

Devido à grande procura por ingressos para esta sexta-feira (04) às 20 horas, a ópera afro-rock “1789” terá sessão extra na noite deste sábado (05), na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI). A apresentação acontecerá às 19 horas, com entradas a R$ 20 inteira e R$ 10 meia para estudantes, idosos e titulares do Cartão TPI. Os ingressos podem ser pagos em dinheiro, nos cartões de crédito ou débito e ainda com o Vale Cultura.
O enredo de “1789″ começa em uma fábrica de processamento de cacau, em uma fictícia Ilhéus do ano de 2089. Os trabalhadores lutam por melhores condições, desejam parar de exportar a matéria-prima e produzir o próprio chocolate. A partir disso, são dados saltos no tempo e espaço até o século XVIII, entre Brasil e Portugal.  Misturando personagens reais e fictícios, a série de acontecimentos retrata o contexto que culminou na carta de reivindicações escrita pelos negros, durante a revolta no Engenho de Santana.
A rebelião histórica aconteceu entre os anos de 1789 e 1791, no atual povoado ilheense de Rio do Engenho, quando os cativos ficaram insatisfeitos com o tratamento recebido, paralisaram suas atividades e tentaram negociar melhorias. Além de contar o fato, considerado embrião do movimento sindical no Brasil, a ópera afro-rock apresenta questões mais profundas, como a necessidade de novos olhares e posturas.
O elenco é composto por artistas do TPI e do Terreiro Matamba Tombenci Neto, descendente dos escravos que protagonizaram o fato histórico. A trilha sonora é executada ao vivo, com direção musical de Elielton Cabeça, coreografia de Zebrinha e maquiagem de Guto Pacheco. O texto e a direção são de Romualdo Lisboa. O espetáculo volta à programação da Tenda TPI no dia 11, às 20 horas.

TENDA DO TPI AGORA ACEITA VALE-CULTURA

Tenda fica na avenida Soares Lopes.

Tenda fica na avenida Soares Lopes.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI) está credenciada para receber o Vale-Cultura. Os titulares do benefício podem adquirir entradas para espetáculos, comprar livros, CDs e DVDs, além de pagar cursos e oficinas realizadas no espaço cultural. “O uso é simples, igual a um cartão de crédito ou débito”, explica o coordenador administrativo do TPI, Antônio Melo.
O Vale-Cultura é um benefício criado pelo Governo Federal a fim de incentivar empresas a investirem na vida cultural dos seus empregados. O trabalhador recebe um cartão pré-pago com o benefício de R$ 50, creditado mensalmente e que é cumulativo. Quem recebe um salário mínimo tem descontado apenas R$ 1 do seu salário. Para aqueles que ganham entre dois e cinco salários, o desconto varia de R$ 2 a R$ 5. E os trabalhadores cujos vencimentos estejam acima dessa faixa, o desconto é de até R$ 45.
As empresas que oferecerem o Vale-Cultura aos seus empregados podem deduzir R$ 45 do Imposto de Renda devido por cada cartão fornecido. As empresas e entidades interessadas em oferecer o benefício aos seus funcionários podem se cadastrar no site do Ministério da Cultura: www.cultura.gov.br/valecultura.

FUNCEB LANÇA 1ª CHAMADA DO “CALENDÁRIO DAS ARTES 2014”

calendario-img-site-445x250De 27 de fevereiro a 14 de abril, estarão abertas as inscrições da 1ª Chamada do Calendário das Artes 2014, mecanismo de incentivo a projetos artísticos e culturais de pequeno porte na Bahia, que objetiva estimular o desenvolvimento das artes no estado. Promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA), o edital concede prêmios de até R$ 13 mil e abrange as áreas de Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música, Teatro e Artes Integradas, com um aporte total de R$ 637 mil para apoiar no mínimo 49 projetos. Nesta 1ª Chamada do ano, o Calendário das Artes se volta a propostas que sejam iniciadas de 1º de julho a 30 de setembro. As instruções para participação e os documentos do edital estão disponíveis no site www.fundacaocultural.ba.gov.br/calendariodasartes.
Feito de forma calendarizada, com a finalidade de organizar as solicitações e a distribuição de recursos ao longo do ano, o Calendário das Artes se fundamenta na acessibilidade e ampliação do investimento na produção artística de toda a Bahia, considerando sua grande diversidade e dimensões territoriais. São priorizadas propostas oriundas e/ou realizadas em benefício de populações com menor acesso a produtos culturais e que privilegiem a diversidade cultural, envolvendo as mais variadas ideias de artistas, grupos e produtores, amadores ou profissionais.
Lançado em 2012, o Calendário das Artes, somando as suas quatro Chamadas já realizadas, disponibilizou um total de R$ 2,379 milhões para a execução de 184 projetos, selecionados dentre um total de 3715 inscritos, e oriundos de 85 municípios, contemplando todos os 27 Territórios de Identidade do estado.
:: LEIA MAIS »

CANTOR DE ARROCHA “MÓVEL” FAZ SUCESSO EM ILHÉUS

O cantor de arrocha Andresson da Costa, da cidade de Alagoinhas, encontrou uma forma inusitada e bastante criativa para divulgar a sua arte. Com uma espécie de aparelhagem de som presa ao corpo, ele vende seus CDs, cantando ao vivo por onde passa.
E a estratégia deu certo. O show ambulante chamou a atenção no centro de Ilhéus, atraindo as pessoas para registrarem vídeos e fotos e adquirir seu CD.
O vídeo e as informações são do site Reclame Boca.

TEATRO, LITERATURA E ROCK NA TENDA TEATRO POPULAR DE ILHÉUS

Tenda fia situada na avenida Soares Lopes.

Tenda fica situada na avenida Soares Lopes.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI) fecha o mês de março com atrações para diferentes gostos e estilos. Na sexta-feira (28), tem a sátira em cordel “Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito”, e, na noite seguinte (29), “Trançados de Memória de uma Atriz-Brincante”. Ambos serão apresentados às 20 horas. No sábado, às 16 horas, tem contação de histórias para crianças no “Conto e Cantigas”. Já o domingo está reservado para o rock com show da banda Canto dos Malditos na Terra do Nunca, às 17 horas.
Os espetáculos teatrais que estarão em cartaz na Tenda integram a programação do Dia Mundial do Teatro, realizada pela secretaria municipal de Cultura em parceria com o Teatro Popular de Ilhéus. Por isso, as entradas serão vendidas ao preço especial de apenas R$ 2. A comédia do TPI, “Teodorico Majestade”, escancara o lado patético da política suja. Já “Traçados de Memória de uma Atriz-Brincante” é resultado das pesquisas da atriz Flávia Gaudêncio sobre as teatro e cultura popular, com foco maior sobre o Cavalo Marinho, folguedo da Zona da Mata de Pernambuco.
Desde outubro do ano passado, as tardes dos últimos sábados de cada mês são dedicadas aos encontros com a literatura infantil e musicalização, através do Conto e Cantigas. O projeto é voltado para crianças maiores de quatro anos. As entradas custam R$ 16 inteira e R$ 8 meia, sendo gratuita para acompanhantes. Já os sócios do Clubinho Conto e Cantigas pagam apenas R$ 5. O cartão de associado custa R$ 15 e vale por um ano.
A banda soteropolitana Canto dos Malditos na Terra do Nunca chega em Ilhéus com a turnê O que te faz voltar, patrocinada pela Fundação Cultural da Bahia, Fundo de Cultura, Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e Governo da Bahia. O show de rock será aberto pela veterana banda ilheense Dr. Imbira e conta com produção local do Coletivo Chocolate Groove. Os ingressos custam R$ 5 mais um quilo de alimento não perecível.

MÚSICA DE QUALIDADE PARA ALIVIAR A TENSÃO…

E hoje caros leitores, vamos de Zimbo Trio, interpretando uma versão instrumental do clássico “Bala com Bala”, de João Bosco e Aldir Blanc.
Para quem não conhece, o Zimbo Trio é um dos maiores ícones da bossa jaz no Brasil, foi formado em 1964, em São Paulo, e ficou nacionalmente conhecido ao ser a banda de apoio do programa o Fino a Bossa, da TV Record, apresentado na década de 60 por Elis Regina e Jair Rodrigues.

PIADA MUNICIPAL DE ILHÉUS: PREFEITURA VAI “COMEMORAR” O DIA MUNDIAL DO TEATRO

rindo muitoApesar de não se tratar de mais uma piada infame, de fato, a secretaria municipal de Cultura de Ilhéus anunciou que, hoje, na sexta (28) e no sábado (29), vai comemorar o Dia Mundial do Teatro.
Segundo release distribuído à imprensa, uma grande programação, envolvendo palestras, oficinas e apresentações, será realizada.
Não estamos desmerecendo o acontecimento, só acreditamos tratar-se de uma grande contradição a prefeitura realizar essas atividades, sendo que, é totalmente irresponsável e descompromissada com a citada arte. Prova disso é a situação do teatro municipal, fechado há mais de um ano para reformas, mas que até hoje nada foi feito. Isso, sem falar na total ausência de políticas públicas municipais de incentivo à qualquer espécie de manifestação artística local.
Sobre a situação do teatro, no release é dito apenas: “O espaço futuramente será beneficiado com uma nova reforma”.
Bem, futuramente pode ser amanhã. Mas também pode ser daqui a 10 anos. Ou seja, não há previsão alguma de nada ser realizado por lá, muito menos quando o espaço será devolvido à população.
:: LEIA MAIS »

TEATRO POPULAR DE ILHÉUS RECEBE TÍTULO DE UTILIDADE PÚBLICA ESTADUAL

Tenda Teatro Popular de Ilhéus, armada na avenida Soares Lopes. Foto: Felipe de Paula.

Tenda Teatro Popular de Ilhéus, armada na avenida Soares Lopes. Foto: Felipe de Paula.

O Teatro Popular de Ilhéus (TPI) recebeu o título de utilidade pública estadual, através da Lei número 13.000 de 20 de março de 2014. O ato que reconhece a relevância dos trabalhos da organização não governamental ilheense foi publicado no Diário Oficial do Estado da Bahia da última sexta-feira (21). A aprovação pela Assembleia Legislativa deu-se a partir do projeto de lei 20.464/2013, encaminhado pela deputada estadual Neusa Cadore.
A declaração de utilidade pública estadual foi comemorada pelos membros do TPI. “Desde a idealização do grupo por Équio Reis, há mais de 18 anos, todos os nossos espetáculos, cursos, oficinas e projetos são voltados para a nossa comunidade, reforçando a identidade cultural da região, promovendo o pensamento crítico e o diálogo com múltiplas linguagens”, declarou o diretor artístico Romualdo Lisboa.
Além do título estadual, o Teatro Popular de Ilhéus foi declarado como utilidade pública municipal pela Lei 3.005 de 03 abril de 2003, um ano após da formalização enquanto entidade jurídica sem fins lucrativos. No ano de 2007, a deputada estadual Ângela Sousa conseguiu a inclusão do grupo na Lei Autorizativa Estadual, permitindo a captação de recursos e celebração de convênios com o governo estadual.
O Teatro Popular de Ilhéus está aguardando a tramitação da declaração de utilidade pública federal. O requerimento do título já foi encaminhado à Secretaria Nacional de Justiça, setor do Ministério da Justiça responsável pela qualificação das entidades sociais.

II ENCANTAR ABRE INSCRIÇÕES PARA APRESENTAÇÕES DE CORAIS GRAPIÚNAS

objetivo é promover e divulgar o trabalho dos grupos e a integração cultural entre essas cidades, valorizando a arte musical regional.

Objetivo do evento é  divulgar o trabalho dos grupos e promover a integração cultural entre as cidades da região.

A segunda edição do  Encontro de Corais Grapiúnas (Encantar) volta a reunir coristas, músicos e amantes da música, em um evento de três dias, em maio. Além do Circuito de Aprimoramento Musical, no qual serão oferecidas oficinas gratuitas com nomes reconhecidos da música de coral na Bahia, será realizado um show com apresentação de sete corais, no dia 23 de maio, na Universidade Estadual de Santa Cruz. Grupos das cidades de Ilhéus, Itabuna, Itajuípe, Coaraci, Ibicaraí, Buerarema e Uruçuca já podem se inscrever na seleção que vai escolher os corais que se apresentarão no evento. As inscrições acontecem até o dia 11 de abril e podem ser realizadas preenchendo o formulário AQUI
Após o período de inscrição, os corais inscritos passarão por uma curadoria especializada e serão selecionados de acordo com critérios de representatividade do coral, análise técnica estrutural, análise de técnica vocal e mérito artístico. O resultado da seleção será divulgado dia 15 de abril, no site www.encantargrapiuna.blogspot.com.br. Depois de selecionados, os corais devem ensaiar quatro músicas para serem apresentadas no show.
“O Encantar é um evento pioneiro e único em termo de aprimoramento e fortalecimento da música/prática coral no Litoral Sul e faz um recorte para atender a grupos da região grapiúna. O objetivo é promover e divulgar o trabalho dos grupos e a integração cultural entre essas cidades, valorizando a arte musical regional”, esclarece o idealizador do projeto, o maestro Antonio Melo. Ele ressalta que a curadoria do evento visa selecionar um coral por cidade. Não havendo coral inscrito ou selecionado de um determinado município, outra cidade poderá ter mais de um coral representando-a, de acordo com a classificação geral.
:: LEIA MAIS »

“NO CORAÇÃO DA CIDADE, CASA DAS ARTES IRRADIARÁ PAZ PARA ITABUNA”

Aula de dança na Casa.

Aula de dança na Casa.

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania inaugurou, na noite de quinta-feira (20), em parceira com a Secretaria Municipal de Assistência Social, a “Casa das Artes”, espaço cultural que oferecerá diversos cursos à população.
O coordenador administrativo da Casa das Artes, Antognoni Coelho, falou da importância da parceria firmada entre a FICC e a Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), indicando que a prefeitura de Itabuna cumpre com a sua função de criar políticas públicas capazes de retirar os jovens, principalmente os da periferia, das situações de vulnerabilidade a que são submetidos.
O prefeito de Itabuna, Claudevane Moreira Leite, disse que a cidade de Itabuna tem uma preocupação grande em minimizar os índices de violência. Por isso, segundo o prefeito, “o caminho é esse. Estamos investindo muito em Esportes e em Cultura e temos a certeza de que nossos projetos, a exemplo do equipamento grandioso que é a Casa das Artes, cumprirão suas funções e nossa população, especialmente as crianças e os jovens, têm a condição de fazerem uma escolha, a escolha que permite um futuro grandioso e brilhante”, disse o prefeito.



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia