WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
shopping jequitiba prefeitura ilheus secom bahia solidaria Neste site
junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘Brasil’

GOVERNO ESTUDA FORMA DE ESTENDER O ‘CORONAVOUCHER’ PARA MAIS QUE TRÊS MESES

Divulgação

O coronavoucher, auxílio de R$ 600 dado pelo governo federal a trabalhadores informais microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados durante a crise, pode ser estendido para além dos três meses a que teria como validade inicial.

Segundo o jornal O Globo, atualmente o Ministério da Economia estuda duas formas para aumentar o prazo para o auxílio. A primeira é prorrogar o benefício por um período de dois a dois meses.

O segundo seria criar um programa de renda básica para ser implementado no momento em que o pico da pandemia passar no país. Oficialmente, o governo não comenta o assunto.

PESQUISA DIZ QUE JOGOS COM TORCEDORES SÓ APÓS VACINA PARA CORONAVÍRUS

Futebol com torcida só deve voltar após a vacina do Covid-19

Segundo estudo do Instituto de Pesquisa Inteligência Esportiva da Universidade Federal do Paraná, a presença do público em eventos esportivos no Brasil só poderá voltar após a criação de uma vacina para o novo coronavírus (covid-19). O trabalho também defende as orientações das autoridades sanitárias. A pesquisa de título “Inteligência Esportiva” é uma ação conjunta entre o Centro de Pesquisa em Esporte, Lazer e Sociedade (CEPELS) da UFPR e a Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento (SNEAR) do Ministério do Esporte.

A notícia sobre o estudo foi divulgada esta semana pelo site da UFPR e traz declarações do professor de educação física Fernando Mezzadri, um dos integrantes do projeto: “As atividades físicas devem evitar qualquer forma de aglomeração ou de incentivo à circulação de pessoas. Sempre que possível as pessoas podem caminhar perto de suas residências e não devem procurar ir aos parques para realizar as atividades”. :: LEIA MAIS »

BRASIL PASSA ALEMANHA E SE TORNA 7º PAÍS COM MAIOR NÚMERO DE INFECTADOS POR CORONAVÍRUS

Foto: Agência Brasil

Com mais 9.258 registros até a noite desta terça-feira (12), o Brasil chegou a 177.589 casos do novo coronavírus e se tornou o sétimo país com maior número de pessoas infectadas no mundo. Atualmente, o Brasil está à frente de países como China (84 mil), Irã (110 mil), Turquia (141 mil) e Alemanha, que caiu para a oitava posição, com 173.042 casos da Covid-19.

Esses dados são da Universidade John Hopkins, instituição de ensino estadunidense que tem coletados informações sobre o coronavírus no mundo diariamente. No entanto, o portal da universidade ainda não atualizou os dados nacionais, divulgados há menos de uma hora pelo Ministério da Saúde.

:: LEIA MAIS »

INSTAGRAM VETA POSTAGEM DE BOLSONARO SOBRE COVID-19 POR CONTER INFORMAÇÕES FALSAS

Postagem de Bolsonaro foi excluída por conter informações falsas.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, teve uma postagem excluída pelo Instagram na última segunda-feira (11). De acordo com a rede social, a publicação, que era ligada ao novo coronavírus, se tratava de uma informação falsa. A apuração foi feita ao lado do verificador de fatos “Agência Lupa”.

A postagem de Bolsonaro fazia uma relação entre o número de mortes por doença respiratória em 2019, quando a doença não estava espalhada, e neste ano. No entanto os dados divulgados eram falsos, como investigou o verificador.

:: LEIA MAIS »

PSIQUIATRAS VEEM AGRAVAMENTO DE DOENÇAS MENTAIS DURANTE PANDEMIA

Pesquisa ouviu cerca de 400 médicos de 23 estados e do DF

Pesquisa realizada na semana passada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) com cerca de 400 médicos de 23 estados e do Distrito Federal, correspondentes a 8% do total de psiquiatras do país, mostra que 89,2% dos especialistas entrevistados destacaram o agravamento de quadros psiquiátricos em seus pacientes devido à pandemia de covid-19. “O isolamento social mexe muito com a cabeça das pessoas”, comentou, em entrevista à Agência Brasil, o presidente da ABP, Antonio Geraldo da Silva.

De acordo com o levantamento, divulgado nessa segunda-feira (11) pela associação, 47,9% dos consultados tiveram aumento nos atendimentos após o início da pandemia. Essa expansão atingiu até 25%, em comparação ao período anterior, para 59,4% dos psiquiatras entrevistados. :: LEIA MAIS »

AUXÍLIO EMERGENCIAL PODERÁ DURAR MAIS QUE TRÊS MESES, DIZ SECRETÁRIO

Aplicativo do Auxílio Emergencial.

Criado para aliviar a perda de renda da população afetada pela crise econômica gerada pela covid-19, o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras) poderá ser mantido após o fim da pandemia. A afirmação é do secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, que participou hoje (11) de transmissão ao vivo promovida pelo banco BTG Pactual.

Segundo Costa, o governo discute se o auxílio emergencial e outras medidas de socorro deverão durar os três meses inicialmente planejados ou se deverão ser desmontadas gradualmente, num processo de transição para um novo modelo econômico. “Não podemos virar a chave e desligar tudo de uma hora para outra”, disse, referindo-se à possibilidade de manutenção do benefício no segundo semestre deste ano. :: LEIA MAIS »

SUPREMO AUTORIZA PF A PERICIAR VÍDEO DE REUNIÃO CITADA POR MORO

PF irá investigar reunião citada por Moro

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta segunda-feira, 11, autorizar a Polícia Federal (PF) a periciar o HD com o registro audiovisual da reunião no Palácio do Planalto, realizada no dia 22 de abril, citada pelo ex-ministro Sergio Moro em depoimento prestado no início do mês.

O pedido de perícia foi feito pelos delegados responsáveis pela investigação para “verificar a autenticidade e a integridade dos arquivos” apresentados pela Advocacia-Geral da União (AGU) ao STF. :: LEIA MAIS »

“MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PRECISA ADIAR O ENEM ”, DEFENDE O SECRETÁRIO JERÔNIMO RODRIGUES

Secretário de educação do estado da Bahia defende o adiamento do ENEM

A realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem ) em 2020, um ano marcado pela pandemia do novo Coronavírus, é duramente criticada pelo secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues. Para o secretário, manter as provas, cujas inscrições foram abertas nesta segunda-feira (11) e seguem até 22 de maio, é uma “decisão autoritária e equivocada do Ministério da Educação”. O secretário já oficiou o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep/MEC), solicitando o adiamento do Enem para 2021, pós-pandemia, para uma nova data a ser dialogada com estudantes e secretários estaduais de Educação.

“Realizar o Enem em ano de pandemia é um erro grave do MEC. É desconsiderar a realidade social da maioria dos estudantes. A Secretaria da Educação está disponibilizando conteúdos, mas a situação é mais difícil para aqueles que moram em áreas remotas, na zona rural, nos quilombos, nos distritos e até mesmo nas periferias dos municípios, por não terem acesso à internet”, ponderou Jerônimo Rodrigues. :: LEIA MAIS »

INSCRIÇÕES PARA O ENEM 2020 COMEÇAM NESTA SEGUNDA-FEIRA

Divulgação

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 começam nesta segunda-feira (11) e vão até o dia 22 de maio. Elas poderão ser feitas por meio da página do Enem na internet.

A partir deste ano o Enem terá duas modalidades de provas, as impressas, com aplicação prevista para os dias 1º e 8 de novembro, e as digitais, para os dias 22 e 29 de novembro. O participante que optar por fazer o Enem impresso não poderá se inscrever na edição digital e, após concluir o processo, não poderá alterar sua opção. :: LEIA MAIS »

LAZER, HOTÉIS E ESCRITÓRIOS SÃO OS SETORES MAIS AFETADOS POR PANDEMIA

Rede hoteleira é uma das mais afetadas com a pandemia

Dependentes de aglomerações, as atividades ligadas ao lazer são as mais afetadas pela pandemia provocada pelo novo coronavírus. A constatação é de um levantamento feito pela startup [empresa emergente] de logística Cobli, que analisou a movimentação de veículos de pequenas e de médias empresas de todo o país.

O estudo considera o total de quilômetros rodados pelas frotas das empresas entre 23 de março – quando as medidas de restrição social entraram em vigor na maior parte dos estados e no Distrito Federal – e 19 de abril. A distância percorrida somou 13,88 milhões de quilômetros, queda de 25% em relação à semana anterior. :: LEIA MAIS »



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia